StatCtr

Monday, February 11, 2013

Livro 1 - Capítulo X - Christian Grey e Anastasia Steele



CAPÍTULO DEZ

GRITANDO EM MAIÚSCULAS


Tradução: Neusa Reis
                                                                                                                                             Revisão/Edição:  Beatriz Reis



Eu dirijo para fora do complexo de apartamentos de Anastasia com uma sensação desagradável apertando dentro de mim. Ela parecia desamparada. Ela estava infeliz com alguma coisa? É difícil dizer em relação a ela, porque ela não comunica seus sentimentos. Seu humor muda muito rápido do quente para o frio. Eu não posso entendê-la! 

Hot n Cold by Kathy Perry

Ela precisa se comunicar mais comigo. Ela é tão mercurial, tornando-se assim difícil para mim entender. Ou é o meu próprio humor mercurial refletindo-se sobre ela?

Eu tive muitas mulheres antes, mas nunca tive de lidar com qualquer um de seus humores já que tinha total controle sobre elas. Quando elas não têm que pensar ou analisar e aceitam as decisões tomadas para elas, renunciam a seus humores. Uma vez que ela assine o contrato, eu posso fazer com que ela seja muito mais comunicativa. Mas eu amo a sua boca inteligente. Eu a amo do jeito que ela é. O jeito que ela me olha, o jeito que ela fala comigo, com suas expressões faciais, e sua atitude. E o jeito que ela me chutou fora! Ninguém, ninguém tinha me chutado fora antes! Nunca! É tão malditamente excitante! Se eu tivesse menos controle sobre meus próprios sentimentos, eu apenas retornaria e a reivindicaria novamente, mas eu tenho uma reunião na parte da manhã, e eu não posso perder o controle.

Mas, por que eu gosto tanto dela?! Quando eu não estou com ela, minha mente está completamente ocupada com ela como se ela estivesse presente. Quando eu tentei ficar longe dela, tentei não ter nenhum contato com ela, eu estava completamente infeliz, como se uma parte essencial de mim estivesse faltando. Eu dei-me cinco dias depois que eu a conheci, ainda que em cada esquina, eu a imaginava! Mesmo depois que eu comecei a persegui-la, eu tentei parar mais de uma vez, sabendo quem eu sou, conhecendo minhas próprias predileções. Sabendo como ela era inocente, eu tentei protegê-la de mim... No entanto, acho que é impossível ficar longe de sua sedução.

Quando não estou perto dela, eu sou miserável, mesquinho, nervoso e um ogro para todos ao meu redor. Deus sabe que eu tentei ficar longe! Eu tentei esquecê-la. No entanto, ela continuou me puxando como a lua puxa a maré. E quando estou perto dela, ela é como o sol, cativando com seu fascínio e sua gravidade. Quando eu a vejo, eu quero tocá-la. Quando eu toco mesmo as pontas dos seus dedos, ela me cativa e eu não sou nada, mas um brinquedo em suas mãos para ela fazer o que ela quiser. Se ela apenas soubesse! Estou torturado por saber que ela está lá fora, para que mais alguém a pegue, porque eu tenho esse medo terrível, de que ela pode escapar por entre meus dedos. Mas se ela assinar o contrato , será como se ela estivesse me dando sua palavra, sua palavra de compromisso, mesmo que não seja juridicamente vinculativa. Isto vai mostrar um compromisso entre nós. A única maneira que eu entendo, compreendo e sei lidar com isto. Não sei nenhuma outra maneira. Eu não sei nada além de controlar. É o que eu compreendo, o que me fez quem eu sou. Mas aqui está ela restringindo-me, obrigando-me, com apenas um de seus olhares... uma de suas palavras,  que apenas colocada para fora limpa toda a merda. Ela é tanto exasperante quanto refrescante. Tanto  veneno  como antídoto, que eu tomo de bom grado ... Dor e prazer que eu entendo bem... Ninguém nunca me fez sentir desse jeito!

Tentar detê-la é como tentar conter o vento, ou segurar algo com as mãos untadas. Isto me faz medo, porque isto pode fazê-la deslizar entre meus dedos. Eu morreria se eu a perdesse, se eu não a tivesse completamente ou se alguém colocasse uma reivindicação sobre ela! Eu posso me sentir dono dela, mas isso não significa possuí-la. Está além de qualquer tipo de propriedade. É fundir nossas almas, tornando-se uma, para  nunca se separar novamente. Quando eu a vejo, eu vejo além de seu rosto. Eu vejo a profundidade de sua alma. Eu não tenho ninguém para comparar a ela, ou ao que eu sinto por ela, tão fervoroso é meu desejo por ela! Não é apenas luxúria, embora o bom Deus saiba que está sempre presente. É mais que isso. Eu me sinto vivo! Eu sinto que posso pegar qualquer coisa, enfrentar qualquer coisa, fazer qualquer coisa, conseguir qualquer coisa, embora completamente impotente, porque ela própria é uma maldita força de vida! Ela parece uma brisa de primavera, mas caramba! Ela é um furacão F5 na minha vida, causando estragos na minha alma já atormentada!

Eu tenho medo de que qualquer pequena coisa possa machucá-la. Como aquele quase violador que ela está permitindo que a chame, ou o irmão de seu chefe, como o branco no arroz, como se ele estivesse pronto para agarrá-la no balcão 7 da direita, entre os fios elétricos e os encanamentos, ou que ela bebesse sem limite, ou ela comesse um total de três bocados no decurso de dois dias! O pensamento dela se machucar, sem a minha proteção, está me enlouquecendo! O que foi que disse Catherine Earnshaw sobre Heathcliff em Wuthering Heights, (N.T. O livro é: O Morro dos Ventos Uivantes, de Emilie Brontë) "Se tudo mais pereceu, e ele permaneceu, eu  continuo a existir, e se tudo mais permaneceu e ele foi aniquilado, o universo será um poderoso estranho: Eu não quero fazer parte dele. " Eu morreria! E muito menos ainda seria uma parte de um universo em que ela não existe; eu não gostaria de estar nele. Eu gostaria de estar onde quer que ela esteja! O que é que me faz desejá-la tanto? Catherine Earnshaw pode me dizer?

"Do que quer que nossas almas sejam feitas, a sua e a minha são a mesma. Nelly, eu sou o Heathcliff! Ele está  sempre, sempre no meu pensamento: não por prazer, eu não sou sempre um prazer para mim própria, mas como parte de mim mesma , como meu próprio ser. Isso é exatamente o que eu sinto por Anastasia. Ela sou eu, não porque somos parecidos, mas porque ela é minha peça que faltava. A peça que me faz uma pessoa completa,  fora de todos os meus fodidos cinquenta tons ... Ela é o que me completa! Até  que ela entrasse com todo o seu um metro e setenta em minha vida, eu nunca soube que ela era o que estava faltando. Agora que eu a vi, agora que eu já a provei, a reivindiquei, fiz amor com ela, a fodi, não há saída, não há mais volta para mim. Perdê-la seria além da tortura para a minha alma já torturada.

Eu gostaria de saber o que ela queria! Eu gostaria que ela me falasse, se comunicasse comigo de forma mais explícita. Conseguir que ela fale comigo é como arrancar dentes dela. Eu tenho que usar todas as minhas habilidades para levá-la a se comunicar comigo. Eu tenho que ler sua linguagem corporal, suas expressões faciais, e combiná-las com suas palavras, e então eu tento dar sentido a elas, porque ela pode ser enigmática.

Com os pensamentos sobre ela nublando minha mente, eu me dirijo para o Hotel Heathman. O manobrista está esperando, pronto para estacionar o carro. Eu lanço minhas chaves para ele. Eu me encaminho para os elevadores para chegar a minha suíte, após a saudação do porteiro. Eu avanço e pressiono o botão de chamada do elevador. Quando a porta ‘ding’ aberta, eu entro, e aqui está ela de novo em minha mente! Eu fecho meus olhos até que o elevador chega ao meu andar, e eu não os abro até que o elevador ‘ding’ novamente.

Eu entro na minha suíte, e envio um texto rápido para Taylor, informando-o que estou de volta, e ele pode se retirar.

Ele envia um texto de volta: "Obrigado, senhor."

Eu vou para a geladeira e pego o vinho branco, e despejo em uma taça de cristal lapidado. Eu tomo um gole do vinho fresco,  gelado, saboreando-o. Ele deixa um sabor agradável enquanto desce. Eu me encaminho para o meu laptop. Quero enviar-lhe uma mensagem, mas sem ser arrogante, apenas mostrando bastante interesse e escrevo a Anastasia uma mensagem:
_______________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Esta noite
Data: 23 de maio de 2011 23: 18
Para: Anastasia Steele

Querida Srta Steele
Estou ansioso para receber suas notas e contra propostas do contrato.
Até então, boa noite, baby.
Christian Grey
CEO, Grey EnterprisesHolding Inc.
_______________________________________________

Eu inalo profundamente e caminho até o piano na suíte. Eu sento e começar a tocar o "Sufocamento" de Chopin. Mais e mais e mais uma vez... Repetidamente... Até que eu me perco na peça


Prelude in E-Minor-op.28 no.4 by Frederic Chopin

Eu ouço o ding da minha mensagem de e-mail, enquanto eu estou perdido na peça, cerca de quinze minutos depois de eu enviar a mensagem para Anastasia. É melhor não ser ela! Era melhor ela estar dormindo. Ela tem que trabalhar amanhã! Ela precisa se manter saudável. Eu me encaminho para o laptop em poucos passos fáceis. Droga! É ela!
_______________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: Questões
Data: 23 de maio de 2011 00: 03
Para: Christian Grey

Caro Sr. Grey

A seguir estão as minhas questões com o contrato. Eu estou pensando em discuti-las em detalhes na quarta-feira no jantar. Os números indicados são cláusulas #s no contrato:

2: Esta cláusula estabelece que o propósito fundamental do contrato é permitir que a Submissa (eu) explore sua sensualidade e limites. Huh! Como isso é para MEU benefício? Você está no negócio apenas para proporcionar prazer às subs? Tenho certeza de que você não precisa me dar um contrato de dez páginas para atingir esse fim! Tenho certeza de que isso é para o SEU benefício.

4: Este contrato é uma porcaria genérica que você dá a cada sub? Porque esta cláusula diz que o Dominante e a Submissa devem garantir que eles não sofrem de nenhuma doença sexual, infecciosa, grave ou com risco de vida, e você inclui as DST na sua lista.  Sr. Grey, você está tentando me insultar aqui? Você sabe muito bem que você foi meu primeiro e único parceiro sexual. Eu não tomo drogas para fins recreativos ou de outra forma, e não tive qualquer transfusão de sangue. Eu sou provavelmente um parceiro muito seguro. O que você diz sobre si mesmo, Sr. Grey?
8: Ok. Eu estou gostando deste, desde que eu possa terminar quando eu achar que você não está cumprindo até o final os limites acordados.

9: WTF? (N.T. What The Fuck)  A submissa deve servir e obedecer ao dominante em todas as coisas? E mais ainda,  você quer que eu aceite a sua disciplina, sem nenhum escrúpulo, em tudo? Aha! Não estou gostando disso. Precisamos conversar sobre este.

11: Esta cláusula estabelece que o contrato deve ser eficaz por um período de três meses a partir da data de início. Não. Um período experimental de um mês, não três.

12: Você está me pedindo para me tornar disponível para o Dominante (você) a partir de sexta-feira à noite até às  tardes de domingo, todas as semanas, durante o contrato. Não posso me disponibilizar todos os  fins de semana. Eu tenho uma vida, ou eu gostaria de ter uma. Podemos fazer três dos quatro?

15.2: O dominante aceita a submissa como  dele, para possuir, controlar, dominar e disciplinar durante a validade. Ele pode usar o seu corpo, a qualquer hora, de qualquer forma que ele considere apta sexualmente ou de outra forma. É do meu corpo que você está falando. O que "ou de outra forma" implica?

15,5: Eu tenho um grande problema com toda esta cláusula de disciplina. Eu não espero, desejo, quero ser chicoteada, açoitada, ou corporalmente punida. Estou certa de que isso seria uma violação das cláusulas de 2 até 5 no contrato. E o que você quer dizer "Por qualquer outra razão"? Isso é falar! Você me disse que não era um sádico.

15.10: Esta cláusula interessante determina que o dominante não deve emprestar sua submissa a outro dominante. Oh,  amigo! Você acha que seria mesmo uma opção com a qual eu concordaria? Mas, estou feliz que está aqui em preto e branco.

15,14: O apêndice 1 tem uma lista de "regras". Vamos falar sobre isso mais tarde.

15,19: Diz que a submissa não deve se tocar ou dar prazer a si mesma, sexualmente, sem a permissão do Dominante. Não sem a sua permissão? O que há de errado em fazer isto? Você sabe que eu não tenho o hábito de fazer isso.

15,21: Disciplina - ver 15,5 acima.

15:22: Estranho! A submissa não deve olhar diretamente nos olhos do dominante, exceto quando você me mandar? Por que não posso olhar em seus olhos?

15:24: Este diz que eu não deveria tocar em você sem a sua permissão expressa. Não tocar? Por que não posso tocar em você?

Questões das regras:

Dormir: Eu concordo em dormir 6 horas. Não mais. Alimentos - você não pode me fazer comer apenas alimentos de uma lista prescrita. Isto não é negociável. Ou esta regra vai, ou eu vou. Roupas - desde que você não queira que eu use quando eu não estou com você, tudo bem. Eu vou assumir que elas são uniformes. Exercício - Eu pensei que nós concordamos em 3 horas. Este contrato aqui diz 4.

Limites suaves:

Temos que discutir estes. Eu não quero qualquer tipo de fisting. O que quer dizer suspensão? Eu não tenho idéia do que isso implica. Você está brincando comigo quando você diz   grampo genital? Agh!

Poderia, por favor, informar-me sobre seus planos para quarta-feira? Eu trabalho até 05:00 .

Boa noite.      
              
Ana
_______________________________________________

Oh meu Deus! Ela ficou acordada até tão tarde para escrever esta longa lista? Por que é tão longa? Por que ela tem problemas com tudo isso? Ela precisa ir para a cama. Eu tenho as regras para o seu benefício, e também para nosso prazer. Ela não deve estar de pé, ela deveria estar na cama e dormir já. Isto está em conflito direto com a regra do contrato para o sono. Ela precisa acordar cedo de manhã para o trabalho. Ela precisa ser advertida!

_______________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Esta noite
Data: 23 de maio de 2011 00:08
Para: Anastasia Steele
Senhorita Steele
Esta é uma lista muito longa. Por que você ainda não foi para a cama?
Christian Grey
CEO, Grey Enterprises Holding Inc.
_______________________________________________

Nem alguns minutos se passaram desde que eu enviei a minha mensagem, e ela digita uma outra em vez de ir para a cama! Ela deve realmente ser espancada por essa transgressão!
_______________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: Burning the Midnight Oil  (N.T. Dormir tarde para acordar cedo para trabalhar)
Data: 23 de maio de 2011 00:11
Para: Christian Grey

Caro senhor,

Você deve se lembrar que, quando eu estava estudando a lista esta noite, eu fui distraída e levada para a cama por um maníaco por controle de passagem.

Boa noite.

Ana
_______________________________________________

Meu rosto abre-se num sorriso de orelha a orelha enquanto meu coração amolece para ela. Ela fez de novo! Suas palavras só me encantam , me confundem, e ligam-me a ela. Escrevo-lhe uma resposta de imediato.
_______________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Parar de queimar o óleo da meia-noite (N.T. Dormir tarde para acordar cedo para trabalhar)
Data: 23 de maio de 2011 00:13
Para: Anastasia Steele

Vá para a cama,  ANASTASIA
.
Christian Grey
CEO & Control Freak, Grey Enterprises Holding Inc.
_______________________________________________

Tome isso, Srta Steele, eu digo rindo de orelha a orelha, novamente. Eu deveria ir para a cama também. Eu tenho amanhã cedo uma reunião no café-da-manhã. Eu ando lentamente para o quarto, tirando minha camisa e calças, deixando apenas a boxer; vou ao banheiro escovar os dentes, lembrando a Srta. Steele usando minha escova-de-dentes, neste mesmo lugar, sentindo-a na minha boca. Seus lábios, os mamilos, seu corpo, seu sexo... Maldição, Anastasia! Eu não posso te esquecer por um minuto, no maldito banheiro, fazendo uma tarefa simples como escovar os dentes!

Balançando a cabeça, eu caminho para minha cama. Eu pego meu iPod, conecto os fones de ouvido para os meus ouvidos começarem a ouvir Puccini "O Mio Babbino Caro" (← O mio babbino caro – Giacomo Puccini) Eu olho para o teto como se ele estivesse guardando  os segredos do universo, e meu apego a Anastasia. Eu lentamente fecho os olhos pensando nela.

*****

Eu estou no bar do Hotel Heathman tomando um martini com azeitona. Eu sinto seu olhar em mim antes de eu vê-la. Eu lentamente viro a cabeça para bloquear meus olhos com os dela: cinzento para azul. Minha respiração suspende com a visão dela. Ela está de tirar o fôlego. Ela está com um vestido de renda preta, frente única, seu cabelo levantado e preso em um coque elegante, mostrando seu belo pescoço longo. O vestido apenas atinge os joelhos. Ela tem saltos altos Christian Louboutin mostrando suas pernas elegantes. A maquiagem é tão leve como se seu rosto tivesse nascido com essa cor bonita. Meu subconsciente me lembra de respirar. Eu, automaticamente, levanto e encontro meus pés, que começam a caminhar em direção a ela. Sem uma palavra eu estendo a minha mão e também sem uma palavra, ela pega. Nós dois respirando forte.

"Eu não estava esperando por você hoje", eu digo, finalmente, encontrando a minha voz. "Mas, esta é a melhor das surpresas, Anastasia!" Eu digo meu olhar penetrando o dela cheio de paixão. Ela acena com a cabeça e timidamente abaixa o olhar para nossas mãos ligadas , visivelmente ofegante.

"Você já comeu? Gostaria de algo para beber? "  Eu pergunto.

"Sem comida", diz ela enquanto meus olhos olham para os seus questionando. "Eu posso querer um pouco de vinho branco, entretanto", murmura. Suas mãos tremendo como folhas verdes.

"Aconteceu alguma coisa?" Pergunto com preocupação. "Você está tremendo como uma folha verde, Anastasia", meus olhos examinando-a, tentando decifrar sua expressão.

"Venha", eu pego a mão dela, "vamos sentar," eu a puxo enquanto eu aceno a um garçom para obter uma mesa privada.

"Eu não posso ficar muito tempo, Christian", diz ela, com firmeza.

"Mas se você está aqui, por que você não pode ficar?" Eu pergunto, meu coração correndo até a minha garganta.

"Eu, ..." ela divaga, olhando para suas mãos novamente.

Eu a levo para a mesa para a qual o  garçom está nos conduzindo em um canto tranqüilo do restaurante. O meu olhar está sobre ela. Curioso, preocupado, ansioso. Ela está aqui para dar uma má notícia?

"Anastasia?" Eu a sondo.

"Christian, eu..." ela corta, tentando reunir seus pensamentos para exprimi-los em palavras.

"Eu não posso fazê-lo... Sinto muito, mas eu simplesmente não posso concordar com seus termos. Eles são muito duros. Também estão fora do âmbito de qualquer coisa que eu imaginava para mim. Eu não estou julgando. Ele pode ser bom para algumas pessoas, mas não para mim! Eu quero mais... Mais da minha vida... Mais do meu relacionamento... Mais...", ela divaga.

"Anastasia, eu..." neste momento sinto-me sem palavras. "Eu não estou acostumado a isso. Eu não conheço nenhuma outra maneira. Esta é a única maneira que eu conheço." Estou nervoso e chateado porque ela está prestes a escapar por entre meus dedos.

"Mas você está aqui!" Eu digo com fervor. "Assim...," Eu faço um grande gesto com as mãos mostrando o vestido que parece como se alguém o criou sobre ela. Eu adoraria alcançar com minhas mãos suas costas nuas, e correr meus dedos por suas pernas. Mas eu não faço. Meus dedos simplesmente passam em seu queixo, e ela suspende sua respiração, fechando os olhos.

"Não faça isto, Christian", diz ela.

"Por quê?" Eu digo com fervor. "Eu posso fazer você ficar!"

"Eu sei!", Diz ela, "você pode, mas eu tenho que ir. Isso, o que temos aqui, não é para mim. Eu vou me machucar," ela se levanta para ir.

"Por favor, Ana!" É tudo o que posso dizer em voz suplicante! Eu não posso deixá-la ir! Eu não vou deixar! Eu me preocupo muito com ela. Eu não sei o que eu posso fazer sem ela!

"Deixe-me pelo menos, caminhar até o seu carro", eu digo. Ela concorda com a cabeça.

Ela dá o manobrista seu bilhete, e nós estamos em silêncio, enquanto o meu olhar é intenso sobre ela. Eu quero tocá-la, amá-la, abraçá-la, consumi-la, mas eu só olho. Dou um passo em direção a ela. Ela recua um passo.

"Por favor, não!", Diz ela em voz lenta.

"Por que não?" Eu exijo.

"Eu não posso te tocar. Por que deveria ser diferente para você?" Diz ela com uma voz triste, desamparada.
"Ana... Eu..." Eu digo sem uma forma para explicar o que há de errado comigo. "Eu sou cinquenta tons de fodido, baby! Eu não quero isso em você." Eu digo.

"Eu sei. Talvez isto seja o melhor ", diz ela, sem convicção.

"Posso te beijar, pelo menos?", digo.

Ela fecha os olhos, lutando com suas emoções, e pressiona.

"Eu não posso. Porque se o fizermos, não serei capaz de deixá-lo!" ela diz quase em lágrimas


The Scientist by Cold Play

Estou irritado e preocupado, e zangado. Ambas as minhas mãos correndo pelo meu cabelo. "Por favor, Ana!" Peço, em voz baixa. "Não me deixe! Não faça isso! Nós estamos tão bem juntos!"

"Eu não posso ficar!"

"Por quê?!?" Eu digo com fervor, com força. "Por que Anastasia? Por que você não me quer?"

"Porque você vai me queimar. Porque você me assusta com a sua intensidade, com o seu poder e sua riqueza, e eu sei que você vai me machucar! ! Se não fisicamente, emocionalmente "Ela está em lágrimas e deixando-me, deixando-me! 

Lost by Michael Buble

Ela vai para longe. Para longe de mim!

Meus pés estão fixos no chão incapazes de se moverem um centímetro. Ela está prestes a sair da minha vida e meus pés estão congelados no lugar, incapazes de se moverem! Só quando eu sou capaz de arrumar meus pensamentos, eles se conectam com o meu cérebro e eu corro atrás dela para seu carro. O manobrista dirige seu carro, o que me surpreende de novo. É velho, não adequado para a estrada, e aparenta que não vai nem mesmo conseguir sair do estacionamento, e muito menos levá-la para casa. Ela entra em seu carro, notando-me de pé.

"Por favor, Anastasia! Não vá! " Eu digo com fervor. "Este carro nem parece que está em boas condições de circulação! Por favor, vamos conversar! "

"Não, veja, agora mesmo! Como posso competir com você, Christian? Você tem tudo? Você critica meu carro embora isso é tudo que eu posso pagar. Como posso estar em seu clube? Você vai se cansar de mim como um de seus novos brinquedos, e seguir em frente. Eu não posso aguentar isso! "

"Ana! Não! " Ela se afasta dirigindo esta lata velha de carro, com lágrimas correndo de seus olhos. Eu faço discagem rápida para Taylor.

"Traga o carro na frente do hotel ASAP (N.T As Soon As Possible - o mais rápido possível)!" Eu desligo.

Eu não a estou perdendo! Eu não estou! Eu sou o filho de uma prostituta de crack... Se não fosse pela Dra. Grace Trevelyan-Grey, quem sabe o que teria acontecido comigo? Eu não sou melhor do que ninguém! Certamente não melhor que Anastasia! Ela não pode usar minha riqueza contra mim. Aqui é a América, pelo amor de Deus! Qualquer um que tenha ambição suficiente pode se tornar grande! Vou pegá-la de volta! 

Everything by Michael Buble

Ouço o guincho do SUV Audi no escuro. Saltando, Taylor abre a porta do passageiro.

"Vamos! A Srta Steele acaba de sair numa lata velha de um carro. Eu quero ter certeza que ela chegue em casa a salvo. "Ele acena com a cabeça, sem dizer uma palavra.

O tráfego está mais do que pesado.

"Bem ali! O VW amarelo!" Eu aponto para Taylor. Está cerca de seis carros à nossa frente, tentando mover-se na pista rápida. O que ela está fazendo? Esse carro não poderia nem mesmo fazer 60 km/h e ela o está empurrando para 100 km/h! Eu não deveria tê-la deixado sair tão chateada.

"Taylor, entre na pista HOV (N.T. Pista de Alta Velocidade – High Occupancy Vehicle)! Talvez possamos alcançá-la desta maneira! Ela está estrando na pista rápida. "Ele balança a cabeça concordando e sinaliza,  e rapidamente salta três pistas e muda para a  pista HOV na estrada. Ela está agora cerca de oito carros à frente de nós. O que ela está fazendo correndo tanto?

Nós forçamos a velocidade, mas ela ainda está à nossa frente! Como ela está fazendo isso?

"Taylor! Você pode dirigir um tanque, mas não pode pegar a porcaria do VW de uma garota? "Seu rosto fica vermelho, e com os olhos fixos na estrada, ele costura no trânsito,  forçando forte. Nós finalmente conseguimos voltar para a pista HOV, e andar ao lado de seu carro.  Abro a janela, e dou sinal para ela abrir a dela.

"Anastasia!" Eu digo com toda a calma possível. Seus olhos estão cheios de lágrimas, eu não sei como ela pode ver através delas. "Eu quero que você saia da auto-estrada, baby! Agora... "Eu digo com todo o meu autocontrole e calma.  "Vamos querida! Podemos falar... E se... " eu paro. É muito difícil de sair  dos meus lábios. "E se você ainda assim não me quiser, então eu vou deixar você ir... Ok? "

Ela não diz nada. Os olhos fixos na estrada, bochechas tensas com o ataque de suas lágrimas, ela consegue concordar com a cabeça. Ela diminui apenas um pouco. Ela sinaliza para sair da rodovia. Eu dou um suspiro de alívio. Aceno para Taylor, que também sinaliza para sair da rodovia. Anastasia se encaminha para a faixa mais à direita, sinalizando para sair na saída mais próxima. Enquanto ela se move para a pista, um Chevy Impala vindo rápido apenas se choca com ela! O VW velho de Ana capota três vezes antes de parar na faixa da direita. O tráfego da auto-estrada se interrompe. Tudo é surreal! Meu coração está na minha boca, minhas mãos estão  tremendo, e meu rosto está cheio de fúria, contra quem eu não sei! Talvez contra o mundo inteiro! Talvez contra o universo por estragar a minha vida tantas vezes! Taylor para na frente do carro de Ana. Eu pulo fora correndo antes que ele pare, e corro para o carro de Anastasia. Ela caiu sobre o volante, jorrando sangue de sua têmpora. Ela está imóvel. Meu coração pára! A porta do carro está agarrada, e eu não posso abri-la.

"Taylor! Dê-me uma mão! "Ele pega a chave de roda e bate na janela do passageiro. Dobra sua jaqueta e arranca a porta de suas dobradiças! Eu o empurro para fora do caminho, e puxo o corpo sem vida de Ana para fora do carro. Tremendo, chorando.

"Baby, por quê? Por que você me deixou Ana? " balançando para frente e para trás, Anastasia em meus braços. Minha camisa branca se  encharca com o sangue dela, mas eu não me importo. Eu não quero estar onde ela não está. 

Without You – soundtrack from the Wuthering Heights

"Porra, homem! Eu não sabia que ela ia pular na minha frente! " Diz uma voz meio bêbada. Então, sua voz muda para um tom familiarmente nojento:

"Oh! É você, seu merdinha! Quando você vai parar de chorar, pirralho da prostituta! Estou farto de você! " Eu levanto meus olhos para olhar para este homem, e é ele! O cafetão da prostituta de crack!

"Peço a Deus que ela deixe você na rua, no frio, assim eu não tenho que lidar com um chorão como você, babaquinha idiota!"

Minha mente está confusa e com raiva! Eu quero matar o homem que matou a única mulher que eu amei!
O rosto de Taylor muda, e como uma cobra impressionantemente rápida, ele levanta seu cotovelo, e salta sobre o cafetão da prostituta de crack, caindo em cima, golpeando-o tão duro quanto possível, e lhe dá socos repetidamente, enquanto estou dormente na beira da estrada, encharcado com o  sangue de Anastasia, soluçando incontrolavelmente!


Minhas lágrimas estão fluindo para baixo e diluindo o sangue de Anastasia que está em seu rosto. Os paramédicos vêm e tentam levá-la para longe de mim, de novo. Eu não vou entregá-la!


"Senhor! Você tem que deixá-la ir! " Taylor implora:" Senhor, por favor! "

"Ela está morta, Taylor! Ela está morta e é tudo culpa minha! O cafetão da prostituta de crack matou a minha Ana! "

Eu soluço e soluço... E, finalmente, os meus próprios gritos me acordam. Eu estou na minha suíte no Hotel Heathman. Eu fecho meus olhos com um suspiro de alívio. Foi um pesadelo. Oh, Deus! Eu estou sem fôlego, lágrimas correndo, meu nariz escorrendo.

"Graças a Deus! Graças a Deus! Graças a Deus! Foi um pesadelo! "São 04:40h no relógio. E eu não quero voltar a dormir. Este foi o pior pesadelo que já tive. Eu tenho que chamar John, para que eu possa falar com ele, pelo menos por telefone. Oh inferno! Vou vê-lo esta noite. Eu vou ter que fazer isso depois da minha reunião.

Sento-me na cama, a minha cabeça em minhas mãos e as palavras de Heathcliff  vêm desabando na minha mente,  depois que ele espera toda a noite por notícias de Catherine Earnshaw , finalmente encontrando-a morta. Quando ele segura seu corpo morto, ele grita em agonia:

"'E eu rezo uma oração - repito-a até que minha língua endurece - Catherine Earnshaw, você não pode descansar enquanto eu estou vivendo! Você disse que eu a matei - me assombre, então! O assassinado deve assombrar seus assassinos, eu creio. Eu sei que os fantasmas vagam sobre a terra.  Fique sempre comigo -- tome qualquer forma -- me enlouqueça!  Só não me deixe neste abismo, onde não posso te encontrar.  Oh, Deus é intolerável!  Eu não posso viver sem minha vida, eu não posso viver sem minha alma! "

Heathcliff from Wuthering Heights

Eu não quero que nenhum mal atinja Anastasia, mas, como Heathcliff, eu não posso viver sem minha alma. Ela me dá a minha humanidade de volta, ela me dá a minha alma. Oh, Anastasia! O que você está fazendo comigo? O que posso fazer para mantê-la, mantê-la segura, mantê-la minha? Meu coração dói cada vez que eu penso nela. Minha alma anseia por ela. Minha mente está sempre nublada com o pensamento dela , como se o tempo antes de Anastasia não existisse. Como se eu fosse um planeta perdido e tivesse encontrado meu sol. Como se nós pertencêssemos um ao outro. Sim, estamos juntos. Sempre. 

The Lion Fell in Love with the Lamb  by Carter Burwell


17 comments:

Anonymous said...

Cinquentas Sombras De Grey é inesquecivél....Estou ansiosa para o próximo.....quando é que voce posta?

Anonymous said...

Eu quero agradecer por traduzir os livros para português porque ficam perfeitos....mas nao poderá postar mais capitulos?Por favor

Anonymous said...

Algúem sabe quem vai intepretar o filme Cinquentas Sombras de Grey?Ou se o filme realmente vai sair?Se vão serem os 3 livros em apenas 1 livro?

Anonymous said...

Voce pudera dizer me que tipo de relacionamento tem a Elena com o Christian?AS vezes pareçe que ela o deseja e outra pareçe que está feliz sem ele e outras pareçe que quer que a Anastasia desapereça?Porque?

Neusa Reis said...

Obrigada pelas suas palavras. Estou tentando acelerar, mas tanto eu quanto minha revisora, temos muito cuidado com o que traduzimos, para não alterar o pensamento da autora.
Sobre o filme ainda não há nada decidido. Cada um tem suas preferências. Aqui no Blog a Emine colocou as fotos de alguns candidatos. Um abraço.

anne caroline godoi said...

Menina que sonho foi esse? Por um momento pensei que era real... Engraçado como o Christian se apaixonou rápido pela a Ana.

Neusa Reis said...

Você vai entender melhor o relacionamento do Christian com a Elena com o capítulo bônua A Redenção de Christian, que a Emine autora do POV do Christian escreveu, e depois no livro 2, quando ela mostra o que ela é e como pensa. Obrigada por estar lendo. Bjs.

Neusa Reis said...

Eu também quase morri com o sonho dele. Estes sonhos explicam muitas atitudes do Christian, que pareciam estranhas. E ele se apaixonou rápido porque almas gêmeas quando se encontram se reconhecem e se amam. Amor à primeira vista. Bjs

Catharina Oliveira Bastos said...

Eminé Fougner,
Are you fucking kid me?? Wuthering Heights??!! It's my favorite book in entire world!!
Heathcliff is.........is..........Christian Grey!!!!
You know best. That's why I'm só in love with him...

Eminé, what are we going to do with you??

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

If Christian lived in that world, he would have been Heathcliff with all the social pressures of class, and given Christian's background, he would be in Heathcliff's shoes.

Of course, I love Heathcliff and Darcy (who was my first crush @ 15) :)

Catharina Oliveira Bastos said...

Neusa,
É isso!! O Christian Grey da Eminé é o Heathcliff, é o Morro dos Ventos Uivantes, é a paixão em seu estado mais bruto e puro. Encontro de almas gêmeas...é por isso que eu amo tanto o Christian!!! Essa Eminé é uma belíssima fdp! Uma puta sacada. Ela roubou inteiramente a história da E L James.depois de ler a versão dela, a história da outra ficou vazia, capenga. Que danada!!

Catharina Oliveira Bastos said...

By the way, Chopin?? Marvelous.

Kaila Alekena said...

Os parâmetros da personalidade do amor vai muito de quem se ama, Cristian é uma alma destroçada mais um homem intenso, e como tal requer uma intensa paixão, qualquer coisa menor que essa intensidade não o arrebataria, E.L retratou o encontro de almas, o amor incondicional, já que ela era fã da saga Crepúsculo, um amor que não se baseia na falha do caráter ou personalidade de quem se ama,mas na incondicionalidade do amor, há quem afirme que é um amor apenas dos romances, há quem garanta que espera viver esse amor e há quem acredita que é o amor retratado em 1º corintios 13 e portanto se é bíblico é real... e a característica do amor incondicional é o que E.L e Eminé desenvolve neste romance, e claro o épico Morro dos ventos uivantes é um parâmetro mais que perfeito desse amor... ou seja escolha a degradação, ou entre o fogo e o gelo, escolho o gelo...

Ana Clara said...

Parabéns Eminé e Neusa!!! Estou completamente apaixonada por esse blog e a tradução está maravilhosa!!!
Só lamento ter que depender da minha internet fraca e muito ruim (pelo visto ela não gosta do Cristian) pra ler os capítulos. Vc me faria a gentileza Neusa de enviar o livro 1 para o meu email roucase@gmail.com? Se for possível.

Daniela Martins said...

Hello, girls!
CG completamente apaixonado por Ana é completamente apaixonante de se ver!
Imaginar, atraves deste POV, o que se passa pela mente e pelo coraçao dele é maravilhoso!
Nao quero mais q Christian tenha pesadelos, nem com o cafetao da prostituta viciada e nem com coisas ruins acontecendo a Ana!
Thank you, Emine!
Bjkas
Dani
;-)

Katinha Rodrigues said...

Nossa...que sonho desesperador!!!! Christian sofreu tanto durante esse sonho que sofri junto com ele...
É amor!!!
O tipo de amor que acontece sem que possamos evitar♥
Neusa....Emine...mais uma vez obrigado por fazer nossos dias mais felizes =)
Beijoos ♥♥♥

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry