StatCtr

Saturday, May 30, 2015

Livro V - Capítulo IV - Christian e Anastasia Fan Fiction


Capítulo IV

Ame-me suave, Ame-me duro

Beije-me quente, pesado, molhado e irritado com essa atitude, como você faz quando sua boca grita que me odeia, mas sua língua grita que não pode esperar por mais. Abrace-me, toque-me, submeta-se a mim com aquela paixão insaciável como você faz quando você pensa que você pode me deixar, mas a visão do meu latejante músculo do amor duro como rocha faz você muito fraca em seus joelhos. Sua mente está derretendo rapidamente, sua alma está sussurrando confiança, seus olhos estão implorando por favor, e sua raiva se transformou em luxúria. Deixe-me despir seu corpo, acariciar sua pele e umidamente massagear sua mente para fazer amor comigo outra vez.

Tradução: Neusa Reis


Meus pais não dizem nada. Eles estão igualmente pálidos. Tanto Kate como Elliot seguem-me para meu escritório. Assim que eu fecho a porta atrás de nós, eu me viro.
"Pare de se meter na porra dos nossos assuntos, das nossas vidas, Katherine! Eu não vou avisá-la novamente. Você nunca mais vai perturbar minha esposa desta maneira. Você é suposta ser um membro desta família! Como nós podemos confiar em você para ser uma parte de nós? Podemos deixar os paparazzi fora quando eles nos perseguem. Nós podemos ignorar os jornalistas. Se eles se tornam intrometidos, meus advogados lidam com eles. Você é um cavalo de Tróia!"
"Christian, isso é duro. Ela só tem uma tendência natural para fazer perguntas." Elliot interrrompe.
"Ninguém está questionando a tendência natural dela. Ela está escrevendo uma história sobre um homem insignificante e amarrando-a a pior coisa que já vivemos em nossas vidas há apenas três semanas. Deixe-me esclarecer de uma vez por todas: Devemos limitar nossa interação com a nossa família para não sermos tratados como potencial notícia? A expressão 'em confiança’ perdeu seu significado para você, Kate? Acaso devo me preocupar que, se minha esposa confiasse alguma vez em você, poderíamos ver isso no jornal no dia seguinte?" Eu sei que é acusatório e ela nunca faria isso, mas às vezes há apenas uma maneira de se chegar até alguém. "Saiba disso:" Eu continuo. "Eu não vou permitir que você ou qualquer outra pessoa venda notícias à custa da minha esposa ou do meu bebê. Agora, somos uma família ou devo encaminhar você para meus advogados?" Minha pergunta é dirigida a Kate. Ela se encolhe como se eu lhe desse um tapa.
"Somos uma família, Christian. Eu sei que às vezes eu faço perguntas de sondagem como um repórter faria, mas isso é apenas hábito. Meu editor estava muito relutante em dar-me a tarefa porque eu sou uma Grey. Mas é melhor que eu pegue isso do que alguém que possa realmente ferir minha amiga. Eu não sou o inimigo, Christian. Eu realmente amo a minha amiga e eu faria qualquer coisa para impedi-la de se machucar,” diz ela sinceramente.
"Seja como for, Kate, você aborreceu Ana, e esta não é a primeira vez que você tentou me enfraquecer e meter o nariz em nossas vidas."
"Era só para proteger Ana!” Ela retruca.
"Por essa declaração você está dizendo que eu, ou não estou disposto, ou sou incapaz, ou inepto para protegê-la. Eu sou?” Pergunto.
"Claro que não!" ela responde.
"Então, porra, cai fora!"
"Olha, Ana é muito inocente. Eu sempre cuidei dela. É um hábito difícil de romper. Sinto muito Christian. Eu não estava tentando ultrapassar seus limites e ferir minha amiga de nenhuma maneira."
"Kate!" Elliot adverte. Seu olhar furioso diz tudo: cala a boca!
"Ana é uma mulher muito mais forte do que nós lhe damos crédito. Mas eu sempre vou protegê-la porque ela tem sido a única e mais importante pessoa em toda a minha existência. Agora, existem duas delas. Vou fazer toda e qualquer coisa pela minha esposa e meu bebê. Esse é meu trabalho: eu sou o marido e pai aqui. Não você, não Elliot, não os meus pais ou os pais de Ana ou Mia. Eu; Christian Grey. Eu não confio em você e eu estou vigiando você. Eu não irei tão longe para dizer que se afaste de Ana; essa decisão é dela. Mas se eu descobrir que ela se machuca por causa de suas ações, eu vou me assegurar que você não chegue mais perto dela!"
"Christian, por favor! Eu não espero que você me perdoe agora, mas eu vou fazer as pazes com você e Ana. Eu prometo! Por favor! Apenas me dê uma chance de provar isso!"
"Você é a mulher do meu irmão e minha nova irmã. Mas Ana é minha vida. Você tem uma oportunidade e uma única oportunidade para corrigir esta situação,” eu digo com vontade de ferro. Elliot está aturdido.
"Obrigada,” Kate diz aliviada. Eu os deixo para trás enquanto eu abandono o meu escritório.
Quando eu chego ao Salão, eu não consigo encontrar ninguém. Gail está ocupada trabalhando na cozinha. A família ficou nervosa e partiu?
"Onde estão todos, Gail?” Pergunto.
"Com Teddy, senhor,” ela responde com um sorriso.
Eu ando em direção ao quarto do meu filho. Quando eu chego ao corredor, os ruídos de arrulhos e linguagem de bebê ficam mais altos. Minha mãe está sentada na cadeira de balanço cercada por Mia e papai enquanto Ana está sentada na outra cadeira de balanço observando-os com admiração. Eles estão alimentando Teddy com uma mamadeira de leite de Ana, que ela tinha extraído anteriormente. Teddy está agarrando o dedo indicador da minha mãe com força enquanto tenta apoiar a garrafa com a outra mão.
"Oh, você, menininho faminto! Posso ter minha vez de alimentá-lo, mãe?" Mia implora.
"Talvez você devesse assumir o dever de trocar a fralda,” eu respondo entrando na sala.
"De alguma forma eu não me importo de fazer isso desde que eu consiga segurá-lo,” ela responde. "Você quer vir para os braços da tia Mia, não é Teddy?” ela murmura em voz de bebê alcançando sua pequena bochecha .
"Espere por sua vez, Mia. Ele parece ser um comedor saudável..." A voz atrás de mim interrompe papai.
"Podemos entrar?" É Kate.
"Sim, claro,” diz Ana incapaz de esconder a borda fria em sua voz.
"Teddy gosta de sair de seu quarto. Podemos levá-lo para a sala de estar,” acrescenta Ana abrandando. Não está em sua natureza guardar rancor.
"Minha vez, minha vez, minha vez, minha vez! Por favooor!" Mia grita de alegria. Minha mãe e meu pai rolam seus olhos enquanto minha mãe deposita Teddy cuidadosamente em seus braços. Eu empurro o berço para fora do quarto, segurando a mão de Ana. Ela me cutuca com o ombro.
Quando chegamos ao Salão, Mia se senta no sofá com um grande sorriso no rosto.
"Christian, seu filho é um cara dos peitos!” Ela diz apontando para Teddy agarrando seus seios tentando ter acesso à mama da minha irmã. Um grande riso corre ao redor da sala.
"Bem, isso é uma coisa que ele conseguiu dominar em sua curta vida," eu qualifico.
"Posso segurá-lo?" Kate pergunta.
"Claro, você é sua tia," Ana responde...
"Eu não terminei minha vez ainda!" Mia protesta.
"Por favor,” Kate pede. Mia passa Teddy com relutância.
"Tudo bem, mas eu pego a vez de seu marido!" Mia acrescenta.
"Mia, eu quero poder encontrar meu sobrinho e dizer um oi para ele,” diz Elliot.
O anúncio de Gail de lanches, bebidas e jogo de basquete na tela grande restaura enormemente o humor de Elliot.
Teddy é passado em volta como jóia preciosa. Muito admirado e amado. Ele só chora duas vezes. Até o momento em que as nove horas chegam, ninguém realmente quer deixar Teddy que está abrigado nos braços de alguém, como um gatinho. Durante a noite, eu observo Kate sussurrar para Ana que acena com a cabeça em concordância com o que quer que Kate tenha dito para ela. Quando elas ficam de pé, eu olho para Ana questionando. Ela sorri tranqüilizadora, tocando minha mão. Olho para Kate com um olhar que lembra nossa conversa anterior, ela balança a cabeça concordando e sorri. Quando finalmente elas andam para sua biblioteca, todos em torno mostram um pouco de mal-estar, mesmo que eles pareçam estar ocupados com Teddy, o jogo na TV ou a comida em seus pratos. Meu olhar segue-as até que elas desapareçam ao virar da esquina para o corredor e fico no meu lugar por dez minutos até que Teddy começa a chorar. Eu o pego de Mia apesar de seus protestos e o consolo. Estou pronto para estourar com a porta da biblioteca com o bebê em meus braços para ver o que está sendo dito, mas eu continuo no Salão tentando entreter meu filho. Vinte minutos mais tarde, quando ambas caminham de volta para a sala, há sinais denunciadores de  que ambas as mulheres choraram deixando-me imediatamente nervoso, mas elas parecem felizes uma com a outra e muito mais relaxadas.
"Nós estamos bem,” murmura Kate para Elliot. Ana senta-se ao meu lado e Teddy começa a chorar por ela como se sentisse que ela estava chateada. Ana prende-o nos braços dando tapinhas em suas costas e ele imediatamente se acalma.
No momento em que todos estão prontos para ir para casa, Teddy passa ao redor nos braços dos membros da família mais uma vez.
Elliot corre para o seu SUV e volta com duas caixas grandes embrulhadas para presente.
"Eu não posso acreditar que nós esquecemos estas!” Diz ele. "Estes são para Teddy. Brinquedos,” ele sorri.

Nós colocamos Teddy para dormir depois que a companhia parte, com o seu habitual livro "Goodnight Moon". De alguma forma, esse livro o relaxa mais do que qualquer outro.
Em seguida, levo Anastasia para nosso quarto. Enquanto nos preparamos para a noite, eu espero que Ana me interrogue sobre Lincoln. Há um silêncio grávido no quarto.
"O que você e Kate conversaram?” Pergunto.
"Ela pediu desculpas por parecer farejar em nossos negócios."
"Parecer?" Eu levanto as sobrancelhas em questionamento pelas desculpas de meia boca de Kate.
"Isso é Kate," ela dá de ombros.
"Foi tudo o que vocês falaram? Vocês estiveram lá por meia hora."
"Eu estava meio que esperando que você irrompesse pela porta, como você fez no consultório de John,” ela sorri. Ela está com sua camisola de duas peças com fácil acesso para amamentação, contudo totalmente sexy. Ela sabe seus efeitos sobre mim, mas vou esperar até que ela se cure completamente. Ela ainda tem pontos. Eu não posso arriscar. Ana tem uma consulta em quatro dias e ela deixou isso muito claro que ela vai pressionar por uma luz verde para o sexo.
"Anaaa!" Eu a repreendo. "O que você não está me dizendo?"
"Talvez eu devesse lhe perguntar isso. Lincoln está envolvido de alguma forma no sequestro de Teddy? Será que vou ouvir isso dos paparazzi ou de um repórter como Kate? Eu não quero ser a última a saber quando algo ruim acontece."
"Ana, eu não posso falar com você sobre um processo em curso. Estamos cooperando com as autoridades em relação aos registros financeiros da Madeireira Lincoln em toda a extensão da lei. Mas, há uma ordem de silêncio, é um processo em curso..." mas ela me interrompe.
"A minha pergunta é muito simples Christian. Eu não estou falando com você como um repórter que iria divulgar a informação para um jornal. Eu estou falando com você como sua esposa e mãe de nosso filho. Lincoln teve alguma participação no seqüestro de nosso filho?” Ela pergunta.
"Sim." Eu respondo simplesmente. Ana primeiro parece chocada, sem palavras, em seguida, começa a tremer. Eu não sei se é com preocupação ou apreensão ou um pouco de ambos.
"Você mentiu para mim?” Ela acusa.
"Não. Ele está sendo acusado dos crimes que Kate declarou."
"Então por que você não me contou?"
"Você percebe o quão chateada você ficou quando eu lhe disse o que aconteceu? Eu farei qualquer coisa para proteger você e meu filho. "
"Mas você não me contou!"
"Ana, fiz todos os esforços para que Lincoln fosse para a prisão sem nenhuma possibilidade de liberdade condicional. Eu só concordei com isso porque eu queria mantê-lo longe do meu alcance pessoal, para que eu não o matasse por sua segunda tentativa de machucar minha família. Eu tive que mostrar grande contenção a um custo pessoal."
"Você o teria matado?” Ela pergunta.
"Sim! Ele tinha nosso filho seqüestrado! Eu morri mil mortes para chegar até ele, correndo contra o tempo, cada minuto, cada segundo uma agonizante tortura não saber se ele estava ferido, faminto, sujo. Eu não poderia falhar com meu filho. Eu lhe fiz uma promessa quando você estava grávida. Eu estava em agonia de preocupação por Teddy, e no fundo de minha mente preocupado que eu desapontasse você desde o início como um mau pai que eu temia que eu seria..." murmuro.
"Oh, Christian! Você suportou tudo isso por mim, por nós! Sozinho! Você ainda está enfrentando isso sozinho. Por favor, Christian, deixe-me entrar, deixe-me ser o seu apoio, aquela para quem você se inclina quando você precisa. Prometi-lhe que eu seria sua parceira. Deixe-me ser a esposa que você precisa. Você não entende que eu te amo mais do que minha própria vida?" Ela se atira para mim abraçando e beijando.
O alívio que me percorre é imensurável. A preocupação de que ela ficaria zangada e sairia do quarto tinha estado sempre no fundo da minha mente. Mas mais uma vez, Ana, minha Ana, está sendo minha rocha.
"Devagar, baby, devagar," murmuro em seus lábios. "Eu não quero você machucada."
"Eu não me importo. Eu quero você, Christian! Depois de tudo que você fez para salvar nosso filho, para proteger a nós dois, quando eu estou absolutamente, profundamente e irrevogavelmente apaixonada por você, você acha que eu posso resistir a você? Eu quero meu marido,” ela exige.
"Eu não quero nada mais do que ter você, mas nós dois sabemos que você precisa esperar até que sua médica lhe dê a luz verde. Não vou arriscar você."
Ela suspira profundamente.
"Vamos baby, eu vou lhe aconchegar, e então eu preciso ir e trabalhar um pouco,” eu digo.
"Não, se eu não estou tendo sexo, pelo menos me abrace até eu cair no sono." Como posso resistir aos seus apelos? Eu deito ao lado de minha esposa puxando-a em meus braços, sabendo que tanto meu bebê como minha esposa estão seguros, eu assisto Ana adormecer.

*****          *****

Eu iria preferir viver com o coração sangrando onde o desejo vê a escuridão da incerteza porque eu preciso conhecer a existência do amor . Meu vício de eterno anseio por ela... Uma sede que não pode ser abandonada.

Nós tivemos a visita de um mês de Teddy ao pediatra. Agradou a Ana e a mim descobrir que ele ganhou um quilo e cresceu 3 ½ centímetros, mas quando chegou a hora de sua injeção, a enfermeira comprimindo sua coxa apenas espetou a agulha em sua carne totalmente me surpreendendo. Seu pequeno rosto enrugou, os pequenos lábios se curvaram para baixo e ele soltou um grito para que pudéssemos saber de sua dor.
"Isso deveria machucar desse jeito?" Minha voz é dura e ameaçadora.
"Sinto muito, senhor. Isto queima um pouco e ele vai ficar irritadiço, ele pode ter um pouco de febre hoje. Você pode dar-lhe Tylenol infantil para a febre e Sra Grey, ele não vai parar de se agitar se ele mamar. Infelizmente, estas são injeções necessárias, e elas têm efeitos colaterais que deixam os bebês desconfortáveis.”
"Eu não estou totalmente certo de que não foi devido à maneira como você aplicou as injeções.” Ela tenta tranquilizar-me com um folheto sobre as injeções, como elas parecem para o bebê e os efeitos colaterais a observar. Ana aperta minha perna para me acalmar. Eu percebo que estou furioso e a enfermeira está tremendo diante de mim, mas vendo Teddy chorando desamparadamente, em meus próprios braços, como se ele estivesse me acusando de entregá-lo a uma pessoa que ia machucá-lo, desperta lembranças desagradáveis. Eu me refreio em meu controle e compostura com esforço hercúleo e aceno com a cabeça concordando rigidamente. A enfermeira com medo some para longe da sala.
"Está tudo bem," Ana me tranquiliza. "São apenas injeções. Ele tem seu pai para protegê-lo,” ela sorri.
A visita de Ana a Dra. Green corre bem, mas ela só fica liberada para o sexo após a visita da sexta semana. Ana está prestes a estourar de impaciência e também estou desejando-a da maneira mais desesperada, mas chegar perto de perdê-la pela segunda vez me deu medo de que eu a teria apenas quando ela estivesse totalmente curada. Eu já sabia que a Dra. Greene iria lhe dar luz verde no tempo previsto. No dia em que tivemos sua consulta de seis semanas, eu tinha me organizado com a Sra. Taylor para ela cuidar de Teddy na casa grande enquanto eu levava Ana para o Escala. Eu queria minha esposa só para mim; estaríamos sozinhos pela primeira vez em várias semanas. Melissa fica para proteger Teddy na Casa Grande. Quando Taylor começa a dirigir em direção ao centro, em oposição à nossa casa, Ana se vira para mim e me dá um olhar interrogativo.
"Quero levar minha esposa para comer primeiro..." Eu digo. Estou excitado como da primeira vez em que levei Ana para minha cama.
"Teddy?"
"Você sabe que ele gosta de Gail e Gail o ama. Ele vai ficar bem." Ana concorda com a cabeça.
"Onde é que vamos comer?"
"Ah, mas quando foi que eu já revelei meus planos? A expectativa da surpresa é a chave para a excitação.”
"Expectativa?” A pergunta veio em uma respiração excitada.
"Certas promessas foram feitas, e tenho a intenção de mantê-las ao pé da letra, hoje, com bônus."
"Com bônus ??” ela pergunta prendendo a respiração. Ela abre seu cinto de segurança e antes que eu possa piscar, ela sobe no meu colo com os braços em volta do meu pescoço e os lábios selando os meus.
"Ana!" Murmuro em seus lábios. Este é o mais longo tempo que fomos sem sexo e a fome de um pelo outro cresce aos trancos e barrancos. Meus lábios contra os lábios dela, a perspectiva de fundir meu corpo com o dela é como uma injeção de mil unidades de adrenalina. É viver, morrer e renascer tudo ao mesmo tempo. Há algo novo, mas familiar. Meu corpo puxa para ela, meu pau tem espasmos e empurra contra minha calça, pronto para rasgar através dela para enchê-la até a borda. Estou morrendo de vontade de me reacostumar com o corpo de minha esposa. Nós já tínhamos tomado banho juntos muitas vezes, mas eu tive que me conter para não tocá-la além do que eu poderia me controlar de ir mais longe. Tinha sido uma tarefa difícil, pois seus seios estavam o dobro do tamanho que estavam antes, seus quadris mais largos, me chamando para tê-la e ela tentou várias vezes me dar prazer com a boca, mas eu recusei porque uma vez que eu não poderia retribuir até que ela estivesse totalmente curada. Tinha sido uma tortura para nós dois. Hoje, o inferno queimando dentro de nossos corpos iria saciar sua sede.
O seu vestido de um ombro só de verão amplifica os efeitos que seus seios têm sobre mim, aumentando sua proeminência. A cintura dele apenas mostra sua figura esbelta o qual então se derrama em camadas até logo acima do joelho. Ela é simplesmente inebriante. Seu perfume obscurece minha mente. Meus braços vão ao redor de sua cintura puxando-a para perto de mim.
"Você não tem nem idéia do quanto eu quero você, mas não aqui... Não no carro. Vou dizer-lhe onde e quando. "
"Por favor, Christian, eu senti muito sua falta!” Ela implora.
"Eu sou inflexível sobre este assunto. Eu prometi que seria espetacular, mas não aqui, não na companhia de Taylor e Sawyer," eu levanto as sobrancelhas.
"Podemos pular o jantar, então?” Ela sussurra em meu ouvido.
"Você ainda come por dois, lembra-se?" Eu relembro a ela. Ela sai do meu colo, seus braços cruzados, fechando-se para mim, emburrada.
"Fale sacanagem para mim..." ela murmura emburrando, sarcasticamente. Eu escondo um sorriso e seguro a mão dela. Ela vira a cabeça para a janela me evitando.
Ela estica suas pernas esguias e coloca uma sobre a outra posicionando-se o mais longe possível de mim. Eu não gosto da distância. Ela estende a mão e pega uma longa mecha de cabelo solto descansando em seu peito e brinca com ela quase distraidamente, envolvendo os fios em torno de seus dedos, em seguida, deixando-os cair sobre o peito novamente e, finalmente, enfiando os fios vagarosamente atrás da orelha. A passagem tênue de sua mão em seu cabelo empurra o peito para a frente convidativo. Em seguida, ela casualmente desliza os dedos ao longo de seu longo pescoço para baixo em seu ombro exposto. Ela abre seus lábios lentamente e exala uma respiração superficial, em seguida, lambendo o lábio inferior; ela leva-o entre os dentes e morde quase pensativamente.
Eu mal percebo Taylor diminuindo a velocidade para virar no estacionamento do Restaurante Space Needle. Eu tinha uma mesa reservada para esta noite para nós dois. Tão logo Taylor estaciona, ele abre minha porta e Sawyer abre a porta de Ana. Eu dou a volta ao SUV e seguro o cotovelo de Ana. Uma faísca de eletricidade passa através de mim. Estou puramente focado na minha esposa. Ela age com indiferença, mas eu sei por cada movimento de seu corpo que ela também está sentindo exatamente o que eu estou sentindo. Sua respiração suspende e seu rosto cora. Os lábios dela se entreabrem enquanto ela sem palavras me dá uma olhada. Com minha mão em suas costas nuas, eu a guio para os elevadores. Ela dá um olhar ameaçador para Taylor e Sawyer que estão perplexos com seu olhar glacial. Eles consideram que a Sra. Grey está furiosa pelo comportamento dela sem palavras. Eu aceno para eles levemente para pegarem o próximo elevador. Os lábios de Taylor afinam em uma pequena linha, mas ele levanta a mão para certificar-se de que Sawyer fique para trás com ele. O rosto de Sawyer vai para o meu, o de Ana e o de Taylor e ele dá um passo atrás. O elevador está vazio.
"Ana, o que está errado?” Eu pergunto.
Ela não diz nada e entrega sua carteira para mim afastando-se alguns passos para o canto do elevador. Ela, então, desliza os dedos por suas pernas e sob a saia de seu vestido.


"Ana! Existe uma câmara neste elevador. Eu não quero que eles vejam minha esposa!" Eu a repreendo. Ela age como se eu a encorajasse, me provocando. Ela morde o lábio inferior e lentamente bamboleia sua calcinha de seda preta para baixo por suas muito longas pernas a qual se amontoa embaixo sobre seus calcanhares. Ela caminha lentamente para fora delas, inclina-se para baixo me dando uma visão perfeita de seus seios fartos, pega a calcinha, amontoa, então pega a carteira da minha mão e enquanto espero que ela a enfie na carteira, ela vem para mais perto de mim, levantando meu queixo caído para fechar minha boca, depositando um beijo suave enquanto ligeiramente toca com a língua minha boca, então, lentamente, deposita a calcinha no meu bolso. Ela, então, abre a carteira e retoca seu batom. Quando o elevador soa aberto, estou completamente admirado, apaixonado, e excitado por minha esposa.

Haunted – Beyonce

"Eu defino as regras, baby. Eu digo quando, eu digo como, eu digo quanto tempo,” sussurro em seu ouvido enquanto seguro sua cintura. Um observador casual teria visto apenas um par amoroso murmurando palavras doces um com o outro, não a luta oculta para controle total. Eu preciso ter o controle deste primeiro encontro e, assim como Ana tinha me abandonado depois de discutimos o contrato, deixando-me desejando-a de forma mais aguda, ela tomou inadvertidamente o controle do meu coração, deixando-me despojado dela, de seu corpo e loucamente apaixonado por ela. Não estou disposto a entregar esse controle nessa primeira vez depois que ela teve nosso filho. Eu a desejo tão intensamente que eu devo estar no controle de cada aspecto do primeiro encontro. Estou mais faminto por ela do que eu jamais estive.

Crazy in Love – Beyonce

O Maître nos dirige para a nossa mesa privativa. Ele puxa a cadeira para Ana diante de mim.
"A Sra. Grey se sentará aqui,” eu digo puxando a cadeira que fica ao lado da minha. Ana se senta na cadeira que eu puxo. A mesa já tinha uma garrafa de Bollinger gelada com taças de champanhe.
"Cortesia, por conta da casa. É maravilhoso vê-los novamente Sr. e Sra. Grey. E posso dizer parabéns pelo seu novo bebê?” Ele se inclina.
Ana olha para mim por causa do champanhe. Claramente ela quer um pouco, mas ela não sabe se ela iria amamentar hoje à noite. Ela pode ter duas taças de champanhe, uma vez que ela não vai amamentar esta noite. Quanto ao resto, eu sei exatamente o que pedir para ela.
"Obrigado, Darren. Você pode também trazer para a Sra Grey um Arizona Sunset?"
"Certamente, Sr. Grey," diz ele abrindo a garrafa com muito floreio e derramando um pouco em minha taça de champanhe. Eu experimento e o aprovo, então, ele enche as taças para nós.
"Você tem o menu?" Ana pergunta a ele.
"O cavalheiro já ordenou, senhora,” responde Darren ligeiramente inclinando-se, em seguida, ele sai da mesa para os garçons trazerem a nossa comida na ordem que eu tinha pedido mais cedo.
"Você está sendo prepotente, Sr. Grey?” Pergunta Ana com um sorriso.
"Quando não sou prepotente, Sra. Grey?" Eu sorrio tomando um gole de champanhe, eu arrumo meus dedos na frente da minha boca chamando sua atenção exatamente para onde eu quero. (N.T. A palavra que ela usou significa colocar dois ou mais dedos das duas mãos juntos na frente da boca)
"Vamos ficar na cidade esta noite. A Dra. Greene disse que você poderia ter duas taças de champanhe. Nós apenas iremos extrair o leite hoje à noite, mas não vamos usá-lo. Ela disse que estaria ótimo amanhã."
"Você já tinha verificado com ela?"
"Baby, eu estive esperando por este dia durante semanas. Sim, pensei em tudo,” eu respondo com um sorriso lascivo. Ela morde o lábio inferior e olha para mim através de seus longos cílios. Sua mão esfrega a minha ainda que muito ligeiramente provocando arrepios na minha espinha. Meu pau está em alerta máximo, pulsando. Ana, então, parece se mexer ligeiramente em seu assento. Eu posso ver que é para me dar uma visão melhor de seu amplo decote. Dois podem jogar este jogo, Sra. Grey. Ela aumentou as apostas, eu vou elevá-las mais alto. Uma vez sabendo que ela está bem e pode participar plenamente no que eu posso partilhar no quarto e no Quarto Vermelho, tenho a intenção de empurrar seus limites aqui. Eu posso sentir que ela está nervosa, excitada, expectante, e pronta para explodir. Seus olhos brilham com excitação sobre o que eu poderia estar planejando fazer e como ela poderia chegar ao objetivo final mais rápido. Poderíamos sentar um em frente ao outro, mas quis me assegurar que estivéssemos sentados um ao lado do outro de propósito. Ela estende um pé com  salto alto e sua perna nua toca a minha ligeiramente, provocando arrepios de formigamento pelo meu corpo. Ela quer que eu a toque, mas eu não vou. Ela pega a taça de champanhe toma um gole e o saboreia como se fosse algo de que ela sentia falta depois toma outro e, finalmente traga o conteúdo da mesma. Para coragem? Ousadia? Para tentar-me?
Seu olhar está sobre mim, quente, observando os meus lábios, desejando, acenando. Ela morde o lábio novamente me ligando. Estendo a mão puxando seu queixo para libertar seu lábio. Então, eu me inclino em sua orelha.
"Eu sei o que você está fazendo, Sra. Grey. Isso só vai intensificar o que eu pretendo fazer com você,” eu digo enquanto minha respiração acaricia seu rosto. Eu posso sentir seu coração acelerando pela rápida subida e descida de seu peito.
A magia do momento é quebrada com o garçom trazendo o aperitivo: a cama de ostras. O surpreso olhar aquecido que Ana me dá faz o olhar do garçom ir de Ana para mim, em seguida, corar. Ana, mal percebendo ou se importando com sua presença, pega uma ostra de sua cama, corre o dedo pela casca de uma a outra ostra como se escolhendo um determinado brinquedo no quarto vermelho, e decide por uma passando seu dedo indicador ao redor da beirada da casca, então sem tirar seus olhos de mim, pega a concha da ostra, esguicha suco de limão pulverizando em toda parte, traz a borda da concha aos lábios, em seguida, esvazia  o conteúdo em sua boca. Sua garganta trabalha em um gole. Uma vez que ela coloca a concha agora esvaziada para baixo, sua língua funciona sobre seus lábios enquanto seu olhar encoberto foca em meus lábios.
"Pode deixar,” eu digo com firmeza para o garçom com uma voz que eu não reconheço ser a minha própria.
"Eu vou trazer o seu prato principal em um momento,” diz ele engolindo, desviando o olhar e ele rapidamente se afasta da mesa. Eu o ouço murmurar, "Puta merda!"
"O que você está fazendo, Ana?" Eu pergunto-lhe com o meu sangue fervendo, ligado e intensamente ciumento.
"Comendo,” ela responde.
Ela quer ganhar o jogo da sedução. Eu estou seduzido desde o primeiro momento em que coloquei os olhos nela. Mas eu não gosto de outros homens cobiçando minha esposa. Sinto sua outra perna esfregar na minha enquanto ela levemente as separa. Ela está me desafiando. Eu sei que ninguém pode ver seu sexo nu, mesmo que suas pernas estejam separadas, mas o seu convite, me desafiando a tocá-la também, aumenta o ciúme intenso que eu sinto. Eu levanto meu pé e prendo ambas suas pernas entre as minhas e a forço a fechá-las.
"Com medo, Sr. Grey?” Ela sussurra com um sorriso vencedor.
"Oh, Sra Grey, está tentando acumular alguma punição para mais tarde?"
"Sim, por favor,” ela diz com sua respiração acelerando.
"Tenha cuidado com o que deseja, Sra Grey."
"Eu desejo você, Sr. Grey. Tudo. De. Você. Por muitas semanas agora." Seu olhar está aquecido, determinado, concentrado.
A comida é liberada para nossa mesa e o delicioso aroma subindo dela assalta os sentidos, rompendo a concentração de Ana, desviando seus olhos para seu peixe, aspargos e salada apetitosos dispostos no prato como uma obra de arte. Desde que ela está amamentando seu apetite aumentou em proporção direta ao crescente apetite do nosso bebê por seu leite. Ela pega seu garfo enquanto eu tomo um gole de meu champanhe, e espeta-o em seu peixe e puxa um pedaço. Eleva-o aos lábios. Enquanto o aroma das especiarias sopra em seu nariz, ela fecha os olhos e toma o pedaço do peixe em sua boca. Ela saboreia o gosto em primeiro lugar como se estivesse derretendo em  sua boca, então mastiga lentamente. Tomando um gole de seu cocktail Arizona Sunset, ela abre seus olhos azuis com um olhar de satisfação. Observá-la comer é um dos maiores prazeres da minha vida. Desde que ela ficou grávida, ela começou a comer com tanta alegria, que é como se ela estivesse fazendo amor.
Eu pego pedaços da minha comida lentamente, observando-a enquanto meus olhos cinzentos queimam prata derretida com necessidade vinculativa,  compulsória por ela. Ela pega seu aspargo, rola no molho holandês e envolvendo sua língua ao redor do aspargo ela chupa o molho lentamente depois morde a ponta fora.
Eu limpo meus lábios com o guardanapo e coloco-o sobre a mesa.
"Vá para o banheiro e espere por mim em dois minutos. Quando eu bater na porta, abra-a." Ela engole em seco, depois sorri com os olhos triunfantes, em seguida, vai para o banheiro. Eu corto minha carne e dou uma mordida. Depois tomo um gole da minha bebida. Mais três mordidas e então termino o conteúdo da minha taça de champanhe. Um homem de negócios que passa acena para mim me reconhecendo. O garçom corre para o meu lado para despejar mais champanhe em minha taça. Tomando mais um gole, eu me levanto da minha cadeira. Quando eu chego ao banheiro unisex familiar, eu bato três vezes. Ana abre para mim. Eu fecho a porta, e tranco. Ela praticamente pula em mim.
Seus braços estão em volta do meu pescoço; ela cola seus lábios nos meus.
"Devagar, baby,” murmuro em seus lábios.
"Eu esperei por tanto tempo!"
"Assim como eu baby,” eu a beijo de volta, mas o meu beijo é medido, controlado, não um abandono imprudente.
"Christian, por favor! Beije-me como se eu fosse importante para você!” Ela implora. Como ela pode duvidar de sua importância para mim? Se o universo mantivesse um único ponto que definisse o significado de minha existência, ela seria esse ponto. Eu levanto-a do chão envolvendo suas pernas em volta do meu tronco e selo meus lábios nos dela moldando, movendo em sincronização como uma unidade que funciona perfeitamente feita de duas partes. Eu a beijo como se eu só tivesse este momento, me apegando a minha esposa como se eu nunca fosse ter outra oportunidade como esta para estar com ela, como se ela fosse a última coisa que eu veria. O pequeno som de gemido que ela faz é como a música que eu toco na minha cabeça. Seu gosto é forte, inebriante, familiar embora novo. Antes que eu perceba, eu a empurro até a porta, desembaraço seus braços do meu pescoço e levantando-os acima de sua cabeça beijo-a com dominação total. Minha língua testa as costuras de seus lábios e com um leve suspiro, ela dá acesso e cumprimenta meu ataque com as boas-vindas de sua língua. A dança dos nossos lábios e língua é quente, erótica e excitante.
Eu abaixo uma mão sobre seu peito e lentamente deslizo-a para baixo para seu sexo desnudo, encontrando-o encharcado. Meu pau se espreme contra minhas calças. Eu empurro um dedo dentro dela escavando, em seguida, dois,  primeiro com golpes rasos em seguida duas juntas nele, finalmente, até a base do meu dedo indicador e médio. Ela move seus quadris contra meus dedos implorando por atrito.
"Por favor,” ela murmura em meus lábios, os olhos fechados. Eu lentamente quebro a ligação dos nossos lábios.
"Eu preciso que você se incline para baixo e segure seus joelhos," eu ordeno.
"Eu posso segurar a pia, você não acha que é melhor?” Ela pergunta.
"Não para o que eu quero fazer,” eu digo. Ela olha para mim completamente excitada com os assaltos das contínuas ministrações dos meus dedos e um pouco confusa. Eu retiro um colar com quatro tamanhos diferentes de bolas em forma de ovo. Ela abre a boca me esperando para depositá-los lá para lubrificação.
"Não há necessidade, baby, você já está encharcada,” eu digo retirando meus dedos, em seguida, depois saboreando a excitação em meu dedo. Sua respiração acelera.
"Mas eu quero que você me tome agora!” Ela exige.
  "Baby, nesse momento não há nada que eu queira mais fazer do que foder você até o próximo mês. Mas você quer que a nossa primeira vez desde o bebê seja no banheiro de um restaurante? Reconheço que é um lindo restaurante, e que eu adoraria ver seu rosto no espelho enquanto eu a tomo por trás, mas eu quero que isto seja no Escala como a nossa primeira vez. Eu vou inserir estes ovos em você e veja se você consegue mantê-los dentro até chegarmos ao nosso apartamento. Você está pronta para o desafio, Ana?" Pergunto inocentemente. Ela está muito ansiosa para nos ter começando.
"Sim!” Diz ela se curvando.
"Boa menina,” eu digo e deslizo os dedos entre suas dobras. Começando com o menor ovo, eu insiro os quatro tamanhos variados de ovos do colar em seu sexo. Ela geme cada vez que eu insiro um. Então eu a ajudo a levantar-se à sua altura total. Tirando a calcinha do meu bolso eu me abaixo até o chão, levantando um pé calçado de Louis Vuitton de cada vez e os insiro na calcinha. Eu lentamente subo a calcinha, descuidadamente correndo meus dedos sobre suas pernas nuas e, finalmente, cubro o sexo da minha esposa com ela. Eu tiro um pequeno controle remoto do meu bolso e mostro-o para Ana. Eu pressiono o botão do meio e seus olhos se dilatam com surpresa.
"Eles vibram," murmuro com um sorriso lascivo. É uma vibração agradável, não forte. Ele só vai deixá-la querendo mais. A intensidade da vibração pode ser variada. Mas eu o desligo. Eles vão fazer seu trabalho bem o suficiente apenas com os movimentos dela. Ela morde seu lábio.
"Não!" Eu ordeno. "Eu quero que essa seja uma longa e memorável noite que não vai começar e terminar neste banheiro." Ela balança a cabeça.
"Sim, senhor."
"Boa menina,” eu digo, enquanto eu saio do banheiro.
Ela me segue pouco depois. A refeição não demora muito para terminar uma vez que  estamos ambos ardendo de desejo um pelo outro. Logo que ela toma o último gole de sua bebida, e coloca o garfo no prato dela, declarando que não pode comer mais, eu me levanto e seguro sua mão.
"Vamos lá. Eu fiz promessas para minha esposa, e pretendo cumpri-las,” sussurro.
Quando alcançamos os elevadores, dirijo-me a ela, "Como você está, Sra Grey? Você precisa visitar o banheiro?" Ela não perde a minha insinuação.
"Tenho certeza de que posso chegar ao Escala, Sr. Grey,” ela responde. Dois outros casais, mais velhos, esperam o elevador junto conosco. Quando a porta do elevador soa aberta, devemos encontrar maneira de alocar espaço para as pessoas desocupando o elevador. Desde que somos os primeiros a começar a esperar por ele, nós somos os primeiros a entrar. Segurando a cintura de minha esposa, eu ando para a parte de trás do elevador puxando-a para o meu lado. Fazendo com que parecesse como se eu empurrasse seu cabelo para trás, eu me inclino e sussurro em seu ouvido.
"Você está pronta para um desafio, Sra. Grey?” Pergunto. Seus olhos se arregalam. Ela está excitada. Ela está procurando alívio e quer chegar ao Escala o mais rápido que puder. Mas não gosta de recuar de um desafio, especialmente se ela pode alcançar no final. Ela balança a cabeça concordando.
"Eu não quero que você goze. Leves vibrações,” eu sussurro. Seus olhos ardentes encontram os meus com excitação. Foi um tempo muito longo e ela quer jogar. Quando eu pressiono a mais baixa das vibrações, ela fecha os olhos, suas costas  com minha frente. Ela faz com que isto pareça como se ela está se movendo para dar mais espaço para outro casal, mas eu sei exatamente o que está fazendo; esfregando seu traseiro perfeito no meu já excitado, impaciente pau. Eu tenho que utilizar todo meu controle e foco para não ter minha esposa aqui.
"Descendo para o andar mais baixo?” Ela sussurra com pupilas dilatadas, sua respiração superficial, mal segurando suas faculdades mentais.
"Para o carro, e você não pode gozar,” eu respondo em um sussurro em seu ouvido. Ela morde os lábios e empurra-se com força contra mim, enquanto cruzando os pés no tornozelo. O elevador não poderia alcançar o andar mais baixo rápido o suficiente para ela. Assim que os ocupantes deixam o elevador, ela puxa minha mão e sai do elevador tão rápido quanto seus pés com saltos altos poderiam levá-la.
"Cadê o carro? Onde está o carro? Onde está o carro?” Ela dispara como se ela estivesse pronta para estourar.
"Eu já enviei mensagens a Taylor para trazê-lo," eu digo puxando-a na direção onde Taylor e Sawyer estariam esperando.
Eles abrem as portas do SUV para nós; instalo Anastasia, e em seguida, caminho para o outro lado do SUV para me instalar.
"Desligo?” Pergunto. Ela aperta as pernas juntas e concorda.
Eu puxo minha esposa para meu lado.
"Você tem alguma idéia do quanto eu quero te foder agora?" Murmuro em seu ouvido.
Ela cora, e balança a cabeça "não". Meu desejo para ela é como se eu tivesse engolido um deserto inteiro e nenhuma quantidade de água poderia saciar-me. Eu preciso desesperadamente de Ana. Não é uma obsessão, uma paixão ou mera fome de seu corpo, ou o cheiro dela. Eu desejo tudo de minha esposa até sua alma tocar a minha. Eu quero que ela derreta em mim. Quero envolvê-la com minha pele, adorá-la com meu corpo. Apenas fodendo não é suficiente. Eu preciso de mais.
"Até o ponto da posse. Você me enfeitiçou, Anastasia. Eu não posso funcionar sem você. Você pode ser o inferno e eu só seria feliz se me entregasse a você." Primal luxúria, amor intenso, a simples necessidade absoluta por ela cai rapidamente em cima de mim com uma febre que eu não posso curar. Eu quero Ana cinquenta tons de domingo. Ver o Escala bem em frente de nós na direita é um grande alívio.
Assim que Taylor entra em uma das vagas, eu saio do SUV sem lhe dar a chance de abrir a minha porta. Em seguida, ignorando Sawyer que abriu a porta de Ana, eu levo minha esposa pela mão e direto para os elevadores. Quando Sawyer está pronto para entrar no elevador com a gente, Taylor balança a cabeça ligeiramente. Eu fecho a porta do elevador e coloco meu código para a cobertura. Assim que as portas do elevador se fecham sobre nós, eu me volto para Ana e enquadro o corpo dela com o meu, descendo meus lábios nos dela. Minha mão direita que viaja nela puxa o ombro exposto do vestido, desnudando seu seio direito. Mesmo que ela tenha extraído seu leite antes de sairmos de casa, minhas ministrações pingam leite sobre o mamilo, escorrendo pelo seu peito e transferindo para a minha mão. A porta do elevador soa aberta para a cobertura, e nós despencamos fora dele ainda emaranhados um no outro. Eu levanto Ana do chão e a levo para nosso quarto,  seu seio direito ainda exposto, mamilo ereto e acenando para eu tomá-lo. Eu abro a porta do nosso quarto, após entrar, eu a chuto fechada.
Ela envolve suas pernas em torno de meus quadris. Eu quero dar prazer completamente a ela, possuí-la, deixá-la me possuir e ouvir a voz dela gritar meu nome com gritos de prazer.
Eu sinto que se eu não tiver minha esposa agora, eu vou perder a porra da minha sanidade.
"Você. É. Minha. Mulher!" Eu digo com a voz rouca, e a puxo para mim forte. Luxúria áspera se agitando dentro de mim agora não pode ser contida. Eu quero espalhar minha esposa e sentir meu pau deslizar dentro de seu sexo amaciado com sua excitação por mim.
"Sim. Sua!” Ela responde sem fôlego.
"Vamos tirar esse vestido de você”.
Eu tiro o vestido em um movimento rápido, jogando-o para uma cadeira. Ela está de pé em sua calcinha, sutiã e saltos. Estou sem fôlego.
"Agora,” eu digo apontando para virar-se para esfriar os meus sentidos, para recuperar algum tipo de controle. Quando ela gira em torno de uma vez, estou mais ligado do que eu estava antes. Uau! Ela é a criatura mais sexy em quem eu coloquei meus olhos.
"A música está em ordem,” eu digo deglutindo. Eu programei o estéreo com as faixas que eu quero utilizar esta noite, em seguida, me volto para minha esposa.

Laura Welsh – Undiscovered

"Vamos tirar fora o sutiã." Ela dá a volta para desenganchar mas eu a impeço e chego por trás dela para tirá-lo vagarosamente.
Seus seios surgem pesados diante dos meus olhos.
 "Agora a calcinha," murmuro. Eu acaricio seu rosto e arrasto os dedos sobre seus lábios, pescoço e seus picos gêmeos. Seus mamilos se animam sob meus dedos como se tivessem sido eletrocutados com eletricidade, seu batimento cardíaco se acelera. Eu continuo a viajar até sua barriga, em seguida, até os quadris. Eu engancho meus dedos e lentamente abaixo a calcinha até seus pés. Eu atiro a calcinha junto a suas outras roupas. Então eu tiro meu casaco, camisa e calças. Quando eu finalmente tiro a boxer, meu pau salta e uma gota de orvalho está brilhando na ponta.
Ela estende o dedo e espalha o orvalho ao redor. Eu seguro sua mão antes que ela me faça gozar mais cedo do que eu pretendo, eu pego a mão dela, e levanto os dedos em meus lábios, beijando-os, e eu libero a mão dela.
"Vire-se baby, incline-se e segure-se na cabeceira da cama e não solte de jeito nenhum," eu ordeno. Ela obedece imediatamente.
Eu me abaixo até o chão e deslizo meu nariz para cima na perna dela até seu ápice. Um arrepio percorre seu corpo. Eu testo seu sexo com meus dedos. Em seguida, chupo os lábios externos e, finalmente, seu clitóris. Programo a vibração na configuração mais baixa e agito minha língua sobre seu clitóris, sugando a pequena protuberância. Seus gemidos de prazer crescem.
"Não goze ainda!" Eu ordeno. "Faça durar."
"Sim, senhor!"
Eu continuo com assaltos de prazer da minha língua sobre seu clitóris e dentro de sua fenda por alguns minutos. Eu sinto as contrações se aproximando e desligo a vibração dos ovos e retiro-os trazendo rapidamente seu próximo orgasmo. Assim que eles estão fora, eu afundo meu pau em seu sexo despido e me enterro bolas profundas.
"SSSiiimmm..." Eu assobio por entre os dentes cerrados. Eu queria estar dentro dela há um longo tempo e eu senti muita falta disso. Sinto sua contração lentamente desaparecer então eu começo a me mover dentro dela primeiro com profundos golpes, perfurantes.
"Eu quero isso rápido, duro e satisfatório agora!" Eu digo e combino meus golpes em sintonia com a música. Primeiro fundo, depois raso. Eu puxo seus quadris mais para perto de mim e ajeitando minha posição, eu ajusto para chegar ao mais profundo.

Muse – Undisclosed Desires

Meu desejo e amor alcançam um crescendo. Eu me retiro de seu sexo antes que ambos cheguemos a um clímax, porque eu quero ver o rosto dela, sentir o que ela sente.
"Não! Não pare por favor!” Ela implora.
"Baby, eu não ia conseguir parar nem se eu quisesse,” murmuro decididamente enquanto eu lanço minha esposa sobre a cama e rastejo em cima dela e me enterro dentro dela novamente. Suas pernas em volta da minha cintura, eu me inclino, beijando-a forte, e minha língua trilha para baixo para seu peito. Quando finalmente alcançamos nosso auge, o doce sabor de leite esguicha em minha boca e dedos. Eu amo esta nova forma descoberta de liberar seu corpo.
Eu empurro mais forte e mais rápido até que não há nada, apenas nós dois, neste exato momento. Meus olhos não vêem nada além de faíscas e meu corpo está sacudindo com a sensação de unidade com o seu.

Esta é a bem-aventurança. Esta é minha esposa. Este é o paraíso.

126 comments:

Idalina Rodrigues said...

Adorei como sempre, fez minha noite melhor.
Morrendo pelos próximos capítulos.
Parabéns mais uma vez a ambas vocês são ótimas nisto.

turismo said...

Boa tarde, fiquei muito feliz com esse novo capitulo. Beijos...

Barbara Araujo said...

Que capítulo maravilhoso. Emine simplesmente escreve divinamente. Não consigo parar de pensar como serão os próximos... Acho difícil que o livro Grey supere o livre da Emine. Amooooooooooooooooooooo

IARA BAUMGRATZ said...

Perfeito...Parabéns Emine e Neusa!!!!!

Rachel Martins Morais said...

Uauuuuu...... Amo muito tudo isso!!!!
Adorei Emine!!! Mais uma vez capítulo perfeito!!!! Tava com saudades desses momentos a dois!!! Muito tesão e amor desse casal..... ��������
Ahhhhh..... já ia esquecendo.... CG colocou a Kate no seu devido lugar. Espero que aprenda né....
Obrigada Emine e Neusa!!!! ������
Agora é aguardar os próximos capítulos. ..
Boa noite e ��������pra todas as Girls.
Kel

Daniela Scotti said...

Perfeito! Uau que capítulo! Parabéns Emine se superando em cada capítulo. Neusa mais uma vez brilhante na tradução. Ansiosa pelo capítulo 5! Kisses for you both!

Daniela Scotti said...

Perfeito! Uau que capítulo! Parabéns Emine se superando em cada capítulo. Neusa mais uma vez brilhante na tradução. Ansiosa pelo capítulo 5! Kisses for you both!

Luciane Machado said...




Adorei,espero ansiosa os proximos capitulos!!!voces são fantasticas!!nada poderá superar voces,Emine e Neusa juntas são de arrasar!!

Luciane Machado said...




Adorei,espero ansiosa os proximos capitulos!!!voces são fantasticas!!nada poderá superar voces,Emine e Neusa juntas são de arrasar!!

Daniela Fagundes said...

Magnífico como sempre!

Thamires Santos Reis said...

Emine, Neusa, vocês fizeram mais um dia feliz, capitulo incrível, ansiosíssima pelos próximos capítulos, parabéns vocês são demais. Queria saber quando o livro da Emine (Echos Eternity) vai ser lançado em português, me apaixonei pelo Sr. Pella e preciso dele na minha coleção, Neusa entra em parceria com ela e traduz pra gente, please?!
Parabéns mais uma vez, e já quero o capitulo v.

Bjos.

Thamires Santos Reis said...

Emine, Neusa, vocês fizeram mais um dia feliz, capitulo incrível, ansiosíssima pelos próximos capítulos, parabéns vocês são demais. Queria saber quando o livro da Emine (Echos Eternity) vai ser lançado em português, me apaixonei pelo Sr. Pella e preciso dele na minha coleção, Neusa entra em parceria com ela e traduz pra gente, please?!
Parabéns mais uma vez, e já quero o capitulo v.

Bjos.

Aline Caroline said...

OMG! UAAAl :o
Adoro quando Christian vai todo confiante de si, e Ana com toda sua coragem o desafia.. Deixa as coisas mais emocionantes e picantes! Ai essa Ana e esse Christian quase me matam do coração, ou melhor a Emine nos deixa assim sem folego kkk
Preciso de "maaaaais"!! E agora? Ansiedade vezes mil *o*

Neusa sua linda, obrigada por ser tão dedicada conosco <3

Xênia said...

perfeito!!
quero mais....

Marina Santos said...

Fantástico
Tal como todos os vossos livros
Que os próximos cheguem rápido
BJ BJ BJ

Nivea said...

Nessa, brilhante... Dia 18 sai o livro em inglês da E.L James da versão Grey, será que você vai dar uma palhinha pra gente? Estou contando com isso.

Margareth Antequera said...

Aleluia¡
Até que enfim colocaram a Kate em seu devido lugar, somente a Emine para entender e descrever a real Kate, pois nem o filme a retratou dessa maneira.
CG, maravilhoso, consegue se impor de uma maneira educada, dura mas sem ofender.
Fico imaginando o pequeno Teddy - aí que fofo ele deve ser.
A cada dia amo mais esse amor construído, um amor descoberto, um amor pra se amar.
Obrigada Emine por nós presentear com mais um capítulo lindo. Meus agradecimentos nunca chegarão a realidade do qto me é prazeroso ler sua história POV CG.
Neusa querida, obrigada pela perfeita tradução, vc traduz com a alma.

Rosi said...

Nossa adoro cada dia mais esse casal perfeito em suas imperfeições, e que fogo esses dois colocam na gente ufa, queria muito saber o que a Ana e a Kate conversaram Ana podia contar né gurias Emine e Neusa muito obrigada por tudo, através deste livro encontramos pessoas lindas em nossas vidas!!! Rosi

Tati said...

Esse capitulo deu um calor!!! aiaiai!! muito bom!!! espero que a kate se emende agora!!! adorei tudo !! maravilhoso!!! obrigada Neusa !!Emine!!! vc é demais!!! espero ansiosa o próximo!!!

Anonymous said...

Amei, amei, amei...... valeu a pena a espera, capítulo perfeito, assim como a tradução....
Tudo de bom ver o CG por a Kate em seu devido lugar.....

Muito obrigada Neusa e Emine, essa dobradiça de vocês é simplesmente Deliciosa! !
Parabéns pelo incrível Trabalho! !

Beijos Thathy! !

PS. : super, mega ansiosa pelos próximos capítulos ;)

Rosangela Maria Cabral Corvalan said...

Boa tarde turma do cafezinho!!

Que capitulo delicioso!
Até que enfim Grey colocou um basta na Kate!
Fico imaginando a carinha do Teddy e a cara de bravo de CG na hora da vacina, doí em nossa alma, a carinha que eles fazem quando sentem a picada da injeção, os lábios tremem, o choro vem e o olhar de " Pq voce está deixando me machucar", é para matar!

Estava com saudades destes momentos calientes de nosso casal preferido.

Amei quando li esta frase:

"Meu desejo para ela é como se eu tivesse engolido um deserto inteiro e nenhuma quantidade de água poderia saciar-me. Eu preciso desesperadamente de Ana. Não é uma obsessão, uma paixão ou mera fome de seu corpo, ou o cheiro dela. Eu desejo tudo de minha esposa até sua alma tocar a minha. Eu quero que ela derreta em mim. Quero envolvê-la com minha pele, adorá-la com meu corpo.".....

Obrigada Emine querida, este capitulo foi maravilhoso!
Obrigada Neusa, voce é incansável, obrigada por abdicar de suas horas de folga para fazer as nossas mais felizes!!

Beijos e mais beijos

Rosangela

ATUALIZADA 09 said...

Oi meninas; Eminé e Neuza, como sempre uma dupla imbatível; o capítulo de hoje, como não poderia deixar de ser, perfeito.
O Christian, definitivamente deu um basta bem dado em Kate, espero que ela tenha entendido, pois gente como ela, "espaçosa" tem dificuldade em aceitar seus próprios erros.
No meu entender, Elliot é muito mole com ela.
Quanto a criatividade de Christian, é de deixar qualquer um de queixo caído, pois consegue se superar...sempre.
Haja amor como desses dois, que não nos deixam esquece-los.
Em tempo: comprei na pré venda (da Saraiva) o livro "Grey", agora é esperar a entrega, que devera ser um pouco antes do lançamento oficial; vejamos o que de novo a E L James, conseguirá dizer sobre C. Grey.
Bem por hoje é só e esperando a continuação da "Saga" Christian e Anna!!!
Beijos -
Silvia Hahne

Selma Berger said...

Obrigada Emine e Neuza! Maravilhoso!

Anonymous said...

Parabéns Emine e Neusa, amoo o trabalho de vcs!!
Cada capítulo melhor que o outro.
Estou esperando a versão em português do Livro Sr Pella.

Silvia Ligieri said...

Capitulo perfeito. CG colocando Kate no seu devido lugar.
Papai CG dedicadíssimo! Muito fofo! Paizão absoluto!
O amor pela esposa - forte - como sempre! "Ana e minha vida!"
(Ouvir isso do marido vale a pena viver!)
E finalmente o jogo de sedução do nosso amado casal!
Uau! Demorou, mas, a explosão valeu a pena!!!!!
Amei que a Rosângela falou da "turma do cafezinho"... Lindas, tomar cafezinho lendo a Emine - é tudo de bom!
Emine, obrigada por vc existir! Vc é realmente uma escritora perfeita! Amo vc!
Neusinha, obrigada por vc existir! Vc é nossa tradutora fantástica! Amo vc!

Flávia Lima said...

Parabéns Emine e Neusa, amoo o trabalho de vcs!!
Capítulo PERFEITO, sou apaixonada pela dedicação de vcs duas. obrigada por vc existir nas nossas vidas Emine, você e uma escritora MARAVILHOSA. E Neusinha você é uma tradutora FANTÁSTICA! não sei o que nós faríamos sem você. AMO VCS DUAS.

Lya de Aquino said...

O que dizer desse cap?? Valeu mtoooooo a pena esperar tanto tempo \õ/
Ameiii a forma como ele colocou a Kate no lugar dela ( que mulherzinha mais insuportável), amei a família Grey com Teddy, e principalmente nosso Grey favorito todo protetor na hora da vacina de Teddy <3
Mas o que me fez amar mais ainda foi o reencontro deles, tava com saudades do nosso casal agindo como um casal, do jeito que a gente já conhece...Amei tudo, fizeram meu dia mais feliz.
Obrigado Emine por essa história tão maravilhosa, e obrigado Neusa pela tradução impecável. Aguardando ansiosamente o próximo
P.S: Queria saber com quem Teddy se parece...Não lembro mto bem

Anonymous said...

Quando clica no cap 2 do livro 5, vai para o cap 3! =/

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Sorry about the wrong link! I fixed it. Thank you for letting me know Anonymous!

Elo said...

Gente,já li várias vezes estava com saudades desse casal liiindooo,obrigada Emine e Neusa por sua dedicação, beijo.
Ficamos agora ansiosamente aguardando os próximos capítulos.

Anonymous said...

De nada!! *-*
Obrigada também. Amo a história toda!
Joana

Ptzanane said...

Obrigada meninas vcs são demais amei esse capítulo lindo , esses dois estava, num fogo só Parabéns

Ptzanane said...

Amei esse capítulo vcs são demais meninas Parabéns

Katinha Rodrigues said...

Ahhh....que coisa boa acordar no meio da noite e dar de cara com esse capítulo esplendoroso ;)
Emine....Neusa...mais uma vez quero deixar aqui registrado minha admiração e adoração por esse trabalho incrível que nos prorciona dias mais felizes....
Cada capitulo lido nos toca a alma...e nos deixa sempre aquele gostinho de quero mais.
Obrigada....mil vezes obrigada pela generosidade de compartilharem conosco esse maravilhoso dom.
Um grande beijo.... Sintam-se abraçadas com carinho❤
Muitas bênçãos e até breve.

gil coutinhi said...

Obrigada Emine e Neusa, vocês são demais, ansiosa para o próximo capítulo.

Lete said...

Adorei .Demais como sempre.Obrigado Emine e Neusa.

Suzy Aragão said...

Olá turma do cafezinho!

Obrigada Emine e Neusa por este espetacular capítulo!
Fico pensando como a Emine incorporou perfeitamente a mente do CG e acredito que a versão Grey da E.L.James não será tão perfeita, mas de qualquer forma, temos que aguardar até Setembro...
Por favor, não demorem tanto pra postar os próximos capítulos!
Será que um dia essa estória terá fim? Já me sinto órfã só de pensar...
Aguardando os próximos capítulos ansiosamente!!!
Bjs a todas!

PS: Emine, quando será lançado em português o livro de Pella?
Neusa: Please! Faça uma parceria com Emine e traduza pra nós!!!

claudia ferreira said...

Capitulo maravilhoso.Por favor nao demore para postar os proximo.

Anonymous said...

Parabéns Emine!!!
Amei o Grey dando um basta na Kate, mulher chata.
Anã usando de suas armas para enlouquecer seu homem.
Lindo, lindo, lindo.
Obrigada Neusa.
Um grande beijo

Keila Azevedo.

Priscila Pessotto said...

Bom dia girls do cafezinho! Hoje com um cházinho para esquentar o frio!
Espero que com esse basta que CG deu em Kate e la aprenda qual é o seu lugar.
Papai Christian super dedicado, é lindo de ver.
Como amo ver o amor entre Christian e Ana, um amor que supera tudo.
Estava com saudades dos momentos hosts do dois, é bom vê-los assim novamente. Se só no quarto do casal já foi demais, imaginem no quarto vermelho.
Beijos Emine. Beijos Neusinha. Obrigada sempre!
Beijos meninas!
Pry

Fabiana said...

Maravilhoso... Ansiosa pelos próximos capítulos... Emine e Neusa estão de parabéns! Com relação aos Livros versões Grey ACHO DIFÍCIL superar Emine.

carla andreia lima dos santos said...

Nossaaaaaaaaaaaa! uau que capítulo, como não amar tudo isso, como ele descreve as nuances o amor, dedicação paixão e desejo. CG é realmente o homem dos sonhos, graças a Deus que temos a Emine e Neusa para alimentar o nosso desejo por CG. Ansiosa para o próximo capítulo e morrendo mil mortes por ficar sem CG.
Aguardando ansiosa o próximo, como diz CG laters go baby.

Anonymous said...

Parabéns à Emine pela continuação da história e à Neusa pela tradução.
Penso que a versão que hoje saiu irá ser uma grande desilusão para todas, visto a crítica dizer que o Grey apresentado pela E. L. James é psicopata e ordinário... O que consegui ler na internet, não gostei de todo. Além disso, depois de ler as versões da Emine (que acho a melhor), da Monique Lain e da Laura Vidaurreta de Pontes, dificilmente irei gostar, da versão original.

Votos que a Emine que continue a dar-nos uma versão bem conseguida da história original e com elegância!

Idalina Nunes said...

Parabéns à Emine pela continuação da história e à Neusa pela tradução.
Penso que a versão que hoje saiu irá ser uma grande desilusão para todas, visto a crítica dizer que o Grey apresentado pela E. L. James é psicopata e ordinário... O que consegui ler na internet, não gostei de todo. Além disso, depois de ler as versões da Emine (que acho a melhor), da Monique Lain e da Laura Vidaurreta de Pontes, dificilmente irei gostar, da versão original.

Votos que a Emine que continue a dar-nos uma versão bem conseguida da história original e com elegância!

Rosangela Maria Cabral Corvalan said...

Bom dia turma!

Também só vi, até o momento, pessoas descontentes com o livro Grey da E.L. James, até pessoas falando para não gastar nosso suado dinheiro com ele!!

Ainda não li mas já sei que quando eu ler será difícil não comparar com a escrita da Emine, como diz a Neusa, E.L.James é a Ana e a Emine é CG. Emine nos trouxe o Christian com seus conflitos, duvidas e acima de tudo nos trouxe um homem capaz de amar e digno de ser amado por todos!

Parabéns Emine querida, e obrigada por nos dar este presente!!

E parabéns a Neusa que nos presenteia com sua maravilhosa tradução!!

Beijos para todas e ótimo final de semana!!

Rosângela

Mara Lins said...

Lançamento do livro Grey, sabem o que penso? A Erika James pode ter estragado o sonho de muitas pessoas e ter se prejudicado com a publicação. Quis usar sua galinha dos ovos de ouro novamente e acabou chutando a bunda dela.
E.L. pode ter acabado com a imagem do homem dos sonhos de várias mulheres, que era um Christian Grey quebrado e cheio de conflitos sim, mas perfeito à sua maneira, carinhoso e amoroso. Acho que agora todas deveriam ler os livros da Emine, para resgatar o que foi arrancado delas.

Helenice Pinto Naves said...

Amei cada palavra!!!

Anonymous said...

Boa noite flores!!!
Minha vida estava uma correria, graças a Deus tudo foi resolvido, agora é rezar para nova enfermeira ficar por um longo tempo..minha querida Neusa Reis como você disse que caso não conseguisse postar no blog da Emine era pra postar aqui, faço isso, pois não consigo a alguns capítulos, e tenho que dizer o quanto estou apaixonada por esse novo Pai Cristian Grey.
Ver Cristian Grey lutando e sofrendo pelo seu filho poucas horas após o nascimento me deixou muito nervosa, agora ver o Sr. Grey cuidando do Téddy, trocando fraldas e conversando sobre os homens Grey sabendo controlar, foi lúdico...o cuidado dele com a recuperação da Ana, que mulher não gosta de atenção e cuidado! Quando ele diz “você e Teddy são meu universo inteiro” morri. Mas com toda demonstração desse lado amoroso ele é o mesmo Grey decidido e capaz de fazer de tudo para manter sua família segura, e o melhor de tudo sem sujar suas mãos com sangue de nenhum dos culpados... até que enfim eles colocaram a Kate no lugar dela, espero que ela comece a ser somente a melhor amiga da Ana e não a jornalista, que noite hot a do Cristian e da Ana, bem ao estilo Sr. Grey, adorei, adorei e adorei! Obrigada Emine por continuar nos presenteando com o nosso amado casal, seu Cristian é perfeito, obrigada Neusa pela sua tradução
ADRIANA CASTRO

Margareth Antequera said...

Sou uma "baita" de uma covarde...cheguei a esta conclusão depois???? que adquiri o CD (que não ouvi) e o DVD (que não assisti) dos filme 50 Tons.
Não consigo fazer isso sozinha, portanto sou covarde.
Amo demais essa história, amo o casal....quando li a trilogia, pela primeira vez, senti um vazio enorme quando terminou, me senti vazia.
Foi assim que encontrei o blog da Emine Fougner, que nem sabia que existia.....e ela com sua escrita, estudo da personalidade do CG e seu incomparável senso de responsabilidade, amenizou em muito meu vazio.
Através dos capítulos postados, fui conhecendo e me apaixonando mais pela história, na qual tenho o maior respeito, e só assim que comecei a sentir a história viva novamente.
CG e Ana pra mim, são tão vivos que preciso alimenta-los com minha leitura e profundo respeito que tenho pelo relacionamento deles.
Amo quando a Emine posta seus capítulos no blog, leio com amor....e não posso deixar de mencionar a tradução da Neusa Reis, pois ela traduz com a alma, em plena doação do seu tempo em amor a todas nós, amantes dessa história.
Acabei de CANCELAR minha pré compra do livro na Amazon....me nego a ler um CG que não existe....um CG que não é convicto de seus sentimentos e os trata com leviandade.
Não só pelos comentários daqui e sim em um modo geral que vi pela internet.
Eu já sentia uma enorme gratidão pela Emine/Neusa, e agora meus sentimentos triplicaram, juntamente com o meu respeito pelo trabalho que a Emine faz tão desprovido da ganância financeira que rege alguns.

Neusa Reis said...

Meninas queridas, do cafezinho e de todo tipo de lanches que já tivemos por aqui. Hoje, na minha região (sul do Brasil) está bem friinho, não matando, mas pedindo um café com pão de queijo. Prá mim nada é melhor a não ser uma tapioca quentinha (beiju).
Meninas o assunto em pauta é o livro Grey. Comprei em pré venda, virtual. Recebi no 17 à noite e comecei a ler. E parei. Recomecei. Parei de novo procurando desculpas a cada momento para fazer coisas e não continuar. Depois da Emine Fougner o dilúvio... (Aprés moi le deluge)
A E. L. James não consegue pensar como o Grey. Esse Grey que ela nos apresentou vai ser muito apreciado por todos que não conhecem o da Emine. Mas é um Grey fraco, inseguro, que pensa na Elena inúmeras vezes (isso me aborreceu demais) e fala em Deus bastante (isso não me aborreceu mas não é ele). O Grey que nós conhecemos não tem bom relacionamento com Deus, desde criança. (No livro Grey, quando a mãe dele encontra a Ana pela primeira vez, num domingo pela manhã, ele pergunta se ela não iria a igreja e ela fala que vai de noite porque o pai dele estava ocupado trabalhando).
Que Grey é esse? O final do livro não me causou nada, nenhuma emoção. Mas se eu ler o da Emine choro até hoje.
Esse Grey é inseguro. É um Grey com as características emocionais da Ana. Prá mim é um "Christiana".
Saiu um artigo no New York Times sobre as fanfictions com POV Christian. A que tem mais leitores é a da Emine. Ela e duas leitoras também foram entrevistadas.
Devemos ajudar a divulgar o Blog da Emine. Existem coisas melhores do que esse livro Grey. Não é necessário falar mal da outra. Vamos falar bem dessa, que amamos e que tem esse valor. Vocês andam caladinhas, poucos comentários. Já tivemos mais de 150 por aqui. Vamos comentar meninas. Vamos falar bem por aí nas redes sociais.
Ah eu não acabei de ler o livro e nem vou. Achei chato e repetitivo. Assim como muita gente que comprou está colocando na Amazon. Quem lê aqui, como lemos esses últimos capítulos lindos onde estamos conhecendo o Christian pai porém que continua loucamente excitado por sua Ana, não pode gostar de outro.
É isso meninas, voltarei em breve.
Acabei de traduzir o Ecos na Eternidade e agora vamos partir para publicar, ler e divulgar.
A propósito, alguém aqui é dono de editora ou conhece quem é? Favor me procurar ou a Rosangela Maria Cabral Corvalan. Estamos querendo dar uma mãozinha à Emine.
Muitos beijos, bom final de semana e até muito breve.
Neusa Reis

Anonymous said...

Oi meninas boa tarde!!!
O livro da E.James tá dando o que falar né!!!...
Bom na minha humilde opinião é muito simples, conheci 50 tons na versão feminina (dela) e gostei muito e sou muito grata pois á partir dai descobri um universo de livros que nem sabia que existia "os romances eróticos kkkkkk " ,foi através dela que comecei a procurar mais e encontrei o blog da Emine e ai sim me APAIXONEI (sim maiúsculas gritantes) por 50 tons, na versão da Emine (com a maravilhosa tradução da Neusa,meu eterno obrigada pois sem a tradução não teria aceso) a história se tornou real pra mim, através de todas vcs pois nosso grupo veio de lá e sim ele é real !!! desejo a E James que ela tenha sorte mas não vou ler a versão dela pois para mim a Verdadeira e Melhor versão é a da nossa dear Emine!!!! bjusss para todas !!!!!
FERNANDA FRIAS

Maria Monteiro said...

Concordo com a Mara Lins quando escreve, em outras palavras, que a EL James acabou se prejudicando: o que já era esperado por mim e comentado aqui ou no texto em inglês, não me recordo. Eu li a trilogia da James e, mesmo dando o desconto dos problemas de tradução, comparando com o texto em inglês, constatei ser a sua escrita limitada. Não preciso dedicar tempo aos motivos de seu sucesso nos inúmeros países onde chegou...Bem...e aí começaram os comentários de leitores apontando para o fascínio que seria a abordagem da história sob a ótica do Christian. Eu também fiquei muito curiosa, concordando com o fascínio que poderia ser. Sim, porque procurei visualizar muitas coisas nas entrelinhas dos livros da James. Foi quando descobri o blog da Emine, num belo e completo trabalho compondo o romance sob a visão do Grey, em conjunto com o excelente trabalho da Neusa. E, como já pude comentar em outra oportunidade, fui lendo novamente essa história ,com imenso prazer, devidamente enriquecida pelos detalhes imbatíveis apresentados pela Emine. Estou me referindo a detalhes além da relação sexual intensa do casal: como não apreciar a construção da fase em que o Christian sai em busca das jóias perfeitas para o noivado e o casamento deles?! Uma verdadeira aula de joalheria dada pelo joalheiro clássico por ele procurado! Um banho de cultura voltado para o significado das peças em suas formas e cores. O que dizer da viagem de lua-de-mel dos dois? Nada excepcional, mas com conteúdo e imagens de tirar o fôlego: o cuidado dele em surpreender a Ana, levando-a não só para os lugares que ela tanto queria conhecer, mas o como ter contato com os aspectos históricos que ela tanto apreciava. E as intervenções do psiquiatra dele em momentos cruciantes e belos, diante das enormes dificuldades emocionais do Christian? E por aí vamos, com a Emine realizando seu trabalho com dedicação e carinho, apresentando aspectos certamente fruto de estudos os mais diversos. Eu reafirmo o que já escrevi anteriormente: jamais acreditei que a EL James conseguisse produzir a versão Grey da história com a qualidade da Emine. Eu ainda escrevi, com outras palavras, que algo diferente poderia acontecer se ela tivesse realmente contato com este blog...mas tão somente para aprender como se escreve de forma rica. Eu não tenho o menor interesse em ler o Grey publicado pela James , da mesma forma que pessoas que conheço. Agora uma palavrinha para você Neusa, além de sempre agradecer também pelo seu primoroso e dedicado trabalho: eu tenho divulgado bastante o blog, mas quem adere à leitura prefere manter anonimato sem comentar...Um outro aspecto que comentei e você me respondeu: a demora na produção dos capítulos, por mais que seja compreendida, interfere na movimentação dos leitores. Quanto a publicação do livro Ecos na Eternidade: não sei se você já tem conhecimento, mas a Edit. Rocco está com um selo de entretenimento-Fábrica 231 - que apresenta a Coleção Violeta voltada para livros com conteúdo no gênero. Uma boa semana para todos. Maria Monteiro

Daniela Martins said...

Boa noite, meninas do cafezinho!
Seis semanas sem sexo? Estes dois esta noute irão se matar de tanto desejos e vontade de recuperar o tempo perdido.
Amando muito ver Anastasia e Christian como pais! Esse amor incondicional é lindo de se ver. Christian protetor! Ficou nervoso com a vacina e acaba sofrendo junto com Teddy. Um bebê sempre é uma dádiva de Deus. Ver como toda a familia se reune ao redor deste pequeno menininho tao amado nos emociona!
Emine, obrigada sempre por nos presentear com esse linfo POV!
Neusinha, vc arrasa nas traduçoes!
Obrigada, meninas!
Bjkas;-)
Dani Martins

Neusa Reis said...

Obrigada Maria Monteiro pela dica da Editora Rocco. Vamos pesquisar o assunto. Vou falar com a Rosangela também.Seu comentário foi excelente, disse o que talvez queríamos dizer mas não encontrávamos as palavras certas.Bj

Záira said...

Gente como pode alguém estar cada vez mais apaixonada por este casal???
A Emine arrasa escrevendo e a Neusa brilha com sua tradução maravilhosa, isso é que é um belo "casamento"!! E nós lucramos muito com essa bela parceria.
Que venham logo os novos capítulos porque a saudade já é muita!!

Moonniiccaa said...

Nossssaaaa... que capitulo quente... estava sentindo falta dessa relacao deles... e deve vir mais por aí, já quem estão no Escala, no Quarto Vermelho da Dor e do Prazer....
Li os comentarios aqui sobre o livro versao Grey, já comprei o meu, mas só chega em setembro.. confesso que estava ansiosa pra ler, até pra saber se os dois Cristhians são iguais, mas pelo q li, vou me decepcionar... agora vou aguardar!!! Quero mais Emine... quero mais Neusa.. rs... parabéns pelo lindo trabalho... bjs

Rosangela Maria Cabral Corvalan said...

Boa tarde turmaaa!!

Como eu disse, ainda não li o livro Grey, mas depois de tantos comentários negativos, sinceramente não sei se vou ler! O nosso Grey é esse, que se permitiu amar e ser amado, o narrado pelo coração da Emine!
E foi esse Christian que nos uniu.
Quando terminei de ler a triologia sai procurando como louca a versão dele, até pensava comigo: o que está acontecendo, será que estou ficando louca? Será que é normal sentir esse amor por um casal literário? Mas mesmo me achando louca fui atrás de alguma coisa que preenchesse o vazio que estava sentindo. Quando deparei com o blog da Emine percebi que eu não era a única louca, que eu não estava sozinha e que era este Christian que eu procurava.
Eu só posso agradecer a esta grande escritora e a Neusa, nossa tradutora, a mulher que traduz sentimentos, foi através delas que nos encontramos e nos tornamos uma família!!

Maria Monteiro, adorei seu comentário! Voce escreveu o que eu gostaria de ter escrito!!
E obrigada pela dica, vou pesquisar!!

Boa semana para todas!!

Beijos

Rosangela

Katinha Rodrigues said...
This comment has been removed by the author.
Nilvânia said...

Cheguei tarde pro café? Tava meio atrapalhada......
Emine, você se superou nesse capítulo! Que coisa mais gostosa de se ler!
Bom, que Ana e Kate iriam se reconciliar, isso já era esperado, pois apesar da Kate ser sem noção, Ana a conhece e também sabe como colocar a amiga no lugar!
Agora, a expectativa pro sexo, a sedução que ficou no ar, foi palpável. Foi deliciosa. Deu vontade de tirar a calcinha no elevador aqui do prédio! Pro meu marido, é claro! Kkkkk
Emine, já falei e falo novamente, não tenho intenção de ler o Grey da EL James, já não ia fazê -lo sem antes terminar de ler tudo o que você postar, mas agora, depois de tudo o que temos escutado.... bom, vou passar longe! Você foi insuperável ao dar vida ao CG. Obrigada pela sua dedicação!
Não posso deixar de agradecer à Neusa pela sua sempre, perfeita tradução! Neusa, vc é demais! E sou fiel às suas traduções! (Rsrsrs Rsrrsrsrs )
Beijocas!

Neusa Reis said...

Maria Monteiro vc poderia entrar em contato comigo bastosreis.neusa@gmail.com ou com a rosangela ro.cabral.corvalan@gmail.com? Obrigada. Nós precisamos falar com vc e não sabemos como encontrá-la. Bjs

Maria Monteiro said...

Neusa e Rosangela, fiquei contente que gostaram do meu comentário. Ocorre que é bem meu estilo atentar para o conteúdo como um todo quando leio algo que me agrada. Aqui no caso, em relação ao trabalho da Emine, não pude deixar de fazer isso: entre ela e a James há uma distância muito grande quanto a capacidade de explorar aspectos que só enriquecem a história. E haveria muito mais a destacar, com relação a música presente em vários momentos com absoluta propriedade, bem como a visibilidade que ela deu a outros personagens, incluindo Taylor e Gail. A maneira como ela coloca o Pella em participação ultra especial e definitiva: o que foram os presentes dados ao Teddy em termos de significado?! E muitos detalhes mais...mas aí, eu escreveria um comentário enoooorrrmmeeee!rsrsrsrsrsrsrsrs Espero que consigam um bom contato com a Rocco/Fábrica 231 para o livro Ecos na Eternidade: já li autor brasileiro e estrangeiro publicados por eles através da Coleção Violeta. Uma boa semana. Bj Maria Monteiro

Anonymous said...

Bom dia pessoal, o que dizer desse capitulo???? FAltam palavras, um livro que nao me canso de ler, ja li e reli esse blog mil vezes e toda vez e como se eu estivesse lendo pela primeira vez, a mesma empolgacao, muito rico de detalhes.
Agora uma pergunta esse livro aqui nao pode ser publicado?
Adoraria ter eles para chamar de meu, e ficar em lugar de destaque no meu quarto.
Confesso que essa versao Grey mudou meu casamento, me fez enxergar muita coisa diferente, e mudou muiiiiiito a minha vida sexual com meu esposo, me deu um "animo" na mais!
Obrigado Neuza por nos presentear com essa traducao maravilhosa, Obrigado Emine por dividir conosco essa historia tao gostosa!
E bora publicar logo os proximos capitulos pq esta me dando piniqueira para ver o restante dessa historia!

Thalyta said...

Bom dia pessoal, o que dizer desse capitulo???? FAltam palavras, um livro que nao me canso de ler, ja li e reli esse blog mil vezes e toda vez e como se eu estivesse lendo pela primeira vez, a mesma empolgacao, muito rico de detalhes.
Agora uma pergunta esse livro aqui nao pode ser publicado?
Adoraria ter eles para chamar de meu, e ficar em lugar de destaque no meu quarto.
Confesso que essa versao Grey mudou meu casamento, me fez enxergar muita coisa diferente, e mudou muiiiiiito a minha vida sexual com meu esposo, me deu um "animo" na mais!
Obrigado Neuza por nos presentear com essa traducao maravilhosa, Obrigado Emine por dividir conosco essa historia tao gostosa!
E bora publicar logo os proximos capitulos pq esta me dando piniqueira para ver o restante dessa historia!

janaína Armond said...

Olá meninas!
Sou nova no pedaço, só descobri a uma semana e meia. Mas estou fascinada pelos encantos deste nosso casal mega ultra intenso.
E Neusa e Emine, vocês conseguem transmitir para nós leitoras as história de tal forma, que... (perco as palavras) vocês são mil!!!
Aguardando eufórica mente, para devorar mais capitulos!
Bjos

Maria Monteiro said...
This comment has been removed by the author.
Maria Monteiro said...

Neusa, quando postei meu último comentário, o seu solicitando contato direto não estava visível. E mais, os comentários não são publicados com o horário correspondente ao que são postados. Já fiz o contato solicitado via email, colocando-me à disposição, de acordo com as possibilidades que cada um de nós consegue ter, considerando os compromissos de todos.BJ

Paula Haertel Wieth said...

Simplesmente apaixonada pela versão da Emine!

Anonymous said...

capitulo 5 pleeeease

marcia marcelino da rocha said...

Uau Uau o que dizer , obrigada vc é a melhor .

Cassia said...

Fiquei intrigada quando li os livros da trilogia CG: como podia um texto calcado em citações literárias e musicais refinadas apresentar tantas incongruências na narrativa e na construção dos personagens? A sensação era a de estar diante de uma sequência de capítulos pautados exclusivamente por critérios de merchandising: se não fosse esta a razão, qual o motivo de se destacar as marcas dos produtos ao longo da história? Longas e lineares descrições técnicas que, acredito, deveriam subsidiar a elaboração da novela, eram transcritas quase que literalmente. A impressão se agravava com a tradução - a meu ver, desatrosa - para o Português. Então, descobri o blog da Emine e pude desfrutar da reconstrução da história e de uma traduçao cuidadosa. E, me deparo agora com a reação dos leitores com o quarto livro da série. A julgar pelos comentários, a autora sequer leu seu próprio trabalho!

janaína Armond said...

Neusa, por favor....
Quando será o próximo capítulo?
Não estou me aguentando.
Esta versão é tão INTEIRO quanto nosso próprio CG!
É o melhor vício que já tive!
vc é D++++!!!
Bjs

janaína Armond said...

Neusa, por favor....
Quando será o próximo capítulo?
Não estou me aguentando.
Esta versão é tão INTEIRO quanto nosso próprio CG!
É o melhor vício que já tive!
vc é D++++!!!
Bjs

Fatinha said...

Olá meninas pela primeira vez comentando aqui no Blog e o que dizer???
Parem com isso ( não, não paremmm) não consigo mais viver um dia sem ler nem que seja um pedacinho sou loucamente apaixonada pelo livro a versão Grey da Emine é perfeitaaaa!!!
Neuza vivo numa angustia pelos próximos capítulos olho o blog todos os dias de quanto em quanto tempo sai???
Li uma entrevista onde a autora dos livros cinquenta tons diz que Cristian é tão apaixonante pq ele não existe eu sei porém "posso viver com isso" lendo seus episódios parabéns PERFEITOOOOOOOOO!!!
Querooo maiss

Gostaria de tirar uma dúvida da Emine temos os 5 livros versão Grey e existe mais algum???

yolanda(bahia-brasil) said...

Quando fiquei curiosa e comprei os livros de E.L.James e os li a principio fiquei encantada por Anastácia mais fiquei curiosa para saber como pensava o CEO Christian Grey comecei a pesquisar na internet blogs que tentassem retratar como pensava o enigmático Sr. Grey fiquei fascinada com ele.Bom li diversas historias do ponto de vista dele mais nenhuma que realmente mostrasse realmente como ele era,ou seja,dono de si,controlador,enigmático,¨lindo¨ e simplesmente perfeito(com sua fisionomia impassível)-nos outros blogs mostrava um certo Christian que se deixa levar por fatores externo e não um controlador(dominante).Daí um certo dia li sobre Christian pela ótica da Eminé fougner e apenas amei...procurei no google por informações da Eminé e encontrei o blog.Foi pela Eminé que conheci a Neusa e descobri uma parceria perfeita...hoje mim sinto em casa-amo este Chistian contado por vocês porque ele é o meu CEO perfeito com toda a sua imperfeição.Então este sempre será o meu Christian,obrigada.

yolanda(bahia-brasil) said...

Agora quanto a este capítulo mais que perfeito..."Era só para proteger Ana!” Ela retruca.(Kate não se emenda,Deus que mulher irritante) mais gosto quando Christian coloca ela em seu lugar-ou pelo tenta fazê-lo..."Por essa declaração você está dizendo que eu, ou não estou disposto, ou sou incapaz, ou inepto para protegê-la. Eu sou?” Pergunto. "Claro que não!" ela responde."Então, porra, cai fora!"...
Mim perdoem pelo que vou comentar mais li alguns comentários antes respeito do novo livro de E.L.James pelos críticos e observei o mesmo descontentamento por alguns leitores e pelo que entendi o Christian da autor não agradou muito mais não mim preocupo porque tenho o Christian Grey apresentado pela minha dupla dinâmica e altamente profissional(Eminé e Neusa).Entãoooo, sou muito sortuda.Obrigada meninas,yolanda(indico vocês sempre que posso).

Anonymous said...

quando e que sai o proximo..... MUITO MUITO MUITO ANSIOSA

Anabela Encarnação said...

"Agora somos uma familia ou devo encaminhar você para meus advogados"????.... Grande CG ...só ele poderia falar assim para Kate mesmo com seu marido do lado.
Eu CG sou seu marido , sou o pai eu vou tomar conta , eu vou proteger eles dois
"Não confio em você" ....nossa foi forte demais ....bem feito para Kate vamos ver se desta vez ela aprende a ser uma Grey...
Depois ....Depois amor sedução paixão desejo fome ....meus Deus que saudades eu tinha destes dois no seu quarto ou nos seus jogos de amor...saudades de ler o quanto Christian ama Ana precisa de Ana e principalmente para ele... ela tem de ter prazer ele tem de a saciar ...UAUUUU que homem.... sem palavras para todo o resto
Emine você brinca com as palavras, como ninguém...e sua imaginação não tem limites obrigada.
Neusa seu trabalho é incansável para connosco de uma ternura extrema ...muito obrigada a ambas

Andreia said...

Emine, Neusa, meninas boa tarde, adorei o capítulo intenso como sempre e só pra constar não existe versão CG melhor que a da Emine e tradução da Neusa e eu nem li o livro da E.L. James.
Concordo com os comentários da Maria e Rosângela e só acrescentado o filme teria sido muito melhor se a autora tivesse mais presente nas decisões a trilogia em si tem muito mais diálogos entre os personagens em geral a trama toda entre CG e Ana tinha partes soltas que só quem leu os livros sabe dizer por ai já fica a dica do que dizer o livro Grey por E.L.James sou muito mais Emine.

Luciane Menotti said...

Olá meninas, tudo bem, o livro 5 esta ficando cada vez mais emocionante, parabéns, mas uma vez Emine e Neuza pelo trabalho, estou anciosa pelo o próximo capitulo.
Gostaria meninas que se vocês pudesse me ajudar ão consigo ascessar diretamento o blog, tentei de varias formas e não xonsigo se algum, pudesse me dar dicas eu aceito, um grande beijos a todos que participão do blog.

Anonymous said...

Fazia tempo que não lia nenhum capítulo. Me surpreendi no domingo quando dei uma olhadinha e vi os capítulos do livro 5. claro que li todos no domingo mesmo.
Emine escreve muito bem. A série Pella nos deixou com água na boca pelo mistério e a riqueza de detalhes. Tomara que saia logo em português.
Neuza você é magnífica na tradução. Parabéns.
Estava com muita vontade de ler o Grey, mas sempre pensava será que será bom? melhor do que este descrito pela Emine? Difícil imaginar um melhor...E não é que quem leu acabou percebendo isso.
Desejo muito sucesso para vocês.
**Perguntinha básica: Acaba no livro 5? Quando teremos mais capítulos?
Sei que o dia a dia de todas nós é frenético.Que com certeza Neuza tem muitos afazeres. Mas concordo com Maria Monteiro não dar tanto espaço na publicação dos capítulos deixa as coisas mais dinâmicas, mais pessoas se interessam.
Obrigada, Beijos Lia Cristiane Oliveira

Lia Cristiane Oliveira said...

Nota 1000.
Parabéns.

Denise Cobra said...

Boa tarde Neusa, adorei seus comentários sobre o novo livro "Grey", acho que deve ser bem por aí mesmo.Aproveitar a maré. Gostaria de saber se irá traduzir o comentário da Emine sobre o lançamento do livro? Estou curiosa pelo ponto de vista dela, uma vez que ela sabe muito mais do personagem CG do que a própria Erika. Grata pelas traduções e ansiosa por mais capítulos. Abçs

Neusa Reis said...

Luciane Menotti

LUCIANE VI QUE VC NÃO ESTÁ CONSEGUINDO ACESSAR. VOCÊ TEM QUE ENTRAR DIRETAMENTE PELO CAPÍTULO. SE ENTRAR PELO LIVRO SAI UMA MENSAGEM DIZENDO QUE VOCÊ NÃO ESTÁ AUTORIZADA A VER. CLIQUE EM CIMA DO CAPÍTULO QUE VOCÊ QUER LER. QUALQUER COISA ME DIGA. BEIJO NEUSA NÀO SEI COMO FAZER ESSA INFORMAÇÃO CHEGAR A VOCÊ SE VOCÊ NÃO ESTÁ CONSEGUINDO ACESSAR O BLOG. KKKK

Maria Monteiro said...

Bem...e vamos comentando e trocando impressões sobre essa história intensa e apaixonante. E são inúmeros os aspectos que merecem destaque, a partir da criatividade, imaginação e conhecimento da Emine. A relação sexual dos personagens já foi considerada por muitos como espetacular: há incursões sobre modalidades diversas de sexo, através do trabalho cuidadoso da Emine. E aqui e agora, quero comentar um pouquinho sobre isso: como é sabido esse terreno ainda é uma grande questão para muitos homens e mulheres...no mundo inteiro...Não há porque me alongar e prefiro sugerir diretamente uma matéria que está sendo veiculada, hoje, no site de notícias do uol: o texto é de Regina Navarro "Há pessoas que fazem sexo melhor do que outras?" - "Por um sexo de qualidade". Espero que consigam acessar, acrescentando que não deixem de ler os comentários feitos abaixo da matéria, por homens, alguns muito bons. Aproveitem e tenham um bom dia!

Claudinha said...

UAU,UAU UAU esses ultimos capítulos foram realmente UAU lindos intensos, Christian cada vez mais envolvente, mais apaixonado, protetor ADORO!!! Mas por favor Emine não demore tanto a postar os próximos!!!!! BJUSSSSSSSSSSSSSS

Erika Matos said...

A cada dia que passa a Emine e Neusa estao melhores. Afinal elas sao as melhores.

Anciosa para o capitulo 5.

E quero muito o livro "ECOS NA ETERNIDADE" aqui em casa rsrs. Não vejo a hora dele ser publicado.

Beijos beijos a todas.

Socorro Matos said...

Uauuu que quente primeira noite depois de Teddy. Cada capítulo surpresas. Obrigada Emine e Neusa!! Sensacional!!!
bjosss

Walquiria Agnes said...

Oi, Boa tarde meninas,
Nelsaaaaa, por favor cade a continuação dos capítulos!!!!
Estou ansiosa com a espera, precisamos continuar lendo...
Parabéns pelo trabalho.

Walquiria Agnes said...
This comment has been removed by the author.
Walquiria Agnes said...

Gente, estou fascinada com esse amor!!! que as vezes acho que estou ficando louca,e tao intenso que e como se eu tivesse visto um filme, me pego as vezes sorrindo atoa lembrando do casal, sera que estou bem ???? rsrsrs esperando ansiosa pelos próximos capitulo.

Anonymous said...

Olá Emine, Neusa, Meninas... Faz tanto tempo que não comento (o que não quer dizer que não venho aqui saber das notícias), mas é como se fosse não é mesmo? Bem, fiquei muito decepcionada quando li a notícia que a James iria publicar a versão do Grey mesmo sem saber o que ela tenha escrito lá. Isso se deu porque era/ou ainda é o meu sonho ver a publicação da Emine sobre o ponto de vista do Christian. Porque quando eu leio essas linhas é como se eu estivesse desbravando o coração, a mente e a alma dele. Fico sempre encantada da forma como ela brinca com as palavras e vai encaixando o quebra cabeça. Emine você entende e conhece a alma do CG como ninguém. Parabéns mais uma vez a você e a Neusa por traduzir tão lindamente as suas ideias.

Ps. O capítulo está maravilhoso
PSS. Ruim é a espera do próximo. Sniiifff.
Beijos a todas.

Josi Ferreira

Neusa Reis said...

Josi!!! só para dizer que senti sua falta... Não some, tá? Queria dizer que às vezes os sonhos se tornam realidade. Tenha fé que as coisas estão andando. Não posso dizer mais nada... Mais uns dias e tem capítulo novo. Calma! Bjs

Neusa Reis said...

Walquiria, eu só traduzo quem escreve é a Emine. Assim kkkk se ela não escreve eu não posso traduzir. Um pouquinho mais de paciência. Bjs

Cora said...

Isto é o paraíso...poder ler 3 capítulos de uma vez só (estava sem notebooK). E escrito maravilhosamente pela Emine que entende e compreende CG como ninguém. Mais do que a própria criadora, ELJames. Estes capítulos pulsam, tem alma e tem muita emoção. E quando leio estou ali, junto com os personagens sentindo cada situação, nervosismo, emoção, raiva, amizade e amor.
Thanks, thanks Emine. Obrigado Neusa por ser parte desta história.

Bjusssssss

Walquiria Agnes said...

Então, Emine!!! continue escrevendo por favor, pra que a Neusa continue nos traduzindo, ambas estão de parabéns!!!!É tão viciante que sinto falta de ler, de tão intenso que é, as vezes acho que vi um filme, nossa parece meio louco mas a cada capítulo é como se estivesse vendo as cenas e não lendo.Será normal kkkkk.
Mas umas vez PARABÉNS as DUAS.Há e confesso que gosto bem ++++++ dessa versão.

Anonymous said...

Como está próxima a liberação de novo capítulo, eu estava relendo os 4 primeiros.. Ai, Ai!!! O que eu posso dizer?!?! Amo muito todo esse trabalho... Estou aqui suspirando!! Não vou comprar o "Grey" da James, estou feliz aqui, amo CG POV da Eminé. Então, para mim basta, só quero deixar minha emoção e imaginação fluírem e me deleitar com a arte coloca aqui pela Eminé, e habilmente traduzida pela Neuza. Bjnhos a todos do blog. Beatriz.

MCRA Gestão de Projetos e Negócio Social said...

Oi neuza e emine..como escrevi pra emine..li o livro grey..tem no issuu a versão disponível..achei fraco..feito as pressas e mostra q a el james não tem outra boa história na manga para se manter no top. A emine, como diz grey, elevou as apostas, nos fez mais exigentes, seja nim filme ou num livro. E ainda tem carta na manga com o livro do pella..acabo de ler qdo ela lança e ja quero mais e mais..a emine é maravilhosa na criação da história e a el james devia ler esta versão..esta precisa estar nas livrarias...estou com saudades dos novos capítulos.

Anonymous said...

sensacional excelente trabalho,tem data prevista pro próximo capitulo?ansiosa!!!!!!

juliana santos de azevedo ferreira said...

Acho que ja li esses livros as 5 ou 6 vezes...Emine igual a ti outra não há. ..Neusa obrigado pelas traduções e atenção no Face aguardo os próximos capítulos fervorosamente. ..bjsss

Ptzanane said...

Oi meninas vcs são demais já li esse capítulo umas 10 vezes qd sai o próximo estpu anciosa bjs e Parabéns

Gabriela Vieira said...

Mais um capítulo maravilhosooo!!! Neusa, mais uma vez obrigada pela perfeita tradução.

Emine e a série Pella? Comprei o livro em inglês mesmo, não aguentei esperar,rsrsr..
Tem previsão para o lançamento das sequencias? Serão 3 ou 4 livros?? bjos ;)

Anonymous said...

sempre e gratificante entrar e ler um capitulo maravilhoso ,gostoso bem redigido, emine e uma excelente escritora, consegue expor suas ideias com sintonia aos personagens. li os comentarios sobre o livro eljames, era que eu temia, depois de ler uma estoria muito boa, nao
vamos nos contentar com livro sem a devida sintonia com o nosso lindo personagem. obrigado por existirem , esta dupla perfeita, neusa e emine.
ivone

Neusa Reis said...

Meninas queridas aqui estou para dar notícias. A Emine postou em inglês o seguinte:

"Não se preocupem garotas! Eu não abandonei a história. Estou escrevendo hoje (esse hoje era dia 17) Não sei quando vou terminar. Eu estive escrevendo, porém para criar um Christian diferente, para publicar. Estou de retorno hoje para escrever para o Blog. Amo vocês todas!"
Emine Fougner

E eu tenho certeza que vocês vão adorar mais ainda o trabalho que Emine está fazendo. O que vocês sempre pediram a ela. Mas é um segredo que cabe a ela contar...

Então meninas, capítulo à vista...

janaína Armond said...

Estou tão fascinada com esta versão escrita por você Emine.
Você consegue transmitir intensamente pra nós está história de tal maneira, que ... Já não sei se estou no filme, se é ficção ou realidade. Chega a ser uma emoção sem explicação, puro estado de "extase"!

Por isso, quando vejo que não há mais capítulos, o vazio me invade e, não sei explicar.
Christian e Ana, já fazem parte do meu, do nosso dia a dia. Chega quase ser insuportável ficar sem ler sem saber mais sobre essa linda, emocionante história de, superação, sexo selvagem e baunilha esse amor avassalador entre os dois que chega a deixar-nos, sem fôlego.
Emine e Neusa MUITO OBRIGADA por esta dedicação.

PS: sei que nosso dia é muito corrido, com milhares de tarefas, mas por favor, nos dê uma previsão de quando serão postados mais capitulos. Eu particularmente estou tendo quase que um colapso nervoso.
Estou divulgando o blog para minhas amigas e também familiares.
E mais uma vez parabéns pelo magnífico trabalho de vocês.
Bjos Bjos!

janaína Armond said...

Estou tão fascinada com esta versão escrita por você Emine.
Você consegue transmitir intensamente pra nós está história de tal maneira, que ... Já não sei se estou no filme, se é ficção ou realidade. Chega a ser uma emoção sem explicação, puro estado de "extase"!

Por isso, quando vejo que não há mais capítulos, o vazio me invade e, não sei explicar.
Christian e Ana, já fazem parte do meu, do nosso dia a dia. Chega quase ser insuportável ficar sem ler sem saber mais sobre essa linda, emocionante história de, superação, sexo selvagem e baunilha esse amor avassalador entre os dois que chega a deixar-nos, sem fôlego.
Emine e Neusa MUITO OBRIGADA por esta dedicação.

PS: sei que nosso dia é muito corrido, com milhares de tarefas, mas por favor, nos dê uma previsão de quando serão postados mais capitulos. Eu particularmente estou tendo quase que um colapso nervoso.
Estou divulgando o blog para minhas amigas e também familiares.
E mais uma vez parabéns pelo magnífico trabalho de vocês.
Bjos Bjos!

Idalina Nunes said...

Eu já tive a oportunidade de ler a versão Grey e partilho convosco o que acho:

1. Em termos de qualidade de escrita é muito mais fraco que toda a Trilogia e não se compara com a qualidade de escrita da Emine;
2. É muito interessante ver a relação que ele tem de trabalho com a Ro, o Taylor e a Mrs. Jones, por exemplo;
3. A Elena é uma peça fundamental, pois é ela que lhe "fornece" as submissas. Mas não há muitos diálogos com ela;
4. Ao contrário do que a Neusa diz, ele não fala assim tanto de Deus e é bem interessante essa temática;
5. Há, de facto, muitos regressos ao passado, nos quais recorda os abusos na infância e a vida com a sua nova família;
6. É interessante ver a mudança e a evolução dos sentimentos em relação à Anastacia e é aqui que a desilusão é maior, em termos de escrita, pois estava à espera de muito mais;
7. A E.L. James está a fazer "render o peixe" e como já alguém aqui disse isso pode-se voltar contra ela. De certo modo, como se diz em termos literários, ela acabou por "matar" o personagem. É um Christian muito vazio, obcecado e mesmo predador...

Por último, gostaria de dar os parabéns à Emine pela história. Tem aqui muito trabalho de pesquisa, sobretudo na Série Pella. E agradecer à Neusa pelo seu empenho na tradução.

janaína Armond said...

Neusa, obrigada por manter nos informada.
Já estou novamente "euforica"! Pois a Emine se supera a cada história e, é claro que sem você, nada disso seria possível!
Bjos meninas!!!

janaína Armond said...

Derrepente, me encontro com um sorriso escancarado com essa notícia, Neusa!
Mal estou me aguentando de tão euforica e aliviada!
Vocês duas formam uma verdadeira dupla dinâmica!
Obrigada e até breve!
Bjos

Walquiria Agnes said...

Bom dia!!!
Janaina, estou com esse mesmo sorriso escancarado de canto a canto e coração palpitando de ansiedade!
Que boa noticia Nelsa, para uma manhã chuvosa como hoje!!!
Bjos.

janaína Armond said...

Olá Walquiria,
A Emine e a Neusa consegue mesmo mexer conosco de tal forma que as vezes fica difícil de expressar como nos sentimos, não é mesmo? Rsrss
Você se lembra como Anastásia reagiu ao ganhar seu (R8) de aniversário, dando pulinhos e batendo palmas feito uma criança?
Pois foi exatamente o que eu queria fazer quando li a mensagem da Neusa.
Porém, o local onde eu me encontrava, não era permitido expor minha satisfação dessa forma.
Mas, não pude evitar o meu sorriso escancarado!!! Rsrsss
Bjos Bjos.

Rachel Morais said...

Boa Tarde para todas!!!

Que notícias boa Neusa!!!Espero que a Emine consiga publicar seus livros.
Ansiosa para os próximos capítulos....

Bjossss
Kel

MCRA Gestão de Projetos e Negócio Social said...

é bom saber que logo teremos mais um capítulo, mas como diz christian...qual o ETA para este capítulo kkkkkk, tic..tac...tic..tac kkkk, usando a impaciência do grey kkkk

Fernanda Freitas said...

Olá meninas?! Terminei de ler hoje, estou ansiosa para o próximo capitulo, alguém tem precisão de quando estará disponível?!

Jhal Freitas said...

Boa Noite! To ansiosa aguardando o próximo capítulo, alguém tem previsão p quando! Por Favor me dê notícias!
Bjs no coração de todas!

Cristina Guimarães said...

Uau, eu adorei os dois capítulos. Estava com muita saudade do casal Grey.
Obrigada Emine e e Neuza.
Bjos

Aline said...

Vc vai escrever mais capítulo do livro 5 ou acabou no capítulo 4.

Suzy Aragão said...

Boa tarde meninas!
Neusa, please... tradução urgente do capítulo V!!!
Estamos muito ansiosas!
Bjks

juliana santos de azevedo ferreira said...

Pelo amor de Deus. ...libera esse capítulo
Ando sofrendo nessa espera bjssss

Walquiria Agnes said...

Oi... boa tarde!!!
bisbilhotantado na esperança de mais um capitulo!!!
Cada vez que venho dar uma olhadinha, ai... parece que vou infarta de ansiedade.
Mas continuo esperando...
Bjos.

Thalita Genonadio said...

Aiii que saudade!!!!
Gente, eu já tinha lido esse capítulo mas n tinha comentado... Caracas!!!! Esse é um dos melhores capítulos pra mim!!!! Acho q a Emine elevou muito o nível, se superou mesmo!!!!
Eu amei, amei cada detalhe!!!! Foi perfeito!!!!
Acabei de ler novamente e mais uma vez estou sem fôlego!!!!
Parabéns emine!!!!
Neusinha, sem comentários pra vc!!!! <3

Márcia Corrêa said...

oi galera, por favor, próximo capitulo!!!!!! estou na abstinência Grey.

Ingryd Mustrange said...

Enime é maravilhosa,a maneira com que ela descreve o Grey é fascinante acaba te encantando de uma tal forma e te prende por não é aquela história monótona pois tem açao,suspense e é emocionante.Você rir,chora e fica com raiva junto com os personagens.A atenção que a Enime deu as narrativas dos funcionários fiés que cercam Christian e Anastásia são mais que essenciais porque acredito que muita gente queria saber o que o Taylor e a Gail pensavam, pelo menos eu adorei saber e dos demais foram uma ótima surpresa.Estou amando acompanhar o dia a dia do apaixonante casal,as mudanças de ambos o Christian cada vez mais surpreendente e amoroso e a Anastásia cada vez mais desinibida.ENIME MEUS PARABÉNS E MEU MUITO OBRIGADA POR COMPARTILHAR CONOSCO DE SEU GRANDE TALENTO PARA ESCRITA(PS:Estou amando a serie Pella).
E NEUSA REIS A VC TAMBEM MEUS PARABÉNS E MEU MUITO OBRIGADA PELA DEDICAÇÃO AO TRADUZIR ESSES CAPÍTULOS E MUITOS OUTROS.
MAS QUANDO SERA O CAPÍTULO VI DO LIVRO V,ESTOU MUITO ANSIOSA.MAS AGUARDAREI COM GRANDES EXPECTATIVAS QUE COM CERTEZA SERAM BEM ATENDIDAS.

Márcia Corrêa said...

Emine esqueceu de nos, seus seguidores??????

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry

Suzete de Souza Araujo SouzaAraujo said...

Como faço para conseguir a continuação a partir do capítulo 8 do livro V?

kellynha christine said...

Muito boooooom!!!!