StatCtr

Sunday, March 9, 2014

Livro IV - Capítulo XX - Christian e Anastasia Fan Fiction


CAPÍTULO XX

Chaves para meu coração
Tradução: Neusa Reis
La Vita Nuova 

Nesse livro, que é 
minha memória. . . 
Na primeira página 
que é o capítulo quando 
eu encontrei você pela primeira vez  
Aparecem as palavras. . . 
Aqui começa uma nova vida

- Dante Alighieri




"Não, não, não!" Anastasia impede o funcionário da mudança  de pendurar a pintura que nós compramos na sala errada. Minha esposa queria supervisionar pessoalmente a localização de cada mobiliário que nós escolhemos juntos e, claro, as pinturas que nós compramos. A única coisa que eu não estou mudando é o local de sua foto em preto e branco que o fotógrafo José tirou.
"Christian! É tão... lá!" ela faz um gesto nervoso com a mão, vendo sua foto acima da grande lareira.
"Eu não estou mudando isto, Ana! Eu adoro olhar para a sua imagem, e aqui vai ser a nossa sala de estar."
"Mas, todo mundo vai vê-lo, Christian!"
"Nem todo mundo, apenas a nossa família. Você é o centro do meu universo, por que eu não deveria ter uma imagem de você no coração da nossa casa?"
"A nossa casa..." ela sussurra com reverência. "É a nossa casa, não é?" Diz ela com suas mãos distraidamente acariciando sua barriga saliente, protetoramente. Eu dou dois passos em direção a ela e fecho a distância entre nós. Envolvendo meus braços um sobre sua mão debaixo de sua barriga, o outro bem abaixo de seus seios fartos. Minha mulher. Minha casa. Ela personifica tudo o que é valioso para mim. Eu abaixo a cabeça para seu pescoço e inalo o cheiro dela.
"Oh, Sra. Grey! Como eu a amo, baby!" Eu sussurro.
"Apenas eu?" ela pergunta fingindo decepção. 
"Você e o blip. Mas, você é o amor da minha vida. É diferente do amor do nosso filho. Pequeno Mestre ou Senhorita Grey."
"Oh! Temos uma consulta na segunda-feira com a Dra. Green. Se o bebê está posicionado corretamente, podemos saber o sexo do bebê. Eu quero poder discutir os nomes,”  diz ela entusiasmada.
"Vamos descobrir o que vamos ter em primeiro lugar. Então, podemos discutir os nomes," eu a lembro. Nomes! Ela sugeriu que eu olhasse na  história da minha família biológica e visse.  Eu sei que ela me quer fazendo as pazes com uma horrível primeira infância, mas eu não tenho nada a ver com esses filhos da puta. 
"Sr. Grey, Sra. Grey,” diz a Sra. Taylor, limpando a garganta. Sinto alívio. "Eles estão entregando a árvore de Natal, e é bastante grande. Onde você gostaria que ela ficasse?"
"Árvore de Natal?" Ana pergunta surpresa.
"Sim, este é o nosso primeiro Natal, e ele é daqui a nove dias. Tem certeza que você deseja fazer o Natal aqui? Nossa família é grande. Meus pais, avós, irmãos, os seus outros significativos, o seu pai e os pais Kavanagh..."
"Oh, meu pai pode não ser capaz de vir. Ele poderia ir ver José e seu pai, uma vez que eles não têm mais ninguém para passar o Natal com eles."
Eu franzo a testa. Ele prefere passar o Natal com José e seu pai em vez de com sua filha?
"Como você se sente sobre isso?"
"Eu poderia convidar José e o Sr. Rodriguez, mas eu acho que eles não querem se impor conosco. Então, eu decidi que talvez fosse melhor deixá-lo ficar este ano na companhia de seus melhores amigos e, talvez, visitar-nos no próximo Natal... você sabe,” diz ela sorrindo, colocando a mão sobre sua barriga, "no primeiro Natal do bebê." Concordo com a cabeça sem dizer nada.
"Bem, Sra. Grey, contando..." Eu digo fechando meus olhos, quatro da nossa família, e quatro pessoas da família Kavanagh, "um total de dez convidados. Haverá doze de nós. Estamos nos mudando."
"Eu vou ajudar a Sra. Grey, senhor. Jason e eu teremos o nosso Natal aqui e eu estou cozinhando para Sawyer, Ryan e Srta Tiber também,” diz a Sra. Taylor. Ana sorri para mim, dando-me o seu olhar 'eu lhe disse´.
"Veja, Gail e eu temos tudo planejado. Vamos determinar onde vamos colocar a árvore de Natal,” diz ela com entusiasmo, puxando minha mão. Quando ela vê a árvore de Natal, seus olhos se arregalam.
"Uhm, wow! Christian, isto é como a árvore principal que eles colocaram na Casa Branca! É enorme! "
"Você não gosta?" Pergunto preocupado.
"Eu gosto... eu acho. Eu nunca tive uma árvore minha mesmo. Quero dizer, quando eu era pequena minha mãe costumava colocar uma árvore de Natal, mas era... pequena. Kate e eu não nós preocupávamos em colocar uma árvore, porque ela sempre ia para seus pais, e eu ia ver Ray ou mamãe." Ela morde o lábio inferior e sua garganta trabalha forte para engolir. Eu sabia que ela não comemorava muito vindo de uma família de divorciados; sempre tendo um dos pais ausente durante os feriados. Quando seus olhos começam a embaçar, eu adiei dando-lhe os presentes que eu tinha.
"Onde você gostaria da árvore, Sra. Grey?”  Pergunta Taylor. Eles já tinham aberto as portas de vidro do salão e conseguido puxar a árvore para dentro de casa.




"O que você acha se eles a colocarem bem ali, Christian?" Anastasia finalmente pergunta excitadamente. Ela aponta o dedo indicador perto da parede de vidro com vista para o Sound.
"Perfeito!" Eu digo sem tirar os olhos dela. Ela sorri. Na meia hora seguinte, ela instruiu os trabalhadores para o local exato em que ela queria que a árvore fosse colocada. Eu nunca a tinha visto no modo de arrumação antes, e era uma visão para guardar. Quando a árvore está configurada corretamente e os trabalhadores recuaram, eu me dirijo a ela.
"Eu acredito que é hora de colocar seus primeiros enfeites em nossa primeira árvore." Eu entrego a ela duas caixas. Seus olhos se arregalaram, e ela praticamente arranca as caixas de presente das minhas mãos.
"Se eu soubesse que ia lhe deixar assim excitada, eu as teria dado a você mais cedo,” eu pondero. A primeira caixa que ela abre me recompensa com um suspiro agudo. O primeiro enfeite que ela está segurando é o nosso primeiro beijo como marido e mulher, esculpido em cristal e eu acho que o artista fez um ótimo trabalho mostrando-nos, apesar de nenhum artista poder capturar totalmente a beleza de Anastasia. "Primeiro beijo, primeiro amor, primeiro Natal" está escrito no vidro onde nossas figurinhas estão de pé.
"Marido, você é o maior romântico! Eu amo isto!" Ela enuncia uma vez que ela é capaz de colocar suas palavras em uma seqüência.
"Onde você gostaria de pendurá-lo?" Eu pergunto.
"Eu acredito que eu quero que todos vejam isso. Entãããão..." Ela diz caminhando ao redor da árvore, em seguida, caminhando de volta para obter uma visão completa da árvore para ver a melhor localização.
"Aha!”  Ela exclama, e coloca o enfeite em um local bem visível na árvore.
"Abra a próxima," eu instruo.  Com dedos trêmulos, ela abre a caixa seguinte. A espetáculo de seu rosto é algo para ser visto. Ela olha para a caixa que contém o próximo enfeite, então para mim e depois de volta para o enfeite de novo. Sem dizer nada, ela joga os braços em volta do meu pescoço, e puxa minha cabeça para me beijar.
Quando nos separamos, nós dois estamos sem fôlego.
"Sra. Grey! Eu estou amando a sua reação aos meus presentes. Eu vou me assegurar de lhe dar presentes mais vezes só para ver essa expressão em seu rosto..." Eu sorrio com o meu olhar escurecendo. Ela enxuga os olhos com as costas da mão, em seguida, olha para o enfeite de novo. Ela o segura perto de seu coração como se fosse o presente mais precioso que já recebeu.
"Eu amo isso,” ela sussurra. "Eu simplesmente amo muito! E eu  amo você! Obrigada!" Sua voz é apreciativa, sincera e completamente impressionada.
Ela levanta o enfeite. É uma cegonha voando carregando um pacote em forma de coração com uma pegada rosa e uma azul estampada com a escrita que diz "AMOR antes da primeira vista ". Ela o pendura ao lado de nossas figurinhas.
"Gail! Sra. Jones, quero dizer, Sra. Taylor,”  ela grita.
"Sim, senhora,”  Gail vem discretamente por trás.
"Você poderia me ajudar a decorar a árvore?”  Ela pede.
"É claro, minha senhora."
"Anastasia, eu não quero você em escadas ou tentando alcançar o topo de uma árvore de 3,50m." (N.T. Uma árvore de 3,50m?? O Christian é um exagerado, sempre!)
"Mas, eu quero, Christian!"
"Não! Eu tenho profissionais vindo  para decorá-la para você. Você pode supervisioná-los para o conteúdo do seu coração. Mas, eu não quero minha esposa grávida trabalhando em decorar uma árvore enorme! Obrigado, Sra. Taylor," eu digo enviando Gail fora.
"Christian! Não me derrube. Quero decorar minha primeira árvore."
"Você pode ajudar com os ramos mais baixos. Mas, que Deus me ajude, Ana, se eu a vir perto de uma escada, vou colocá-la sobre meu joelho," eu sibilo numa voz baixa.
"Você não ousaria!”  Diz ela olhando para mim com um olhar desafiador.
"Você está me incitando, Sra. Grey?" Pergunto levantando as sobrancelhas." Você sabe que está enfrentando pressão arterial baixa, e você apenas superou a náusea.  Eu não vou arriscar.  Você não vai arriscar!  Se assim o desejar, eu vou ligar para a Dra. Greene agora. Você conhece a lista do fazer e não fazer. Eu quero minha mulher sã e salva e nosso filho a término, dobrado na barriga da  mãe dele ou dela, se nós ambos pudermos ajudar,”  eu digo acariciando gentilmente sua barriga.
"Tudo bem...”  ela sussurra. "Sinto muito por fazer você ficar ansioso. Eu só quero ser a que põe cada um dos enfeites na árvore e cada um dos itens no lugar deles na nossa casa."
"Ana... baby... Ninguém pode fazer isso sozinho. Não em uma casa deste tamanho. Nós escolhemos os móveis, acessórios e pinturas juntos. Nós tomamos decisões sobre cada pilar, azulejo, janela, parede e detalhes arquitetônicos em nossa casa. Eu não sei o quanto mais pessoal ela pode ficar do que isso. Temos peças muito pesadas de mobiliário. Vai levar equipes de trabalhadores para posicioná-las. Eu não quero a minha mulher tentando fazer qualquer trabalho pesado."
Ela suspira.
"Eu sei. Eu só mudei para meu apartamento com Kate e foi apenas um pequeno cômodo, e depois, claro, mudar para Seattle com Kate para seu condomínio. Mas, nós não tínhamos muito que mudar, e Elliot nos ajudou. Eu ainda estou me acostumando a ter tanta ajuda, Christian."
"Você tem que se acostumar com isso, baby. É apenas do modo que é. É impossível gerir uma casa desse tamanho sem muita ajuda. É três vezes o tamanho do nosso apartamento Escala e temos um monte de terrenos  para serem mantidos. Isso significa, também teremos jardineiros."
"Todos os dias?”  ela pergunta surpresa.
"Talvez não todos os dias, mas cerca de duas ou três vezes por semana. Há árvores, arbustos, plantas, grama e beira-mar para serem mantidos. "
"Tudo bem,”  ela consente. "Vamos ficar na nossa casa nova esta noite?”  Ela pergunta esperançosa.
"Bem, nosso quarto está organizado, mas eu não tenho certeza se a Sra. Taylor tem a cozinha preparada para ser usada. Suponho, podemos encomendar comida pronta e fazer a Sra. Taylor comprar artigos de café-da manhã para amanhã de manhã, se você tem seu coração desejando passar a noite em nossa casa. A segurança já está configurada. A casa já está sendo monitorada."
"Isso significa que vamos ficar?" Ela salta batendo palmas.
"Se é isso que você quer, sim."
"Podemos acender o fogo, e dormir em frente à lareira com a árvore de Natal, Christian?”  Ela pede.
"Você não quer batizar nosso novo quarto hoje à noite?" Murmuro um pouco decepcionado.
"Bem...”  diz ela olhando em volta, tentando se certificar de que ninguém está à distância de audição, então ela se inclina e sussurra. "Eu tive essa fantasia... Eu sei que é estranho, mas quando Charlie Tango caiu,”  diz ela com a voz falhando: "Eu estava muito perturbada. Então meu olhar focou na lareira e eu pensei, nós nunca fizemos amor na frente da lareira. E eu prometi que eu faria isso com você quando você voltasse. Mas, nós nunca cumprimos essa fantasia no Escala. Então, eu acho que o primeiro lugar em que faremos amor deve estar na frente do coração da casa e ao lado da nossa árvore de Natal. "
Uma lufada de ar sibila por entre meus dentes.
"Sra. Grey, você tem alguma idéia de como eu estou ligado agora? Tenho em mente esvaziar esta casa agora para cumprir essa fantasia. Mas, a nossa árvore ainda não foi decorada. Vamos tê-la hoje, e fazer deste cômodo, lar." Então eu viro e chamo a Gail.
"Sra. Taylor!" Ela caminha com passos duros na sala de estar com um avental amarrado à cintura.
"Sim, Sr. Grey,”  ela responde agradavelmente.
"Vamos passar a noite aqui. Há comida suficiente para o jantar e café da manhã? "
"A cozinha não está totalmente organizada ainda, senhor. Mas eu certamente posso trazer comida do Escala. Eu já preparei alguma, e nós podemos estocar a despensa aqui nas próximas horas."
"Obrigado Sra. Taylor. Sim, por favor, estoque  a despensa."

"Venha,”  eu digo, puxando a mão de Anastasia. O centro de comando para a casa é de última geração, e super high tech. Apenas Ryan está no centro de comando. Ele está vendo monitores, e verificando as idas e vindas.
"Onde está o Taylor?" Eu pergunto.
"Ele está certificando-se de que toda a gente que está vindo para a casa é suposta estar aqui, e não apenas entrando sem ser convidado. Eu vou chamá-lo, senhor. "
Concordo com a cabeça.
"Taylor. O Sr. Grey gostaria de vê-lo na sala de comando,”  ele fala para o rádio em sua manga.
"Obrigado, T,”  ele responde,  para a resposta de Taylor.
"ETA é de três minutos, senhor."
Quando Taylor entra no escritório, é evidente que ele tinha estado sob o sol por algum tempo, no Caribe. Ele está bronzeado, e parecendo ainda mais saudável. Taylor está vestindo seu terno, mesmo neste dia atarefado.
"Sim, Sr. Grey,”  ele me cumprimenta assim que entra em seu escritório, entretanto renomeado pela equipe de segurança de "centro de comando".
"Os decoradores de árvore de Natal vêm hoje?" Ele consulta o gráfico em seu tablet.
"Temos todas as entregas de hoje, e o set-up está sendo feito como nós falamos, senhor. Ah, sim, a decoração da árvore de Natal é hoje. Eles são esperados em cerca de 45 minutos. Os três caras da árvore chegaram aqui antes do previsto ,”  diz ele franzindo a testa. "Eles chamaram ajuda extra para levá-la para dentro,  eu tinha que verificar as suas caras antes da entrega." Eu olho para ele para ver se há algo suspeito acontecendo. Ele balança a cabeça imperceptivelmente uma vez, deixando-me saber que tudo parecia bem. Mas o movimento não escapou a Anastasia.
"Decoradores estão trabalhando em todos os quartos, agora, senhor."
"Eu quero que eles primeiro arrumem a sala de estar e a árvore de Natal. Eu também quero uma área de estar baixa junto à lareira. Almofadas, tapetes aveludados, cores quentes. Algo suave, confortável e elegante o suficiente para deitar e descansar." Anastasia cora profusamente.
"Sim, senhor. Eu vou instruí-los imediatamente,”  diz ele, impassível, então acena com a cabeça para Anastasia. "Senhora,”  e sai com passos rápidos e decididos. Quando eu levo Anastasia para fora do Centro de Comando, dirijo-me para ela com o olhar sombrio.
"Então, Sra. Grey," eu digo, queimando, enquanto  eu bloqueio os olhos com ela. "Você pode, corajosamente, assumir o comando de me ligar e pedir para fazer amor comigo na frente da lareira, na nossa nova casa, por causa de uma fantasia secreta que você esteve escondendo de mim,”  eu  providencio repreensão simulada enquanto eu levanto seu queixo para cima para fazê-la olhar para mim, ”mas eu não posso instruir o chefe da minha  segurança para criar esse ambiente, a fim de tornar essa fantasia realidade?"
Ela mastiga o lábio inferior refletindo. Puxo seu queixo para impedi-la de morder o lábio.




"Estou  envergonhada por Taylor..." ela murmura.
"Ana, eles sabem o que fazemos. Você é minha esposa. Minha esposa... Não há nada de errado com eles sabendo que eu faço amor com minha própria mulher,”  eu digo com orgulho de macho arrogante. Nós todos gostamos de marcar nossos territórios. Ela é minha esposa, e meu território. Se alguém não gosta da idéia, eles podem ir se foder.
Taylor entra com uma morena bem vestida e bem arrumada, parecendo eficiente, com almofadas em seus braços. Ela está dirigindo um grupo de assistentes.
"Sr. Grey,” ela exclama enquanto ela entrega as almofadas para outra assistente.
"Angela, o Sr. Taylor irá mostrar-lhe o local,”  diz ela, em seguida, volta-se para mim com um sorriso ensaiado.
"O Sr. Taylor pediu-nos para criar uma área de estar acolhedora na lareira,  por seu pedido,”  diz ela ignorando completamente Anastasia.
"Gostaria que nós organizássemos a área de estar mais perto da lareira? Podemos trazer um par de cadeiras e pufes para criar um ambiente acolhedor e confortável,”  acrescenta com um sorriso afetado.
"Isso não é nada do que queremos,”  diz Anastasia em um tom uniforme, mas de comando. Aleluia! Sua deusa interior finalmente encontra sua voz.
"E quem é você, afinal? Não me lembro de contratá-la,”  Anastasia repreende. Suas costas se alongam; ela está mais alta, tomando o controle do local imediatamente.
"Sou Susanne Stillfield, do Bouvier Design Studio. Eu sou um dos sócios. Você esteve se consultando com Allison Bouvier mas ela voou para Atlanta no início desta manhã, devido a uma emergência familiar. Eu apenas fui capaz de olhar para os desenhos, mas, eu não estudei as mudanças finais que vocês duas podem ter discutido,”  diz ela estendendo o cartão de visita para Ana.
"Esta é uma prática comum, que sua empresa envie designers diferentes no último minuto?"
"Não, senhora. Peço desculpas pela confusão," a Srta. Stillfield responde envergonhada.
"A mãe da Srta. Bouvier teve um ataque cardíaco esta manhã. Ela está em estado grave, mas estável. Ela teve que partir e, infelizmente, não me deixou qualquer nota para todas as mudanças que você pode ter instruído. Mas temos todos os móveis aqui. Se é uma questão de reorganização, tenho certeza que podemos facilmente fazer isso."
"Sim. Isso seria ótimo, mas onde está a assistente da Srta. Bouvier,  Julia? Ela conhece todos os planos,”  Anastasia afirma. De alguma forma eu sei que Anastasia está testando esta nova designer. Menina esperta!
"Julia? Julie Clifton é sua assistente, Sra. Grey. Ela está supervisionando a organização dos quartos no andar de cima, senhora. Eu ficaria muito feliz em ajudá-la se você me deixar saber que mudanças você precisa,”  diz ela agora, em completa submissão a Anastasia.
Ana sorri, e assume o comando da nova designer como uma profissional. Ela está no modo dominante completo e é uma porra de um turn-on!

*****          *****

Depois que o último trabalhador sai e as portas são fechadas e nós tivemos nossa primeira refeição em nossa casa com louça de piquenique, eu pego a mão da minha esposa e a trago para a nossa sala de estar. As luzes do teto estão desligadas, as luzes de nossa árvore de Natal cintilando, a lareira acesa e as velas de coluna ao redor da sala estão proporcionando um ambiente confortável e acolhedor, bem como sexy.
"Oh, Christian! Isto é incrível! Totalmente sexy...”  ela sussurra. Meus olhos estão sobre minha mulher, eu não posso deixar de concordar com ela.
"Sim, você é."
"Muito obrigada por fazer desta casa, o nosso lar. Uma casa muito aconchegante."
"Para mim, baby, onde quer que você esteja, é o lar. A casa torna-se lar porque você está nela."
"Christian, você diz as coisas mais românticas,”  diz ela, enquanto ela me puxa para ela. Suas mãos circulam em volta do meu pescoço, seus lábios chegam para encontrar os meus. 
Seu beijo é urgente e exigente; possessivo mesmo. Sua língua acaricia a minha em movimentos suaves, insistindo para eu tomar conta dela, consumi-la, amá-la. Ela escava os dedos no meu couro cabeludo e exige a fusão de nossos corpos.
"Whoa! Ana! Espere... " Eu a impeço de ir mais longe.
"Mas, eu quero você!”  Ela geme.
"Eu quero você também, querida. Mas, eu tenho algo para lhe dar em primeiro lugar."
"Você já me deu duas coisas."
"Sim, mas isso é diferente." Ela me olha com curiosidade. A antiga Anastasia teria reclamado por lhe ter sido dado um presente. Agora que ela compreende que somos um casal, marido e mulher, ela não vê nada em meus presentes senão um símbolo do meu amor por ela. Eu entrego-lhe uma pequena caixa de presente embrulhada em um pacote de papel pardo e amarrada com um simples fio de barbante. Eu não sou muito bom em embrulhar as coisas. O pacote é acompanhado por uma carta que escrevi para ela. Ela abre a carta primeiro.

Anastasia - minha amada esposa,

Lutei, enquanto eu estava escrevendo esta carta para você, tentando colocar meus sentimentos no papel. Não, a tarefa não é difícil, mas as palavras não são suficientes... o amor ... embora  eu sinta que essa palavra é inadequada para descrever este agitado sentimento possessivo, tempestuoso, que eu tenho por você. É tão predominante, tão singularmente supremo que me dói e me causa dor de cabeça ... Eu a amo tão malditamente, você é o primeiro pensamento que eu tenho quando eu acordo, e o último, quando eu vou dormir. Eu sinto sua falta a cada segundo que você está longe de mim. Se eu a  amasse mais, eu não acho que eu poderia funcionar corretamente. Mas a felicidade, a euforia que sinto em oferecer o meu amor para você é tão grande quanto o Oceano Pacífico. A alegria que me dá é indescritível: eufórico chega perto. 

Quando Pablo Neruda disse "eu a amo sem saber como, ou quando, ou de onde. Eu a amo simplesmente, sem problemas nem orgulho: Eu a amo assim, porque eu não conheço nenhuma outra maneira de amar, só esta, em que não há nenhum eu ou você, tão íntima que a sua mão sobre meu peito é a minha mão, tão íntima que quando eu adormeço seus olhos se fecham",  suas palavras só chegam perto de expressar o que eu sinto por você.

Quando eu defini esta tarefa de conseguir nosso lar... que bela expressão, nosso lar concluído a tempo para o Natal, eu sabia muito bem que eu estava apenas dando-lhe algo que o dinheiro podia comprar. Mas a sua presença em nosso lar como minha mulher, a mãe de nosso filho, é algo completamente sem preço. Eu não sou um homem de muitas palavras, mas você já sabe disso. No entanto, os meus sentimentos por você trazem para fora essa pessoa loquaz com, esperamos, um gosto discriminador elegante, alguém que pode arranjar palavras como os poetas antigos para evocar sentimentos em você como um vulcão explodindo.

Então, aqui estou eu, tomando emprestadas palavras de um grande poeta que está perfeitamente expressando meus pensamentos ao dar as chaves para nossa casa nas mãos de minha amada esposa.

" Andando em florestas ou nas praias, ao longo de lagos escondidos, em latitudes polvilhadas com cinzas, você e eu pegamos pedaços de casca pura, pedaços de madeira sujeitas às idas e vindas da água e do clima. Fora de tais relíquias amolecidas, então, com machado e facão e canivete, eu construí essas pilhas de madeira de amor, e com quatorze placas cada Construí casas pequenas, de modo que seus olhos, que eu adoro e canto a eles, possam viver nelas . Agora que eu declarei as bases de meu amor, eu rendo estes versos para você: sonetos de madeira que crescen só porque você lhes deu vida . ( Pablo Neruda )"

Bem vinda a casa, baby.

Seu amoroso marido,  xoxo

Depois de limpar os olhos sem a menor cerimônia com as costas de suas mãos trêmulas, ela abre a caixa pequena, e encontra a chave para a nossa casa. A próxima coisa que eu vejo é ela atirando-se para mim com soluços suaves.


Skylar Grey - I'm Coming Home



"Ana! O que há de errado? Eu a aborreci?" Pergunto preocupado.
"Não! Você... doce, amoroso marido! Você não tem idéia de quanto suas palavras me fazem feliz! "
"Eu poderia ter uma tendência,”  eu sorrio, sentindo alívio. "Agora, sobre essa sua fantasia..."
"Christian, eu quero que você faça amor comigo ao lado do fogo, no coração da nossa casa..." ela sussurra.
"Com prazer,”  murmuro varrendo minha esposa fora do chão, com cuidado para segurar ela de lado para não perturbar sua  ligeiramente saliente barriga. Mesmo embora o teto seja de dois andares de altura no salão, o fogo quente da lareira, as luzes da árvore de Natal e as perfumadas velas de colunas estrategicamente colocadas dão ao cômodo uma aura muito acolhedora. O tapete felpudo é esbranquiçado, macio como pele de ovelha, sedoso e feito de bambu, antibacteriano e hipoalergênico, não só para manter minha esposa longe dos agentes irritantes como estar seguro de que ela está confortável quando estiver fazendo amor com ela no chão. Almofadas de veludo se espalham convidativas sobre o tapete. Quando eu a levo em frente à lareira, eu a abaixo lentamente de pé.
"Eu a amo, Sra. Grey," murmuro ardentemente.
"Eu também amo você, Sr. ..." Eu não a deixo terminar. Enquanto eu selo meus lábios nos dela, eu engulo sua palavra final, "Grey."
Minhas mãos fazem um trabalho rápido desamarrando seu vestido que a envolve. Enquanto meus lábios ainda estão selados sobre os dela, eu deixo deslizar o vestido de seus ombros. Eu nunca teria pensado que haveria algo mais inebriante, do que a visão do corpo magro, convidativo de minha esposa. Eu estava errado. A ligeira curva de sua barriga grávida com meu filho nela é sexy como o inferno. Eu a quero para mim... Eu sempre a quero para mim, porque eu não tive a intimidade que ela me deu, com ninguém na minha vida, mas o fato de que minha posse dela agora é completamente evidente para todos que olham para ela, como se eu a marcasse por dentro gritando para cada um que  ‘ela é o único amor de Christian Grey!' nós somos um só... Um amor, ela é minha e eu sou dela. 




"Eu amo, amo e amo você, Anastasia Grey!" Eu sussurro uma e outra vez enquanto meus lábios beijam seus lábios, ao longo de sua mandíbula, o lóbulo de sua orelha e, finalmente, descendo pelo seu pescoço longo e elegante. Eu inalo seu aroma profunda e longamente. Eu sabia que Anastasia secretamente se preocupava que sua gravidez iria me desligar. A forma como o seu corpo crescia seria um fator repelente. Mas, nada poderia estar mais longe da verdade para mim. Para fazer um ponto para esse fato, eu a levei para compras de lingerie de gravidez. O que me surpreendeu é que agora ela estava usando uma delas sob seu envolvente vestido. Eu só percebi isso quando minhas mãos fizeram contato com a renda dela. Ela está usando o babydoll de chiffon branco que carece completamente de cobertura sobre os seus seios agora de outro tamanho. Minha boca simplesmente seca. Eu tento engolir. Mas minha garganta fecha. Anastasia simplesmente parece um anjo arrancado do céu. Meu anjo. Todo meu! Eu sou o mais sortudo filho da puta!
"Quando você..." Eu engulo novamente. Palavras me falham. "Quando?" Eu pergunto. Se morde o lábio, e depois fala devagar.




"Por que tão surpreso Sr. Grey? Certamente, como sua esposa, o meu objetivo é agradar também... "
"Venha... aqui... Sra. Grey." Minha voz é suave, mas o comando é inconfundível.
As mãos de Anastasia vão para suas costas, apertando-as; ela  endireita sua postura e, inadvertidamente, empurra os seios muito alegres para frente. Seus mamilos são esferas apertadas esforçando-se para chegar a mim, acenando, chamando para um toque, carícia, sucção. Ela é uma sereia; uma deusa, e eu sou impotente diante de seus poderes. Meu coração salta uma batida no meu peito. Quando meus olhos conseguem ir abaixo de seus seios, vejo que seu umbigo está levemente visível entre as abas mal sobrepostas de sua lingerie elegante de renda. Abaixo dele, a calcinha pouco visível e um par de meias brancas puxado até as coxas. Todos chamando a atenção para sua figura sexy. Gritando,  ela é uma desejável mulher, uma deusa do prazer sexual, fertilidade, e uma conquistadora de homem... este homem: Christian Grey.




"A maneira como você está hoje à noite é tão incomparável que você faria os mestres de esculturas antigas chorarem no temor de que realmente há um espécime de mulher perfeita."
Ela cora sob o meu olhar.
"Christian, estou longe de ser perfeita. Eu tenho um monte de falhas."
"Não para mim. Você, Sra. Grey, foi feita para mim. Você é perfeita para mim, apenas por ser você. Eu não mudaria um fio de cabelo em sua cabeça, baby,”  murmuro.
"Você gosta disso, então?” Ela pergunta preocupada. "Eu não sabia se a minha gravidez iria desligá-lo enquanto eu fico maior..." ela sussurra. "Vai ficar maior...”  sua voz sai ainda mais baixa.

"Isso é resposta suficiente para você?" Eu digo abrindo o ziper de minha calça e deixando-a cair aos meus pés com a minha boxer e tudo. Minha ereção brota totalmente estendida, buscando alívio, buscando seu corpo. Anastasia suspira e dá um passo adiante em direção a mim. Suas mãos cercam meu pau e apenas com seu simples toque, meus olhos rolam para trás em minha cabeça. As veias do meu falo estão pulsando como um tambor da selva, a cabeça do meu pau ficando roxa com a necessidade dela. A seguinte sensação que tenho é o calor úmido da ponta da língua espalhando em volta a única gota orvalhada na ponta do meu pau. Esse ponto único de contato espalhou fogo ao redor do meu corpo, me queimando, consumindo todo o meu ser com o desejo. Eu suspiro com uma respiração entrecortada. Meu lábios abrem na forma de um 'O'.  Minhas mãos a procuram, e eu encontro sua cabeça no nível de meu pau. Abro os olhos e olho para baixo e vejo minha esposa de joelhos situando-se em cima de uma almofada de veludo vermelho. A visão dela olhando para mim é a minha perdição. Seus seios se curvaram, os mamilos são pequenos grânulos, apertados e alegres, enquanto rendas os delineiam, e uma de suas mãos está na minha perna com os lábios circundando a ponta do meu pau.
Ela me dá um sorriso malicioso quando ela vê o efeito que ela tem em mim. Sua língua se lança enquanto ela segura meu comprimento pesado por um lado, e ela lambe a ponta dolorida em um movimento circular, em seguida, ela se inclina e segue com sua língua uma veia pulsando, então chegando até a ponta agora muito sensível, ela mergulha a cabeça e engole meu comprimento pesado, puxando profundo e duro com potência suficiente para sugar a tinta de um pára-choque!

"Poorrrrrra! Ana! "

Eu a quero de joelhos, no chão assim? Eu não consigo pensar direito quando ela apenas mudou o meu cérebro para a vizinhança do meu pau! Minhas mãos vão até seus ombros, tentando puxá-la para cima.
"Ana ... oh Deus! Você tem certeza?" Eu peço em voz gaguejante.
"Meu presente... para você...” diz ela com os lábios tocando a ponta da minha ereção novamente. "Não existem barreiras entre nós, lembra?" E é verdade. Mesmo que ela seja a que está de joelhos no chão, eu sou o que é possuído. Ela é a dona do meu coração. Mas, eu não quero gozar dessa forma, eu quero minha cota dentro dela, quando somos  um só.
"Lento... Ana... lento!" Eu a instruo. Ela diminui suas ministrações e me puxa para o oco de sua bochecha. Quando ela puxa sua sucção final do meu pau, eu seguro seus ombros e a levanto lentamente de pé. Meu pau sai de sua boca úmida e quente, com um pop aspirado.
"Dispa-me," eu ordeno.
Ela sorri sem palavras sabendo o pleno efeito que ela tem em mim, e as mãos dela chegam até o primeiro botão da minha camisa branca. Eu a teria parado no passado, uma vez que eu não poderia suportar, de todo, ser tocado. Ela quebrou todas essas barreiras. Eu desejo suas mãos sobre cada centímetro do meu corpo com a intensidade de um homem morrendo de fome em um banquete. Ela está na minha frente apenas em sua roupa interior, meias e saltos altos. Seu cabelo cai sobre suas costas e, em parte, sobre seus seios fartos, em cascatas castanhas. Ela, lenta e despreocupadamente, abre cada botão. Em seguida, ela passa as pontas dos dedos sobre meu cabelo do peito, levemente para baixo, para o meu umbigo e sobre o meu caminho feliz. Eu permaneço imóvel para deixá-la desfrutar de sua expedição, apesar de que não tocá-la de volta revela-se uma tarefa quase impossível. Concentro-me em seu rosto; o ligeiro brilho, com o fogo refletindo sobre um lado de seu rosto, me dá vislumbres de seus lábios entreabertos.  Sua língua se lança para molhá-los distraidamente. Ela move as mãos de novo para cima, sob minha camisa e desliza-a fora dos meus ombros. Ela pende dos meus pulsos.




"Oops! Eu esqueci,” diz ela rindo e andando para trás de mim para desabotoar minhas abotoaduras.
"Ta daa!” Diz ela jogando a camisa em uma cadeira nas proximidades.
"Ah...” ela murmura, como se ela tivesse acabado de se lembrar de algo. Ela me vira de volta lentamente, com as minhas calças e boxer em meus tornozelos, um par de passos. Corre as mãos sobre meu caminho feliz, e suas mãos permanecem sobre o V do meu ventre, finalmente ela patina as mãos sobre minhas pernas, seu olhar focado em minha ereção, fazendo-me doer por ela.
"Você está me matando, Ana!" Eu digo e ela finalmente chega até meus tornozelos. Ela puxa meus sapatos fora de meus pés e, em seguida, as minhas meias. Finalmente, minhas calças e boxer saem.
"Eu acredito que é a minha vez, baby,”  eu digo e a levanto de pé. Eu levanto minha mulher, e a viro de costas para mim. Puxando-a alinhada com o meu corpo, eu me asseguro que ela saiba quão faminto meu corpo está por ela. Minha ereção está quente, pesada e pulsante nas suas costas. Eu passo as costas de minha mão sobre sua bochecha. Fechando seus olhos, ela se inclina para o meu toque, morrendo por mais. Eu desço pelo seu pescoço, os lados de seus braços, mas ignorando completamente seus seios, minhas mãos descem até as abas de sua lingerie de chiffon. Eu permito que minhas mãos viajem para os painéis sobre a sua barriga. Um gemido alto escapa de seus lábios, e ela esfrega-se em mim. Eu esfrego e circulo em torno de sua barriga e mergulho lentamente minha mão em sua calcinha parando bem debaixo de sua protuberância. As flores de seu sexo estão encharcadas, prontas para mim como sempre. Eu deslizo meu dedo indicador e médio ao longo de sua fenda e para trás.

"Ahhhh!" Ela geme.

"Silêncio agora, baby,” murmuro. Minha mão direita sobe em seus seios. Ela arqueia as costas para permitir mais de si mesma em minhas mãos hábeis. Seus mamilos estão completamente animados como se ela estivesse tremendo em tempo frio, mas está quente e agradável na sala. Seus mamilos estão muito sensíveis com sua gravidez. Seus lábios entreabrem, completamente seduzida. Eu corro o meu nariz sobre seu pescoço arqueado, beijando e mordendo meu caminho até o ombro. Enquanto ela tem uma ingestão aguda da respiração quando eu aperto e puxo o mamilo, eu mergulho dois dedos em seu sexo e executo círculos dentro dela. Eu continuo a brincar com o mamilo com os dedos, fazendo-a ferver seu sangue. Enquanto isso, minha excitação é crescente, para atender e superar a dela, a minha pele está quente e coberta com  uma névoa de suor, misturando com minha colônia e meu  musk pessoal, enchendo o ar.
"Eu vou deitar você agora, Sra. Grey." Ela faz um som protestando.
"Estou prestes a gozar, Christian! Por favor...”  ela pede.
"Apenas imagine quanto melhor vai se sentir com os meus lábios sugando seus seios, minha língua lambendo seus mamilos, meus dedos por todo seu corpo delicioso enquanto meu pau está empurrando, bolas profundas em seu sexo, enquanto os seus pés deliciosos em salto alto estão sobre meus ombros. Será que não seria melhor? "
Ela se contorce em meus braços. Se eu não estivesse segurando-a com força, ela simplesmente cairia no chão.
"Sim... ah! Por favor, Christian,”  ela implora.
Giro minha mulher e me ajoelho diante dela. Seus olhos de ​​pálpebras pesadas escurecem e olham para mim. Eu deslizo a calcinha para baixo e deixo-a sair dela. Eu a deito sobre as almofadas e me inclino sobre seus lábios. Minhas coxas pressionam contra as dela e ambas nossas respirações tornam-se ofegantes. O controle externo que estou exibindo está prestes a ser recompensado. Meu pau endurece ainda mais na expectativa. Enquanto nossos lábios se apossam um do outro quase violentamente, minha mão aperta seu peito e comprime A cabeça do meu pau acaricia a boca de seu sexo em deliciosa tentação. Ela está encharcada e pronta. Meu pau está pulsando e grosso, respondendo automaticamente para a sucção de seu sexo, e eu avanço dentro dela, indo fundo, até que a base do meu pau beija a entrada de seu sexo. Eu suspiro de prazer, e permaneço lá por um minuto. Ela mói a si mesma, mas mantem-se imóvel. Anastasia raspa as unhas sobre a minha bunda para me seduzir para me mover.

"Por favor, Christian! Eu preciso disso! Tome-me! "

Eu lentamente a puxo para trás e a encho novamente com entradas longas e profundas. Ela envolve as pernas ao redor da minha bunda. Eu puxo de volta e mudo o ângulo da minha penetração e a acaricio com a pressão tentadora, variando meus impulsos. Eu quero que isso dure muito mais tempo. Eu esfrego-a em massagens profundas baixas e altas, em seguida, dentro de seu sexo, bombeando-a em meu próprio ritmo cronometrado e medido. Então, eu sinto sua construção. Eu me inclino para baixo, e capturo um mamilo entre os dentes, dando-lhe apenas o prazer e a dor suficientes para tanto dividir como conquistar seu foco. Ela aperta ainda mais minha bunda e treme sob meus movimentos implacáveis. Meus lábios deixam o mamilo com uma sucção forte e encontram seus lábios. Quando ela atinge o seu clímax, eu sinto seus músculos internos de seu sexo pulsando, e roçando, puxando meu pau ainda mais profundo em nossa corrida para chegar ao nosso clímax. Nós engolimos os gemidos um do outro enquanto ambos alcançamos nosso máximo. Eu afundo nela uma vez, " Você, " afundo mais uma vez, "É", e uma terceira vez, " Minha!!”  enquanto meus olhos rolam para trás dentro da minha cabeça em um orgasmo que tudo consome.
"Anaa! Eu amo amo amo amo você, baby! " Eu digo, cuidando para não cair sobre ela. Quando eu saio de dentro dela, ela estremece, mas seus olhos estão sonhadores, semi-abertos.

"Eu amo você, Christian!" E rola para os meus braços entre as almofadas em torno da lareira.

*****          *****

Quando as primeiras luzes do dia penetram pelas janelas sem cortinas em nossa nova casa, eu assisto a minha mulher dormir em meus braços. Eu tento ficar imóvel para não acordá-la, mas suas pálpebras sonolentas entreabrem apenas um pouco sob o meu olhar.
"Oi,”  ela murmura. "Você acordou cedo. Este tapete é muito suave,”  diz ela, passando a mão debaixo de nós e encontrando lençóis em seu lugar.  Seus olhos abrem um pouco mais e ela olha em volta.
"Oh, nós não dormimos no tapete,”  diz ela meio desapontada.
"Não, Sra. Grey, não o fizemos. Eu não ia deixar que os decoradores encontrassem minha esposa nua no chão da sala de estar. Eu carreguei você para o nosso quarto." Eu digo decididamente. Ela sorri para a minha resposta.
"Posso dormir um pouco mais, ou temos que levantar-nos para os trabalhadores?"
"Tenho certeza que os trabalhadores podem administrar sem você por algumas horas, baby. Mas, vou levantar-me para falar com Taylor. "
"Eu quero me levantar, mas, este bebê está me cansando."
"Você dorme, baby. Vou supervisioná-los em seu nome. "
"Não... não. Apenas me acorde em uma hora, por favor,”  ela diz mal conseguindo manter os olhos abertos.
"Eu a esgotei ontem à noite, Sra.Grey."
"Mmm... Você pode me esgotar a qualquer hora, Sr. Grey,”  diz ela com um sorriso sonolento.
"Volte a dormir, Sra. Grey," murmuro inclinando-me e beijando-a na testa.

*****          *****

O mobiliário foi trazido para dentro e a Big House foi totalmente decorada em três dias, quase sem problemas, além da mudança de decorador de último minuto. Minha esposa foi aninhada... totalmente. Eu não saberia o que isso significava se eu não a tivesse visto completa no modo ocupar-se-de-organizar-nossa-casa-da-minha-maldita-maneira . É tanto um espetáculo para ser visto e como para se preocupar, porque eu não quero que ela se machuque tentando mostrar aos operários onde a sólida mesa de jantar de madeira, de 500 quilos, deve ficar, tentando empurrá-la quando eles não conseguiram a localização exata por ela desejada. Eu tinha que constantemente tentar distraí-la fazendo com que ela desse sua opinião sem fisicamente exercê-la. Embora ela parecesse espetacular quando ela colocou suas calças de yoga, uma camisa xadrez amarrada logo acima da barriga do bebê, com uma camiseta  preta por baixo e uma bandana amarrada em seu cabelo. Ela parecia uma menina dos Outsiders on Sunday.

"Terra para Christian Grey..." soa a voz de Anastasia enquanto ela puxa nossas mãos atadas no seu colo.
"O que você mantem você imerso, tão profundo, em pensamentos? Você está nervoso? "
"Não, eu não estou nervoso,”  eu respondo. Mas a minha hesitação a preocupa e se forma um V entre as sobrancelhas.
"Estou empolgada...”  diz ela, hesitantemente. "Se tivermos sorte e o Blip estiver cooperando, nós estaremos indo descobrir o sexo do nosso bebê,”  ela sussurra, como se ela não quisesse que  Taylor, e a Srta. Tiber ouvissem nossa conversa. Sawyer está seguindo-nos atrás em um SUV diferente. Meus dedos gentilmente acariciam sua barriga.
"Tem certeza que você não tem uma preferência?”  Ela pergunta.
"Não. Eu só quero que o bebê seja saudável. Se for uma menina, ela vai ter uma grande mãe para tomar como modelo,”  eu digo. "Se for um menino..." eu hesito.

"Eu não poderia pensar em alguém que possa ser um pai melhor do que você, Christian. Você teve uma ótima educação. Você é um marido maravilhoso. Ninguém poderia ser mais protetor do bebê do que você, ou amoroso. Seu amor é muito generoso,”  diz ela com fervor.
" Se for um menino," eu qualifico," Eu tenho uma grande mulher, que me faz querer ser um homem melhor, um marido melhor, um pai melhor. Ainda é devido a você, baby. Menino ou menina, precisamos de você e, certamente, dependemos de você." Sua boca fica aberta com uma respiração entrecortada.
"Às vezes, marido, você lava todas as minhas preocupações com apenas uma frase, um olhar ou uma palavra."
"Você está preocupada?"
"Não. Não mais," ela responde, justo quando Taylor chega a uma completa parada no estacionamento. Tomamos o elevador para o escritório da Dra. Greene. A recepcionista nos cumprimenta. Taylor e a Srta. Tiber entram no consultório, enquanto Sawyer fica de guarda do lado de fora da porta. O horário está completamente limpo de todos os pacientes até uma hora depois de sairmos. A única pessoa no consultório é a recepcionista, mas uma enfermeira sai ao nosso encontro.
"Bem-vindos, Sra. e Sr. Grey," ela sorri. A enfermeira tem cerca de trinta anos de idade. Seu cabelo preso em um coque apertado e ela está vestindo uniforme azul e ela tem crocs horríveis em seus pés. Eu nunca entendi esses crocs, mas eu acho que longas horas de pé exigem conforto em seus pés e não elegância podológica.

"Sra. Grey, eu vou levá-la para a parte de trás agora, senhora,”  diz ela.
"Eu vou com ela."
"Ela não vai demorar muito Sr. Grey," a enfermeira responde em um tom profissional.
"Eu vou com a minha esposa," eu olho diretamente nos olhos dela, de uma maneira ameaçadora.
"Nós não estaremos começando o exame imediatamente, senhor. Eu só preciso medir o seu peso e altura, tomar sua pressão arterial, e coletar uma amostra de urina. Em seguida, ela terá que beber cinco copos de suco, e aguardar 15 minutos. Você virá enquanto fazemos o ultra-som."
"Eu sei que não deslizei para francês quando eu estava falando com você. A Sra. Grey não irá sozinha. Eu. Vou. Com. Ela."
"Uhm. Christian, não deve nos tomar tanto tempo para ir e fazer essas coisas, talvez 15 minutos no máximo. Eu estarei de volta aqui fora."
"Ana, ou eu vou, ou Melissa vai com você. Você conhece as regras. Eu já estou aqui, e eu sou seu marido. Eu vou aonde você vai. "
Ela sorri para a enfermeira se desculpando, e me puxa para o lado.
"Christian, por favor. Não vamos fazer um grande problema disso. Você já investigou a Dra. Greene, sua equipe, e essa enfermeira. Existem apenas três pessoas de sua equipe em seu consultório agora. Tenho certeza de que posso conseguir gritar, se algo desagradável acontece. Apenas 15 minutos, Christian. Além do mais, eu não quero alguém comigo quando estou fazendo xixi em um copo, não Melissa, ou você, ou a enfermeira,”  diz ela dando-me o seu olhar mais desagradável.
"Cinco minutos, você vai e dá a amostra de urina, então eu fico com você quando você checa sua pressão arterial e verifica outros sinais vitais." Ela suspira então levanta as mãos em sinal de rendição.
"Você pode vir e ficar, Sr. Grey, dentro de cinco minutos. Gostaria que meu marido ficasse comigo quando tirasse meus sinais vitais, por favor,”  ela diz com um olhar de lado para mim.
"Como quiser, senhora,”  diz a enfermeira e leva Anastasia atrás das portas. Eu fico e controlo o tempo. Cinco minutos em ponto, eu ando até a recepção. A recepcionista salta de pé e abre a porta para mim levando-me para dentro onde Anastasia está tomando o pulso e está tendo a pressão arterial controlada.

"Você tem sentido tonturas, Sra. Grey?”  Ela pergunta.
"Não. Por quê?”  Pergunta ela.
"Sua pressão arterial está um pouco mais baixa do que nós preferimos que ela esteja. Está 9,5 por 5,0. Você tem estado desidratada? Você tem sangramento? Você já comeu hoje? Você tem alergias?" A enfermeira pergunta em fogo rápido. Eu aumento a preocupação.
"Eu tive café da manhã. Eu não tenho qualquer alergia que eu conheça, e não, eu não tive qualquer sangramento. Embora,”  diz ela parando, “sabendo que eu ia beber vários copos de água para o ultra-som, eu admito que eu não bebi muita esta manhã,”  ela diz aborrecida, me dando um olhar de lado, preocupado novamente. Eu não quero repreendê-la na frente da enfermeira. Cruzo os braços e franzo a testa com minha desaprovação. 

"Tudo bem, então. Vou dar-lhe suco de laranja ou maçã, o que você preferir. O açúcar deve ajudar a levar sua pressão arterial a um nível normal. Antes de levá-la para o ultra-som, eu vou medir a pressão arterial mais uma vez,  só para ter certeza, Sra. Grey.”
Uma vez que a enfermeira completa suas estatísticas, ela me dá cinco garrafas de suco de laranja para Anastasia beber. Nós somos levados para uma sala com mobiliário elegante.  Eu me certifico que Anastasia beba cada garrafa que ela deu. Ela olha para mim com ar culpado.
"Eu sinto muito,”  ela murmura.
"O que você sente,  Anastasia?"
"Por não beber nada e preocupar você." Estou de lábios apertados, mas eu aceno com a cabeça aceitando. Quinze minutos em ponto, a enfermeira caminha de volta com seus aparelhos de pressão arterial.

"Vamos tentar isso de novo, Sra. Grey," ela diz sorrindo. Depois de tirar a pressão arterial, ela rapidamente rabisca algo em um gráfico de Anastasia.
"Qual é o problema? Não voltou ao normal?" Eu pergunto.
"Está 10,0 por 5,5. Ligeiramente melhor, mas nós preferíamos vê-la a 11,0 por 6,0. Vou deixar que a Dra. Greene dê uma olhada nisso. Agora, você pode me seguir, por favor,”  ela pede. Eu seguro a mão de Anastasia e ando atrás da enfermeira. Caminhamos para uma sala de ultra-som mal iluminada.  A enfermeira entrega a Anastasia uma bata imaculadamente   limpa para ser amarrada na parte de trás e uma folha de papel para depois cobrir  seu traseiro.
"Por favor, tire seu vestido, bem como as suas roupas de baixo fora, Sra. Grey. A abertura vai para trás. Você pode usar o banheiro aqui para  privacidade,”  diz ela apontando para uma porta.
"Você quer todas as minhas roupas de baixo fora?" Anastasia pergunta franzindo a testa.
"Sim, senhora. A Dra. Greene gosta de fazer um exame antes do ultra-som. Mas, não esvazie a bexiga. Precisamos dela cheia,”  diz ela sorrindo. "A Dra estará com você aqui em breve,”  diz ela sorrindo antes de sair da sala.
"Eu vou me vestir,”  diz Anastasia.
"Eu vou ajudar você,”  eu digo, mas ela me interrompe: "Não, eu vou fazê-lo."
"Anaa!" Eu a repreendo.
"Christian, eu sei como me vestir,”  diz ela irritada. "Eu vou deixar você amarrar a parte de trás, uma vez que eu coloque a bata,”  ela acrescenta aliviando a picada. Por que ela está nervosa?
Poucos minutos depois, Anastasia sai do banheiro com as roupas dela penduradas no braço.
"Eu estou pronta para você amarrar a parte de trás, Sr. Grey,”  diz ela sorrindo.
"Com prazer, Sra. Grey," eu respondo e amarro os dois pontos onde existem tiras de tecido para amarrar. A batida vem da porta e a Dra. Greene entra.

"Olá, Sra. e Sr. Grey,”  diz ela cumprimentando-nos. "Como você tem se sentido Sra. Grey? Nenhuma  náusea,”  ela pergunta.
Acontece; a pressão arterial baixa de Anastasia é algo que pode ocorrer durante a gravidez. Ela só tem que comer e beber em intervalos regulares. Durante o exame da doutora... que eu tenho que admitir, eu não gosto das mãos de outra pessoa sobre os seios da minha esposa, apertando e movendo-se - eu tenho que me conter, lembrando-me que é apenas para fins médicos, e para o bem-estar da minha mulher. 

A Dra. Greene pega uma fita métrica e mede a distância da base do esterno de Anastasia para o topo da sua barriga e, em seguida, ela mede a distância dos lados também. Finalmente, ela levanta a folha de papel para a parte superior de seu osso púbico e puxa a bata para os seios de Anastasia. Derramando uma ampla quantidade de gel aquecido em sua barriga, ela traz uma sonda e move-a sobre a barriga de Anastasia. Dentro de pouco tempo, começamos a ouvir o som sibilante, agora familiar,  dos batimentos cardíacos do nosso bebê.

"Este pequeno tem uma pulsação forte e saudável,”  a Dra. Greene diz satisfeita. Ela move a sonda sobre vários locais da barriga de Anastasia. Ela ocasionalmente pára a imagem e tira as medidas.

"Agora...”  diz ela contente e aperta outro botão. A cor na tela fica sépia, e para ambos os nossos suspiros maravilhados, o pequeno rosto de um bebê com os olhos fechados emerge. A boca do bebê está fazendo movimentos de deglutição e uma das mãos está cobrindo seu rosto.

"Imagem 3D,”  a Dra. Greene responde sorrindo. "Sra. Grey, Sr. Grey, conheçam seu bebê. Eu vou passar a sonda no ângulo certo para que você possa ver o corpo inteiro do bebê,”  diz ela e move a sonda sobre a barriga de Anastasia.
"O chute de blip, Christian!" Anastasia diz apontando para o monitor.
"Um jogador de futebol regular. Tenho certeza de que Ray vai ficar feliz,”  eu respondo segurando a mão de Anastasia, dando-lhe um aperto.
A Dra. Greene move a sonda em direção ao osso púbico de Anastasia. A imagem que emerge coloca um grande sorriso no meu rosto. A Dra. Greene congela a tela.
"Quero cinco cópias dessa fotografia!" Eu digo à Dra. Greene automaticamente.
"Cinco cópias?" a Dra. Greene pergunta.
"Para quê?" Anastasia segue carrancuda.
"Presentes de Natal".
"Christian, você não pode dar as obscenamente fotos grandes dos testículos do bebê!" Anastasia suspira. "Eles parecem tão grandes em comparação com seu pequeno traseiro."
"Nosso filho!" Eu digo rindo de orelha a orelha.
A Dra. Greene balança a cabeça.
"Então, você tinha uma preferência?" Anastasia sussurra.

"Não, eu não tinha. É que ver o nosso filho em 3D me deixou excitado, e é um menino,”  eu respondo. Estou agradavelmente surpreso de que meu filho se pareça comigo de uma forma significativa. Mas, eu não estou a ponto de dizer o porque, não quando a Dra. Greene está ao redor.
"Que tal um perfil bonito?" Anastasia pergunta.
"Tudo bem, tudo bem. Mas, eu ainda quero uma foto de seu sexo,”  eu digo. Eu posso fazer as cópias por conta própria. Tanto a Dra. Greene como Ana olham para mim com as sobrancelhas levantadas, em seguida olham uma para a outra, e então suspiram coletivamente. A Dra. Greene aperta um botão e imprime a imagem.

"Você está fazendo um vídeo do ultra-som, Dra. Greene?" Eu pergunto.
"Sim, Sr. Grey. Estou disposta a dar-lhe um CD. "
"Ótimo. Obrigado,”  eu respondo com um rosto impassível.

*****          *****

"Deixe-me perguntar uma coisa, Christian," Anastasia se vira para mim na viagem de volta.
"Se Blip fosse uma ela, você ainda ia querer provar seu gênero para os nossos próximos e queridos?"
"Claro que não,”  eu respondo rapidamente.
"Mas, você quis do nosso filho." Seus braços estão cruzados e as sobrancelhas estão levantadas.

"Ana, quando os homens vão para o vestiário para tomar banho, eles não escondem seus paus um do outro. Bem, a menos que tenham um pequeno. É diferente com os homens,”  eu sussurro. "Mas, se ele fosse uma ela, as regras do jogo mudam. Isso não precisa de provas." Eu acrescento. 

"Ser um homem exige prova? Tenho certeza de que nossa família iria acreditar em nós se nós apenas disséssemos 'ouçam todos. Nós vamos  ter um menino!’"
"Eu ainda quero a prova, Ana!" Eu respondo com petulância. Ela revira os olhos. Em seguida, dá um tapinha na minha mão.

"Não é como se eu não notasse a semelhança,”  ela sussurra em meu ouvido. "Eu não acho que eu quero compartilhar esse visual com outras mulheres na família e nossos amigos. A menos que eles sejam idiotas, eles vão tirar a mesma conclusão, e eu não quero que a mente de qualquer um vagueie visualizando o que é meu,”  diz ela possessivamente.
Eu levanto seu queixo para olhar para mim.

"Eu a amo, Sra. Grey!" Murmuro e a beijo castamente.

*****          *****

"Minha idéia de Natal, seja à moda antiga ou moderna, é muito simples: amar os outros. Pensando nisso, por que nós temos que esperar o Natal para fazer isso? "
Bob Hope



Bing Crosby - White Christmas


'White Christmas' de Bing Crosby está tocando ao fundo. As luzes de Natal estão cintilando em vermelho, azul, verde e branco na nossa árvore de Natal que está totalmente iluminada. Um fogo está rugindo na lareira. A nossa grande casa tem cheiro de tortas fresquinhas, canela, noz-moscada e bolos frescos. A Sra. Taylor esteve assando desde ontem. Estou ansioso para dar à minha esposa seu presente de Natal. Anastasia parece uma deusa grega com seu vestido de gravidez e seu cabelo trançado no alto da cabeça.

"Eu quero dar-lhe o meu presente de Natal, Ana,”  eu digo, nervoso. Ela parece excitada como uma criança. Seus olhos se iluminam, e ela olha para mim com expectativa. Sim, expectativa! Eu estendo para ela minha primeira caixa de presente. Ela rasga-a abrindo com entusiasmo e encontra uma carta delicadamente enquadrada em francês com a sua tradução em inglês ao lado dela.

" Alguns dias atrás eu pensei que eu a amava; mas desde que eu a vi pela última vez eu sinto que eu a amo mil vezes mais. Todo o tempo que eu conheço você, eu a adoro mais a cada dia, isso só mostra o quão errada era a máxima de La Bruyère que o amor vem todo de uma vez. Tudo na natureza tem a sua própria vida e as diferentes fases de crescimento. Peço-lhe, deixe-me ver alguns dos seus defeitos: seja menos bonita, menos graciosa, menos gentil, menos boa ...

Minha primeira e única Josephine; longe de você, não há alegria, longe de você o mundo é um deserto onde eu estou sozinho e não consigo abrir o meu coração. Você tem tomado mais do que a minha alma, você é o único pensamento da minha vida. Quando estou cansado da preocupação do trabalho, quando eu temo o resultado, quando os homens me incomodam, quando eu estou pronto para amaldiçoar estar vivo, eu coloco a mão no meu coração; o seu retrato está pendurado lá, eu olho para ele, e o amor me traz felicidade perfeita ...  Oh, minha adorável esposa! Eu não sei o que o destino tem reservado para mim, mas se me mantiver longe de você por mais tempo, vai ser insuportável! Minha coragem não é suficiente para isso.

Venha se juntar a mim, antes de morrermos, vamos, pelo menos, ser capazes de dizer: "Nós tivemos tantos dias felizes!"

Assinado: Napoleão Bonaparte

"Este é o original?" Anastasia pergunta com os olhos arregalados. "Este é um tesouro nacional francês, Christian."

"É uma carta de amor profundo de um homem para sua esposa. O homem sendo Napoleão não o torna mais profundo. É o conteúdo da carta o que importa para mim. Eu quero que você se lembre que tão intenso quanto o amor de Napoleão foi por sua esposa, nunca poderia igualar com o que eu sinto por você apenas um único dia da minha vida. Eu a amo, Sra. Grey. Eu sempre vou amar você. Ele só vai crescer. Você é todo o meu universo,”  murmuro. Eu não lhe disse se era a carta original ou não.

O próximo presente que eu lhe dou é um convite para o Simpósio dos Escritores, em Nova York, em janeiro.

"Você pode levar a sua assistente, mas eu vou com você,”  eu digo, desafiando-a a me contradizer. Ainda encantada com a carta de Napoleão, ela responde: "Sim, sim, você vai!"
"E este é o meu presente para você,”  diz ela, uma vez que ela recupera sua razão sobre dar-me um envelope e uma caixa. Eu abro o envelope primeiro.


"Eu sei o quanto é importante tomar decisões. Meu presente para você é dar-lhe a palavra final sobre o nome do nosso filho ". 

Eu olho para ela incrédulo.
"Tem certeza?" Eu pergunto.
"Admitindo-se que você vai escolher de uma lista de nomes que não contenha um nome que eu não goste. Mas, fora isso, sim,”  ela responde.
Eu sorrio. Ela está me presenteando com o "controle de uma decisão". Apenas Anastasia saberia a importância do significado para mim. Ela está abandonando sua escolha de tomada de decisão e presenteando-me. Dando nome a nosso filho!
"Obrigado, baby! Mas eu gostaria que você fosse uma parte desta tomada de decisão. Eu não quero que você odeie o nome do nosso filho. "
"Você faz uma lista de nomes, e eu vou riscar os que eu posso viver sem. Em seguida, dos restantes, você toma uma decisão. Isso é justo?”  ela pede.
"No topo do fundo?" Pergunto sorrindo. "Sim, eu posso viver com isso."
Abro a caixa seguinte. É pequena e contém uma chave e um cartão de convite escrito com uma escrita fluida de uma mulher.

"Carte Blanche. Sujeita a limites rígidos. De qualquer forma que você quiser, senhor."

(N.T. Carta Branca)
Eu a agarro e simplesmente a possuo com meu beijo.

*****          *****

"Christian, a que horas eles estão vindo?" Anastasia pergunta excitadamente.
"Eles deveriam estar aqui em breve. Talvez na próxima meia hora. "
"Nosso primeiro Natal em nossa casa com nossa família!" Os olhos de Anastasia brilham intensamente.
"Dance comigo, baby,”  eu digo puxando-a para mim, quando a música Baby it’s cold outside,”  começar a tocar. Ela morde o lábio.


Baby it’s cold outside- Dean Martin

"Vamos Anastasia, é Natal, você está de dar água na boca, e eu estou em êxtase quando eu tenho você em meus braços..."
"Se você colocar dessa maneira, como posso resistir. Leve-me para longe, Fred... "
"Com prazer, Ginger," (N.T. Fred Astaire e Ginger Roger – fizeram dez filmes musicais,  tornando-se uma das mais célebres duplas de dançarinos do cinema). Eu sorrio, e começo a dançar em volta do salão com minha esposa. Eu abaixo minha mão para a baixa de suas costas e nós continuamos dançando quando a música muda para "Let it Snow,”  cantada por Michael Buble.



Let it Snow - Michael Buble

Somos interrompidos com altos "Feliz Natal!", aplausos dos meus pais, meus avós, minha irmã e meu irmão, Ethan e Katherine e os pais  Kavanagh. A alegre saudação irrompe pela casa.

"Bem, que cena alegre! Theo, você deve dançar comigo como meu neto está fazendo com a sua mulher!"
"Mulher, mesmo que meus ossos sejam velhos, eu não me importo de tomar você ao redor para dar uma volta. Eu tenho muito juventude deixada em mim,”  eu ouço meu avô. Nós paramos de dançar e nos viramos para encontrar uma multidão feliz composta pela minha família.

"Oh! Meu! Deus!  Ana, Christian!  Sua casa é linda!" Minha irmã exclama. Katherine Kavanagh assobia sem palavras.
"Anaa! Sua casa é uma coisa. Meu homem fez um ótimo trabalho construindo e aleluia por suas escolhas de design! Está espetacular!”  Diz Kate com apenas vibes felizes para sua melhor amiga.
"Aqui!" Ela entrega seus presentes embrulhados para mim.
"Vou pegá-los!”  Diz Elliot revirando os olhos, carregando seus pacotes para a árvore de Natal.
"O que é isso? Cara! Por um minuto pensei que estava no Rockefeller Center! Essa árvore é incrível!"
"Nada além do melhor para minha esposa,” eu sorrio.

"Olá querida," minha mãe cumprimenta Ana. "Você está tão bonita! Incandescente!”  Ela exclama. Quando cumprimentamos a todos, nós os sentamos em nosso sofá em forma de L.
"Que bela imagem de você, Ana!”  Diz a senhora Kavanagh notando a foto de Anastasia em preto e branco em cima da lareira.
"De tirar o fôlego,”  murmura Ethan.

"Na verdade ela é," Eu digo, meu olhar esfriando, eu puxo Anastasia para o meu lado.
"Posso oferecer-lhes a todos vocês algo para beber? Mia, você poderia vir e me ajudar? " pede Anastasia se movendo de sob meu braço.
"Christian, você pode me dar uma mão, doçura?”  Ela pergunta, estendendo a mão para mim. Doçura?
"Claro, baby. O que todos vocês gostariam de beber? "
"Christian está servindo? Isso eu tenho que ver,”  diz Elliot. "Eu vou tomar uma cerveja!"
"Champagne por favor,”  acrescenta Kate.
"Vinho branco,”  acrescenta a senhora Kavanagh.
"Eu vou lhe dar uma mão," minha mãe acrescenta.
Quando caminhamos para a cozinha, a Sra. Taylor ainda está labutando lá.
"Gail, eu pensei que você tinha o resto do dia de folga,”  eu digo surpreso.

"Eu vou ajudar a Sra. Grey a servir a comida, e, em seguida, alimentar os meninos lá em cima, no nosso apartamento. Eles vão se revezar em turnos para comer, de qualquer maneira. Isso torna mais fácil para mim. Eu gosto de fazer isso, Sr. Grey. "
"Obrigado Gail!" Anastasia responde apreciativamente.
"A mesa está pronta, Sra. Grey. Já tenho no vapor as pernas de caranguejo para você. Eu estou mantendo-as aquecidas. Tudo está arrumado em cima da mesa. Você vai poder ter seus convidados lá em poucos minutos. Estamos dentro do cronograma, senhora,”  diz ela com um sorriso.

"Oh, muito obrigado Gail!  Você é um salva-vidas!" Ana a abraça inesperadamente.
"O prazer é meu, senhora... Ana,”  responde Gail, fazendo Anastasia sorrir.

*****          *****

"Podemos ter todos na cozinha, por favor?" Gail anuncia. "Nós organizamos o jantar estilo buffet. A sala de jantar fica ao lado da cozinha. Os lugares foram pré-determinados. Vocês vão encontrar seus nomes nas cadeiras. Bom apetite. Feliz Natal!" E ela permite que Anastasia leve nossos convidados para a cozinha.
"Existe alguma coisa que posso fazer por você, Sr. Grey?" Gail pergunta.
"Você já fez o suficiente. Obrigado Sra. Jon... Sra. Taylor. Vá passar o resto de seu Natal com Jason. "
"Obrigado, senhor. Feliz Natal!”  Ela responde com seu sempre presente sorriso profissional.
"Frutos do mar?" Pergunta Ethan.

"Começamos nossas próprias tradições a partir deste ano. A grande árvore de Natal no dia depois de Ação de Graças, as pernas de caranguejo, vieiras, lagostas e os enfeites para o Natal e muita dança com a minha esposa. "
O sorriso de Ethan é um forçado. "Boa escolha."
A decoração da mesa está simplesmente espetacular.
Todo mundo está alegre e conversador. Enchendo seus pratos com a comida que a Sra. Taylor preparado. Quando todos estão sentados ao redor da mesa, eu clico em minha taça de cristal com o meu garfo.
"Posso ter a atenção de todos, por favor?" Eu digo levantando do meu assento.
"Minha linda esposa Anastasia e eu estamos muito satisfeitos por ter a sua companhia no dia de Natal em nossa nova casa. Obrigado por nos honrar com a sua presença."

"Hear hear!" Soa ao redor da mesa.
"Estou imensamente grato por ter a minha linda esposa na minha vida,”  eu digo sorrindo carinhosamente para minha esposa, que estende a mão e segura a minha. Eu engulo, e limpo a minha garganta. "Grato para o destino que nos uniu, grato pelo  nosso pequeno a caminho,”  eu digo não revelando o sexo do nosso bebê. "E estamos muito satisfeitos por ter a nossa família e nossos amigos queridos com a gente hoje. Que este seja o início de muitas lembranças maravilhosas! Bem-vindos à nossa casa! Feliz Natal! Nós esperamos que vocês aproveitem sua comida,”  eu digo enquanto eu me sento.

Os frutos do mar são um sucesso, assim como são as tortas da Sra. Taylor. Eu assisto a ingestão de Anastasia de comida e bebida. Agrada-me vê-la comer.
"Elliot, estamos muito impressionados com a capacidade de sua empresa de construção civil na construção da casa de Christian e de Ana. É maravilhosa,”  o Sr. Kavanagh elogia meu irmão.
"Nós podemos requerer seus serviços para renovar nossa casa, tornando-a mais verde como você fez aqui,”  ele qualifica.
Meus pais olham para cada um de seus filhos com orgulho.  

"Ana, querida... Você está maravilhosa. Eu não posso acreditar que eu vou ser uma bisavó!" Minha avó ressoa alegremente, realocando a mão sobre a barriga do bebê da minha esposa.
"Pelo amor de Deus, Sra. Trevelyan!  Quer tirar a mão para longe da Ana? Deixe a menina comer em paz..." meu avô retruca.
"Ela não se importa!" Minha avó responde.
"Ela está apenas sendo educada.  Desculpe, Ana,”  diz ele inclinando-se para ver Ana. "Sua avó está muito excitada com a perspectiva, mas eu tenho certeza que você gostaria de comer sua refeição em paz."
"Você já pensou em um nome?" Mia ressoa. Se eu não soubesse de forma diferente, eu teria dito que ela tem os genes da minha avó. Ela se comporta exatamente como ela. Sem qualquer filtro mental.
"Ainda não, Mia,”  eu respondo friamente.
"Por que não?”  Ela investiga mais.
"Nós não temos uma idéia clara ainda, e ele ainda tem 20 semanas. Vamos informá-la assim que tomarmos uma decisão,”  eu digo, e Anastasia aperta minha mão debaixo da mesa me alertando por paciência.
Quando meu pai muda a conversa para futebol, Anastasia me dá um sorriso aliviado.

"A comida estava excelente!" É a observação em torno da lareira. Nós entregamos a cada membro da família dois presentes.
"Se você abrir o pacote pequeno," Ana começa,” você vai descobrir que ele é idêntico para cada um de vocês, o seu presente. Nós pensamos que vocês gostariam de tê-lo,”  diz ela um tanto nervosa. O presente é o mesmo para meus pais, meus avós, Mia, Ethan e Kate.

Uma exclamação feliz coletiva vem de cada um deles quando encontram a imagem 3D do nosso filho chupando o dedo no ventre de sua mãe.
"Isso é incrível! Theo! Veja! É o meu bisneto! "
" Nosso, bisneto!" meu avô a corrige.
"Isso é incrível, tão realista!"
"Oh, Ana! Eu estou tão feliz por você!" Kate a abraça. "Seu bebê é lindo!"
"Você quer fazer as honras da casa para o próximo presente, papai?" sussurra Ana.

"É um menino!" Eu rio enquanto eu faço o nosso anúncio.

"A dinastia Grey...”  murmura alguém, mas eu o ignoro. Com certeza será.
A troca de presentes é uma ocasião muito feliz e todos parecem estar muito satisfeitos com o que nós escolhemos para eles.

Tardias horas da noite, os nossos hóspedes lentamente saem de nossa casa. Este foi o melhor Natal da minha vida. De alguma forma, tudo parece encontrar o seu lugar, como se as peças do quebra-cabeça soubessem onde elas pertenciam. Eu levo minha feliz esposa sonolenta, até o nosso quarto, pela escada em caracol, em meus braços.
"Feliz Natal, baby,”  eu sussurro, enquanto ela fecha os olhos.

"Feliz Natal, Christian. Eu amo você."




129 comments:

Andreia said...

Sensacional !,
Mto lindo ,amei !

mariana andrade said...

adorei o cap. a espera do Ted
<3 <3 <3 1º

Anonymous said...

Nossa Emine parabéns!!!
Capítulo perfeito, Ana linda demarcando seu território, Grey romântico, apaixonadíssimo <3!
Emine seu talento é algo impressionante e Neusa Reis você é fantástica, tradução maravilhosa como sempre! Amo vocês, Obrigada por fazerem meus dias mais felizes.

Muitos beijos.

Keila Azevedo.

Tati said...

Aiaiai!!! chorei aqui que lindooooo!!!!! perfeito!!!!gente o CG carinhoso e romântico e tao fofo!!!EMINE E NEUSA vcs como sempre arrasando!!!Emine o capitulo ta lindo!!! e neusa sem vc eu não poderia ler com todo sentimento que vc COLOCA na tradução!! parabéns as duas!!!!

Anonymous said...

Simplesmente maravilhoso este capítulo. Muito amor e carinho vindos de Christian. Emine e Neusa parabéns.
Meninas, passando rapidinho pra comentar, voltarei para o cafezinho com vocês depois.
Beijos, Pry.

Anonymous said...

Parabéns Emine!!!!!!!!
Nossa muito lindo, perfeito, maravilhoso como sempre!
Ana linda, Grey apaixonadíssimo!
Neusa Reis obrigada por mais essa tradução impecável.

Muitos beijos.

Keila Azevedo.

Keila said...

Amei, lindooooooooooo.

Fer G. said...

Ai que delicia de sábado lendo esse capítulo,depois de tanto tempo...Neusa ,querida,obrigada de coração por tudo,pela sua disposição ,gentileza e camaradagem com todas nós.Você é a melho!! Emine, continue fazendo a gente feliz.beijoss à todas

Natii said...

Simplismente apaixonada por esse capitulo, que lindooooo ameiii cada parte tudooo ... como eu sou fã de voces Emine e Neusa, que trabalho divino maravilhoso...
Que saudade eu estava de ler mais um capitulo escrito e traduzido com tanto amor!!!!

AMOO VCS ...

Amei essa parte "Não para mim. Você, Sra. Grey, foi feita para mim. Você é perfeita para mim, apenas por ser você. Eu não mudaria um fio de cabelo em sua cabeça, baby,” murmuro!!! Ele é um tudo né meninas...

Grande beijo da Natii e até os proximos ...

Natii said...

Simplismente apaixonada por esse capitulo, que lindooooo ameiii cada parte tudooo ... como eu sou fã de voces Emine e Neusa, que trabalho divino maravilhoso...
Que saudade eu estava de ler mais um capitulo escrito e traduzido com tanto amor!!!!

AMOO VCS ...

Amei essa parte "Não para mim. Você, Sra. Grey, foi feita para mim. Você é perfeita para mim, apenas por ser você. Eu não mudaria um fio de cabelo em sua cabeça, baby,” murmuro!!! Ele é um tudo né meninas...

Grande beijo da Natii e até os proximos ...

Andreia Luciane said...

Como o verdadeiro Amor transforma nos ensina a viver plenamente. Valeu cada dia de espera por esse capítulo.
Parabéns Emine e Neusa.
Déia

Andreia Luciane said...

Maravilhoso!!!
O Verdadeiro AMOR Transforma, Liberta nos ensina a viver a vida plenamente.
Emine e Neusa obrigada por mais esse capítulo incrível, vocês são ótimas.

Adriana Arigoni said...

Simplesmente lindo...

Jeanine said...

Valeu a pena esperar. Meu deus! Que capítulo MARAVILHOSO! PERFEITO! LINDO! Obrigada Neusa e Emine por nos proporcionar essa maravilha . Bjs...

Anonymous said...

Nossa como eu estava com saudades do meu casal preferido , Emine e Neusa capitulo lindo perfeito eu amo as comemoraçoes de natal ,obrigada a voces duas um mega beijo no coração , valeu a pena a espera bjos bjos bjos e meninas bjos para voces tambem

Rosi

Anonymous said...

Nossa como eu estava com saudades do meu casal preferido , Emine e Neusa capitulo lindo perfeito eu amo as comemoraçoes de natal ,obrigada a voces duas um mega beijo no coração , valeu a pena a espera bjos bjos bjos e meninas bjos para voces tambem

Rosi

Barbara Araujo said...

Que capítulo MARAVILHOSOOOOOOO. Gente a Emine arrebenta. Já estou nervosa pelo próximo. Acho que esse tempo de paz vai durar pouco...Neusa um grande beijo, você, sua tradução e seu carinho conosco é de deixar qualquer leitora morrendo de amores por você. Rosangela também gosto de você pois esta sempre aqui comentando e nos respondendo carinhosamente. EMINE , NEUSA E ROSANGELA UM GRANDE BEIJO NO CORAÇÃO.
OBS: EMINE PLEASE NAO DEMORA COM O PRÓXIMO RSRSRRSS

Mara Lins said...

Como sempre apaixonante, amo esse Christian apaixonado e cuidador.
Emine parabéns e obrigada por nos deixar sonhar junto com você.
Neusa, mais um trabalho limpo e fiel.
Beijos, amadas

Anonymous said...

leio cada capitulo e amo muito mais e mais...acho esse capitulo tem algo a mais ..essa socia que veio decorar a casa da Ana de ultima hora esta meio suspeito..rsrs...lindo trabalho
bjs Gih

elaine nane said...

Lindooooooo, apaixonante! Neusa e Emine vcs são demais !!

Monica Lins said...

Emine e Neusa......lendo a parte da ultra som me apaixonei de novo por meu marido....Ele fez a mesma coisa,querendo as cópias pra dar a família..E tudo veio na minha cabeça,cada imagem,cada momento,cada palavra me agradecendo por ser um menino,já que todos os outros filhos de seus irmãos eram Meninas.....CHOREEEEIIIIII!!!!
Obrigada por cada capítulo,por cada emoção...
O meu marido não tem esse dinheiro todo do Cristhiam,mas eu tenho o coração dele...
E pasmem MENINAS ele diz que o livro salvou o nosso casamento de 18 anos..nos apaixonamos de novo e vivemos intensamente cada dia....
Eu tenho um grupo de 5 amigas que nos encontramos de 20 em 20 dias e lógico sempre falamos do mesmo assunto...CRISTHIAN E ANASTÁCIA..

Anonymous said...

AI, SOCORRO. ESTOU EM PRANTOS!! PERFEITO, PERFEITO, PERFEITO! INCRÍVEL COMO SEMPRE VALE A PENA ESPERAR, VOCÊS NUNCA DECEPCIONAM!

Ana Paula Silva said...

Simplesmente lindo!!!Amei a mudança, o consulta a médica o natal,Ana tomando conta de sua casa, mas o que mais me chamou a atenção foi a fala do CG no final "De forma tudo parece encontrar o seu lugar, como se as peças do quebra-cabeça soubessem onde elas pertenciam", isto mostra seu amadurecimento e a confiança em sua vida e família.
Para vc Emine só tenho que pedir que continue assim, criativa.E vc Neusa que seja sempre fiel em sua tradução nos emocionando a cada capítulo.
Bijo a todas.

Anonymous said...

Lindo capítulo!!! PARABÉNS mais uma vez Eminethe e Neusa. kel.

Gisela Zambelli said...

Parabéns Emine, capítulo maravilhoso..... A delicadeza e o carinho dos enfeites da árvore e dos presentes de Natal, Grey romântico e amando muuuito mais. (sonho de consumo de qualquer mulher) e a interação da família. Só posso dizer Parabéns, parabéns, parabéns......
Obrigada Neusa e Emine !!!

Anonymous said...

Perfeito, Maravilhoso, valeu a pena esperar, muiito lindo e emocionante.. o Christian fikou bobo quando soube que iria ter um Menino rs qui lindo.
Ameii e obrigada Emine & Neusa.

- Erika

Anonymous said...

Quantas saudades!!!!! Capitulo lindo, valeu toda a espera!!!
Emine obrigada por proporcionar esta leiura maravilhosa e Neusa como sempre sem palavras para agradecem a traduçao impecavel de sentimentos!
Bjs meninas

Lala

isaura Dourados MS said...

Lindo demais a sensação que tenho que parece que estou ao lado deles vendo tdo acontecer...Emine parabéns vc consegue tocar a tdos de uma forma incrível eu estou apaixonada pela sua história do christian com Anastácia e tenho certeza que do Pella vai ser incrível, não vejo a hora de poder ler os livros....Neusa parabéns pela tradução vc e maravilhosa.bjos meninas parabéns...agora esperar esperar esperar rsrs pelo próximo e incrível capítulo.

Socorro Matos said...

Emine que capítulo lindo a adequação real do casal sem toda aquela euforia. Fica sempre o gostinho do quero mais(o próximo) Neusa obrigada pela sua nos tradução sempre nos alimentando de Grey. Tomara que os próximos venham logo!! rsrsrs..
bjoss

Bruna Penha said...

Lindo capitulo!!! Adorei.. Como sempre vcs são perfeitas Emine e Neusa! Amei.. como sempre ansiosa pelo proximo

Anonymous said...

Só para te lembrar: AMO-TE! ADORO-TE! És a minha vida, cariño! Não consigo imaginar a minha vida sem ti...

marcia alves said...

Emine.mais uma vez não decepciona suas fãs e amigas. Neusa sua tradução é impecavel e singular.
Parceria perfeito.Não tem muito o que falar ou comentar quando nos deparamos com coisas perfeitas. Como é o caso da escrita da Emine e Neusa com esta tradução que não deixa nada a desejar. Mas para mim o mais importante é o carinho que vcs duas tem para conosco.(suas fãs e amigas).
um afetuoso beijo no coração de vcs duas Emine e Neusa.
Márcia Céspedes.

Aline Roberta said...

Sensacional !,
Muito lindo ,amei o capitulo! ha espera do proximo!

Aline Roberta said...

Sensacional !,
Muito lindo ,amei o capitulo! ha espera do proximo!

Rosilaine Araujo said...

Maravilhoso!Que lindas palavras na carta...Parabéns! Obrigada!

Rosilaine Araujo said...

Maravilhoso como sempre!Obrigada!

Rosilaine Araujo said...

Maravilhoso como sempre!Obrigada!

Joenes Carvalho Alves Xavier said...

SUSPIRANDO, SUSPIRANDO, SUSPIRANDO
Minha amiga querida Neusa Reis, que capítulo maravilhoso, amei do início ao fim,já li 4 vezes.
Mil Desculpas por só está comentando agora, as coisas estão corridas por aqui, mas não pense que te abandonei, por que isso não vai acontecer nunca, você e Emine estão no meu coração para sempre.
Muito obrigada mais uma vez por seu trabalho maravilhoso, seu talento, sua dedicação e seu carinho.
Beijos , Fica com Deus

Aline Caroline said...

Ain como não ama-los.. São lindos, perfeitos juntos! Christian super protetor e mega carinhoso.. Esperamos ter "mais" capítulos em breve Emine e Neusa *-*

Patricia Helena Vasques said...

Suspirando ainda. Um amor sublime, carícias e reconhecimentos, pois os detalhes não foram esquecidos pela querida Emine e com a tradução primorosa da Neusa. Christian mais maduro e conscientes do amor de Ana e o bebê.
" Mas você é o amor da minha vida"
"Amor antes da primeira vista"
As cartas de amor de CG expressando sua TOTAL entrega e que nada consegue expressar o real sentido de quanto ele a ama. Lendo e escutando a música de Lionel Richie - Three times a lady. Uau, estava precisando deste amor todo. E obrigada querida Rosângela M.Corvalan pelo carinho

Rose Viana said...

Adorei... aquelas cartas nem nao gostaria de recebelas... beijos em seu coracao.

Nilvânia said...

Ai que saudades de tudo isso..... morri e nasci de novo!!!
Gente, como não se apaixonar pelo Cristian? Quem não sonhou em ser Ana pelo menos uma vez na vida?

Monniiccaa said...

Ai, que lindo.... a parte dele falando do tamanho do pipi do filho, não tinha como não dar risada e lembrar que o Christian calça 45, rs.. lindo msm... agora é mais ansiedade esperando o próximo capítulo. Espero que não demore um mês... E queremos ler a Ana entregando o presente de natal dela, não é Sr.??? Parabéns Emine e Neusa. bj

Christhine Spindula said...

Olá ,que capitulo lindo,apaixonante como sempre,parabéns,amo ler cada capitulo,suspiros e mas suspiros,ansiosa pelo proximo.Parabéns novamente.

Christhine Spindula said...

Olá ,que capitulo lindo,apaixonante como sempre,parabéns,amo ler cada capitulo,suspiros e mas suspiros,ansiosa pelo proximo.Parabéns novamente.

Viviane Oliveira said...

Querida Emine, eu devorei o capítulo para saber seu conteúdo. Depois, eu li novamente para curtir a história. Depois eu li para saborear os detalhes. E continuo lendo.... As vezes me pergunto o porque que todas sonhamos com o pacote completo que é o Grey: homem lindo, viril, 'com pegada', e capaz de dar qualquer coisa pra sua amada pois é muito RICO... Sim o dinheiro facilita, e muito... MAS, lendo, e lendo e lendo.... pra mim, o que mais me chama a atenção, é a transformação que esse amor fez nesse homem que não se achava digno de ser amado. E quanto esse amor trouxe de significado para a vida dele. Ele tinha TUDO que o material podia dar, mas sempre o vazio e a escuridão.
O que eu MAIS amo na sua escrita é exatamente isso, a maneira que vc mudou este homem apenas com amor. O que me encanta é a sensibilidade que vc deu a ele para amar, para demonstrar seu amor.
Fico pensando como é escrever algo assim, de onde as palavras saem, e só consigo chegar a conclusão de que sua alma Emine é linda. Admiro seu conhecimento técnico já demonstrado várias vezes, mas sua sensibilidade é impar. Chorei com a delicadeza dos enfeites da árvore, chorei com as cartas, chorei com esse amor que aquece a minha alma. Obrigada Emine!! Muito, mas muito obrigada.

Neusa obrigada!! Muito, mas muito obrigada por dar para mim tudo que comentei acima, pois é através da sua tradução que sinto assim.

Beijos pra todas vocês.

Vivi Oliveira


Neusa Reis said...

Olá meninas não sei do que gostei mais. Se da história maravilhosa que só a Emine Fougner é capaz de contar com tanta sensibilidade, ou da quantidade de leitoras que passaram a comentar, a dividir com nós todas seus sentimentos, sua alegria, sua emoção de poder ter a companhia de personagens tão marcantes, agora muito mais próximos de nós pelo POV Christian.
Eu não esqueço nunca do nosso cafezinho, mas a vida às vezes é cruel e nos impede de fazer o que queremos e estar com quem amamos.
Queria agradecer a todas que comentaram, que sempre estiveram aqui e às novas que começaram a dizer o que vai no seu coração. Comentem, comentem, as brasileiras tomaram a dianteira não só nos comentários como também na leitura do Blog. Vamos manter isso, mostrar que também lemos e sabemos nos exprimir.
A Emine está num momento de bastante alegria, escolhendo a capa e o título do livro dela, que começou a ser publicado como a Série Pella, aqui no Blog e que será uma trilogia. Continuo recomendando a quem não leu, que leia e comente nos capítulos. O Alex Pella e a Elisa Duncan também ficarão na memória assim como o Sr.Grey e Anastasia. É um amor que superou a barreira do tempo, que mistura o divino e o humano.
Bom até muito breve. Cafezinho com pão de queijo para comemorar a Série Pella e este glorioso Natal com o Sr. Grey, Anastasia e família. Um beijo para todas.
Neusa

Pamela Cristina said...

Acho que chorei... é tão lindo e emocionante ♥

Pamela Cristina said...

Acho que chorei... é tão lindo e emocionante ♥

Monniiccaa said...

Só achei que ficou faltando a participação da Carla, mãe da Ana, no Natal!!! POr que será?

Neusa Reis said...

Moniiccaa, ela só falou no Ray para dizer que ele ia passar o Natal com aquele bobão. E não disse se ela falou com ele ou não. Talvez porque o foco era como ia ser o 1o. Natal dos dois. Quem sabe no próximo capítulo? Bjs

Daysi Cristina said...

Ai gente..... Babando aqui nesse capítulo!! E eu diria que capítulo mais lindo, mais emocionante, mais, mais, mais, me faltam até palavras. Amei muito, muito mesmo. PARABÉNS EMINE vc me emociona, fico imensamente feliz por ter essa oportunidade de está conhecendo seu trabalho, estou encantada, aliás, estou bem mais que encantada (risos). Tenho certeza que a Trilogia do Alex Pella será um sucesso. Vc arrasa dando vida ao nosso Christian!! Quanto a NEUSA.. Neusinha minha linda, o que seria de mim, de nós sem a sua maravilhosa tradução?! Só posso te agradecer muito, por sua dedicação e empenho, OBRIGADA, OBRIGADA E OBRIGADA!!

Com este capítulo digo que estou MAIS apaixonada por esse homem chamado Christian Grey !! MEU DEUUUUS fico até triste por saber q ele faz parte da ficção literária, mas, também fico feliz por saber que existe um pouquinho dele em um marido, um namorado, um alguém (risos) Eu amo esse novo CG, o outro, aquele lá do início, eu não quero nem papo, pq sou romântica (kkkk)

“Você é o centro do meu universo, por que eu não deveria ter uma imagem de você no coração da nossa casa?" aaaaaaaaaahhh Christian pára tudo, vc é um romântico dos bons e dos mais lindos eu diria (risos)

Muitos pontos eu poderia sair comentando, mas, tenho certeza que nem me dariam tanto foco... Os presentes, as cartas, a carta de Napoleão?! Oh céus.. O amor na frente da lareira, fiquei com invejinha da Ana, poxa, isso eu nem me arrisco a ter, aqui em Manaus é quente d+!! A ultra em 3D.. Nossa foram tantas emoções!! Amei cada detalhe.

"Se Blip fosse uma ela, você ainda ia querer provar seu gênero para os nossos próximos e queridos?" "Claro que não,” hahaha (Ri muito)

Bem gente.. Fico feliz desse cantinho está sendo bem movimentado, eu faço maior propaganda sempre que posso e tenho a oportunidade, cada canto que participo no facebook, quando vejo alguém escrever sobre a versão da Emine eu fico feliz, e quando não sabem como encontrar o blog eu venho aqui e copio o link para onde for.

Beijos e Abraços pra vocês!!

Caroline Martins said...

Aiiiii meu Deus que tudoooooo
Quando vai sair o próximo capitulo??
Anciosaaaaa

Caroline Martins said...

Simplesmente amei, já tem data pra os proximos capitulos?

Mary Jane Moraes said...

Cada vez mais, apaixonada pelo desenrrolar do livro lV...não vejo a hora de tê-lo completo, para ler tudo outra vez"

Joéli Brito said...

MARAVILHOSO!!!!!! Como cada capitulo me deixa muito feliz de saber q existe uma mente q supre todas as minhas necessidades de curiosidade sobre os detalhes ocultos na versão original... não consigo imaginar desfecho mais perfeito para cada capitulo, simplesmente Maravilhoso. obrigada Emine, fez td perfeito. obrigada Neusa pela sua tradução tão perfeita quando. bjssss.

Aline Caroline said...

Obrigada Neusa é sempre um prazer estar aqui com vocês, relendo o capitulo ou comentários rs
Fiquei tão feliz pela Emine, pela conquista da publicação de Pella, tenho acompanhado me interessou desde o inicio desvendar o mistério desse romance, fico mais feliz em saber que será trilogia *--*
Emine depois das publicações não esqueça das brasileirinhas que te amam, terá de vir aqui autografar nossos livros <3

Com carinho.. Parabéns pela conquista!

Claudia Ferreira Peixoto said...

Capitulo como sempre maravilhoso.Que o proximo não demore tanto.Beijo.

Anonymous said...

Simplesmente fantástico adorei este capítulo, Não vejo a hora da continuação, é fantástico o amor dele.
Quero parabenizar a Emine está perfeito aliás não sei porque já não virou um livro ou 2, 3, 4, sei lá quantos compraria todos, voc
é excelente. Nunca pensei que falaria mais isto mais vai lá...valeu a pena esperar.Espero ansiosa a continuação.Muitos beijos e muitas inspirações.
Idalina Rodrigues

Anonymous said...

Não tenho nem o que comentar, tudo que eu gostaria já foi dito.
Posso fazer minha as palavras de todas, mas acrescento: Parabéns Emine, e Neusa Reis vocês são perfeitas.
Ovulando pela continuação, acho que vou ler mais umas 10 vezes tudo, não só este capítulo.
Beijos.

Anonymous said...

Você me faz muito FELIZ, cariño!!!
Nunca me senti tão AMADO e DESEJADO. Espero que você sinta o mesmo...
EU TE AMO!!!

http://www.youtube.com/watch?v=2vTpAyiWUlw

Danny Mascarenhas said...

Yes!!! Finalmente consegui alcançar vcs!
Uauuuuuu que explosão de sentimentos ,emoção, paixão Eminie e Neuza adoro vcs fica aqui meu sentimento declarado :)
Bom devido as correria da faculdade, mas de 13 anos fora da escola encarar de novo foi complicado, agora apesar do cansaço estou amando, tive que me ausentar por um tempo para aprender um pouco a ter controle na ansiedade, seria nada mal umas aulinhas dessas com o Cristian hum....., é serio meninas estava difícil de esperar pelo próximo capítulo, o inglês infelizmente não e minha praia , ate tentei traduzir pelo Google kkk mas não e a mesma coisa né? estou providenciando para mudar o meu conceito com o inglês e buscar aprender sei que e muito importante e útil , principalmente nessa situação rsrsrs....mesmo lendo e relendo, o Pella então...nem me atrevo, estou evitando da uma espiada até vi um capítulo novo, mas não sei se estou curada totalmente vou esperar um pouco mais kkkkk
Já indiquei para todas que eu conheço que leram a trilogia e gostaram , eu indico o blog e acrescento "se gostou mesmo da trilogia no blog vão AMAR e vão viciar totalmente" kkkk

Meninas adorei os cafezinhos de vcs um máximo, devo ter ganhado uns 5 kg só de imaginar, assim fica difícil ir para academia kkkk Pipoca com café que delicia tive que fazer deu até água na boca os demais sem comentário é bom de mais da conta.....

Bom adoraria encontrar vcs pelo face tbm por favor me inclua espero ainda não ter chegado nas 50 fãs snifff acho difícil :(

Ansiosa pelo livro V , VI , VII ..... quanto talento em uma única pessoa , me amarro com tamanha imaginação, fatos e qualidades Emine vc é demais minha musa que dom divino admiro seu talento , Neuza você é a minha salvação divina e por favor, por favor, por favor o Pella em português !!!

Bom vou tentar sempre comentar caso não consiga fica aqui uma das fãs anônimas, apaixonada por vcs meninas , vcs são de mais os comentários as experiências os pontos de vista uauuuu adoro, um super beijo para cada uma! Danny Mascarenhas

Danny Mascarenhas said...

Yes!!! Finalmente consegui alcançar vcs!
Uauuuuuu que explosão de sentimentos ,emoção, paixão Eminie e Neuza adoro vcs fica aqui meu sentimento declarado :)
Bom devido as correria da faculdade, mas de 13 anos fora da escola encarar de novo foi complicado, agora apesar do cansaço estou amando, tive que me ausentar por um tempo para aprender um pouco a ter controle na ansiedade, seria nada mal umas aulinhas dessas com o Cristian hum....., é serio meninas estava difícil de esperar pelo próximo capítulo, o inglês infelizmente não e minha praia , ate tentei traduzir pelo Google kkk mas não e a mesma coisa né? estou providenciando para mudar o meu conceito com o inglês e buscar aprender sei que e muito importante e útil , principalmente nessa situação rsrsrs....mesmo lendo e relendo, o Pella então...nem me atrevo, estou evitando da uma espiada até vi um capítulo novo, mas não sei se estou curada totalmente vou esperar um pouco mais kkkkk
Já indiquei para todas que eu conheço que leram a trilogia e gostaram , eu indico o blog e acrescento "se gostou mesmo da trilogia no blog vão AMAR e vão viciar totalmente" kkkk

Meninas adorei os cafezinhos de vcs um máximo, devo ter ganhado uns 5 kg só de imaginar, assim fica difícil ir para academia kkkk Pipoca com café que delicia tive que fazer deu até água na boca os demais sem comentário é bom de mais da conta.....

Bom adoraria encontrar vcs pelo face tbm por favor me inclua espero ainda não ter chegado nas 50 fãs snifff acho difícil :(

Ansiosa pelo livro V , VI , VII ..... quanto talento em uma única pessoa , me amarro com tamanha imaginação, fatos e qualidades Emine vc é demais minha musa que dom divino admiro seu talento , Neuza você é a minha salvação divina e por favor, por favor, por favor o Pella em português !!!

Bom vou tentar sempre comentar caso não consiga fica aqui uma das fãs anônimas, apaixonada por vcs meninas , vcs são de mais os comentários as experiências os pontos de vista uauuuu adoro, um super beijo para cada uma! Danny Mascarenhas

Poliany Krystene Oliveira said...

Demorei mas li.... graças a deus, como tem sido difícil esses dias tirar um tempo para saborear Christian e Anastasia. Como sempre maravilhoso e perfeito tudo, ansiosa pra ler o próximo... bjs Neusa e Emine.

Anonymous said...

Oi primeira vez que deixo comentário, gostaria de parabenizar a Emine pela iniciativa de criar essa historia e a Neuza por traduzir é um belíssimo trabalho, por favor mim digam quando vai sair o próximo capitulo estou morrendo de curiosidade e saudade.

Amo o site e os livros sinceramente gostaria que fossem publicados,pois assim todos conheceriam melhor o Cristian.

Parabéns as duas pelo trabalho, fico vagamente mim perguntando o que levou a Emine a escrever sobre Cristian.

Ate mais, muitos bjss.

Naiane fã de vcs.

Rose Viana said...

Amei... Simplesmente demais. meu marido ja esta e com ciumes do CG... Obrigada Emine.

Anonymous said...

iai quando vai sair o proximo cap. eeeem mal posso espera!!!!

Anonymous said...

To apaixonada!!!!
descobri o blog este fim de semana e ja terminei de le tudo om um apeeeerto no coração que ainda não saiu o restante do livro....

é muito lindo ver a história de ana e CG, ele é tão romântico que estou apaionada!!! fico a toda esquina procurando o MEU christian Grey! rss

e sei que muitas de vocês também!!
espero que meu christian apareça logo!!

Parabéns Neusa!! Muito obrigada por nos trazer esses momentos tão prazerosos!

beijos a todas

Anonymous said...

oi Neuza, por favor mim diga quando vai sair o próximo capitulo estou enlouquecendo aqui.

obrigada por traduzir todos os capítulos e agradeço também a Emine por escrever todos eles e se dedicar tanto.vcs duas sao muito talentosas parabens.

o que eu gostaria de saber é o por que da Emine se expirar e escrever sobre Cristian? seja por qual for o motivo fico muito agradecida.

estou ansiando por mais. Um forte abraço.

*** Naiane ***

Moonniiccaa said...

Neuza, td bem? Vc sabe qdo vai sair o prox. cap.? bjs

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Good morning girls!

Thank you for all you comments and your continued support. Rest easy; I'm not abandoning anything.

I have finally completed my very own debut novel, the first book in the Pella Series: Echoes in Eternity. I had to write the last 5 chapters last month to make up with my lost time in the schedule because I needed to make up for the publishing schedule. It's been edited, it's being sent about a dozen of the Beta Readers this weekend.

Meanwhile, I'm working on my taxes over the weekend so I can finally get back to writing 50 and his story.

I will have to put myself into a strict writing schedule so I can write one week for Christian, and the other for Alex. That way you can have a regular read every other week.

I hope you are all doing very well! Love and miss you all.

Neusa Reis said...

Meninas queridas, tradução das palavras da Emine Fougner. Como estão vendo, ela está firme com Christian. É só uma questão de fazer 24 horas durarem 48. Mais um pouquinho de ansiedade e já teremos capítulo novo. Qualquer coisa, falem, estamos sempre por aqui...
Bjs

"Bom dia, meninas,
Obrigada por todos os seus comentários e seu apoio contínuo. Fiquem tranqüilas, não estou abandonando nada.

Eu finalmente terminei o meu próprio romance de estréia, o primeiro livro da série Pella: Echoes in Eternity. Eu tinha que escrever os últimos 5 capítulos no mês passado para recuperar o meu tempo perdido no cronograma, porque eu precisava completar o cronograma de publicação. Já foi editado, e ele está sendo enviado a aproximadamente uma dúzia de Leitores Beta neste final de semana.

Enquanto isso, eu estou trabalhando em meus impostos no fim de semana para que eu possa finalmente voltar a escrever 50 e sua história.

Vou ter que me colocar em um rigoroso cronograma de escrita para que eu possa escrever uma semana para Christian, e outra para Alex. Dessa forma, você poderá ter uma leitura regular a cada duas semanas.

Espero que todas vocês estejam indo muito bem! Amor e sentindo falta de todas.

Márcia Ribeiro said...

Oi meninas , adorei o que vcs estão fazendo, a tradução esta maravilhosa e mal posso esperar para os próximos capítulos .Parabéns!!

Anonymous said...

Oi meninas, adorei o que vcs estão fazendo, a tradução ficou maravilhosa, mal posso esperar para os próximos cápitulos.Parabéns!!

Blog da IOIO said...

Olá!
Neusa quando saíra a tradução do último capítulo de Pella?
Estou ansiosa pelo livro sobre Pella e também pelos próximos capítulos de 50...amei a versão
Abraço

Patrícia Ellen said...

Lindo, sensacional. Amei cada parte deste capítulo, se superando sempre.

Moonniiccaa said...

Uhuu, que bom Emine e Neusa, obrigada... e parabéns mais uma vez... bjs... no aguardo... rs

Giselle Falqueto said...

Aguardando ansiosamente os próximos capítulos!

Daniel said...

Parabéns escritora e tradutoda dessa obra.Sua mente realmente é incrível,fazem as mulheres sonhar e ter uma vida mais cheia de romantismo.Falo isso por que convivo com irmãs e amigas,que são completamente loucas por essa história.E vendo seus comportamentos,e as vezes algumas conversas bem alegrinhas,rsrs...passei a ter curiosidade e começei a acompanhar esses capítulos,meio que de longe,e nunca comentei,pelo fato de nunca ter visto algum comentário masculino,rsrs...Mas hoje estou aqui,e sei que as mulheres que me cercam,vão ler esse cometário e não sei se vão passar a vida me zoando,ou me aplaudir por esse ato de coragem! Confesso que até eu me surpreendi comigo mesmo.Mas deixo aqui meu sincero respeito por vc Emine,e desejo de muito sucesso,pois tenho acompanhado o movimento que muitas de suas fãs tem feito,pelo seu talento e competência que você tem.A tradutora Neusa Reis meu respeito também.E assim como todas vocês mulheres,que tem estado presente neste blog,reverenciando tal talento,e mantendo viva sua participação neste espaço.

E finalizando,digo aos homens que acompanham e nunca se manifestaram; NÃO É PELO FATO DE EU SER UM LEITOR DE ROMANCES,QUE ME TORNA MENOS HOMEM,OU MELHOR DE QUE QUALQUER UM OUTRO.

Abraço.

Neusa Reis said...

Aleluia, Daniel.
Seja bem-vindo. Ainda bem que não perdemos as esperanças. Ainda existem homens de verdade, tranquilos com sua masculinidade, que são capazes de ler e comentar sem temer a crítica. Porque a literatura é isso, atende a todos os gostos, não importa o sexo de quem lê.
Nesse caso, eu considero inclusive didática. Não importa a sua opção, você pode incrementar, e muito, seu relacionamento, com o que lê nesta trilogia. Você não precisa fazer tudo, ou pode até fazer, desde que você coloque sentimento no que faz. O amor deste casal, como eu sempre apregoei, é o amor da alma gêmea, raro de encontrar mas que existe. Você aceita o outro como ele é e até por ele ser assim.
Daniel, me orgulho de você.
Volte sempre para os nossos cafezinhos, dê sua opinião, critique, elogie, mas venha sempre, mostre sua ótica masculina. E caso já não tenha feito, leia a série Pella que já tem seu primeiro livro prestes a ser publicado em inglês, Echoes in Eternity, e que tem oito capítulos publicados aqui no Blog. Beijos prá você também Daniel, como eu mando para todas as meninas. E agora não posso mais só dizer 'oi meninas...'

Alice said...

É isso ai, lemos outros livros, romances quentes, estórias bonitas mas nenhuma se compara com essa funfiction da Emine. Super, hiper valorizada pela tradução impecável da nossa querida Neusa. São principesas!
Fantástico esse capítulo. Simplesmente amei!
Emine e Neusa com certeza vocês tornaram meus momentos de leitura muito especiais.

Bem vindo ao blog Daniel, gostei do seu comentário.

Amigas beijos pra todas

Neusa Reis said...

Daniel e meninas, tem o cap.VIII do Pella em português acabado de sair do forno. Quem estava esperando, corre lá. E comenta!!! kkkkkk

Beijos

Anonymous said...

Ola meninas Bem vindo Daniel nao desista de comentar bjocas meninas e Daniel

Rosi

Anonymous said...

Ola meninas Bem vindo Daniel nao desista de comentar bjocas meninas e Daniel

Rosi

Nilvânia said...

Daniel, muito bom vc ter comentado!! Adorei!!! na verdade, todos os homens deviam ler esse e outros livros para colocar em prática um pouquinho do que nos deixa louca!! kkk como diz a Neusa, este livro é didático!!! kkkkk
Continue comentando!!
Seja bem vindo!!

Márcia Ribeiro said...

Sou completamente apaixonada por esta historia, descobri o site a algumas semanas e já li todos os livros da versão Grey, é tão fascinante como a historia contada na visão de Anatassia! Emine parabéns,parabéns e parabéns!! Neusa vc é maravilhosa!!

lucileide Castro said...

Gente eu acompanho o blog, mas esse e meu primeiro cometário, queria parabenizar a Neusa Reis pela sua tradução e Emine por nos alegrar criando a versao Grey, cinquenta tons de cinza foi meu primeiro livro q já li depois dele ganhei um amor incrível pela leitura e quando disseram que poderia ter a versão Grey, fiquei ate q iludida mas vocês realmente realizaram um grande desejo meu pela triologia, então muito obrigado e parabéns mas uma vez, to loca pelo próximo capitulo, espero q saia logo. bjs

Daniel said...

Olá querida Neusa,meninas!
Não resistir e vim aqui,meio que curioso,pois um passarinho me contou que meu comentário aqui,causou surpresa há muitas.E eu já previa isso,principalmente no meio de algumas mulheres da minha família que preferem ficar no anonimato.
Bom...Obrigado Neusa por suas palavras,guardarei co carinho e respeito.Mas gostaria de deixar claro que não estou aqui para querer atenção alguma, ou causar desconforto a ninguém.Simplesmente fui fisgado pelo entusiasmo de algumas leitoras,e fiquei envolvido por essa historia,assim como vocês.E não precisa ser mulher ou gay pra gostar de romances,(que fique claro que não sou gay,mas se fosse não teria por que me envergonhar).Gosto de ler, e respeito as idéias,criatividade e imaginação de quem escreve.Na minha opinião,escrever é um dom!

Até breve.

Rose Viana said...


Oi Adoro ete blogo sou apaixonada por esta historia de Ana e Grey. Parabens pelo trabalho.

Daniela said...

Me apaixonei por essa versão, tem alguma previsão de quando vai sair o próximo capítulo? estou muito ansiosa.

Daniela said...

Amei o blog, me apaixonei por essa versão...Mas tem alguma previsão de quando vai sair o próximo capítulo? estou muito ansiosa para ler!

Chislene Santos said...

Amo o blog, acho que a Emine escreve muito bem e a Neuza e fantástica na tradução estou encantada só este capitulo já lie 5 vezes estou ansiosa pelo próximo bjss

Unknown said...

Olá, adorei esta versão do Christian, estou muito ansiosa com os próximos capítulos, existe alguma previsão??
Abraço à todas e obrigada Emine e Neusa.

Unknown said...

Olá!!!
Adorei esta versão da visão do Christian, estou muito ansiosa com os próximos capítulos, existe alguma previsão???
Obrigada Neusa e Emine, ótimo trabalho!!!
Abraço à todas!!!!

Rosangela Maria Cabral Corvalan said...

Olá meninas!!!
Oláaaaa Daniel!! Que surpresa maravilhosa ler seu comentário, seja muito bem vindo e continue comentando é importante sabermos a opinião masculina também!
Patricia obrigada você!
Este capítulo me fez lembrar de minha infância, minha família é grande, meu irmão faz aniversário no dia 24 de dezembro então a casa de meus pais sempre foi preparada para recebermos muitas pessoas no Natal, cheguei até sentir o cheiro do pinheiro!! A cozinha fervia de gente fazendo doces e salgados e a tradição continua até hoje, meu marido nasceu no dia 25, então a festa ficou ainda mais alegre!!
Mas enfim este capítulo foi repleto de bons momentos, ver a transformação de CG, o pai, o marido cuidadoso, o marido romântico,..fala sério, quem não gosta disso!!

Emine minha querida, você a cada dia me encanta mais com sua sensibilidade e carinho!
Neusa minha flor, você é maravilhosa, tradução impar!!!
Barbara obrigada pelo carinho!!

Uffaaa...conseguindo colocar a leitura em dia!!

Beijos e abraços à todos vocês, ótimo final de semana e até breve!!

Rosângela

Margareth said...

Está é a 1ª vez que posto, queria primeiramente parabenizar a Emine e a Neusa Reis, meu Muito Obrigada!!
(um pouco da minha história)....qdo li e acabei de ler a trilogia me senti desolada, orfão - parecia que Christian e Ana estavam na minha casa e depois foram embora, ter encontrado a Emine e Neusa Reis, para mim, foi um conforto ao meu coração - muito obrigada.
Queria saber qual a página da Neusa Reis no FB, e com qual periodicidade são publicados os capítulos?
Um gde abraço e meus parabéns (mais uma vez)
Margareth

Jeanine said...

PLEASE! Capítulo XXI. Ansiosa ...

Chislene Santos said...

Ja li e reli varias vezes esse capítulo e maravilhoso Emine Parabéns vc e fantástica e Neuza maravilhosa estou ansiosa pelo próximo bjs

Anonymous said...

sempre perfeito,este capitulo romantico e familia unida e uma delicia. obrigado meninas ficou na espera de mais um capitulo

ivone

Daniela said...

Por favor.... Capítulo XXI....muito ansiosa, está difícil esperar!

Anonymous said...

Ola meninas e ola Daniel (bem vindo)
Passando assim rapidinho, porque ando sem tempo, agora to com dois empregos, entao quando arrumo algum tempinho eu venho aqui.
Nao vejo a hora de sair o proximo capitulo, esta tudo muito maravilhoso. Estou lendo tbm Pella e é muiito bom!

Beiijos

- Erika

Anonymous said...

Ola Neuza gostaria de saber quanto capítulos terá o 4ºlivro?

Daysi Cristina said...

Poooooxa, nada de capítulo novo! :/
Ainda mais depois desse capítulo que me deixou tão esperançosa de bem mais emoções..

Ainda posso suspirar por ele (risos)Mas, como sempre, a Emine deve está caprichando muito.. E acho eu, que agora vem bem mais emocionante, tenho até dó no coração.. Ela não citou mais o senhor encrenca “Lincoln” acho que agora ele vai dar o ar da graça.. rsrss
No mais beijos meninas..
Boa noite, boa madrugada.. ou sei lá o que desejarem!

Ansiedade me domina!! ;)

Tamara Coelho said...

Vou morrer esperando o XXI será que vai ter mesmo ? Não aguente mais esperar

Moonniiccaa said...

Ai, essa espera dói!!! rs
Margareth acho que vc nao foi a unica, ainda bem né, que se sentiu assim... Tive que baixar quase todas as musicas no cel, ouço só elas na maioria das vezes, algumas são toques no meu cel, acho q nos sentimos "doentes" por essa história... Chegava ficar muito irritada qdo alguem interrompia minha leitura, me arrancava daquele mundo...
Melhorei, mas não me curei, e nem quero, rs....
Mas esperar por capitulos novos tem me deixado ansiosa, rs....
Neusa e Emine pra qdo sai?? Bj pra vcs duas que fazem um lindo trabalho...
Bom final de semana a todas(os)!!!

Claudia Ferreira Peixoto said...

Ansiosa por um capitulo novo.

Anonymous said...

estou atualizando a minha leitura,
muito bom este capitulo, sempre perfeitas emine e neusa, vou dar uma lida também em outro estória fantástica de emine somente pessoas talentosas tem tanta criatividade, sucesso para ambas.

ivone

Anonymous said...

Mais um capitulo incrível, Emine e Neusa como sempre vocês duas estão de parabéns.
Primeira vez que comento mas acompanho sempre as novidades,estou muito ansiosa pelo próximo capitulo.
Um abraço!
May

Susane said...

Primeira vez que comento. Já li os outros 3 livros e aguardando ansiosamente a atualização do quarto.
Parabéns a Emine e Neusa, por essa história maravilhosa.É incrível como tudo se encaixou perfeitamente na original. E agora nessa sequencia, está cada vez melhor.
Bom domingo ;)
Susane

Angela Inverno said...

Ola a todas :)
Sou uma fã portuguesa do vosso blog :D

Estou adorar cada capitulo e a desejosa de um novo.

Bju para todas vocês
Ass:
Angela

Angela Inverno said...

Ola a todas

Eu sou uma fã portuguesa deste blog :D

Fiquei super feliz quando o encontrei, adorei todos os cap até ja passei para o meu tablet para os poder ler mais que uma vez :) e desejosa que chegue um novo.

Beijo para voces

Andreia said...

A tarde de domingo foi um pouco tediosa sem Christian Grey e Anastácia e ou Alex Pella e Ellien.
Por favor nos de notícias...

PAMELA said...

ALGUEM TEM UMA PREVISAO DE QUANDO SAI O PROXIMO CAPITULO???ANCIOSA D+...

Leticia Cristina said...

Gente vcs cadê o capitulo xxI estou muito ansiosa....

Moonniiccaa said...

Neeuusaaaaaaa e Eeemiineee, bom dia!!! Qdo teremos mais capítulos, pelo amor à Cristhian e Ana... kkk... bjs

Anonymous said...

Puxa ainda não tem novos capítulos. Estou "morrendo mil mortes" pela espera da continuação.
Emine, Neuza vcs são show!

Anonymous said...

Amei toda a série disponibilizada até agora. Entretanto estou ficando doente pela demora dos próximos capítulo. Estou vivendo momentos indescritíveis de angústias toda vez,ou seja, todos os dias, que ao entrar no site percebo que não há outro capítulo.

Anonymous said...

Estou ansiosa. O capítulo XXI não chega. Já escrevi várias versões dele.

Giselle Falqueto said...

kd o capítulo novo????? sniff

Ana Paula Silva said...

Esperando o próximo capítulo!!!

Daniela said...

Será que vai ter mesmo o próximo capítulo?

Está demorando muito!

Camielli Cericatto said...

Chegou!Amei!

Rosangela Maria Cabral Corvalan said...

Meninas boa tarde, sei que a espera é terrível!!

Mas tenho boas novas!!
Ontem e Emine postou não um mais dois capítulos novos e nossa querida Neusa já está trabalhando na tradução...aguardem só mais uns dias..te garanto valerá a pena!!!

E claro haveão muitos mais muitos mais capítulos, Emine é apaixonada por CG e pelas suas fãs, ela não nos abandonará!!

Beijos meninas e Daniel...desejo uma execelente páscoa à todas...é hora de recomeçar...

Rosângela

Barbara Cristina Meireles said...

eu necessito dos capítulos novos.To morrendo aki

Joéli Brito said...

Ahhhh!!!!!!
Q bom q saiu, e q maravilha q são dois...obaaaaaaa!!!
Morrendo mil mortes de ansiedade.

Moonniiccaa said...

Ai Meu Deus!!! Ansiosa demais por esses 2 capítulos!! Neusa, vc está sumida!!! Nos faça mais aliviada nesse feriado, please!! kkk... Beijos e Boa Páscoa a todas!!!!

carla andreia lima dos santos said...

Neusa que perfeição não sei quantas vezes chorei neste capitulo, afinal Grey é Grey. Meu Deus quanto amor quanta paixão, como não amara Christian Grey.
Romântico, possessivo, controlador, amoroso, atencioso afinal são cinquenta tons, muito bom que amor perfeito. Suas declarações a carta então ai ai como não suspirar amoooooooooo muuuuuuuuuuuuuuuuuito.
Bjs ansiosa pelos próximos capitulos.

Daniela Martins said...

Hummmm! Consigo sentir o cheirinho de natal lendo este capítulo!
Natal mágico que a família Grey teve! Lindo!
A descoberta que o blip é um menino me fez rir por CG pedir cópias do sexo para distribuir para a família! Rsrsrs
Parabéns, Emine! Parabéns sempre!
Bjkas
Dani
��

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry