StatCtr

Friday, April 5, 2013

Livro II - Capítulo VIII - Christian Grey e Anastasia Steele



CAPÍTULO OITO
EXes DO INFERNO

Tradução: Neusa Reis




Anastasia está se movendo em seu assento, desconfortável. 
Undisclosed Desires - Muse

Ela cruza as pernas, mas não consegue encontrar a zona de conforto, em seguida, começa a tremer as pernas em um gesto nervoso. Eu toco sua perna para ela parar. "Eu não acho que isso vai aliviar a sua... necessidade, baby," eu digo em um sussurro. Ela para. Eu passo meu braço em torno do seu ombro, e começo ritmicamente a alisar suas costas. Vou ser implacável e fazer esta punição durar tanto quanto possível. Agora o meu toque está ressoando em todos os lugares certos do seu corpo delicioso, e eu posso sentir isso  do jeito que seu corpo presta  atenção para mim. Com a minha mão livre, pego a dela e a levo aos lábios, beijando-a, e eu observo outro calafrio percorrer seu corpo. A reação dela faz brilharem  meus olhos, então eu lentamente abaixo sua mão e a deixo em meu colo. Eu guio sua mão furtivamente e facilmente na minha perna, e, finalmente, deixo-a descansar contra a minha ereção. Que comecem os jogos!

Quando a mão de  Anastasia toca minha considerável ereção,  ela suspira e nervosamente gira os olhos para mim, e olha em volta em pânico. Todo mundo está apenas prestando atenção ao que está acontecendo no palco. Mas, para minha surpresa, ela vira o meu jogo contra mim. Eu a ouço  lentamente soltar o fôlego e tomar algumas respirações rasas,  para acalmar os nervos. Ela começa lentamente acariciando minha ereção, seus dedos tentando dar a volta por cima de minhas calças pretas, sentindo cada cume, cada veia pulsante. Eu mantenho a minha mão sobre a dela, secretamente escondendo as ministrações dos seus dedos. Como eu gosto de seu toque, e mergulho neste prazer exibicionista, meu polegar suavemente desliza ao longo de sua nuca. Eu sinto o  prazer se construindo, e abro a boca para soltar um suspiro suave para facilitar, controlar e prolongar a sensação. É isso! Mas eu não posso segurá-lo mais! Minha excitação é demais, eu tenho que tê-la agora. Eu preciso acalmar a tempestade dentro de mim sem estourar. 

Everything - Lifehouse

Eu não estou dando a mínima atenção para o leilão diante de nós, e eu acho que uma semana na casa dos meus pais, no Lago Adriana, em Montana, vai para dez mil e cem dólares. Enquanto a platéia  está aplaudindo com entusiasmo, eu viro para Anastasia e mexo os lábios, sem som, sobre a torcida muito barulhenta,  "Pronta?"

"Sim,” fazem apenas  seus lábios.

Surgindo do nada, minha irmã  ‘empata foda’ vem correndo e chama, " Ana! Está na hora! "

Pode ter certeza que está na hora certa! Mas não para você!

"Hora de quê?" Anastasia pergunta quase choramingando.

"O Leilão da Primeira Dança. Vamos!" E ela estende  a mão para Anastasia para levá-la embora. Anastasia olha para mim, nervosa, e eu estou abertamente carrancudo para Mia, e ela não tem nem idéia, exceto que ela está pronta para leiloar a minha namorada, e  ser leiloada também. Minha namorada linda, que me deixa louco, que doou seus vinte e quatro mil dólares, me põe excitado e  chateado, e me deu uma ereção monstruosa,  finalmente ri como uma menina da escola, e me dá um olhar de desculpas, conseguindo me fazer sorrir, apenas um pouco.

"A primeira dança será comigo, ok? E não vai ser na pista de dança," eu me inclino e murmuro lascivamente em seu ouvido. Ela toma  uma ingestão aguda de respiração e seu riso diminui se transformando em um nostálgico olhar desejoso. 

Be My Lover - La Bouche
"Estou ansiosa por isso,” diz ela inclinando-se e me dando um suave casto beijo nos lábios, fazendo com que todos ao seu redor se assustem e olhem  espantados. Que diabos! Quantos deles achavam que eu era gay? Acho que tenho que beijar a minha namorada mais frequentemente em público, apesar de que não é a minha praia. Eu iria ficar muito ciumento, mesmo se as pessoas fossem apenas obter um vislumbre dela perdida em desejo. Eu dou um grande sorriso para Anastasia com a certeza plena de que todos sabem que ela é minha mulher! Estou exultante.

"Vamos lá, Ana," minha irmã arrasta Anastasia e ela é puxada para o palco onde doze jovens mulheres estão reunidas.

"Senhores, o destaque da noite! O momento que todos estavam esperando!" berra  o MC no sistema de som. "Essas doze senhoras encantadoras concordaram em leiloar sua primeira dança pelo maior lance!"

Meus olhos estão sobre Anastasia como um falcão. Ela olha aterrorizada. Será que ela acha que vou deixar alguém ganhar a licitação? Os outros convidados em mesas adjacentes estão murmurando sobre sua aparência estonteante.

"Agora, senhores, vamos fazer um círculo, e dar uma boa olhada no que pode ser seu para a primeira dança. Doze moças formosas  e complacentes,” diz ele. Os homens que vão dar lances levantam-se e começam  a se encaminhar para a área do palco. Eu também me levanto e me movo entre as mesas, ocasionalmente respondendo à saudação de alguém. Estamos todos reunidos: a mercadoria e os compradores.

"Senhoras e senhores," começa o MC. "Na tradição do baile de máscaras devemos manter o mistério por trás das máscaras e ficar apenas com o primeiro nome. Primeiro temos a adorável Jada,” diz ele.

Jada, uma jovem socialite avança rindo. Dois jovens dão um passo à frente para oferecer lances sobre ela.

"Jada fala fluentemente japonês, é uma piloto de caça qualificada, e ginasta Olímpica... hmm,” diz o MC piscando. "Senhores, o que devo oferecer?" É claro que ele está floreando e falando merda, mas faz um bom entretenimento e o dinheiro é para a caridade. A licitação esquenta entre os dois candidatos e ela, finalmente, é vendida por cinco mil dólares.

"Vendida! Para o cavalheiro com a máscara!” declara o MC. Risos, gritos, aplausos e vaias estão crescendo ao redor. Meus olhos estão sobre Anastasia que está tendo uma conversa acalorada com a minha irmã, em voz baixa, logo no palco entre todos os lugares. Gostaria de saber os segredos que ela está extraindo de Mia. É extremamente importante para mim que eu compre esta dança com ela, porque de certa forma,  vou estar mostrando a todos a quem ela pertence, o que eu faria por ela, até onde eu posso ir quando ela está em causa.

A nova jovem a ser leiloada é Mariah. Eu não sei quem ela é e nem me importo. Estou esperando impacientemente pela vez de Anastasia.

"Senhores, gostaria de apresentar a maravilhosa Mariah. O que vamos fazer com Mariah? Ela é uma toureira experiente, toca violoncelo em nível de concerto, e ela é campeã de salto... Que tal isso,  senhores? O que devo oferecer para licitar,  por favor,  uma dança com a deliciosa Mariah? "

Mariah deve ser uma ativista pelos direitos dos animais pelo olhar que ela deu ao MC, depois de sua 'toureira'  há pouco. Parecia que ela poderia furá-lo com a lança.

"Três mil dólares!” Grita um homem com cabelos loiros, barba e uma voz de barítono.

Eu lentamente inspiro e expiro. Estou prestes a entrar em combustão com ela no palco, e está tomando toda a minha força de vontade para não arrancá-la de lá e levá-la para aliviar essa tensão. Eu também estou querendo saber que segredos de família Mia está transmitindo, conversando animadamente com Anastasia, trazendo-lhe uma expressão chocada. Eu me esforço para ouvir a conversa, mas o MC está cagando algo através  do sistema de som sobre a garota chamada Jill, que agora está sendo leiloada.

Alguém paga quatro mil dólares pela sua primeira dança, e a garota grita de alegria, vendida!

"E agora, permitam-me apresentar a bela Ana,” diz o MC e estou pura atenção como se eu pisasse num fio desencapado. Eu sorrio para ela, sabendo que ninguém pode oferecer mais. Às vezes, é bom ser eu. Minha irmã Mia dá uma espécie de empurrão em minha desnorteada Anastasia no palco.

"A bonita Ana toca seis instrumentos musicais, fala mandarim fluentemente, e se interessa por yoga... bem, senhores -  ” diz o MC, e eu só quero que ele se cale sobre minha mulher.

"Dez mil dólares!" Eu grito com voz ressonante. Eu quero que, com isso, acabe.

"Quinze” outra voz masculina dá um lance do meu lado direito. É melhor não ser mais um admirador. Mas reconheço a voz. Ele está morrendo de vontade de conhecer Anastasia há muito tempo;  eu imaginei que ele iria fazer essa tentativa. Isto pode ser interessante. Posso deixar correr um pouco, e dar para as pessoas a diversão que estão desejando. Eu me viro, olhando para o meu digno adversário, e coço o queixo como se eu estivesse considerando. Ele tem um sorriso irônico nos lábios esperando pela minha resposta. Ele acena para mim em saudação, educadamente.

"Bem, senhores! Temos grandes jogadores na casa esta noite,” diz o MC como se ele tivesse tido o ‘orgasmo do leiloeiro’. Os convidados nas mesas começam a balbuciar, seu interesse despertado.

"Vinte" eu ofereço, confiante e calmamente, e os falatórios altos quase imediatamente morrem com o rápido aumento dos montantes.

Ele anda para mais perto do palco como se estivesse indo para reivindicar seu prêmio e para me desafiar ainda mais. Mas, eu sei o que está por trás de sua atitude. Ele quer ver a minha reação em primeira mão. Ver até onde eu iria.

"Vinte e cinco,” diz ele ao MC e a multidão, olhando-me do lado do palco. Encaro-o impassível, completamente divertido. É como uma de nossas sessões.

"Cem mil dólares,” digo em voz clara, que está acima de todas as outras e ressoando através da tenda.

"Que porra é essa?" Eu ouço o protesto sonoro e involuntário de Lily.  Cem mil não é nada, Lily ! O que eu faria, o que eu pagaria para tê-la apenas para mim. Ela é só minha

Possession - Sarah Mclachlan

John Flynn, finalmente, levanta  as mãos em derrota, rindo e, afinal confirmando algo sobre o que ele esteve levantando hipóteses todo o tempo. Tenho certeza que ele vai discutir o assunto comigo durante nossa próxima sessão. Eu sorrio para ele, triunfante. Minha irmã está saltando para cima e para baixo como uma criança de seis anos.

"Cem mil dólares pela linda Ana! Dou-lhe uma... dou-lhe duas...” diz o MC olhando o Dr. Flynn, que balança a cabeça como em falso arrependimento e se curva cavalheirescamente como o Cavalheiro inglês que ele é.



"Vendida!" o MC grita, e nós temos o maior aplauso do leilão que já se viu. Eu dou um passo em frente e pego a mão de Anastasia e a faço descer do palco. Eu sou o vencedor e pretendo reivindicar meu prêmio. Eu beijo o dorso de sua mão, antes de colocá-la na curva do meu braço, e a levo para fora da tenda.

"Quem era?" pergunta Anastasia com curiosidade.

"Alguém que você pode encontrar mais  tarde,” eu digo olhando para ela. "Agora, eu quero lhe mostrar uma coisa. Temos cerca de trinta minutos até a conclusão do primeiro leilão de dança. Então nós teremos que estar de volta na pista de dança, para que eu possa desfrutar de dança que eu paguei. "

"Uma dança muito cara,” ela murmura com desaprovação. Mas, baby, eu não iria deixar ninguém ganhar esse leilão, não importa o que me custasse.

"Baby, dançar com você é uma expressão vertical de uma missão horizontal. Você acha que, eu ia permitir que outra pessoa ganhasse o leilão?" eu digo. Ela me olha chocada.

"Tenho certeza de que vai valer a pena cada centavo," eu sorrio para ela maliciosamente sabendo que eu estou a ponto de recolher in loco os pagamentos  da oferta  que ela fez. 

Birthday Cake - Rihanna

Vamos através do gramado, e vemos a banda que está se instalando para estar pronta para a dança que em breve será iniciada. Eu a levo para a parte traseira da casa dos meus pais, abrindo as portas francesas; depois para a sala de estar que está agora sem ocupantes. Nós andamos pelo corredor e eu a conduzo para a escadaria com balaustrada de madeira polida. Eu pego a  mão do meu braço e a seguro na minha e a levo para o terceiro andar, onde era meu antigo quarto. Abrindo a porta branca do meu antigo quarto, eu a faço entrar no cômodo.

"Este era o meu quarto,” eu digo calmamente, com algumas emoções retornando até a minha garganta. Eu nunca tive o que as pessoas chamariam de período normal de adolescência. Na verdade, nada que eu tive, foi alguma vez normal. Eu acho que saltei isto tudo, e estranhamente eu tenho esse entusiasmo esmagador de um adolescente que tem, pela primeira vez, uma garota em seu quarto, na casa de seus pais. Eu fico parado na porta e quando ela olha em volta curiosamente, eu fecho a porta atrás de mim.

Anastasia está olhando tudo com a observação de uma garota que foi convidada para o quarto de seu namorado. Meus pais mantiveram  o quarto como no dia em que eu o deixei, com as mesmas paredes brancas e móveis. Minha cama de casal ainda está aqui com as colchas  antigas que eu tinha. Ela olha as prateleiras com os meus velhos livros e meus troféus de kickboxing. Então ela se vira para  olhar para os posters dos meus antigos filmes favoritos, e os boxeadores que eu idolatrava um dos quais era Giuseppe DeNatale. Ele também é chamado de Giuseppe "God Father" DeNatale, é um ítalo-canadense campeão de kickboxing  peso-pesado Muay Thai. Quando o cara entrava  no ringue, eles tinham essa sinistra música de abertura dos The Sopranos, "Woke Up This Morning,” e parecia querer rebentar o sistema PA, misturando-se com o rugido de seus fãs adoradores na multidão

Woke Up This Morning – Sopranos soundtrack

Eu também tenho um poster de Lee Hasdell que é o Inglês. Ele é um profissional em artes marciais mistas, e kickboxing. Ele teve 44 vitórias em kickboxing e 29 delas foram por nocaute! No kickboxing, é difícil de nocautear alguém quando se trata de seus companheiros atletas que são seus iguais em talento. Anastasia olha meu quadro de alfinetes, acima da minha mesa, cheio de imagens e canhotos de ingressos, então seu olhar repousa de volta para mim; e neste momento eu estou sobrecarregado com emoções por tê-la aqui. Para todos os efeitos e propósitos, ela é minha primeira namorada, e este é um novo começo para mim.

(Giuseppe DeNatale – direita)

"Eu nunca trouxe uma garota aqui,” murmuro.

"Nunca?” ela pergunta em um sussurro. Eu balanço minha cabeça, em resposta.

"Bem, Sr. Grey, o seu momento está propício,” diz ela sorrindo.

"O que eu posso dizer? Terceira vez é o charme,” digo lembrando as interrupções de minha irmã, dando a Anastasia um sorriso lascivo.

Seu peito está se levantando e abaixando  em uma rápida sucessão, com avassaladora emoção, fazendo-me querer  levá-la, desejá-la, tê-la. Eu ando até ela lentamente, cobiçosamente.

"Não temos muito tempo, Anastasia, e do jeito que eu estou me sentindo neste exato momento, não vamos precisar muito. Vire-se. Deixe-me tirá-la desse vestido," eu ordeno. Ela se vira para a porta, pronta para eu arrancá-la fora dos limites de seu vestido prateado. Eu me curvo e sussurro baixinho em seu ouvido, "mantenha  a máscara,” e ela geme em resposta. Eu adoro excitá-la e colocá-la em fogo

Sex on Fire by Kings of Leon

Meus dedos encontram a parte superior de seu vestido e deslizam sobre sua pele, sentindo-a, me conectando com ela. Eu preciso dessa descarga de eletricidade que corre entre nós cada vez que nos tocamos. Minha mão desliza sobre o zíper, e com a impaciência de um amante desprezado, eu o abro. Eu seguro seu vestido e ajudo-a a sair dele, então o penduro sobre a cadeira da minha antiga mesa. Eu tiro meu  próprio paletó fora, e o coloco sobre o vestido de Anastasia. Minha namorada está em seus stilettos Christian Louboutin de 13 cm, em seu body com calcinha combinando, com o rosto coberto com a máscara prateada mostrando apenas seus belos olhos azuis. Eu estou apaixonado pela visão diante de mim. Ela me excita, e me leva  de zero a 60 em dois segundos!

"Você sabe, Anastasia," eu digo a ela enquanto eu vagueio em sua direção, e desfaço o laço de minha gravata, "Eu estava muito zangado quando você comprou meu lote do leilão. Todo tipo de idéias passaram pela minha cabeça. Eu tinha que ficar me lembrando de que a punição está fora do menu. Mas então você se ofereceu ,” eu digo olhando para ela, tentando decifrar o que ela está pensando.

"Por que você fez isso?" Eu pergunto em um sussurro. Eu não quero ir para lá se isso for estragar o nosso relacionamento. Eu quero entendê-la, para que eu não cometa o mesmo erro duas vezes. Anastasia concordando  com algo nem sempre acaba em resultados agradáveis, ​​como aconteceu recentemente, então eu tenho que entender seus motivos.

Ela olha para mim com frustração sexual. "Voluntariar-me? Eu não sei. Talvez frustração...  talvez por causa de muito álcool... uma causa nobre,” ela dá de ombros. Eu circulo ao seu redor, sem nunca meu olhar deixá-la. Sua cabeça segue meus movimentos predatórios. Eu paro diante  dela enquanto minha boca prensa em uma linha fina, e eu lentamente lambo meu lábio superior. Ela respira estremecendo involuntariamente, quando o desejo atinge limites insuportáveis ​​nela.

"Prometi a mim mesmo que não iria bater em você de novo, mesmo que você me implorasse,” eu explico.
"Por favor,” diz ela implorando.

"Mas então eu percebi, você provavelmente está muito desconfortável no momento, e não é algo que você está acostumada,"  eu sorrio. Eu sei como irritá-la, como fazê-la ficar quente, como apertar os botões certos para fazer com que ela queira o que eu quero, o que eu desejo... de bom grado. Há esse lado negro em todos, apenas esperando para ser explorado pela pessoa certa. Eu sou essa pessoa para Anastasia. Não importa como ela me irrita, me leva de frio a loucamente furioso em segundos, somos perfeitos um para o outro!

"Sim,” ela respira.

"Então, pode haver uma certa latitude... Se eu fizer isso, você tem que me prometer uma coisa ,” eu digo.

"Qualquer coisa,” diz ela rapidamente.

Eu quero que ela entenda claramente isto e diga a palavra de segurança  se ela não gostar do que eu estou fazendo. "Você vai usar a palavra de segurança, se você precisar, e eu vou apenas fazer amor com você, ok?" Eu pergunto.

"Sim,” ela diz já ofegante.

Estou apreensivo, e eu tenho que confiar nela para usar a palavra de segurança quando ela precisar. Eu tenho que aprender a confiar nela, e por isso mesmo, esta é a sua chance de ser comunicativa. Esta é a nossa chance. Eu engulo nervosamente como se eu estivesse passando uma pedra pelo meu esôfago. Eu puxo o edredom da cama e sento-me, e agarrando um travesseiro, eu o coloco perto de mim para usar em um minuto. Eu olho para a minha mulher, e de repente,  com todo o desejo transbordando, eu puxo a mão dela, e ela cai no meu colo. Seu corpo está na cama, o peito no meu travesseiro e seu rosto para o lado. Eu senti falta disso. Quero saborear este momento. Eu me inclino e tiro seu cabelo de cima do ombro e acaricio a pluma de penas em sua máscara.

"Ponha as mãos atrás das costas,” murmuro

Principles of Lust - Enigma
Ela obedece imediatamente, com expectativa. Eu puxo minha gravata e  amarro suas mãos atrás das suas costas. Mas a apreensão cresce em mim de novo, e o mal-estar também. Eu não quero que hoje  seja o fim do nosso relacionamento. Uns míseros vinte e quatro mil dólares que ela deu de lance não valem  a pena de perdê-la. Embora, este  nunca tenha  sido o ponto. Eu quero que ela me ouça, uma vez, para variar. Aceite algo que eu faço para ela sem escrúpulos.

"Você realmente quer isso, Anastasia?" Eu pergunto.

 "Sim,” ela sussurra com nostalgia, e seu peito está se levantando e abaixando para acomodar o seu vibrante coração.

"Por quê?" Eu pergunto baixinho enquanto eu acaricio distraidamente seu traseiro. Ela geme em resposta, frustrada.

"Eu preciso de uma razão?” ela pergunta.

"Não, baby, você não precisa,” eu digo. "Eu só estou tentando entender você,” eu digo. Porque, eu não quero foder o que nós  temos. Eu não quero interpretar mal os sinais dela, como eu fiz antes.

Eu já estava querendo fazer isso, e ela me deu o seu consentimento. Eu acaricio sua bunda com a palma da minha mão e eu a levanto e bato de volta na junção de suas coxas, duro. Ela geme alto. Eu levanto minha mão de novo, a emoção correndo em meu sangue, e bato a mão no mesmo local. Ela geme mais uma vez.

"Dois,” murmuro. "Nós vamos com 12."


Eu acaricio seu traseiro novamente cobrindo-o com a minha mão inteira; atinjo a bochecha rosada de sua bunda, agora ligeiramente de lado. Eu crio um padrão circular uniformemente espalhando as palmadas em vez de atingir um só local. Batendo num só local entorpece a dor, e não espalha a sensação. Eu lentamente puxo sua calcinha para baixo e finalmente as retiro. Seu traseiro está agora da minha cor favorita, pois está sensibilizado e o sangue é atraído para a superfície para acomodar a palmada. Eu gentilmente passo a palma da minha mão através de seu traseiro, suavemente e bato novamente. Seus gemidos se transformam em um, sensual, carente com o desejo sexual, alimentando a minha excitação e paixão por ela.

Eu acaricio seu traseiro novamente, com a palma da mão e os dedos, e aplico o golpe final na parte inferior da junção de suas coxas. "Doze,” murmuro, em voz baixa e áspera. Desta vez eu acaricio seu traseiro para baixo até seu sexo e introduzo lentamente dois dedos dentro dela, e movo-me em círculos girando e girando, sem nunca completar o prazer, mas acrescentando o que ela quer e precisa. Ela geme alto, querendo, desejando, e procurando por libertação. Eu tenho pena dela, e desta vez deixo meu dedo trabalhar rápido e em repetido movimento circular, implacável movimento e a levo ao seu pico de êxtase e ela goza,  convulsionando, intensamente.

"Certo, baby,” murmuro. Eu desamarro seus pulsos ao término, mas não vou remover meus  dedos de dentro dela.

"Eu não terminei com você ainda, Anastasia," eu digo. Eu baixo seus joelhos até o chão para que ela fique inclinada sobre a cama. Eu pego um pacote de preservativos do bolso de minhas calças, abro meu zíper, e rasgo o papel alumínio e embainho meu comprimento com ele. "Abra suas pernas,” digo em voz rouca, e enquanto eu acaricio seu traseiro, levanto sua bunda para cima, colocando seu tronco sobre a cama, e  eu deslizo para dentro dela.

"Isso vai ser rápido, baby,” eu digo, porque estou no auge para  ela, e enquanto pego seus quadris, eu entro nela. Ela grita involuntariamente de dor e prazer, enquanto eu continuo administrando afiados, doces golpes, para ela. Ela me encontra impulso por impulso. Ela estava sofrendo durante todo o leilão! Eu quero prolongar a sensação um pouco mais, mas suas ações são como o catalisador das necessidades do meu corpo e me fazem querer gozar mais rápido. "Ana, não,” resmungo, tentando pará-la, mas ela mantém o atrito contra mim.

"Ana, merda!" Eu assobio enquanto eu gozo, gemendo e meu orgasmo faz Anastasia gozar, em espasmos fortes, ordenhando-me dentro dela. Por fim nós dois desabamos cansados e sem fôlego.

Eu poderia passar o resto da noite aqui com Anastasia envolta em meus braços, e eu dentro dela, mas, eu paguei muito caro por uma dança, e pretendo receber. Eu beijo seu traseiro, e murmuro: "Eu creio que você me deve uma  dança, Srta. Steele."

"Hmm," ela murmura em resposta. Eu sento no meu calcanhar e puxo Anastasia fora da cama e no meu colo. "Nós não temos muito tempo. Vamos," eu digo beijando seu cabelo, fazendo-a levantar-se.

Ela resmunga, mas obedece, coletando a calcinha do chão e coloca-a de volta, enquanto eu me limpo. Em seguida, ela caminha para a cadeira e recolhe seu vestido, enquanto eu amarro minha gravata borboleta. Ela põe seu vestido de volta, ao lado da minha mesa, e seu olhar se desvia para o meu quadro de alfinetes. Ela olha para as fotos que foram tiradas em vários locais ao redor do mundo com a minha família. Em seguida, ela percebe a imagem minúscula tamanho passaporte, no canto do quadro de alfinetes,  da prostituta de crack . Merda!

"Quem é essa?” Ela pergunta curiosa.

"Ninguém  importante,” murmuro. Só a primeira mulher que me ajudou a chegar regiamente fodido para a vida, não me protegendo, e partindo cedo. Sim, ela não tem nenhuma importância. Eu já a ultrapassei. Eu coloco meu paletó, e eu quero distrair Anastasia para longe da prostituta crack.

"Devo fechar seu ziper?"

"Por favor. Então, por que ela está no seu quadro de alfinetes?” Ela pergunta  não deixando para lá.

"Um descuido da minha parte. Como está a minha gravata?" Eu tento outra forma de  distraí-la. E desta vez funciona.

"Agora está perfeito."

"Como você," murmuro agarrando-a e beijando-a apaixonadamente. "Sentindo-se melhor?"

"Muito, muito obrigada, Sr. Grey."

"O prazer foi todo meu, Srta. Steele,” eu respondo enquanto eu pego a mão dela e nós nos encaminhamos de volta para a pista de dança.

Nós mal chegamos e os  outros convidados estão se reunindo. Eu levo Anastasia para a pista.

"E agora, senhoras e senhores, é hora da primeira dança.  Sr. e Dra. Grey, você estão prontos?” pergunta o MC, e meu pai balança a cabeça enquanto ele envolve seus braços em volta da minha mãe.

"Senhoras e senhores do Leilão da Primeira Dança? Você estão prontos,” pergunta o MC para os vencedores, e nós concordamos  todos.

"Então vamos começar. Siga, Sam! "

Um jovem sobe para o palco e se volta para a banda estalando os dedos. A banda começa a tocar "I’ve Got You Under My Skin".  

I’ve got You Under My Skin sung - Katherine McPhee


Essa música tem um significado especial para nós, porque eu dancei essa música quando Frank estava cantando no meu salão. Eu sorrio para a minha garota, seguro-a  em meus braços e começamos a deslizar na pista de dança. Nós sorrimos como loucos um para o outro, jovens e despreocupados.

"Eu amo essa música,” murmuro olhando para ela. "Parece muito apropriada,” eu digo enquanto meu rosto assume uma expressão séria. Pouco tempo atrás, eu pensei que eu a tinha perdido, e ela não está apenas sob a minha pele, mas está marcada na minha alma.

"Você está sob minha pele também,” ela responde. "Ou você estava em seu quarto."

Tento esconder minha diversão, sem sucesso. "Srta. Steele," eu a repreendo, "Eu não tinha idéia de que você poderia ser tão grosseira."

"Sr. Grey, nem eu. Acho que foram todas as minhas experiências recentes. Eles foram uma educação,” ela responde.

"Para nós dois,” eu digo lembrando que eu, igualmente, também tenho muito a aprender sobre relacionamentos de parceria embora eu ainda gostasse de manter a participação majoritária desta parceria. Ela é minha, afinal, e eu ainda sou um maníaco por controle. Eu ainda tenho que ter o controle. Eu tolero e concedo a  Anastasia, mas isto não deve ser confundido com abrir mão do controle. O meu  é simplesmente compromisso e apenas para Anastasia.

Quando a música termina, todos aplaudem, e o  cantor se curva graciosamente.

Uma voz masculina vem por trás de mim, perguntando: "Posso interromper?"

Eu relutantemente concordo, mas eu ainda estou divertido com sua interrupção. Ele agora deve estar a ponto de explodir por ter ouvido falar muito sobre Anastasia, e querer  conhecê-la há longo tempo, e agora ele tem a oportunidade.

"Seja bem vindo. Anastasia, este é John Flynn. John, Anastasia. "

Quando eu me encaminho para o lado da pista de dança, sorridente, eu ouço o Dr. Flynn com seu sotaque londrino charmoso: "Como vai você, Anastasia?" E ela consegue dar um chocado "Olá” de volta para ele. A banda começa a tocar "Sway". 

Sway - Michael Buble

 Eu vejo o Dr. Flynn tentando levar a dança e rir falando com  Anastasia enquanto ela tem um rosto mais sério. O meu olhar está  sobre eles, observando como um falcão. O que  Anastasia está perguntando a ele? Sabendo que ela não iria perder uma oportunidade como essa para cavar informações. Eu me pergunto que tipo de informação o Dr. Flynn dará sobre mim. Tenho certeza de que não seria voluntária, mas Anastasia tem essa capacidade sagaz de extrair informações de todos. Foda-se! Ela está questionando-o bem! O que ela pode descobrir, em três minutos? Isso pode ser qualquer coisa, se ela puder fazer o que ela quer! Encontro-me batendo o pé nervosamente, apesar de eu tentar suprimir a sensação desconfortável.

Eu continuo checando meu relógio. Três minutos e nove segundos nunca pareceram tão longos! Finalmente a cantora fala lentamente a última parte de "Sway with Me,” e eu me encaminho para Anastasia e Dr. Flynn. Quando eu chego ao seu lado, John a libera.

"Foi um prazer conhecê-la, Anastasia,” diz ele, sorrindo para ela calorosamente.

"John,” eu o cumprimento com a cabeça.

"Christian,” ele retorna meu gesto e desaparece na multidão.

Eu puxo Anastasia em meus braços para a próxima dança. O vocalista da banda está cantando "Save the Last Dance For Me" .

Save the Last Dance for Me - The Drifters

É este um mau presságio?

"Ele é muito mais jovem do que eu esperava,” ela comenta. "E terrivelmente indiscreto,” ela murmura.

O quê? Eu inclino minha cabeça para um lado tentando descobrir o que ele disse. "Indiscreto?" Eu pergunto.
"Oh, sim, ele me contou tudo,” diz ela. Meu corpo fica tenso de repente. Se alguém é tão fodido como eu sou, há muito o que divulgar.  "Bem, nesse caso, eu vou pegar sua mala. Tenho certeza que você não quer  mais nada comigo,” eu digo resignado.

Ela para no meio da pista de dança, imóvel. "Ele não me disse nada!” Diz ela em pânico. "Eu estava apenas brincando com você!"

Eu pisco com alívio, exalando. Então eu a puxo para meus  braços para um abraço apertado, meu coração batendo quase tão alto quanto os tambores da orquestra. "Então, vamos aproveitar esta dança,” eu sorrio para ela, e a levo girando e, finalmente, a afundo num mergulho para baixo enquanto dançamos "Fly Me To The Moon"

Fly me to the Moon -  Frank Sinatra

Quando a dança acaba, todos nós paramos e aplaudimos uns aos outros. A próxima música que vem é "Cheek to Cheek." Dirijo-me a Anastasia e sorrio enquanto eu estendo minha mão para ela: "Vamos, Ginger?"

"Mas, claro, Fred!” Diz ela, enquanto ela vem girando para meus braços, fazendo-nos rir. 

Cheek to Cheek - Ella Fitzgerald & Louis Armstrong
(N.T. Ginger Rogers e Fred Astaire são, muito possivelmente, o par de dançarinos mais famosos de todos os tempos, e cada bit de sua fama é bem merecido).

Uma vez que a música acabou, Anastasia vira para mim e diz: "Eu preciso usar o banheiro, Christian."

"Para quê?" Pergunto sorrindo, e ela me dá uma bronca estreitando o olhar.

"Preciso fazer xixi,” sussurra ela, corando. Ah, esse tipo de necessidade.

"Eu não vou demorar,” diz ela finalmente me dando um dos seus sorrisos. Eu a vejo sair da pista de dança e se encaminhar para a direção dos banheiros. Quando eu a vejo  sair de vista, eu aviso Taylor e Sawyer para irem atrás dela, discretamente.

Cerca de quatro minutos depois dela partir, eu sinto o meu telefone zumbindo contra a minha perna. Eu o retiro e verifico que quem chama é Taylor.

"Problema?" Eu respondo.

"Pode ser, senhor. A Sra. Lincoln acaba de encurralar a Srta. Steele na mesa de jantar onde vocês estavam sentados, quando a Srta. Steele veio para recuperar sua bolsa. "

"Porra!" Sai da minha boca. A música alta e as conversas das pessoas afogam meu epitáfio, os outros convidados não prestam atenção em mim.

"O que você quer que façamos senhor?"

"Espere aí! Eu estou a caminho. Eu não quero uma cena. Basta esperar!" Eu digo enquanto eu apressadamente me encaminho para a área de jantar quase correndo. Eu me deparo com alguém que estende sua mão, dizendo: "Oh, Sr. Grey! Meu nome é ... ” mas ele não consegue terminar a frase.

"Sim, mais tarde," eu digo irritado, e sigo em frente.

Quando eu finalmente chego à entrada da tenda, Taylor está lá junto com Sawyer, com os olhos fixos em Elena e Anastasia, e eu estou completamente agitado e preocupado com o resultado deste encontro.

"Aí está você," eu murmuro para Anastasia, enquanto ela está se afastando para fora da tenda, raiva saindo  através de seus poros. Então, meu olhar se move para Elena, fechando a cara. Anastasia apenas passa por mim, sua boca está fechada em uma linha apertada para variar; ela não diz nada.

"Ana,” eu chamo atrás dela. Ela para e eu acelero meus passos para alcançá-la. "O que há de errado?" Pergunto olhando para ela com preocupação e interesse.

"Por que você não pergunta a sua ex?” Ela sibila  com raiva. Não aqui, baby! Não agora! Eu respiro fundo, e e o gelo cobre meus olhos enquanto uma barreira protetora é erguida, e minha boca se torce com irritação.

"Eu estou perguntando a você,” eu digo, baixinho, com uma voz muito controlada. Ela me encara, mas eu defendo meu território.

"Ela está ameaçando vir atrás de  mim se eu te machucar novamente - provavelmente com um chicote,” ela atira em mim. Graças a Deus! Não é tão ruim quanto eu pensava. "Certamente, você não perdeu a  ironia disto,” eu digo meus lábios se contraindo com ligeira diversão.

"Isso não é engraçado, Christian!" ela rosna.

"Não, você está certa. Eu vou falar com ela,” eu digo a sério, ainda divertido, e tentando reprimir um sorriso.

"Você não vai fazer tal coisa,” diz ela com raiva, cruzando os braços como se para fechar-se fora, numa reação defensiva. Eu pisco para ela confuso. Por que ela está tão zangada? Não foi tão ruim assim. Elena apenas se expressou da única maneira que Elena pode.

"Olha, eu sei que você está amarrado com ela financeiramente, perdoe o trocadilho, mas -” ​​diz ela, interrompendo-se. Ela balança a cabeça, como se ela estivesse falando com uma criança que não vai entender o que ela está tentando transmitir. "Eu preciso ir ao banheiro." Ela me olha, seus lábios em uma linha fina. Eu suspiro, inclinando a cabeça para um lado. Eu não quero que ela fique com raiva. Eu queria ter um bom momento esta noite, e nós tivemos, até que Elena jogou sua  merda em Ana.

"Por favor, não fique zangada. Eu não sabia que ela estava aqui. Ela disse que não viria,” eu digo como se estivesse tentando acalmar e apaziguar um animal selvagem. Dou um passo em direção a ela com o meu olhar sobre ela, delicadamente levantando os dedos até seus lábios; eu passo o meu polegar ao longo de seu lábio inferior fazendo beicinho. "Não deixe que Elena arruíne a nossa noite, por favor, Anastasia. Ela é realmente uma notícia velha,” digo tentando acalmá-la. Eu a puxo para perto de mim, fechando meus olhos, eu roço seus lábios suavemente com os meus, fazendo-a suspirar. Quando quebramos o nosso beijo, eu pego seu cotovelo.


"Eu vou acompanhá-la ao banheiro, de modo que você não seja  interrompida de novo,” eu digo levando-a para os luxuosos banheiros temporários.

"Eu vou esperar aqui por você, baby,” murmuro. Eu a vejo entrar em um dos banheiros temporários.

Assim que ela tranca a porta, eu pego o meu Black Berry e disco o número de Elena.

"Christian,” ela responde apreensiva.

"Que porra você estava tentando fazer aqui?" Eu sibilo para o telefone ameaçadoramente.

"O que você quer dizer, Christian?"

"Corte a merda, Elena. Você me disse que não viria a este evento. Por que você mudou de idéia? Eu pensei que nós tínhamos concordado. "

"Christian, você estava tão aborrecido no último sábado, e eu não conseguia tirar isto de minha mente. Eu estava preocupada com você, que você poderia fazer algo para se machucar. E quando você a trouxe para o salão de beleza, eu sabia que você estava de volta com ela. Eu queria ter certeza de que ela não iria  machucar você de novo."

"Isso não é  seu trabalho ou  seu lugar,  Elena!"

"Eu não posso, Christian. Ela estava machucando você! "

"Ela não estava! Ela estava protegendo a si mesma! "

"As ações dela machucam você!  Eu não podia deixá-la repetir isso de novo."

"Bem, deixe-a em paz!"

"Eu só estava pensando em seu bem-estar, Christian. Dói-me saber que alguém tem a capacidade de prejudicar você sem conserto."

"Ouça-me, Elena! Este é o primeiro relacionamento normal que eu já tive na minha vida, e eu não quero que você o comprometa através de alguma preocupação deslocada por mim. Deixe. Ela. Em paz. Estou falando sério, Elena."

"Sinto muito, Christian! Eu realmente sinto! Eu não sabia que você tinha sentimentos tão fortes por ela. Eu sinto muito por interferir. Se eu soubesse, eu... Eu só não quero que esse incidente possa destruir a nossa amizade. Será que vai? ” Ela pergunta suplicante.

"Não, claro que não,” eu digo franzindo a testa, e quando eu levanto o olhar, vejo Anastasia olhando para mim.

"Eu tenho que ir. Boa noite,” eu digo e desligo.

Ela sabe que eu estava falando com Elena. Ela inclina a cabeça para um lado e pergunta: "Como está a notícia velha?"

"Irritadiça,” eu respondo sarcástico. "Você quer dançar mais um pouco? Ou você gostaria de ir embora? " Pergunto olhando a hora. "Se você quiser ficar, os fogos de artifício vão começar em cerca de cinco minutos,” digo a ela.

"Sério? Eu amo fogos de artifício,” ela responde com entusiasmo.

"Nós vamos ficar e vê-los, então,” eu digo enquanto eu coloco meu braço em torno dela possessivamente e a puxo para perto do meu corpo. "Não deixe que ela fique entre nós, por favor,” eu imploro a ela.

"Ela se preocupa com você,” murmura Anastasia.

"Sim, e eu com ela... mas apenas como um amigo."

"Eu acho que é mais do que uma amizade para ela,” avalia Ana.

Eu meio que sei o que ela está dizendo, e quando você teve um relacionamento como nós tivemos, há certas ligações, certas coisas que são forjadas sejam boas ou ruins. Mas é o que é. Eu não posso mudar isso.

"Anastasia, Elena e eu... realmente é complicado. Temos uma história compartilhada. Mas é só isso... uma história. Como eu já disse para você muitas  vezes, ela é uma boa amiga. Isto é tudo. Por favor, esqueça-se dela," eu imploro beijando seu cabelo.

Quando, finalmente, voltamos  para a pista de dança, o meu pai chama Ana.

"Anastasia, eu estava me perguntando se você me daria a honra da próxima dança,” pergunta ele estendendo sua mão para ela. Anastasia aceita a mão estendida.

Quando "Come Fly With Me,” começa a tocar, meu pai e Anastasia começam a dançar. 

Come Fly With Me sung - Michael Buble

Espero na lateral e começo a assistir minha garota girar ao redor da pista de dança com meu pai. Ela realmente é de tirar o fôlego, especialmente com essa máscara. Olhar ela e meu pai dançar,  conversar, e sorrir com prazer faz meu coração derreter. Quando a música termina, meu pai libera Anastasia, se curva diante dela enquanto ela tenta fazer uma reverência.

"Isso é dança suficiente com homens velhos,” eu digo, provocando, para Anastasia. Meu pai ri.

"Menos do 'velho', filho. Eu tenho uma reputação de ter tido os meus momentos,” diz ele piscando, e voltando para a multidão.

Dirijo-me a Anastasia com respeito e digo: "Eu acho que meu pai gosta de você,” enquanto meu olhar segue o meu pai no meio da multidão.

"O que há para não gostar?" espreita Anastasia através de sua máscara, batendo coquete os cílios para mim.

"Opinião bem defendida, Srta. Steele," Eu digo e puxo-a em meus braços novamente, fazendo-nos chocar nossos corpos.

A banda começa a tocar "It Had to Be You" num ritmo lento
It Had to be You - Frank Sinatra

"Dance comigo,” eu sussurro em um tom sedutor. A dança é quase como o sexo; seus passos, fluxo e refluxo de movimentos, mergulhando, corpos emaranhados em sincronia, o ritmo, e, claro, a minha parte favorita - eu assumo a liderança.

"Com prazer, Sr. Grey,” ela responde sorrindo. Mais uma vez, eu a arrasto através da pista de dança.

Quando chega a meia-noite, eu pego a mão de Anastasia e passeamos para a praia para ver os fogos da casa de barcos. O MC agora permite aos convidados remover suas máscaras, para que eles possam ver melhor a exibição de fogos de artifício. Taylor e Sawyer estão por perto, porque os fogos de artifício estão prontos para começar, e agora eles podem ver o rosto de cada indivíduo. Seus rostos estão vigilantes, digitalizando, em busca de qualquer sinal de problema. Eu sinto um arrepio percorrer o corpo de Anastasia. Eu olho para ela perguntando:

"Você está bem, baby? Você está com frio? "

"Eu estou bem,” ela rapidamente murmura. Seu olhar faz uma varredura ao redor, e ela percebe Reynolds e Ryan atrás de nós, por perto. Ela está preocupada. Eu quero que ela se esqueça de que nós temos a segurança ao redor. Eles são homens capazes, ela precisa se divertir e não se preocupar com nada. Eu a movo para minha frente longe da visão direta da nossa equipe de segurança. Os técnicos de pirotecnia estão todos vestidos de preto e quase prontos para começar os fogos de artifício. Quando a música clássica começa e ressoa ao longo do cais, para acompanhar os fogos de artifício, vemos dois foguetes subirem para o céu e explodirem sobre a baía cintilante laranja e branca e moldarem uma palmeira brilhando e cintilando sobre as águas escuras. Anastasia está impressionada depois de vários foguetes mais  serem lançados no ar e eles também apresentarem uma espantosa exibição de cores e formas, estourando estrelas, formas de flores, e magnífica exibição de cores brilhantes. Os foguetes atiram e explodem no mesmo tempo que a melodia na música, fazendo a exibição ainda mais espectacular. Eu ouço Anastasia segurar o fôlego de espanto

Con Te Partiro by A. Bocelli & Sarah Brightman @ Bellagio Fountains in Las Vegas

A queima de fogos surpreende tanto Anastasia, que ela está ostentando um sorriso dividindo o rosto e olhando para mim com pura alegria. Uma vez que o final chega, uma saraivada de seis foguetes sobrem sobre as águas escuras do lago e explodem simultaneamente, em exibição gloriosa de luz.

"Senhoras e senhores,” o MC chama quando os aplausos diminuem. "Apenas uma nota para acrescentar no final desta noite maravilhosa; sua generosidade levantou um total de um milhão, oitocentos e cinquenta e três mil dólares!" Assobios e aplausos entram em erupção novamente da multidão, e um anúncio mostrando Obrigado de Coping Together aparece em letras brilhantes sobre a água.

"Oh, Christian... isto foi maravilhoso,” sorri Anastasia amplamente para mim e eu não posso fazer outra coisa senão curvar-me para beijá-la.

"Hora de ir,” murmuro ostentando um largo sorriso no rosto, com desejo mostrando que eu quero jogar com ela antes da noite terminar. Ela parece cansada, então é melhor eu levá-la para casa, se eu tenho alguma esperança de usufruir de sua noite. Olho para Taylor, que está grudado perto de nós enquanto  a multidão que nos rodeia está se dispersando. Há apreensão em seus olhos, ele quer que permaneçamos  até que a multidão se disperse. Taylor e eu desenvolvemos essa habilidade para nos comunicar apenas com olhares. Taylor é um veterano de guerras e ele passou por alguma merda desagradável;  incursões noturnas, bombardeios, e ele não vê os fogos da mesma forma como o fazemos. É perturbador para ele. Todos nós carregamos certa bagagem, e isso é parte da sua.

"Fique comigo um momento. Taylor quer que esperemos enquanto a multidão se dispersa,” eu digo. Anastasia parece surpresa.

"Eu acho que estes fogos de artifício provavelmente o envelheceram cem anos,” acrescento.

"Será que ele não gosta de fogos de artifício?" Eu olho para ela balançando minha cabeça, mas eu não explico - não é minha função divulgar os tormentos pessoais e segredos de Taylor, nem mesmo para Anastasia. Muitos soldados que estavam em guerras, lidam com semelhante tipo de merda a maior parte de suas vidas.

"Então, Aspen ,” digo tentando distraí-la do tema em questão.

"Ah...” ela lembra. "Eu não paguei pelo meu lance,” diz ela ofegante.

"Você pode mandar um cheque. Eu tenho o endereço.”

"Você estava realmente zangado,” ela observa corretamente.

"Sim, eu estava,” eu respondo com sinceridade.

Ela sorri amplamente em resposta. "Eu culpo você e seus brinquedos."

"Você se superou, Srta. Steele. Um resultado muito satisfatório, se bem me lembro,” eu respondo sorrindo lascivamente. "Aliás, onde estão eles?"

"As bolas prateadas? Na minha bolsa."

"Eu gostaria delas de volta,” eu digo olhando para ela sorrindo. "Eles são um dispositivo muito potente para serem deixadas em suas mãos inocentes".

"Preocupado que eu poderia me superar novamente, talvez com outra pessoa?” Ela pergunta. Não  me provoque com essa merda, Anastasia! É melhor alguém mais não colocar a mão no que é meu! Um brilho perigoso ofusca meus olhos. "Espero que isso não vá acontecer,” eu digo, com pedaços de gelo na voz. "Mas não, Ana. Eu quero todo o seu prazer. " Chame-me maníaco por controle, mas quando se trata de minha mulher, e como ela tem prazer, tem que ser eu a fazê-lo, nem ela mesma.

"Você não confia em mim?"

"Implicitamente. Agora, eu posso tê-las de volta? " pergunto estendendo minha mão.

"Eu vou pensar sobre isso."

Eu estreito meus olhos sobre ela, mas não faço nada.

A música começa novamente enquanto  o DJ começa a tocar uma música com uma batida agradável para a geração mais jovem

Pump It - Black Eyed Peas

"Você quer dançar?" pergunto a Anastasia.

"Estou muito cansada, Christian. Eu gostaria de ir, se está tudo bem,” diz ela com os olhos caindo.

Eu olho para Taylor, que concorda com a cabeça; ele sente que é seguro o suficiente para partir, e nós nos encaminhamos para casa. Eu tenho a mão de Anastasia na minha. Minha irmã Mia vem correndo. "Vocês não estão indo, não é? A verdadeira música está apenas começando. Vamos, Ana ,” diz ela agarrando a mão dela, puxando-a em direção à pista de dança.

"Mia,” eu a interrompo autoritariamente. "Anastasia está cansada. Nós estamos indo para casa. Além disso, temos um grande dia amanhã." Anastasia me olha surpresa, questionando. Minha irmã faz beicinho com decepção, mas ela conhece  o meu tom definitivo.

"Você tem que vir algum momento na próxima semana. Talvez a gente possa ir ao shopping?” Ela pede a Anastasia.

"Claro, Mia,” ela diz sorrindo docemente. Minha irmã beija Anastasia rapidamente, e me abraça como se não houvesse amanhã. As mãos de Mia estão colocadas ​​em cima das lapelas de meu smoking, e eu abaixo o olhar e olho para minha irmã amorosamente. Seu toque não me incomoda, porque ela foi a primeira pessoa que me fez feliz nesta casa. Segurei-a quando bebê, e quando ela colocou suas mãos de  bebê em mim para buscar conforto e amor, estávamos conectados, e seu toque nunca me incomodou, nunca. Ela é a única pessoa com quem me sinto assim.

"Eu gosto de vê-lo tão feliz,” ela me diz com uma voz doce, e me beija no rosto.

"Tchau. Divirtam-se,” ela concorda, e pula como uma criança de seis anos para seus amigos, um dos quais é Lily, que está olhando para nós friamente, disparando adagas com seu olhar.

"Nós vamos dizer boa noite para os meus pais antes de sair. Venha,” eu digo levando Anastasia para a casa, onde eles estão, entre a multidão de convidados.

"Por favor, volte, Anastasia, foi lindo ter você aqui,” diz minha mãe. Ambos dão abraços para ela e a beijam nas bochechas. Anastasia parece oprimida e espantada com a reação deles. Nós finalmente nos dirigimos para fora esperando por nosso carro. Anastasia olha para mim enquanto nós estamos esperando. Eu não me lembro de estar tão feliz em um tempo muito longo. Na verdade, se eu fosse contar meus momentos mais felizes, todos iriam incluir Anastasia.

"Você está aquecida o suficiente?" eu pergunto-lhe.

"Sim, obrigada,” ela responde apertando seu agasalho.

"Eu gostei muito desta noite, Anastasia. Obrigado," eu digo. Não foi por causa do evento de caridade que em si não seria divertido para mim, mas porque ela estava aqui, e ela fez isso para além de memorável para mim.

"Eu também, algumas partes mais do que outras,” diz ela sorrindo. Isso é o que eu estou falando. Eu nunca sei o que ela vai dizer ou fazer e como ela vai atiçar meu interesse, desejo, e amor por ela. Se eu não tivesse um controle excepcional, eu estaria andando com uma ereção em todos os momentos com ela. Eu sorrio e concordo com ela, mas percebendo o lábio inferior no cativeiro de seus dentes de novo, minha testa enruga. "Não morda o lábio," eu a advirto sombriamente. Ela sabe o que faz em mim.

"O que você quer dizer sobre um grande dia amanhã?” ela pergunta mudando de assunto.

"Dra. Greene está chegando para vê-la. Além disso, eu tenho uma surpresa para você. "

"Dra. Greene!" Ela para ansiosa. Ela está preocupada?

"Sim".

"Por quê?"

"Porque eu odeio camisinha,” digo em voz baixa. Eu avalio a reação dela. Seu corpo é meu, tanto quanto é dela. Eu deveria ter uma palavra a dizer de como podemos resolver este problema. É claro que por isso mesmo, o meu corpo pertence a ela tanto quanto ele me pertence. Foi em Cânticos de Salomão, que agora está se tornando a minha linha pessoal favorita que se diz: "Eu sou do meu amado e meu amado é meu." 
Touch Me -Candace Charee

"É o meu corpo,” ela murmura.

"É o meu também,” eu sussurro proprietário. Ela olha para mim, perto de mim, virando, tentando mesclar. Ela é minha! Só minha! Ela é mais minha do que sua própria! Ela se aproxima, e eu vacilo um pouco, mas eu consigo ficar parado. Com Anastasia, eu não sei o que ela vai fazer. Mas lembrando-me que o meu corpo é dela, bem, eu fico imóvel. Ela agarra a ponta da minha gravata, puxando-a, ela o desfaz. Suas mãos lentamente chegam ao botão de cima que agora está aparecendo e gentilmente o desabotoa.

"Você parece sexy com isto,” ela sussurra. Maldita mulher! Ela sabe como me fazer ficar quente, e como tomar conta de mim.

Eu sorrio para ela, mal sendo capaz de conter-me. Eu não sei se eu posso chegar  em casa sem tomá-la. "Eu preciso levá-la para casa. Venha,” eu digo.

Quando nosso carro chega, Sawyer se aproxima e me entrega um envelope.

"Senhor, um dos funcionários da equipe de serviço deu-me isto. É dirigida a Srta. Steele. Mas o cara que me deu não sabe quem deu a ele. "Eu fecho a cara e olho para ele. Tem o nome de Anastasia escrito nele. Taylor abre a porta e deixa Anastasia entrar.  Outro admirador da festa? Eu entro, e entrego o envelope fechado. Taylor e Sawyer tomam os seus lugares. Anastasia me olha confusa.

"Está endereçado a você. Um dos funcionários deu a Sawyer. Sem dúvida de mais outro coração enlaçado,” eu digo com desgosto. Eu não gosto de tudo isso. Eu não gosto de pessoas de olho no que me pertence, para terem para si. Anastasia encara a nota fechada. Ela a rasga abrindo, e a lê na penumbra dentro do carro. Seu sangue foge do rosto e a raiva corre pela sua face. Ela se vira para mim zangada.

"Você disse a ela?" ela pergunta incrédula.

"Disse a quem, o quê?" pergunto confuso.

"Que eu a chamo de Sra. Robinson?” ela atira em mim.

"É de Elena?" pergunto chocado. "Isso é ridículo,” eu resmungo exasperado. O que diabos ela está tentando fazer aqui? Eu estou bravo, irritado, e fodidamente pronto para arrancar o pescoço de alguém. "Eu vou lidar com ela amanhã. Ou segunda-feira,” murmuro, minhas palavras pingando veneno. Anastasia não diz mais nada, e esconde o bilhete em sua bolsa, em seguida, pega as bolas prateadas e as entrega para mim.

"Até a próxima,” murmura. Apesar do que aconteceu, a sua concordância de que eu irei cuidar do problema com Elena, e dando-me a sua oferta de paz em forma das bolas prateadas, me faz sorrir e gostar dela ainda mais.

Enquanto o SUV corre através da cidade, Anastasia está olhando para fora da janela para a escuridão da cidade. Em breve, sua cabeça se inclina para a janela e ela está dormindo. Eu puxo sua cabeça para meu ombro, não disposto a deixar sua cabeça batendo na janela por toda Seattle. Ela parece tão pacífica. Eu acaricio seu cabelo até chegarmos ao Escala. Uma vez que Taylor entra na garagem subterrânea, e para, tão perto dos elevadores quanto possível, eu acordo Anastasia. Ela parece muito cansada. "Eu preciso carregar você?" Pergunto gentilmente. Ela balança a cabeça negativamente. Sawyer pula do carro para me abrir a porta e deixar sair, e eu ando para deixar Anastasia sair. Quando nós três nos encaminhamos até o elevador, Taylor se afasta para estacionar em uma de nossas vagas.

Quando a porta do elevador ding aberta, nós entramos e Anastasia se inclina contra mim, cansada; ela coloca a cabeça no meu ombro. Sawyer está parado em frente a nós, e sendo novo, ele se mexe desconfortavelmente. Se fosse Taylor, ele poderia perfeitamente fingir que ninguém estava ali, e assumir um comportamento completamente impassível.

"Foi um longo dia, hem, Anastasia?" Eu pergunto. Ela acena com a cabeça em resposta muito cansada para formar palavras.

"Você não está muito falante,” digo , ao que ela responde com um aceno de cabeça novamente me fazendo sorrir.

"Venha. Eu vou colocar você na cama,” eu digo e tomo-lhe a mão para sair do elevador, mas Sawyer levanta a mão, nos parando no saguão. Problemas! Ele fala no rádio ligado à sua manga.

"Vou fazer, T,” diz ele, e se vira para nós, mas se dirige a mim. "Sr. Grey, os pneus do Audi da Srta. Steele foram cortados e pintura jogada sobre todo ele,” diz ele,  calmamente. Porra! A raiva sobe em mim. Leila! Suspeitar que ela poderia mirar em Anastasia e saber que ela está mirando nela, faz-me ir além de raiva. Isto agora é pessoal. Sangue foge de meu rosto.

"Taylor está preocupado que o criminoso possa ter entrado no apartamento e ainda possa estar lá. Ele quer ter certeza,” Sawyer simplesmente afirma.

"Entendo," eu falo em um sussurro quase não reconhecendo minha própria voz. "Qual é o plano de Taylor?"

"Ele está chegando pelo elevador de serviço com Ryan e Reynolds. Eles vão fazer uma varredura em seguida, dar-nos o ‘tudo limpo’. Tenho que esperar com você, senhor."

"Obrigado, Sawyer,” eu digo enquanto  eu aperto meu braço em torno de Anastasia protetoramente. "Este dia só fica melhor e melhor,” eu suspiro amargamente, enquanto acaricio o cabelo de Anastasia. Todas as porras das minhas ex estão tentando destruir meu relacionamento, sem mencionar o objeto do meu afeto. Porra! Estou ficando mais irritado a cada segundo. Por que eu estou esperando aqui como se eu estivesse me escondendo de Leila, que costumava ser minha sub, pelo amor de Deus? Eu não tenho nada a temer de qualquer uma das mulheres que estavam na minha vida, uma hora ou outra. Enquanto a raiva sobe em mim, tenho determinação de aço para ir e encontrar Leila,  se ela ainda está no meu apartamento.

"Escute, eu não posso ficar aqui e esperar. Sawyer, cuide da Srta. Steele. Não a deixe até que você tenha o ‘tudo limpo’. Tenho certeza de que Taylor está exagerando. Ela não pode entrar no apartamento ,” eu digo e viro para entrar em minha maldita casa!

"Não, Christian - você tem que ficar comigo,” implora Anastasia.

Eu a solto. "Faça o que lhe foi dito, Anastasia. Espere aqui," eu ordeno.

Ela está sendo rebelde se movendo para frente para vir, no seu modo  eu-faço-o-que-eu-bem-quiser.

"Não!" Eu digo com firmeza para ela, parando-a em seu lugar. "Sawyer?" Eu viro para ele lhe dar o meu olhar, melhor-você-não-permitir-lhe-entrar-se-você-quer-manter-seu-trabalho, tendo certeza que ele não vai permitir que ela entre. Eu entro no apartamento, e fecho a porta atrás de mim. 

Danger Zone - Top Gun

As luzes suaves estão acesas no apartamento. Eu acendo as luzes totalmente, afastando todas as sombras dos cantos. O primeiro lugar que entro é o salão. Meu olhar varre ao redor, e não vejo ninguém. Taylor, Ryan e Reynolds entram correndo com suas armas em punho, de costas um para o outro. O olhar de Taylor varre-me de cima a baixo para avaliar se eu tenho qualquer lesão. Uau! Ele é cauteloso e super protetor, às vezes. Quando ele me vê com raiva, mas bem, ele faz um gesto de mão para dispersar seus dois companheiros para pesquisar outras partes do apartamento.

"Sr. Grey,” diz ele em voz repreensiva. "Você tem que vir comigo, senhor,” diz ele, sabendo que eu não vou ser persuadido a ser deixado em segundo plano.

"Vamos verificar o meu quarto e a sala de jogos, Taylor," eu digo em um tom sério. Taylor ainda é pura atenção, os olhos dardejando em cada esquina, como se um assaltante invisível fosse saltar de qualquer canto, sua arma ainda desembainhada. Ele fala em seu rádio em sua manga, em voz baixa, latindo ordens.

"Taylor, você não tem que ter sua arma na mão aqui! É apenas uma mulher perturbada," eu digo olhando para sua Walther P99 9 milímetros com um refletor, armada e pronta para atirar.


"Senhor, ela tem uma licença de arma, e eu tenho que assumir que ela já adquiriu uma arma. O fato de que ela veio e desfigurou o veículo d


a Srta. Steele tão abertamente, tão cruelmente, mostra que ela está instável, e sem medo, e implacável. Meu trabalho é proteger você e a Srta. Steele,” diz ele apontando na direção do hall de entrada. "Por favor, deixe-me fazer o meu trabalho!" Eu aceno, sabendo que ele está certo.

Nós procuramos primeiro no meu quarto. Taylor verifica cada fenda do quarto, atrás das cortinas, olha se a porta para a sacada está trancada, no banheiro, olha mesmo ao redor do teto, como se ela estaria pendurado em um canto como uma aranha ou um morcego. Em seguida, vamos para a sala de jogos. Eu tenho a porta fechada o tempo todo, mas com Leila, que provou quão astuta ela é, eu não ficaria surpreso se ela tivesse mandado fazer uma chave para si e a mantivesse todos estes anos. Eu não mudei as fechaduras da sala de jogos desde que ela tinha estado aqui. Taylor entra e varre cada canto. Eu fico olhando para outro local na sala, e Taylor, sem virar a cabeça, faz movimentos com a mão para chegar até onde ele está.

"Sr. Grey. Por favor, fique perto de mim. Eu preciso ser capaz de protegê-lo, e quanto mais perto você estiver, mais fácil o meu trabalho,” diz ele pacientemente.


"Taylor! Ninguém está aqui! A sala está vazia! " eu digo.

“Sr. Grey. Deixe que eu determine isso. Nós não sabemos se ela está nesta sala ou não, até que eu varra cada canto, cada fenda, por trás de cada acessório aqui e isto não foi feito ainda. Vou dar-lhe um ‘tudo-limpo’ quando isso for feito. Mas, você deve ficar perto de mim aqui, ou permanecer com a Srta. Steele no saguão. Eu não posso prestar atenção ao que eu devo fazer se estou preocupado com sua segurança, senhor. Você me nomeou como chefe de sua segurança. Por favor, confie em meu julgamento...” ele diz, e acrescenta um exasperado, "senhor,” no final.

Ele ouve o seu nome no fone de ouvido, e dá uma resposta irritada mal contida, "O que?"

Seus olhos dardejam para mim, e depois voltam para a manga.

"Sawyer!" Ele late, e meu nível de atenção sobe ao saber que Anastasia está com ele. Enquanto meus olhos perfuram Taylor, minha boca é uma linha sombria, eu quase viro para ir para Anastasia. Taylor levanta  um dedo para indicar um minuto. "A Srta. Steele não pode deixar o saguão até eu lhe dar o ‘tudo limpo’,” mal contendo a si mesmo. Então, ele se vira para mim e diz: "A Srta. Steele está insistindo em sair e procurar o senhor,” diz ele. A exasperação sobe em mim. "Ela permanece no hall de entrada com Sawyer até que você e sua equipe dêem o  ‘tudo-limpo’,” eu ordeno. "Você ouviu isso, Sawyer! Isso é uma ordem!” diz Taylor no rádio em sua manga. Concordo com a cabeça em aprovação. Eu sei que Taylor pode ficar muito nervoso sobre nossa segurança, possivelmente, por toda a merda que ele teve de lidar como um membro da Black Ops, e o resto de nós nunca teve que experimentar; mas, neste momento, eu também percebi sua preocupação genuína e sua seriedade sobre o seu trabalho em me proteger e a Anastasia. Com essa percepção, eu o deixo tomar as rédeas até que ele nos dê um ‘tudo limpo’, confiando em seu julgamento.

Uma vez que checamos todos os cantos da Sala de Jogos juntos, Taylor finalmente diz: "tudo limpo". Passamos a verificar a biblioteca, e um outro quarto no mesmo andar. Não mais de quinze minutos depois, Ryan e Reynolds convergem conosco ao salão, e um geral ‘tudo limpo’ é declarado por Taylor. Eu dou um suspiro de alívio, mas a tensão não deixa os olhos de Taylor, ainda vigilante como se ele estivesse no território inimigo. Conhecendo Taylor, ele não vai dormir esta noite. Deixo minha equipe de segurança de pé e comparando notas no salão e me encaminho para o saguão, para pegar minha garota e tomá-la em meus braços.

Eu pego a maçaneta da porta e viro-a para abrir. Sawyer gira como um pião, e saca uma arma do coldre do ombro direcionando para minha cara. Anastasia suspira com medo, seu rosto despencado  e absolutamente assustada com a reação de Sawyer.

18 comments:

Neusa Reis said...

Pessoal, espero que vocês gostem do embate do Christian com suas ex. O caso com a Elena está minimizado, porque ele não ouviu a conversa delas. A Ana começa a afirmar-se no território que conquistou, que é o coração do Christian. A Leila, (também não gosto dela) bem, vocês entenderão melhor as atitudes dela lendo o próximo capítulo que estou traduzindo, maravilhosamente escrito pela Emine, nossa querida, e que tentarei enviar para ela, de hoje para amanhã, porque quero acabar logo com meu sofrimento. Rsrsrs.
No próximo, coloquei vários comentários da Emine, do capítulo dela em inglês, porque achei todos bem importantes para a compreensão.
Vocês verão a mudança interior que o Christian teve que fazer pelo amor da Anastasia. O que valoriza mais ainda este Amor.
Aproveitem!

NONSANTA ' said...

Meu Deus, quando vi o Cap 8 pireeeei! Super ansiosa p/ o próximo cap. também.

PS: tbm não gosto da Leila

Aline said...

Obrigada Neusa por tornar meu dia mais feliz!! Não gosto nada nada da Leila. Acho que foi a sub que o Christian mais gostou. A coisa de deixar ela colocar as músicas no Ipod dele, ela saber onde encontrar a senha do cofre... Tenho ciúmes dela...kkkkkk

Anonymous said...

Christian sempre surpreende, muito bom!!!!

Daniela Martins said...

Excelente!
Congratulations, again, Emimé!
Nice work!
Hugs!
;)

Daniela Martins said...

Neusaaaaaa, parabens pra vc tambm!
Otima traduçao! E que venham os próximos capitulos!
Bom restinho de domingo p vc!
Abraços!
Dani

Pao said...

Gracias, gracias, excelente capítulo tampoco me gusta Leila pero quiero ver que pasa cuando ella aparece en el apartamento de Ana.
Gracias Eminé gracias Neusa. Maravilloso capítulo.

Tita said...

Olá Emimé e Neusa :)

Obrigado às 2 pelo excelente trabalho, estou a adorar.
Se me é permitida uma sugestão, como a E.L. James não pretende escrever mais nenhum livro sobre o "nosso" cinquenta, que tal a Emimé prosseguir com a história, acho que ela está a conseguir captar bem a essência das personagens. Espero que ela pense bem neste meu "simples" pedido e que avance para o volume nr4.
Beijinhos minhas queridas de uma fã portuguesa :)

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Oi Tita!

I'm going through all the details that the original books missed. Yes, there'll be enough content for the 4th book. I've included the proposal, preparation for the proposal, wedding, honeymoon, and I will include pregnancy, birth of the babies, and much more.

Penha Storani said...

Olá Neuza,
Adorei esse capítulo, ansiosa pelo próximo. Também adoro quando você traduz os comentários da Eminé, a gente consegue visualizar melhor o pensamento do Christian. A Eminé está maravilhosa, ela conseguiu captar a essência do Christian. Parabéns para as duas.
Beijos

anne caroline godoi said...

Eu nem sei por onde começar,são tantas emoções...
Essa Leila de louca nao tem é nada,tudo é para chamar a atenção do Christian. E a vadia da Elena,é muita cara de pau...
Neusa,estava roendo as unhas a espera desse capitulo,quero dizer fico sempre ansiosa,rsrs
Parabéns,mais uma vez.

Gizele Santos said...

Quando sairá o próximo capítulo!?? Fico dando F5 toda hora!

Emimé e Neusa, parabéns pela dedicação e atenção que vocês tem nos dado. Vocês estão alegrando não só minha vida, ma, também meu relacionamento, que graças ao livro tem sido muito melhor!

Anonymous said...

Sensacionallllllll!!!!!!
Ai, aguardando os próximos capítulos...
Muito obrigada , por esse belo trabalho, tradução perfeita. Vi uns outros e quase enlouqueci rsrrsrs
Bjos
Adriana

Luxo da Lix said...

Meu Deus, que vicio delicioso. Seu trabalho esta sensacional. Parabéns e obrigada!

Daniela Martins said...

Olá, Emine!
Eu já comentei este capítulo anteriormente, mas relendo o blog eu gostaria de deixar outro comentário!
O capítulo em si é perfeito, mas eu gostei mais ainda da parte quando CG e Anastasia estão indo embora e se encontram com Mia! Christian sempre foi muito duro em relação a se achar merecedor de ser amado e de amar, tambm! Só que ele já se permitia se aproximar e ter um relacionamento onde já um afeto genuíno. Um amor entre irmãos! Você expressou os sentimentos de CG em relação a isto neste capítulo:
"Minha irmã beija Anastasia rapidamente, e me abraça como se não houvesse amanhã. As mãos de Mia estão colocadas ​​em cima das lapelas de meu smoking, e eu abaixo o olhar e olho para minha irmã amorosamente. Seu toque não me incomoda, porque ela foi a primeira pessoa que me fez feliz nesta casa. Segurei-a quando bebê, e quando ela colocou suas mãos de bebê em mim para buscar conforto e amor, estávamos conectados, e seu toque nunca me incomodou, nunca. Ela é a única pessoa com quem me sinto assim.

Daniela Martins said...

Esta cena me emocionou muito! O jeito em que foi colado foi simplesmente maravilhoso!
Parabéns!
Bjkas
Dani
��

lady freitas said...

Nossa Emine e Neuza,relendo o livro devagar,e estou cada vez encantado como Emine conseguiu captar a alma de Cristian,Divino. Enquanto não sai do forno o cap fresquinho do livro IV,vou me apaixonado mais por esse casal. Parabéns e sucesso

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry