StatCtr

Friday, November 15, 2013

LIVRO IV - Capítulo XIII - Christian e Anastasia FanFiction

LIVRO IV

CAPÍTULO XIII

Excursão

Tradução: Neusa Reis


Esta é a primeira vez de Anastasia na GEH desde que ela veio pela primeira vez para me entrevistar. Quando o elevador ‘ding’ aberto no escritório,a equipe salta para seus pés.
"Bem-vindo, Sr. Grey," Andrea diz logo que saio do elevador. Depois de ver Anastasia que eu puxo atrás de mim, com nossas mãos dadas, seus olhos se arregalam de surpresa.”Sra. Grey! Nós não estávamos esperando por você. Bem-vinda a GEH!" Andrea cumprimenta minha esposa, embora um pouco perturbada. O olhar de Anastasia se estreita para ela.
"Sra. Grey pode e vai aparecer a qualquer hora que ela deseje na Grey House ou a qualquer momento em que eu deseje que ela venha comigo. Você não tem um problema com isso, tem?”
"Claro que não, senhor! Peço desculpas se eu dei qualquer outra impressão. Estamos muito satisfeitos em ver você, Sra. Grey,” ela responde corando profusamente.
Anastasia vem em socorro dela respondendo. ”Obrigada, Andrea,” então voltando-se para mim, ela pergunta: "vamos, Christian?"
"Vamos, Sra. Grey," eu respondo sorrindo para a minha esposa. "Andrea, a que horas é a reunião?"
"É em 30 minutos senhor. Mas, Ros queria vê-lo de antemão. Você vai ficar aqui mais tarde, senhor?”
"Eu não sei ainda. Eu vou para a reunião, e ver Ros. Eu ainda não decidi quão tarde eu vou ficar hoje.”
"Sim, senhor. Devo chamar Ros para vir vê-lo?”
"Talvez em cinco minutos,” eu digo e puxo minha esposa atrás de mim, possessivamente. Os olhares invejosos e curiosos dos meus funcionários seguem sorrateiramente nossa partida. Eu posso sentir seu olhar em nossas mãos ligadas, minha possessividade, bem como na forma como Anastasia é puxada para mim. Eu também posso sentir os olhos masculinos admirando, digitalizando e avaliando os ativos da minha esposa. Taylor abre a porta do meu escritório e varrendo minha esposa em meus braços, para sua risonha surpresa, assim como de meus empregados do escritório, eu entro com Anastasia através do portal de meu escritório. Taylor segura a porta, esperando meu comando. Eu me viro para olhar para ele, e por um breve segundo nossos olhares bloqueiam, quando ele recebe a sua ordem não-verbal e ele fica para trás, fechando a porta depois que eu cruzo para o meu escritório. Após que a surpresa de Anastasia desaparece, ela sorri conscientemente.
"Por que Sr. Grey, você não deveria ter me carregado no portal do elevador? Tecnicamente, este é o seu andar.”
"Sra. Grey, a construção e a empresa são minhas, mas este é o coração de todas as operações GEH, onde todas as decisões são tomadas. Este é o lugar onde o mestre do universo habita. Eu a levei para o coração das operações, que é basicamente a mesma coisa,” eu digo sorrindo.
O olhar de Anastasia desliza do meu rosto, percebendo sua sorridente imagem de grandes dimensões que José fez, orgulhosamente exibida na parede. Tem um lugar mais proeminente do que a arte do Trouton, agora.
"Oh, Christian,” diz ela enterrando o rosto no meu peito. ”Como você pode colocar uma  imagem exagerada em seu escritório? É tão grande...Com todas as pessoas que vêm aqui para fazer negócios com você,” diz ela sem terminar sua palavra, ela estremece.
"Eu adoro olhar para a sua imagem sorridente, Anastasia," Eu a repreendo. ”Você é minha mulher, e eu tenho orgulho de mostrar aos outros que esta linda mulher é minha! "
"Você não se cansa de olhar para isso?"



"Eu anseio por você. Anseio vê-la todos os dias, e não posso ficar sem ouvir sua voz por algumas horas. Você é o centro do meu universo. Tudo o que faço é para você. Como eu poderia me cansar de minha razão de ser, Ana?” Eu sussurro, enquanto eu baixo meus lábios, cobrindo os dela. Seus braços se envolvem em torno de meu pescoço. Ela abre os lábios ligeiramente, suspirando, em resposta ao meu toque suave; nossas respirações se misturam, o efeito disso me depassa. Os lábios de minha esposa são vermelhos e úmidos, e sua excitação instantânea torna sua respiração rápida, me tornando duro instantaneamente. Deus! Eu estou a um passo de ser ligado, uma arma meio engatilhada com a visão de minha esposa. Quero devorá-la. O beijo gentil, moldando nossos lábios um no outro, é logo acompanhado por minha língua empurrando ritmicamente na quente boca convidativa da minha esposa. O desejo ardente que tenho por ela às vezes inconvenientemente me dá uma ereção. E nesse momento, eu estou ligado. Anastasia me beija lascivamente, desesperadamente, de fato, levando-me a ser irracional com a minha necessidade por ela.


Então ouvimos a voz desencarnada de Andrea pelo interfone.
"Sr. Grey, Ros está aqui para vê-lo, senhor.”
Nossa respiração é rápida, uníssona, nossos lábios estão fundidos um no outro,  nosso tango de língua é continuo. Uma vez que o nosso beijo cessa, a necessidade um do outro apenas aumentou dez vezes, não diminuiu; nem mesmo a beirada é alcançada. Nós apenas separamos nossos lábios quando estamos ambos sem fôlego. Eu beijo o canto de sua boca, e então sua mão.


"Eu não terminei com você, Sra. Grey. Mas, por agora, temos negócios a realizar. Eu estou realmente ansioso para mostrar o que fazemos aqui,” eu digo. Eu coloco-a no chão. Ela olha para a minha tenda na frente da minha calça.
"Nós vamos ter que fazer alguma coisa sobre isso, Sr. Grey. Eu sinto que estou negligenciando meus deveres de esposa,” diz ela franzindo os lábios. ”Talvez quando você estiver governando o seu universo, sentado em sua mesa, e jogando com seus milhões, comandando e domando o mundo dos negócios, vou domar sua ereção, e chupá-la,” diz ela, a mão esfregando suavemente a tenda crescendo diante de mim, e tentando chegar a algum lugar. Eu agarro-a pelo pulso e puxo-a para mim.
"O que você está fazendo comigo, Anastasia?" Eu digo enquanto eu ferozmente beijo-a novamente. ”Você vai me abater," eu respiro contra seus lábios. E fechando meus olhos, eu coloco minha testa contra a dela, e seguro a mão dela, por fim, e levo-a para uma cadeira em frente à minha mesa.
"Hoje. Você vai cumprir sua palavra hoje, baby,” eu sussurro, minhas palavras são tanto uma ameaça como uma promessa. Sentando minha esposa, eu ando para trás de minha mesa. Meus olhos ainda estão escuros com intenção lasciva, minha ereção ainda completa; eu sento.
Pressiono o botão do interfone, "Faça Ros entrar, Andrea," eu digo; meu olhar ainda bloqueado em minha esposa.
A porta se abre, e Ros entra.
"Sr. Grey, obrigado por ter vindo hoje...” diz ela, mas ao perceber Anastasia, seu passo vacila em surpresa.
"Sra. Grey, que surpresa agradável,” ela exclama, positivamente encantada por vê-la.”Você vai ficar aqui a tarde toda?"
"Sim, minha esposa vai me acompanhar hoje, Ros," eu digo. Ros ouve no tom da minha voz que Anastasia vai ser uma parte dos negócios hoje.
"Bem, eu estou muito satisfeita! Bem-vinda, Sra. Grey! Como você tem se sentido desde que saiu do hospital? A propósito, sinto muito. Estávamos todos preocupados,” diz ela genuinamente.
"Estou bem, obrigada, Ros!" Responde Anastasia.  
Ros senta em frente a mim. ”É sobre a reunião com a equipe de engenharia?"
"Não, realmente não,” diz ela, olhando para Anastasia.
"Você pode falar comigo com a minha esposa presente,” eu digo arqueando as sobrancelhas.
"Tudo bem... Precisamos conversar sobre o envio da segunda parte da folha de pagamento e conta de despesas para Taiwan."
"Eu pensei que você queria enviar 50% em primeiro lugar, e esperar mais seis meses para a outra parte dos 50%. O que mudou?" Pergunto recostando na minha cadeira, meus cotovelos empoleirados nos braços da minha cadeira;  minhas mãos estão juntas diante de mim.
"Nós depositamos US$ 110 milhões já. Mas o estaleiro precisa atender aos nossos padrões. Falei com o gerente do estaleiro. Precisamos fazer alguma adaptação para personalizá-lo para as nossas necessidades.Nosso inspetor já esteve lá. Mas precisamos enviar nosso gestor do estaleiro aqui, juntamente com Warren, para Taiwan, para ver exatamente o que é necessário, e como o dinheiro deveria ser gasto, o quanto os acessórios vão custar, e se algumas das ferramentas podem ser enviadas do nosso estaleiro atual para economizar custos. Os reparos já começaram. Eu acho que é melhor ter o dinheiro gerido em Taiwan para economizar os impostos aqui, porque já está reservado para a folha de pagamento do estaleiro e, como você sabe, nós discutimos alocar mais US $ 100 milhões para os reparos necessários. Eu preciso ter os pés no chão para observar o custo, assim tudo está sendo gasto para o que se destina.”
Eu tamborilo meus dedos na minha mesa meditando. Os olhos de Anastasia se alargam enquanto falamos em termos de grandes somas de dinheiro. Ela não diz nada, mas olha para mim com um pouco de temor, um pouco de admiração, um pouco de intimidação, e um monte de luxúria. Eu mantenho meus olhos em Ros para manter minha ereção sob controle.
"O que você sugere? Você precisa ir para Taiwan?”
"Eu ia sugerir que você fosse e inspecionasse o estaleiro por si mesmo, e falasse com o banco, os gestores, e inspecionasse os funcionários. Você é mais intimidante do que eu, mas então, talvez nós devemos ir juntos, porque um de nós é uma tempestade tropical, mas nós dois combinados criamos um furacão.”O que ela está dizendo é verdade, claro, mas eu não sei se é uma boa idéia ir para Taiwan quando minha esposa está grávida e doente. Eu tenho que esperar até que ela esteja melhor para que eu possa levá-la comigo. Ou então, basta enviar Ros e Warren.
"Eu vou falar com o gerente do estaleiro hoje, então. Vou pensar sobre Taiwan,” eu digo olhando para Anastasia. Minha esposa sempre se nega quando eu quero levá-la em algum lugar, fazendo de seu trabalho uma desculpa. Com Linc à solta, e quando ela está tendo episódios de violentos enjôos matinais, tirá-la da minha vista é a última coisa que eu quero fazer.
"Quando você tem que ir se você decidir ir?" Pergunta Anastasia.
"Eu ainda não decidi ir, Anastasia,” eu respondo.
"Ros?" Anastasia pergunta, me ignorando.
"Em duas semanas, mas isso não está definido ainda. Se Warren e eu formos desta vez, podemos ganhar algum tempo para o Sr. Grey ir,  em cerca de um mês e meio. Isso vai alocar tempo suficiente para fazer as mudanças que queremos no estaleiro, para tê-lo em pleno funcionamento com os nossos padrões da empresa,” ela responde alheia a minha crescente controlada raiva por ter sido ignorado.
"Você quer ir com Ros em duas semanas?" Anastasia pergunta.
"Anastasia, eu não vou ser capaz de tomar essa decisão agora uma vez que você tenha estado no hospital apenas recentemente. Seu bem-estar é mais importante. Sabendo que tenho funcionários capazes que são regiamente pagos,” eu falo lentamente, ”eles devem ser capazes de resolver quaisquer problemas que possam surgir, desde que o negócio já foi concluído.Se eu  for, vai ser mais tarde do que mais cedo,” eu digo, sem pestanejar.
"Eu vou enviar-lhe a previsão financeira. Cheguei à finalização mais cedo do que eu imaginava, que é por isso que eu estou recomendando a transferência dos fundos mais cedo. Mas, uma vez que já temos metade dos fundos não destinados à folha de pagamento, eu realmente recomendaria pelo menos transferir a reparação e fundos de reestruturação ".
"Eu preciso olhar para os relatórios, mas concordo com os fundos de reparação. Eu quero falar com o gerente de doca esta noite. São 15 horas à frente de nós. Certifique-se de que ele está à disposição para receber a minha chamada. Pensando melhor...” Eu digo parando, ”não. Eu vou fazer uma chamada de improviso. Não lhe dê a chance de estar preparado.”

"Sr. Grey, sua equipe de engenharia está reunida e esperando por você na sala de reuniões 4, por favor,” diz Andrea através do intercomunicador.
"Nós estaremos lá em poucos minutos. Certifique-se de trazer club soda e bolachas água e sal para a frente da Sra. Grey. Ela não comeu muito hoje.”
"Crackers, senhor?" Andrea pergunta confusa.
"Sim, Andrea, biscoitos! Saltines, especificamente. Isso é o que ela gosta.”
Os olhos de Ros se estreitam para mim, examinando. Não amanheceu sobre ela ainda, mas suas engrenagens estão girando em sua cabeça.
Sem dar a Ros a chance de descobrir a gravidez da minha esposa, eu me levanto da minha cadeira para a minha altura considerável. Minha ereção está domesticada o suficiente para não criar uma barraca. Abotoando minha jaqueta azul marinho Brioni, feita sob medida, eu ando em torno de minha mesa de trabalho com a agilidade com que estou acostumado, e estendo a mão para minha esposa. Ela a pega, permitindo-me levatá-la para seus pés. Sinto uma emoção correndo através de mim, com a perspectiva de mostrar minha linda esposa ao meu lado, vinculandominha posse dela.Com a mão de Anastasia em segurança na minha, eu ando através do saguão. Eu posso sentir os empregados levantarem-se para conseguir  uma olhada de minha esposa comigo. Anastasia é um espetáculo para ser visto. Taylor e Sawyer, ambos nos seguem e quando chegamos à sala de reunião, Taylor abre a porta. Minha equipe de engenheiros se levanta quando o nosso grupo entra. Taylor e Sawyer pegam cantos opostos para cobrir toda a sala. Ros pega o assento ao meu lado esquerdo. Todos os olhos sobre a mesa viram para mim e para minha esposa, em seguida, sub-repticiamente olham para nossas mãos unidas.
"Senhoras e senhores, gostaria de apresentar-lhes minha esposa, Sra. Anastasia Grey. Ela vai se juntar a nós durante nossa reunião de hoje," eu anuncio. Então eu introduzo o nome de cada membro da equipe para Anastasia, que se levanta, cumprimenta Anastasia e ela cumprimenta e sorri de volta. Tomo a cabeceira da mesa depois que eu sento minha esposa à minha direita. Seuclub soda e biscoitos estão em um prato.
"Disseram-me que vocês finalmente terão um avanço na tecnologia eólica e de energia solar nos telefones celulares que estamos tentando criar. O que vocês têm até agora e como isso é diferente do que  vocês me mostraram?” Eu pergunto.
Andrew, meu engenheiro-chefe limpa a garganta.
"Sr. Grey, temos três protótipos diferentes. Um utiliza apenas a energia solar, o outro utiliza a tecnologia de vento, e um terceiro utiliza ambos. O principal problema estava sendo ser capaz de utilizar a energia solar e a superfície na qual fazê-lo. Examinamos as folhas de uma árvore, e como ela absorve a energia solar e utiliza pequenos espaços para fazer a fotossíntese. Tentamos aplicar o que descobrimos nas baterias fotovoltáicas que, naturalmente, não são tão eficientes quanto gostaríamos que fossem...”
Anastasia o interrompe, interessada no assunto. "O que são as baterias PV e como elas são utilizadas neste celular?" ela pergunta pegando um dos protótipos em sua mão. Eu olho para a minha esposa com orgulho por ter interesse em algo que é próximo e querido ao meu coração: energia limpa.
"Boa pergunta, senhora. Célula fotovoltáica é basicamente a célula de silício mono cristalino. O silício tem algumas propriedades químicas especiais na sua forma cristalina. Você vê, minha senhora, um átomo de silício tem 14 elétrons organizados em três camadas diferentes," diz ele e Anastasia pisca se perdendo na primeira menção a elétrons.
"Deixe-me explicar de outra maneira, senhora. As folhas são, por exemplo, centros de reação que realizam a química necessária para tornar a energia útil. Percebemos que em um dia ensolarado, há mais de 100 milhões de bilhões de fótons de cor vermelha e azul atingindo uma folha a cada segundo. Sob estas condições, as plantas precisam ser capazes de, tanto utilizar a energia que é necessária para o crescimento, bem como livrar-se do excesso de energia que pode ser prejudicial. Em suma, senhora, plantas sabem como recolher rapidamente energia e de uma forma organizada, que descobrimos são duas características fundamentais em sistemas de colheita naturais.
Então nos ocorreu a utilização de circuitos de energia corretos que se poderia controlar, regular, dirigir e amplificar a energia solar crua através de  pigmentos artificiais e assim evitar a perda de energia antes de ser utilizada. Assim, a superfície que nós utilizamos para colher a energia solar é crucial. Nós viemos por alguns métodos diferentes. Um deles foi diretamente no telefone, mas percebemos que era impraticável. Você poderia aquecer os circuitos dentro dele o que poderia prejudicar o telefone e era contraproducente. No final, nós criamos um utilitário para  carregar, que é removível, caso necessário, e mesmo um carregador solar menor, que o usuário poderia ligar e o pequeno painel solar que pode até mesmo ser conectado a uma mochila, ou a uma superfície recebendo  luz solar direta ou indireta. A carga iria manter-se 8 horas. Nosso objetivo é armazenar isso por longos períodos de tempo para que o usuário possa continuar sem carregar por 24 horas. Nós conseguimos isso. Porque a energia solar é abundante, mesmo em dias nublados, será possível carregar a bateria do celular." Ele diz sorrindo.
Anastasia parece excitada.
"Que tal este? Como é que este movido a vento funciona?” ela pergunta, segurando um telefone celular com uma manivela ligada na parte inferior. Sua mão distraidamente atinge o prato e ela pega um Saltine cracker, e dá uma mordida nele.
Minha equipe de engenharia está mais do que ansiosa para explicar como funciona sua criação para a minha esposa, como se eles estivessem apenas ensinando a seu aluno favorito. O entusiasmo de Anastasia me liga de uma maneira diferente. Eu sinto uma certa normalidade e algo além. Há respeito de minha esposa por minha causa pessoal, e a mesma admiração se reflete na minha equipe de engenheiros por minha esposa. Ela é acessível, curiosa, interessada e inquisitiva.
Na metade da reunião, eu sou incapaz de tirar o meu olhar da minha esposa, que de alguma forma assume a liderança com sua curiosidade, fazendo perguntas a todos. Meus engenheiros estão ansiosos e competitivos para encaixá-la, e responder suas perguntas. Eu não tenho certeza de como levar isso ainda. É o seu respeito por ela, ou o fascínio natural de minha esposa, pelo qual todo homem é cativado?
Quando Ros analisa os esquemas e começa a fazer perguntas sobre o custo de produção, distribuição e comercialização do produto, Anastasia se inclina para mim e sussurra: "Christian, onde é o banheiro?"
"Você está doente?" Pergunto rapidamente dando uma olhada para o seu rosto.
Ela ligeiramente balança a cabeça, os olhos quase proibindo me perguntar. Por quê?
"Vou levá-la para o meu escritório. Eu tenho um banheiro privado.”
"Sawyer ou Taylor podem me mostrar o caminho. Termine a sua reunião,” ela sussurra, em seguida, levanta-se abruptamente. Inferno! Ela não escuta.
Eu sigo o exemplo, e levanto-me imediatamente. Todas as cabeças se voltam para nossa direção, olhando para nós com curiosidade.
"Ros, por que você não termina a reunião?" Eu digo. Anastasia já está se encaminhando para a porta rapidamente,  murmurando um agradecimento atrás dela. Sawyer corre atrás dela, e eu rapidamente corro após o duo, com rostos confusos olhando por trás de nós.
Taylor corre à frente imediatamente, abrindo a porta e dirigindo Anastasia para o meu banheiro privativo.
"Esperem fora,” eu falo para ambos com firmeza e sigo Anastasia no banheiro, trancando a porta.
"Ana! Você está doente? O que há de errado?”
"Christian você poderia esperar lá fora? Eu preciso de um pouco de privacidade. Eu preciso ir ao banheiro.”
"Você não está vomitando?"
"Não, eu não estou. Acabei consumido duas garrafas de club soda. Eu tenho que ir,” diz ela pressionando as pernas juntas. Eu dou um suspiro de alívio.
"Vá então. Eu vou virar as costas para o caso de você não se sentir bem.” Ela revira os olhos.
"Christian, por favor! Eu não fico lá quando você está indo!"
"Baby, você pode ficar lá o quanto quiser. Eu não tenho escrúpulos de você me olhando fazer qualquer coisa."
"Agghh! Você é incorrigível!"De repente, estou de volta ao dia em que acordei no hospital, e eu não tenho nenhum desejo de deixá-la por um segundo.
"Christian, eu garanto, eu não estou doente. Basta esperar do lado de fora! Eu não posso ir quando você está olhando!"
"Eu disse que vou virar as costas, Ana. Apenas faça!"
"Tudo bem! Só dessa vez. Vire as costas,” ela ordena, revirando os olhos novamente.
"Não me tente, esposa," eu digo sorrindo.
"Você não é um cavalheiro, Sr. Grey!"
"Eu nunca disse que era um cavalheiro! Eu sou apenas um marido preocupado que está loucamente apaixonado por sua esposa.”
Anastasia termina com o seu assunto. Eu viro de frente para olhá-la depois que eu ouço o som da água corrente.
"Tudo feito, Sr. Grey, e sem ficar doente. Mas eu não quero má sorte!"
"Venha,” eu digo pegando a mão dela.”Você está com fome? Você não teve muito mais do que café da manhã, um pouco de caldo e crackers. Ela faz uma cara fazendo uma careta.
"Nós vamos pedir aqui. Qual é o seu desejo?"
"Você,” ela diz,  seus lábios curvando-se com o arremedo de um sorriso.
"Porque Sra. Grey, pretendo cumprir todos os seus apetites, mas acredito que nosso bebê está com fome agora,” eu digo e como se com a deixa seu estômago ronca.
"Eu não quero comer agora, Christian. Eu tive um monte de biscoitos,” diz ela.
"Baby, não flerte com o diabo. Você só vai se queimar,” eu sussurro. "Você sabe como eu me sinto sobre você não comer. Além disso, vou alimentá-la à força se for preciso, Anastasia. Biscoitossão para acalmar o seu estômago. O alimento é para  você e nosso bebê,” eu digo colocando minha mão sobre sua barriga. Ela toma uma respiração trêmula.
"Nesse caso, Sr. Grey, talvez possamos chegar a um acordo,” diz ela lambendo os lábios.
"Anastasia, eu não negocio quando se trata de seu bem-estar, baby, especialmente quando você está sendo desobediente,” eu digo, levantando as sobrancelhas.
"Mas Sr. Grey. Você sabe que eu tenho sido uma garota má por não obedecer suas ordens para comer,” ela sussurra em uma voz rouca, então primeiro lambe e então, morde o lábio inferior.”Eu acho que eu deveria ser punida. Talvez em meus joelhos sob sua mesa enquanto você domina o universo.”
Minha respiração sibila por entre os dentes. ”Anastasia, você vai me abater, baby. Mas quando isso acontecer, é uma das minhas fantasias, e há uma dúzia de superfícies  só neste escritório onde eu gostaria de fodê-la. Deixe-me alimentá-la em primeiro lugar, esposa...” murmuro inclinando seu queixo para me encarar. Diga-me o que você gostaria de comer?”
"Talvez ensopado numa tigela feita de pão ‘sourdough’ e salada mix de primavera."
"Okay. Vou fazê-lo ser trazido para cá." Eu pego meu Blackberry e pressiono o número de Taylor na discagem rápida.
"Sim, senhor,” ele responde.
"Taylor, eu preciso que você pegue duas ordens de sopa de mariscos em tigelas de sopa de pão e salada mix de primavera..." Então, voltando-se para Anastasia eu pergunto: "Baby, gostaria de sobremesa?"
"Sim,” ela fala sem som, mas não é do tipo que Taylor poderia pedir a partir do menu do restaurante. O meu olhar escurece com sua resposta.
"Isso será tudo, Taylor."
"Sr. Grey, Ros está na porta. Ela quer deixar as amostras com você, assim você pode dar uma olhada melhor nelas. É este um bom momento para ela entrar?” Eu reviro os olhos.
"Mande-a entrar."
"Eu vou estar de volta em 30 minutos, senhor. Sawyer está aqui se você precisar de alguma coisa.”
"Obrigado, Taylor."
*****      *****
Eu observo Anastasia durante toda a refeição para ver se ela está se sentindo doente, fraca ou cansada. Ela parece ter recuperado o apetite, e termina toda a sua sopa e a tigela de pão. Ela também consome toda a sua salada, em seguida, olha minha meia tigela de pão comida, que eu ainda estou terminando de  comer.
"Você vai terminar isso?” Ela pergunta com o seu último bocado em sua boca. Geralmente eu sou sempre o primeiro a terminar a refeição, e nunca deixo uma migalha no meu prato. Mas o apetite de Anastasia se recuperou e ela parece estar com fome ainda. Eu sorrio, e quebro um pedaço da minha tigela sourdough e alimento-a com ela. Ela a mastiga e fecha os olhos, saboreando o gosto.
"Mais?" Pergunto sorrindo.
"Sim, por favor."
Tomo outro pedaço, mergulhando-o na sopa no fundo da tigela, mergulhando o dedo, juntamente com o pedaço de pão. Quando eu coloco o pão pastoso de sopa na boca de Anastasia, seus lábios capturam meu dedo com sopa, e chupam. Meu pau estremece em  resposta. O meu olhar escurece.
"Comporte-se, Sra. Grey," eu sussurro em voz rouca.
"Talvez eu não queira me comportar,” ela desafia de volta. ”Além disso, a comida foi embora, e você ainda não me ofereceu a minha sobremesa."
"Ainda não. Eu sou o anfitrião, Sra. Grey. Vou dar-lhe o que você quer, mas agora, eu quero mostrar a minha mulher a nossa companhia,” eu digo. Eu quero ter certeza de que a comida que ela acabou de comer não quer retornar. Eu quero a minha mulher boa e pronta, e louca por mim.
"Eu quero a minha sobremesa agora," ela faz beicinho.
"Gratificação adiada. Pense quanto mais você vai me querer, não sabendo quando, o quê e como você estará recebendo, Sra. Grey," eu sussurro ao seu ouvido.
"Além disso, eu queria lhe mostrar a GEH quando você veio pela primeira vez para me ver, mas você fugiu. Esta é a minha segunda oportunidade de mostrá-la a você. E," eu baixo minha voz, minhas pupilas dilatando, minha voz está tomando um tom carnal profundo: "Você estava toda polegares tentando programar aquele maldito gravador na minha mesa de café Bauhaus,” murmuro apontando. ”Mesmo embora a sua desastrada e descoordenada ação teria irritado a merda fora de mim, se fosse qualquer outra pessoa, havia algo sobre você que me fez pensar que era agradável, que me puxava para você. Eu queria prolongar sua estadia, tanto quanto possível. Eu estava pensando em todos os tipos de maneiras que eu poderia utilizar para domar o seu nervosismo.” Eu digo acariciando seu rosto.
"Então você fez alguma coisa. Você deu uma olhada para mim, e mordeu seu lábio inferior... como você está fazendo agora,” eu digo liberando seu queixo. ”Isto me pegou como um acidente de trem. Notei sua adorável, beijável, fodível boca.”
"Christian,” ela suspira.
"Uma vez que você terminou de programar a maldita coisa, você me olhou com seus grandes olhos azuis. Você me perguntou alguma pergunta inconseqüente. Então você me olhou com desaprovação, não satisfeita com a minha resposta.”
"Tudo o que eu lembro é que seu olhar, seus movimentos simples, o seu lábio, a forma como você se sentou em sua cadeira e a intensidade do seu olhar estavam me fazendo me contorcer. Eu estava hipnotizada por você, Christian. Não conseguia tirar meus olhos de você, mas, novamente, a intensidade do seu olhar, a confiança, a arrogância, e o domínio que você tinha sobre você mesmo me intimidaram. Eu não podia olhar para você.”
"Eu me lembro. Você baixou seu olhar, e disse: 'sim senhor', me chocando por um lado, depois me chamando maníaco por controle, rompendo todas as minhas barreiras, vendo-me como eu era. Você viu através de mim, baby!" Eu digo com respeito. Seu sorriso genuíno é grande.
"Você me disse que exercia controle em todas as coisas, e eu senti o efeito de suas palavras me apertando bem aqui,” diz ela, colocando a mão direita sobre seu abdômen.

The Way You Make Me Feel - Michael Jackson pé Britney Spears

"Então você me deu o maior choque da minha vida, perguntando se eu era gay, bem aí mesmo,” eu digo levando-a em direção a área de estar. ”Eu tive o desejo de arrastá-la para fora do seu assento, dobrá-la sobre meus joelhos naquele exato momento, e bater a merda fora de você. Eu queria amarrar suas mãos atrás das costas, curvar seu brilhante rabo cor-de-rosa gloriosamente na minha mesa, com suas pernas afastadas, o seu sexo molhado e faminto, apresentado para o meu pau, seu lindo cabelo enrolado em volta do meu pulso puxado para trás, eu queria foder o inferno fora de você, só para lhe mostrar como eu não era gay!" Eu sibilo por entre meus dentes, meu sangue fervendo como se a lembrança fosse ontem.
"Eu estou pronta para isso agora!" Anastasia respira, o peito arfante para cima e para baixo, completamente ligada.
"Tudo a seu tempo, baby. Quero mostrar-lhe a nossa companhia no momento.”
"Christian,” ela me repreende. ”Você não pode simplesmente me seduzir assim, e me deixar excitada." Eu dou-lhe um sorriso lascivo.
"Baby, eu esperei um par de semanas apenas para cobrar a minha dívida por ser chamado injustamente 'gay' e para provar minhas tendências heterossexuais."
Ela faz beicinho. ”Você não está com a intenção de me fazer sofrer por semanas está, Sr. Grey?” Ela pergunta franzindo a testa. ”Porque, eu poderia positivamente pegar fogo. Com os meus desejos, eu acredito que você é obrigado a cuidar de minha fome, Sr. Grey. Ou você está esquecendo deliberadamente as ordens do médico?”
"Eu não esqueço nada sobre você, Anastasia. Eu vou cuidar de você, eu prometo, mas dê-me isso. Eu esperei muito tempo para mostrar a minha segunda melhor conquista."
Ela franze a testa. ”Segunda melhor?"
"Você, minha querida esposa, você é a minha melhor conquista. Casar com você foi o melhor empreendimento que eu já realizei. Venha,” eu digo puxando sua mão. Mostrar a minha esposa o que temos juntos.
Andrea e a nova estagiária saltam para seus pés. O estágio de Olivia praticamente terminou quando ela revelou meu noivado com Anastasia para um paparazzi, que terminou com Anastasia sendo assediada. Seu estágio acabou, mas eu não posso ter incompetência no pessoal do meu escritório. Ela não foi mantida aqui. Eu não tolero erros; especialmente aqueles que ferem a minha esposa são imperdoáveis.
"Quem era aquela outra garota com Andrea? Ela não se parece com a outra assistente que você tinha.”
"Isso porque o estágio de Olivia terminou. Essa é  outra estagiária, Janelyn."
"Outra de suas loiras,” ela murmura.
"Eles não são minhas loiras. A única mulher que me pertence, aqui ou em qualquer outro lugar, é você, Anastasia. Elas são minhas empregadas,” eu digo, percebendo que minha mulher vai ser muito incomodada até terminar a turnê da empresa. Quanto mais excitados nós ambos sejamos, mais intenso o prazer para nós dois. Mas a espera é a tortura que temos de suportar pelo preço deste prazer.
*****      *****
"Eu não percebi quantas pessoas trabalhavam para você só neste prédio,” Anastasia comenta impressionada.
"Eu emprego mais de 40.000 pessoas nos EUA e estamos adquirindo uma outra obra que vai aumentar a nossa força de trabalho em quase um terço."
"A subsistência de tantas pessoas depende de você, Christian. Estou em admiração por você,” diz ela olhando para mim com reverência. ”E quando você estava começando o seu negócio de Taiwan, você conseguiu ficar em Portland comigo, quando eu estava esperando uma palavra sobre Ray, então esperou por mim no hospital, e cuidou de mim em casa. Você ainda está cuidando de mim. Agora...” diz ela percebendo. Eu estou sempre olhando por ela. Por suas necessidades; seu bem-estar. Tudo o que faço é para ela e para nosso bebê.
"É porque você é minha razão de ser, de existir. Você é o centro do meu universo, Anastasia. Você não tem idéia do que eu faria por você...” eu sussurro inclinando-me para baixo.
Quando eu ergo os olhos e busco o meu rumo para ver onde estamos, eu percebo que estamos em frente ao hall de entrada e dos elevadores.
"Venha,” eu puxo sua mão atrás de mim.
Andrea salta para cima com a nova estagiária. 
"Sr. Grey. Você tem uma chamada telefônica programada para Taiwan em 30 minutos.” Eu verifico a hora. Passa das 18:30h.
"A hora exata em Taiwan é 09:31h, hora local, senhor."
"Conecte a chamada às 07:00h, então vocês podem ambas ir para casa, Andréa."
"Nós podemos ficar até mais tarde se você precisar de nossa ajuda, senhor,” diz ela eriçada, com eficiência. A mão de Anastasia aperta a minha, e ela me puxa ainda mais perto. Ser incomodada está permanecendo com ela. Seus olhos estão impassíveis, olhando para Andrea, no entanto, Anastasia não mostra nada.
"Pensando melhor, me conecte com o gerente do Estaleiro em dez minutos, e então vocês duas podem ir. Eu posso seguir a partir daqui.”
"Sim, Sr. Grey," Andrea responde. Ambos Sawyer e Taylor estão esperando na entrada do saguão. Taylor levanta os olhos, quando nossos olhares bloqueiam; ele sabe que não pode deixar ninguém entrar.
"Vamos, Sra. Grey," eu digo e puxo Anastasia em meu escritório. Eu fecho e tranco a porta atrás de mim.
"Então, senhora Grey..." Eu digo me virando, mas ela me corta.
"Sr. Grey, não estou à vontade com a ajuda ansiosa que você está recebendo aqui. Quero dizer suas assistentes muito excitadas para agradá-lo. Eu não sei se eu deveria estar feliz, ou com ciúmes do serviço que estão oferecendo-lhe,” diz ela fingidamente me repreendendo. Ela se vira para dar um passo adiante, mas eu pego sua cintura. ”Suas loiras de Stepford são..."
"Elas não são minhas loiras. Elas são meus empregados. Elas são obrigadas a ser eficientes, rápidas, eficazes em seu trabalho e estar disponíveis até que eu as dispense. Elas são muito bem pagas pelo trabalho que executam.Você, por outro lado, é minha esposa. Você não tem nada para se preocupar...”


"Claro que sim, Sr. Grey,” diz ela mordendo o lábio. O meu olhar escurece. Este é o seu jogo. Sua mão acaricia por sobre minha gravata de seda prata, que eu coloquei deliberadamente hoje, então segurando a gravata pela ponta, ​​ela a puxa, persuadindo-me a andar para frente em direção a minha mesa, enquanto ela me puxa junto. Ela pega uma das almofadas macias no caminho para minha mesa.





 Ela então me empurra para o meu lugar, joga a almofada debaixo da minha mesa descuidadamente e, em seguida, sobe para a minha mesa, sentando em frente de mim, balançando as pernas. Em seguida, ela coloca os pés em saltos altos Louboutin na minha cadeira e bem entre as minhas pernas, efetivamente mantendo-as separadas. Suas pernas gloriosas são exibidas; a saia suave desliza até suas coxas e sua calcinha de renda preta está agora mostrando quão faminto seu sexo está por mim.


 "Anaaa" Eu sibilo seu nome em uma respiração carnal.
"Certas promessas foram feitas no início desta tarde, Sr. Grey, e eu acho que eu posso provar a você que eu também sou muito eficiente." O meu olhar estreita sobre ela, eu estudo e avalio minha esposa que está insaciavelmente faminta por mim. Ela quer jogar. O pensamento me deixa mais desejoso por ela.
"Embora, eu tivesse que correr para fora da reunião inesperadamente, eu tinha uma boa desculpa, Sr. Grey,” diz ela com um suspiro.
"Nós não damos segundas chances, e desculpas não são toleradas aqui, Sra. Grey," eu respondo, a minha voz é efetivamente proibitiva.
"Eu sei  Sr. Grey, mas eu realmente gostaria que você reconsiderasse. Você vê, apesar de eu ter sido uma assistente turbulenta em experiência hoje, por deixar a reunião antes de chegar à conclusão, eu gostaria de lembrá-lo que eu sou excepcionalmente boa no meu trabalho, e você realmente deve me dar uma oportunidade para mostrar como eu posso ser excelente na execução dos serviços que você necessite de mim.”
Minhas pupilas dilatam, e meu olhar escurece em nossa dramatização. "Sra. Grey, eu acredito que a posição já está preenchida por uma muito capaz e devastadoramente bela mulher por quem eu sou loucamente apaixonado. E, eu não recebo o conselho de funcionários sobre qual curso de ação eu devo tomar com eles. Esta nunca foi a minha prática. O que você diria sobre isso?”
Ela faz beicinho com os lábios e morde o lábio inferior. Depois de desfazer três botões de sua blusa, agora eu posso ver os sensuais seios ingurgitados aninhados em seus negros copos do sutiã. Suas mãos deslizam descuidadas sobre a blusa, finalmente descansando e segurando na borda da minha mesa. Ela se inclina ligeiramente para trás. Essa ação simples empurra os seios para frente. Suas pálpebras pesadas lentamente levantam, e não há nada, além de desejo libidinoso nelas.


 "Não é possível buscar em seu coração para me dar outra chance, Senhor ? Eu amoooo meu trabalho, e simplesmente sou apaixonada pelo patrão do patrão do meu patrão. Eu sou a mulher feita para essa posição. Você apenas  não me reconhece. Eu mudei muito, Senhor ?” Uma respiração involuntária apita através dos meus dentes.
"Eu amo ambição, entusiasmo, condução, criatividade, e vigorosa iniciativa, Sra. Grey. Talvez eu devesse neste momento explorar as habilidades que você parece possuir."
 "Obrigada, Senhor. Eu gostaria de consolidar minha posição como a mulher número um em todos os locais depois da minha demonstração,” diz ela, enquanto a ponta de seu sapato acaricia a minha ereção impaciente. A voz desencarnada do interfone nos faz ambos saltarmos.


"Sr. Grey, eu tenho o Sr. Lung Shyn, o Gerente do Estaleiro de Taipei na linha um. Peço desculpas para o senhor pela demora. Ele estava supervisionando o desmonte de um dos guindastes de 20 toneladas.” Eu franzo a testa. Isto é inesperado. Mas o meu olhar ainda está na minha esposa. Ela desliza para baixo da minha mesa.
"Obrigado, Andrea. Você e Janelyn podem ir para casa agora,” eu digo sem problemas, no meu distante tom de eu-sou-o-chefe-e-seu-comandante.
"Boa noite, Sr. Grey."
"Anastasia", eu sibilo com o meu olhar cheio de intenções carnais, meus olhos escuros, aquecidos. Eu levanto-me da cadeira e segurando o cabelo dela, eu coloco sua cabeça no ângulo que eu desejo, e a beijo por muito tempo, e duro. Sua mão se estende para minhas calças, envolvendo seus dedos ao redor do meu pau rígido.



 "Minha mulher voraz, empenhada em me emascular," eu respiro em seus lábios.
"Eu quero isso,” ela sussurra. ”Eu quero ser a única dando prazer a você em todos os momentos,” diz ela com um apelo desesperado. Ela ficou com ciúmes de minha assistente e da estagiária? A única vez que seu comportamento mudou foi quando Andrea e Janelyn estavam perguntando se elas deveriam ficar mais tempo. Será que isso a chateou? Que uma outra mulher, uma funcionária esteja pedindo para cumprir uma tarefa, um dever? É um absurdo. Elas trabalham para mim. Eu as obrigo a trabalhar até tarde e longas horas para que eu possa estar com Anastasia.
"Ana, você é a única mulher que me dá prazer. Elas são apenas empregadas. Você é o meu tudo. O meu mundo, o meu universo, o amor da minha existência. Acredite ou não, baby, eu quero que você faça isso. Eu quero que você me mostre o quanto você me quer...” Eu sibilo, pegando seu rosto. ”Eu pego qualquer coisa de sua mão, e dos seus lábios. E eu vou te dar tudo o que desejar de mim,” eu resmungo.
Muse - Undisclosed Desires
Eu afundo de volta na minha cadeira e pego o telefone.
"Grey aqui,” saúdo, enquanto meu olhar derretido segue a lenta descida de Anastasia para o chão.
"Sr. Grey, aqui é Lung Shyn. Eu sinto muito que você teve que me chamar em uma hora tardia para você. Se eu soubesse, eu teria esperado aqui na noite passada para você me chamar no momento adequado para você. Como posso ser útil hoje, senhor?”
As mãos de Anastasia desatam meu cinto, e meu zíper é abaixado. Sua mão mergulha em minha boxer, e seus dedos imediatamente se enrolam em torno de minha ereção pulsante. Quero expelir um silvo com força, mas eu me controlo para deixá-lo sair lentamente. Ela insere as duas mãos na minha boxer, deslizando ao redor da minha cintura tentando puxar minha calça para baixo, para ter acesso total a minha ereção. Eu sorrio, e levantando minha bunda fora do assento, eu dou-lhe o acesso que ela precisa.


 "Ouvi dizer que você está desmontando um dos guindastes de 20 toneladas, Shyn. Eu não estava ciente disso. Por que está sendo colocado fora de serviço?” Pergunto enquanto as mãos de Anastasia apertam minhas nádegas. Eu sorrio em resposta.
"Sim, senhor. É porque o inspetor que a  Srta Bailey tinha enviado disse que um dos  guindastes de 20 toneladas não estavam em conformidade com as normas de segurança OSHA.(N.T. Occupaciona lSafety and Health Admnistration - uma agência federal dos Estados Unidos que regula a segurança e saúde no trabalho). Apesar de não praticarmos a OSHA aqui, GEH o faz. Portanto, estamos cumprindo com tudo o que nos obrigam a fazer,” explica.


Enquanto isso Anastasia me segura com as duas mãos. Uma mão na raiz do meu pau, a outra segurando meu saco. Seus lábios quentes e úmidos descem sobre a cabeça aveludada, cobrindo-a. Em seguida, ela suga, sempre muito gentil. Sua língua se movimenta para a ponta, esfregando e lambendo. A sensação queima e define o meu sangue em chamas, correndo através de minhas veias, enrolando meus dedos dos pés. Minha mão direita aperta o telefone com tanta força que eu sinto o sangue drenado dela. Sua língua recua e ela me puxa mais profundo. Enquanto ela se move, eu posso senti-la inalando meu cheiro como se ela não tivesse suficiente de mim apenas com o gosto. Eu sinto que ela me puxa para o oco de sua bochecha.
"Que outras mudanças estão sendo feitas?" Eu pergunto.
"Temos uma lista delas, e nós estamos trabalhando em conformidade com cada uma delas."
"Quais são elas?"
"Espere um segundo, senhor, deixe-me pegar o meu arquivo e eu vou ler todos elas para você,” diz ele.
"Tome o seu tempo,” eu digo, minha cabeça rolando para trás e eu empurro meu quadril na boca capacitada de minha esposa. Colocando o telefone no mudo, eu digo "mantenha sugando, lambendo!" Eu digo e ela faz como lhe é dito movendo a língua debaixo do meu pau, então ela tremula a língua na borda.  Suas mãos e a boca trabalham em  sincronia,  me enlouquecendo. Movimentos rítmicos... Empurro meus pés no chão, o prazer se construindo.
"Profundo, baby, e forte!"
Kings of Leon – Closer
Ela me empunha na raiz, e seus dedos envolvem meu pau como uma luva deslizando para cima em direção à ponta. Duro! Em seguida, seus lábios descem até a raiz, empurrando a ponta por todo o caminho até o fundo de sua garganta. Minha mão agarra o cabelo dela, segurando-a no lugar, como se ela movesse a boca eu não poderia suportar isso. O prazer me lava, a luxúria se intensifica de forma exponencial. Eu levanto minha bunda de meu assento usando meus cotovelos. Uma de suas mãos se envolvem em torno de mim e aperta minha bunda. Minhas rajadas de pré-gozo explodem na boca da minha esposa, e ela me lambe enquanto ela descobre seus dentes arrastando de volta até a ponta.
"Oh, sim. Os primeiros reparos começaram no cais, senhor. Nós temos cerca de uma centena de funcionários dedicados a tornar o estaleiro funcional com suas especificações.” Eu ligo o viva-voz.
"Eu quero que você me leia cada item na lista, um por um. Eu vou parar você se eu tiver uma pergunta. Então, me mande por e-mail o conteúdo.”
"Como quiser, senhor,” ele diz e começa a ler enquanto eu coloco o microfone no mudo novamente.
Um gemido escapa dos lábios de Anastasia, quando ela está chupando o inferno para fora da coroa, o prazer de sua língua me torturando. Então ela mergulha minha ereção de volta em sua boca, esvaziando suas bochechas. Ela aumenta sua velocidade, me puxando, e arrastando, sugando, incentivando o meu prazer. Ela está cada vez mais voraz, como se ela não se cansasse de mim. Minha esposa de joelhos, com a boca sugando e acariciando meu pau, sua língua acariciando cada veia pulsante me faz crescer mais grosso, inchar mais longo.
"Pooorrra! Ana! Você me chupa até secar, baby! Eu vou gozar muito forte!" Eu digo empurrando meus quadris. Ana é a única mulher que pode tirar todas as camadas de mim, colocando-me completamente nu diante dela, e neste momento a única coisa que importa é a busca do orgasmo. A mão da minha esposa cobre meu saco, acariciando, enquanto a outra mão, a língua e os lábios macios incontrolavelmente trabalham no sentido de empurrar-me para o meu orgasmo. Enquanto meu clímax se aproxima, minhas bolas parecem pesadas no início, em seguida, contraem em sua mão e esvaziam. O enlouquecedor choque de prazer passa através de todo o meu corpo, e se concentra nesta parte da minha anatomia que está atualmente dentro da boca da minha esposa.
"Merda! Ana! Você está me levando à loucura! Foda-me! Chupe-me até secar, baby!" Minha voz está irreconhecível, rouca, profunda e gutural. Minhas mãos são punhos em seu cabelo, meus olhos estão rolando para trás em minha cabeça, e o meu orgasmo se lança em grossos jorros quentes na boca de Anastasia. Eu empurro meus quadris novamente em sua boca, meu sêmen revestindo sua boca. Minha ereção pesada é uma entidade separada, pulsando e pulsando, até que ela arranca cada gota de prazer fora do meu corpo. Ela continua me ordenhando incansavelmente, fazendo todo o meu corpo tremer. Meu prazer é liberado na forma de um gemido quando eu coloco o receptor do telefone em minha mesa enquanto Shyn continua lendo a lista.


 Anastasia só pára quando eu paro de empurrar. Esta é uma primeira vez. Minha esposa se torna a primeira mulher a me chupar no GEH. E agora, minha meia ereção domesticada, só quer fodê-la como eu queria quando eu a conheci aqui.
Um sorriso satisfeito aparece no rosto de Anastasia. Seus grandes olhos azuis me olham sob os cílios pesados.
Enquanto ela lambe os lábios, ela olha para mim e pergunta: "Bem, senhor, eu consigo manter meu emprego?"
"Porra, baby,  você não só mantém o trabalho, mas você também terá uma promoção!"
"A lista também contém realocar um guindaste de 150 toneladas para uma posição diferente no cais, para melhor utilizá-lo para a montagem. Isto conclui a lista,” eu  vagamente  ouço Shyn em segundo plano.
Eu pego o telefone enquanto eu puxo minha mulher em meus braços, com a minha bunda ainda nua, e meu pau pendurado para fora. Eu ligo o alto-falante de volta.
"Qual é o tempo estimado para a conclusão dos reparos e requisitos de conformidade?"
"No pior caso do cenário, podemos estar totalmente operacionais no período de um mês, senhor. Nós ainda podemos operar, mas é mais seguro se todo o trabalho estiver concluído. Está seguindo o cronograma.”
"Tudo bem, eu espero que você me mande por e-mail a lista. Indique o que foi concluído, o que ainda precisa ser feito, quantas pessoas trabalham em cada tarefa, o tempo estimado de conclusão de cada empreendimento individual, e quantas pessoas você pretende alocar para cada tarefa. Cc para a Sra. Bailey e o Sr. Warren. Eu também preciso das planilhas de custo. Indique o custo de cada projeto até o último parafuso,” eu digo olhando para minha esposa carnalmente.
"Eu tenho todos os custos discriminados, senhor. E o tempo previsto de conclusão. Eles estão em três arquivos diferentes. Vou enviá-los na próxima hora. Há mais alguma coisa que eu possa ajudá-lo?”
"Isso seria tudo, Shyn." Eu digo e desligo.
“Então, Sra. Grey," eu falo pausadamente. ”Você e eu tivemos um outro primeiro, baby. Eu nunca tinha sido chupado no meu próprio escritório.”
Ela sorri para a minha declaração.
"Estou satisfeita em saber disto, Sr. Grey. Você fodeu alguém neste escritório?”
"Que linguagem crua, Sra. Grey. Você não é o epítome da gentileza esta noite?” Eu digo com falsa zombaria dela. Ela estreita os olhos para mim.
"Você está sendo evasivo, Sr. Grey?" Sua voz está sentida mesmo.
"Acontece Sra. Grey, que você vai ser a primeira mulher que eu fodo neste escritório e eu gostaria de realizar esse objetivo nos próximos minutos. Eu disse a você: Você é a única mulher para o trabalho. Eu não quero mais ninguém. Só você, baby. É apenas você!" Eu sussurro fervorosamente. 
"Realmente, Sr. Grey?” Ela murmura timidamente. ”Talvez eu deva jogar duro para conseguir. Eu quero um pouco de jogo duro hoje à noite.”
"Ana, eu não sei se você deve. Eu não quero que você fique doente.”
"Venha e me pegue, Christian!” Diz ela correndo do meu colo.
"Porra!" Eu assobio enquanto eu apressadamente me movo atrás dela. Falando sobre ser pego com as calças na mão. Eu prontamente enfio minha camisa em minhas calças, e puxo para cima, tentando fechar. Sem fechar meu cinto eu corro atrás de Anastasia. Ela corre para a área de estar, e arrancando seus saltos altos no caminho, ela ganha impulso. Neste momento, nada mais importa. Apenas minha esposa.

Nothing Else Matters - Metallica

"Anaaa!" Eu silvo. ”Se você cair, você pode se machucar e você pode machucar o bebê também."
"O piso é de carpete aqui, Christian. Não há atrito suficiente. Eu não vou cair! Você tem medo que você não possa pegar uma mulher grávida?” ela me insulta.
"Maldição, Ana! Pare de correr!" Eu digo enquanto eu lentamente rastejo até a borda do sofá para chegar até ela. Ela passa rapidamente para o outro lado do sofá. Para pegá-la antes que ela se machuque, eu me sustento com uma mão e salto o sofá para o outro lado, quase pegando Ana, mas ela atravessa para o outro lado da minha cara, grande mesa de café, gritando de alegria.
"Merda!" O nosso jogo é emocionante, mas eu estou preocupado que ela vá cair, e se machucar. Eu corro para o outro lado da mesa de café e ela corre para a parede de vidro da janela. Ela vai para trás de uma cadeira feita sob encomenda. Eu a persigo lentamente, como uma pantera. Seus gritos satisfeitos são como um canto de sereia para mim. Estendo a minha mão e a seda da blusa é puxada e um único botão desaba e voa da blusa. Com outro grito, ela corre para o outro lado novamente. Desta vez, eu pulo e, finalmente, a capturo e pegando-a do chão, eu a capturo apertada em meus braços.
"Então, Sra. Grey," Eu rosno. ”Você queria ser má. Você sabe como me sinto sobre isso, baby. Eu não quero que você fuja de mim, porque, mesmo em um jogo, isso assusta a merda fora de mim, e também, você se coloca e a nosso bebê em perigo, correndo descuidadamente. O que devo fazer para punir suas transgressões?” Pergunto com uma voz rouca.
"Algo que vai fazer minha bunda dolorida, e seu pau duro para me ter aqui, agora,” ela respira rapidamente.
"Ana ... Por que você está fazendo isso?"
"Estou muito ligada com o seu prazer; eu só quero que você me foda sem sentido, Christian. Meu desejo por você está ligado e não posso desligá-lo. Tenho um ciúme doentio das mulheres que entram em contato com você, e como você, eu quero declarar que você é o meu homem! "
"Baby, EU SOU seu. O que está preocupando você?” Eu digo me dirigindo para seu lado possessivo.
"Eu sei que você não está em loiras, e Andrea é uma boa assistente. Mas, eu quero ter isso aqui, declará-lo na sede de seu reino como meu. Deixar aqui o meu perfume, para que cada mulher que passe por estas portas saiba que Christian Grey é o meu homem! "
"E você pensou que iria alcançar este fim, colocando-se em perigo?" Pergunto incrédulo.
"Eu adoro brincar com você, Christian. Você tem sido muito gentil comigo recentemente. Atencioso e carinhoso, o que estou completamente apreciando, mas eu perdi o lado kinky da nossa relação.”
Eu procuro seu rosto. Eu quero ter certeza de que ela não está fazendo isso por causa de alguma idéia equivocada de que eu preciso da porra da foda dura. E para atingir esse fim, ela vai colocar em risco o seu próprio bem-estar. Há tempo de sobra para jogar mais duro quando ela estiver melhor.
"Anastasia,” eu digo com meu olhar escurecendo. ”Isso é sobre meus empregados do sexo feminino? Você está tentando me empurrar para jogar duro com você por causa de minha assistente e a estagiária? Se assim for, você pode esquecer isso. Eu exijo que minha assistente trabalhe em todas as horas. Seja profissional, trabalhe duro, complete tarefas difíceis a qualquer momento, e seja eficiente. Porque eu sou um homem muito ocupado, um homem de negócios muito solicitado, que precisa delas para fazer este árduo trabalho, como se eles não tivessem uma vida própria. Eu quero que elas façam seu trabalho corretamente para que eu possa ter tempo para passar com a minha linda esposa. Em troca, elas são pagas regiamente. Elas obtêm os melhores benefícios, e eu lhes pago belos bônus pelos excepcionais serviços que prestam. Nosso relacionamento aqui no GEH é sempre profissional. Você entende isso? Você me arruinou para qualquer outra mulher. Não tenho nenhum desejo por ninguém mais, nenhum tempo, nem cuidado nem sentimento por qualquer outra mulher! Só você Anastasia Grey," eu digo desnudando minha alma para a minha esposa.
"Oh Christian! Eu sei disso! Eu confio em você! Eu só quero que você saiba que eu não sou feita de vidro.”
"Ana, eu me sinto apreensivo sobre ser duro com você agora, porque você esteve no hospital depois de ter sido quase morta, e então você esteve violentamente doente. Você está esquecendo que seu admirador José cobrou-me no hospital achando que eu estou de alguma forma sendo muito duro com você? Ou que você ficou tão doente que eu tive que chamar a Dra. Greene? Você pode entender que eu sou um marido preocupado que está loucamente, insanamente, zelosamente apaixonado por sua mulher? Se a qualquer momento, por qualquer razão, a nossa vida sexual lhe fizer mal, até mesmo devido ao enjôo matinal, ou de alguma forma a machucar, mesmo durante o nosso jogo, ou desligá-la de qualquer maneira, isto me mataria. Tudo sobre você, tudo o que fazemos juntos é mais importante do que qualquer outra coisa no mundo. Porque você é o meu mundo. Você é o único ponto no universo onde eu me sinto seguro, em casa e centrado. Você é minha razão de ser. E por causa disso, é muito difícil para mim ser duro com você, embora eu deseje e perca esse lado de nosso relacionamento.”
"Eu sinto falta disso também, Christian! Eu amo tudo o que fazemos juntos. Eu adoro quando você é suave e gentil, eu adoro quando você está kinky, eu adoro quando você é áspero, a carnalidade personificada. É só você, marido. Eu sei que o relacionamento que você mantém com seus funcionários é muito profissional. Mas, eu sou uma mulher. Eu sinto e percebo quando outras mulheres desejam você, mesmo que elas só sejam muito profissionais para você. Eu também quero declarar o meu território e dizer-lhes que ‘este é o meu homem’! Além disso, esta gravidez está me deixando com fome de tudo; eu estou com fome de comida o tempo todo, e eu desejo mais você. Meu desejo sexual parece ser um super desejo; eu simplesmente não consigo ter o suficiente de você. Eu quero isso, eu preciso disso, Christian. O que mais eu tenho que dizer-lhe para consegui-lo?” Ela pergunta, olhando para mim com seus olhos incrivelmente azuis.” Eu suponho,” diz ela batendo os cílios: "Se você não está disposto a cuidar desse lado meu,  talvez eu tenha que me aliviar, marido."
"O inferno que você vai! Ninguém alivia suas necessidades sexuais, só eu! Eu possuo isso!" Eu digo cobrindo seu sexo com a mão e, lentamente, acariciando-o sobre a renda de sua calcinha. Ele já está encharcada, com fome de mim. Eu quero dar o que ela quer sem machucá-la muito ou de alguma forma provocar o enjôo matinal.


"Sra. Grey, você está sendo uma má... má... menina má. Eu vou bater em você por querer dar prazer a si mesma sem mim. Eu sou o mestre desse corpo. Eu sou o marido, e eu sou o seu amante. Este é o meu trabalho e ambos cuidamos do nosso prazer. E você quer levá-lo para longe de mim.” Eu digo escurecendo meus olhos. ”Como eu vou puni-la?"
Seus olhos se iluminam.
"Como o Senhor desejar,” diz ela abaixando seu olhar. Porra!
"Bem, então, eu vou bater em você no meu colo, e fodê-la muito duro na minha mesa. Eu não tenho um número meu, certo. Você vai ser o meu guia e você vai contar comigo. Eu sou seu amante, Anastasia. Os amantes não têm palavras seguras. Apenas me diga para parar quando você tiver o suficiente do espancamento e eu vou. Entendeu?”
"Sim!” Diz ela ofegante.
"O que você vai dizer quando você tiver o suficiente, Anastasia?"
"Eu vou dizer pare, senhor!” Diz ela me fazendo ter uma ingestão aguda da respiração.
"Boa menina!"
Eu puxo a minha mulher no meu colo, e puxo a saia para trás. Baixando a calcinha rendada, sua bela bunda de alabastro é apresentada a mim. Eu viro sua cabeça para o lado e seguro as pernas debaixo da minha perna direita. Em seguida, empurro suas costas para baixo com o meu braço esquerdo. Eu acaricio as nádegas com a mão e sem um preâmbulo eu bato em seu sexo, e mergulho meu dedo entre as dobras de seu sexo. Introduzo um dedo em seu sexo e a encontro molhada para mim. Eu gemo profundo. Eu massageio seu sexo através da inserção de outro dedo dentro dela e com mergulhos rasos; eu estimulo seu sexo fazendo minha mulher gemer de desejo. Eu retiro imediatamente os dedos, levantando minha mão, eu bato nas nádegas de minha esposa.


"Ow! Um!” Ela grita de surpresa me fazendo sorrir. Minha mão está cantando, e eu amo o sentimento. Eu esfrego suas nádegas e levanto-a e bato sobre a outra face. ”Dois,” ela conta. Massageando as nádegas mais uma vez, eu levanto a minha mão de novo, e aterrisso de volta nela, direto sobre seu sexo.”Três!" Sua voz é um gemido.
Eu desenvolvo um padrão em movimento circular, espalhando a dor, incentivando o sangue para a superfície, estimulando seus profundos nervos sexuais enterrados e em troca despertando-a. Eu incorporo pressão e ritmo, sem atrito. Tocando seu clitóris dessa maneira também a estimula, e espancando toda a sua vulva fornece um estímulo agradável. Eu entrego mais um golpe em sua nádega esquerda deixando uma marca rosa para trás. ”Dezesseis!” ela grita. Eu acaricio, e bato sua nádega direita. ”Dezessete!" Eu a acaricio mais uma vez e bato entre as nádegas e sobre seu sexo. ”Dezoito! Pare!” diz ela sem fôlego.


Minha mão está cantando com dor deliciosa, assim como suas nádegas estão. Respiração sibila por entre meus dentes. Eu levanto minha esposa e rapidamente levo-a de volta à minha mesa. Eu ponho para o lado o conteúdo da minha mesa e a espalho com o rosto para baixo.
"Anastasia, eu quero que você segure firme nas laterais. Eu vou te foder duro agora, baby! Diga-me para parar se isso ficar difícil a qualquer momento.”
"Sim,” ela respira excitada.
Eu a seguro para baixo, viro sua cabeça para o lado, abro suas pernas separadas com os pés, levanto sua bunda agora para o meu pau. Abrindo minhas calças, eu pego meu pau já em modo de saudação cheia. E sem um preâmbulo, eu mergulho nela em um rápido movimento bolas profundas. O sentimento é avassalador, inebriante, e completamente celestial. O melhor lugar do mundo para mim é dentro da minha esposa. Ela é o meu céu. Anastasia geme com meu pau enchendo-a. Eu fecho meus olhos e saboreio a sensação, saboreio a minha esposa. Eu lentamente puxo de volta, e primeiro, dolorosamente devagar eu enfio de volta nela, sentindo cada músculo dentro de seu sexo.
"Rápido, Christian!" Ela geme.


"Deixe-me saborear isto, baby,” eu assobio através dos meus dentes.
Então eu puxo de volta e mergulho com força. Segurando suas nádegas eu a puxo para trás,  para mim, enquanto eu mergulho dentro dela, atingindo mais profundo e mais dentro dela. Estou perdido, mas eu me encontro lá também, e eu só quero continuar fodendo duro, empurrando, e levando nós dois para o precipício, rápida, dura e explosivamente. Eu martelo dentro dela, minha bolas batendo sobre seu clitóris, punindo e dando prazer a ela, ao mesmo tempo, arrancando excitados gemidos dela. Eu mergulho nela de novo e de novo, finalmente sentindo o tão familiar e ainda assim tão desejado aperto de seu sexo, como um punho apertado, me incentivando a ir mais fundo, me puxando, coincidindo com os pulsos de meu pau, acariciando meu comprimento, convidativa, carinhosa e abraçando como uma amante voraz. Eu mergulho nela e puxo seu traseiro para trás, para mim, mais uma vez. Eu giro os quadris, mais uma vez, girando, achando aquele ângulo perfeito me deixando entrar em seu sexo mais profundo. Quando eu encontro esse ponto, eu seguro suas nádegas, e me posiciono esfregando esse ponto com a ponta do meu pau, estimulando a minha coroa e seus sentidos secretos, puxando para trás apenas a quantidade certa, proporcionando mergulhos rasos. Um profundo gemido escapa dos lábios de Anastasia, seu sexo aperta mais e mais rápido. Eu puxo para trás e empurro para frente novamente, mais áspero, mais profundo. O único som que temos no cômodo é o de nossos gemidos, o deslizamento molhado do meu pau dentro do creme da minha esposa, e a pancada rítmica das minhas bolas, punindo e dando prazer a seu clitóris.
"Christian" Ana geme enquanto ela se desfaz debaixo de mim. À medida que o orgasmo se espalha pelo seu corpo, passando para o meu pau, as ondas de seu orgasmo sugam meu pau, e eu me esvazio em seu sexo, em jorros espessos, afogados.
"Anaaa!" Eu gemo meu orgasmo, meu corpo inteiro ficando rígido, meus olhos perdendo o foco, enquanto eles rolam para trás em minha cabeça, eu finalmente paraliso ainda nela quando a última gota de sêmen é esvaziada dentro da minha esposa, marcando-a como minha mais uma vez . Eu lentamente saio dela fazendo-a estremecer com o vazio.Uma mistura de meu sêmen e seus sucos cremosos segue meu pau saindo, escorrendo entre suas pernas. Meu escritório cheira a uma mistura de eu e minha esposa e nosso duro sexo realizado sem regras. Os músculos da minha esposa estão cansados ​​e saciados. Todo o sentimento de ciúme e de fome carnal está totalmente saciado. Eu levanto minha mulher da minha mesa, meu pau ainda pendurado, eu a levo para meu banheiro privativo. Eu sento minha mulher em uma cadeira e limpo suas pernas. Em seguida, abrindo suas pernas, eu começo a limpar seu sexo.
"Christian,” ela cora. ”Eu posso fazer isso!"
"No entanto, eu quero fazer isso, Ana. Vamos lá, você acaba de seduzir seu marido para espancá-la duro e foder você muito forte, mas você não vai me deixar limpar seu sexo melado? Eu anseio por momentos como estes. Eles são mais íntimos do que sexo. Eu quero ter intimidade com você de todas as maneiras possíveis, tanto assim que não houvesse nada que não fosse íntimo entre nós.”
Ela fecha os olhos, corando. Eu levanto o queixo dela e a faço olhar para mim.
"Olhe para mim, baby. Eu quero que você veja o quanto eu a amo, o quanto eu me importo com você, e como você é valiosa para mim.” Eu atiro a toalha de papel suja no lixo, e caio de joelhos diante de minha esposa. Espalhando sua perna, eu enterro minha cabeça em seu sexo.
"Christian, eu não acho que eu posso! Oh!" Ela geme.
"Eu posso fazer você gozar mais uma vez," Eu murmuro contra seu sexo e começo a aplicar golpes de especialista de minha língua em seu sexo. Suas mãos agarram meu cabelo me puxando. Eu levanto uma mão, e enquanto minha boca e minha língua aplicam apenas a quantidade certa de pressão, persuadindo outro clímax, eu liberto seus seios e começo a rolá-los entre os dedos. Ela arqueia o peito para minha mão. Levantando as pernas do chão, ela envolve-as em torno dos meus ombros, me fazendo sorrir.


"Oh, meu... ah! Deus! Christian,” ela revira seus quadris e empurra seu sexo em minha boca convidativa. Eu provo uma mistura de minha esposa e reivindicação nela.
Quando eu extraio a última gota de orgasmo de minha esposa, ela é massa derretida nas minhas mãos.
Há mais algumas superfícies para ir aqui. Mas eu acho que nós cobrimos as principais áreas em que eu desejava vê-la deitada, e saciada. Da próxima vez, eu vou fodê-la contra a janela, luzes apagadas, com vista para a cidade de Seattle enquanto tocando Thomas Tallis, ´Spem in Alium´.Não há nada mais celestial para mim do que minha esposa, depois de tudo.


Thomas Tallis–Spem in Alium

*****      *****


Seattle Nooz
31 de outubro de 2011
Feliz Dia das Bruxas Queridas Seattletes!  
Nós odiamos dar a boa notícia que pode ser ruim para algumas de vocês que ainda têm esperanças de colocar suas mãos no nosso não tão solteiro local Christian Grey! Como vocês se lembram, nós demos a notícia de seu noivado há vários meses, e aqui estamos trazendo a má notícia para algumas de vocês, de novo, mas é feliz notícia para o casal! Nós ouvimos de um não tão pequeno pássaro, uma cegonha para isso, que o nosso solteiro favorito ex-companheiro Seattlete, deliciosamente bonito e enigmático Christian Grey, e sua linda esposa Anastasia, estão  esperando um bebê! Sim, sim, algumas de vocês tinham mesmo comentado no nosso blog da última vez que vocês iriam mesmo deixar seu namorado ou seu marido para obter um sabor de Christian Grey! Quem não gostaria? Ele é a coisa mais quente que saiu de Seattle, podre de rico, jovem, e parece que ele tem energia para fazer qualquer mulher agarrar os lençóis a noite toda!
Mas, novamente, parece que sua linda esposa Anastasia Grey vem fazendo um bom trabalho, mantendo o nosso menino local muito feliz mesmo. É muito cedo para dizer se eles vão ter um menino ou uma menina, como as nossas fontes nos disseram, que ela só está com um pouco mais de 3 meses de gravidez! Vamos manter nossos ouvidos no assunto e mantê-los informados em troca!
Tenha um Halloween assuuustaaador!

"Bem, bem, bem! O que você sabe? Christian Grey está procriando." Ele ri muito. “Não poderia ser mais fácil se eu tivesse tentado mais, planejado melhor, para infligir a mais perfeita, a dor mais deliciosa nele e dele! Aqui está você me dando toda a munição que eu quero. Bem, deixe-me mostrar-lhe como foder alguém corretamente, Grey,” ele resmunga sombriamente.
Lincoln olha para o espelho. Sua barba de uma semana é agora merecedora de barbear. Ele se sente vertiginoso, intencional. Ele não se sentia assim desde que ele voltou do Caribe há várias semanas. Foi benéfico. Ele conseguiu colocar as mãos em algum do seu dinheiro, tê-lo transferido a um de seus bancos no Canadá, em uma conta de negócios que ele tinha em segredo durante anos. Será que Grey e seus porras de  advogados acham que eles poderiam apagar o seu nome e legado, apenas tomando a Madeireira Lincoln? Ele tem sido um mestre de seu domínio ao longo de décadas. Ele ensinou a Elena o que ele sabia. Ela, em troca ensinou a Grey o que ela tinha aprendido com ele, coletando seu pagamento na forma de um garoto-brinquedo fodendo com ele sem sentido. Ele é Roger Lincoln! Roger Lincoln tinha sido apenas o tipo de cara do momento duas vezes em sua vida. Uma vez, quando ele bateu a merda fora de Elena e a outra com sua decisão impulsiva com Hyde. Nenhuma delas funcionou bem. Desta vez, ele iria tomar o seu tempo.
Ele pegou o telefone descartável e discou.
"Yeah!"
"Agora você está na folha de pagamento. Siga o seu cu fodido e o de sua esposa.Saiba sua programação, rotinas, paradeiros, vá a lugares. Estabeleça para si mesmo tal facilidade que, quando chegar a hora, eu vou dar-lhe a ordem do que fazer. Você vai ganhar o jackpot se você tiver sucesso. Se você não fizer isso, eu vou afastá-lo eu mesmo.”
"Não se preocupe, senhor! Eu nunca falhei em uma missão. E este é apenas um civil. Um menino rico com isso. Eu não gosto de meninos ricos,” respondeu o homem com uma voz rouca grossa.
"Sua conta irá receber um pagamento no Canadá em breve. Este é o seu primeiro salário. Preciso de atualizações regulares, detalhes, horários e rotinas ".
"Absolutamente. Eu vou lhe fornecer atualizações semanais. Se algo importante, fora do comum, ou fora de sua rotina regular aparecer, vou informá-lo imediatamente para obter mais instruções.”
"Perfeito! Na próxima semana, então,” ele diz, e desliga.
Ele se sente como para se vestir em um terno caro, e comer fora. Pela primeira vez em semanas, ele acha que vai conseguir o que quer. Ele sempre consegue. Mais cedo ou mais tarde. Ele é Roger Lincoln. Ele pode ter perdido uma batalha, mas ele sempre vence a guerra. Ele nunca perde.   

*****      *****


30 comments:

JOENES CARVALHO said...

OBRIGADA AMIGA NEUSA, VOCÊ E MARAVILHOSA, CAFEZINHO NO FINAL DA TARDE COM EMOÇÕES DE CG É TUDO DE BOM!!BEIJOS E ABRAÇOS

Audy Passos said...

woooooooowwwww neusa vc e a emine são demais estou anciosa para o proximo capituloobg por traduzir flor bjimmmm

Olidelgi said...

Uau, Neusa, vc foi rápida, hein???
Parabéns mais uma vez!!! Logo estaremos junto com a Emine.
E Christian, hein, tão apaixonado e a Ana, como sempre insegura em tudo. Ele fazendo uma declaração de amor e tanto e ela cheia de incertezas. Esse homem é um deus do sexo, vá ser bom assim lá em casa, kkkkkkkkkk.
Foi uma surpresa tão boa ver este novo capítulo, nossa que delícia, me acabando com alguns biscoitos e um saborosíssimo cappuccino.
Bjs,
Olidelgi

Bjs,

ana paula said...

EMINE E NEUSA
PRECISO DE MAIS,QUANDO O CAPITULO ESTA ACABANDO JA BATE UMA PONTINHA DE TRISTEZA.
AMO ISSO AQUI,MAIS UMA VEZ PARABENS PARA VOCEIS DUAS
VOU SEMPRE DAR PARABENS,A EMINE POR SER TAO CRIATIVA E ESCREVER DESSA MANEIRA ENVOLVENTE E CATIVANTE.
O SEXO DURANTE A GRAVIIDEZ É MUITO SADIO E VC ESTA MOSTTANDO ISSO LINDAMENTE,NADA PRECISA MUDAR.
E A NEUSA POR SE DEDICAR A NOS SACIAR COM SUA BRILHANTE TRADUÇAO,SABEMOS O QUANTO UMA TRADUCAO PODERIA INTERFERIR NA CONDUÇÃO DA HISTORIA E VC É BRILHANTE
LINDAS AS DUAS

Mara Lins said...

Este capítulo foi muito especial para mim, pois nunca entendi porque a Ana nunca havia retornado à GEH, sempre imaginei o Christian realizando seu sonho inicial de tê-la em seu escritório.
Obrigada Emine e Neusa, por mais esses momentos emocionantes. Beijos

Natii said...

QUE MARAVILHA DE CAPITULO, NEUSA E EMINE, COMO SEMPRE FANTASTICAS, LINDAS AS DUAS... SIMPLISMENTE AMEII E SIMM É MAIUSCULAS GRITANTES....

MENINAS NO FACE TA UMA LOUCURA FICO MORRENDO DE RIR COM VOCES NO BATE PAPO, MUITO LEGAL :)

AMADAS COMO SEMPRE ANSIOSAAA PELOS PROXIMOSS..

BEIJOS DA NATII






Fer G. said...

Oi meninas,amei esse capítulo ,assim como os outros.Mas eu odeio o Linc ,ele me dá arrepios. Neusa,querida,obrigada pela sua disposição em nos fazer feliz.Linda tradução.Emine,só vc conhece a alma do Christian.beijoss

Anonymous said...

Nossa que capítulo!!!! Que transa !!!! E que final de capítulo com a ameaça de Lincon!!!!! Uau....muito ansiosa pelos próximos capítulos.... bjosssss, Kel.

Rozeli Lemos de Melo said...

Olá meninas, voltei, junto com o Lincoln, ele não desiste? Fiquei com medo agora...o que Emine nos reserva?
Capítulo quente demais!
Bjus e ótima semana à todas.

Anonymous said...

sempre temos surpresa calorosa esses capitulos cada mais quente e apaixonante, parabens para emine
pela estoria e neusa pelo excelente trabalho

ivone

Anonymous said...

sempre temos surpresa calorosa esses capitulos cada mais quente e apaixonante, parabens para emine
pela estoria e neusa pelo excelente trabalho

ivone

Agatha W F Tobias Santos said...

Nossa que máximo.... Rsrsrsrsrs
To muiiiito andiosa para ler o restante... Parabéns Emine e obrigada Neusa pela dedicação....

Anonymous said...

Neusa querida , que surpresa boa durante a semana!! Capitulo muito bom!! Sexo alucinante e ameaças do Lincon...quem sera que esta ajudando ele??? Será a nova estagiaria do Cris?? Emine ficamos loucas pela continuação!!!
Bom fim de semana a todas!
Bjs Lala

Kátia said...

Oi Emine, Neusa amigas!!! BOm dia!!! Esse Linc, minha vontade é de quebrar a cara dele kkkkkk! Não vejo a hora de Christian acabar com ele definitivamente!!! Bjim....

Audy Passos said...

neusa quando sai o proximo capitulo?bjiimm flor!!!

Glenda Suely said...

Querida Neusa obrigada por sua tradução e dedicação.
Como sempre tudo muito lindo,esse período da gravidez estar sendo muito emocionante e divertido...Que fome heim?

Forte abraço.

Kátia said...

ôBA!!!!!!! Teremos o Livro 5!!!! \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

Vanessa Balduino said...

Completamente viciada nessa leitura!!
Belíssima tradução!!!

Vanessa Balduino said...

Completamente viciada nessa leitura!!
Belíssima tradução!!!

Rosangela Maria Cabral Corvalan said...

Esse capítulo foi muito esperado por mim..já tinha lido em ingles, mas sua tradução Neusa faz toda diferença sem dúvida alguma!!

Anastácia insaciável..o que esta gravidez não esta fazendo com ela e por ele heim!!! Como os hormônios na gravidez mexem não..é ciumes, é insegurança, é explosão de sentimentos!!

E agora esse Linc de volta e com um espião ainda, será que ele está infiltrado na GEH??...eu tenho minhas suspeitas..mas vamos esperar pra ver!!

Emine a cada dia esta estoria está mais fascinante e agora sabemos que terá o livro 5, você realmente conhece muito bem suas leitoras!!

Neusa você é soberana na arte da tradução!!

Emine e Neusa (façam de conta que tem um link do youtube aqui com a musica da Tina Turner e a música é Simply the best)
vocês são as melhores!!
You're the best!!

Thanks a lot!!
Kisses

Beijos meninas do blog até o próximo capitulo.

Rosângela


Márcia Alves said...

FAÇO DAS MINHAS AS PALAVRAS DAS AMIGAS DO BLOG.
A SUA TARDUÇÃO É ÍMPAR NEUSA.
MUITO OBRIGADA MESMO POR VOCÊ NOS PRESENTEAR COM PARTE DE SEU TEMPO, COM O NOSSO QUERIDO GREY.
ESTOU ADORANDO O SEU ESFORÇO EM ALCANÇAR A EMINE NOS CAPITLOS. ISTO SERIA ABSOLUTAMENTE "ULTRA MEGA POWER MARAVILHOSO "
AH, NEUSA LEMBRANNDO QUE LHE ENVIEI UM EMAIL HÁ QUASE UM MÊS ATRAÁS. VOCÊ O VIU? ASSIM QUE PUDER ME RETORNE.
BEIJOS NO CORAÇ]AO
MARCIA A. CESPEDES

Regiane Brambati said...

Nossa que capítulo fabuloso. Obrigada Emine por dividir conosco o seu talento e sua brilhante imaginação e obrigada Neusa por se preocupar em traduzir os capítulos para nos pobres mortais. Fiquei preocupada com o espião, espero que não seja ninguém do Escala, pois gosto de todos ele. Mas a ideia de um espião é excitante.
Um beijos pra todas as amigas!
Regiane

Claudia Ferreira Peixoto said...

LINDO.CAPITULO MAIS QUE PERFEITO.BEIJOS

Anonymous said...

Emine e Neusa vocês são as melhores. A Emine conhecedora da alma de Christian, é perfeita e Neusa é impecável na tradução. Li esse capítulo no trabalho e eu e meu marido trabalhamos na mesma empresa e confesso que minha vontade era invadir a sala dele e deixá-lo FELIZ! KKK

Bjs

Pry

Tati said...

maravilhoso!!! estava meio longe e estou me atualizando agora!! perfeito!!!

Andrea Leoncio said...

Voce fez de novo Neusa!!
Eu sempre tenho a sensação de estar lendo um novo capítulo depois que vc traduz...vc renova a alegria de receber mais um pedacinho desta historia incrível que a Emine está construindo e graças a sua generosidade compartilhando conosco.

obrigada, obrigada, obrigada........

Poliany Krystene Oliveira said...

Adorooooooooooo Anastacia com a boca nervosaaaaaaaaaaaaa, como é bom ver ela e ele em sintonia!!! amando a cada dia Neuza.
Thanks again Emine!!!!

Daniela Martins said...

Hello, Emine!
Fantastic chapter!
I don´t remember how many times I already read your book!
Thanks for this wonderful gift!
Rosangela, eu concordo com vc! Simply the best de Tina Tunner combina certinho com Emine e Neusa!
Dupla dinamica!
kisses and love from Brazil
Dani
:)

Daniela Martins said...

Christian Grey: O Deus do sexo! Seu repertório não tem igual.
E este apetite insaciável de Anastasia!? Está deixando o Christian totalmente louco!
Fico apreensiva quando vejo Lincoln nestes capítulos! A vingança deles deixa a gente com os pêlos arrepiados!
Até mais, meninas!
Bjkas, Emine!
Dani
��

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry