StatCtr

Monday, June 17, 2013

Livro III - Capítulo V - Christian Grey e Anastasia Steele


CAPÍTULO CINCO
FESTAS INESPERADAS

Tradução: Neusa Reis


"Qual você gostaria que fosse sua inscrição?"

"Inscrição no interior do anel?"

"Sim, senhor. Não vou me separar deste diamante, senão para um grande amor. Grandes amores são do tipo duradouro. Resistência está escrita em pedra; no seu caso, em platina."

"Sim. Deveria ler-se: "Meu primeiro, último, mais e para sempre,” Eu determino.

"E qual é o seu símbolo, senhor?"

"Meu símbolo? Que símbolo?"

"O que representa você, e seu amor por sua mulher, senhor?” Ele pergunta, e eu me sinto como um aluno que está recebendo um questionário sobre a lição que ele ainda não tinha estudado.

"Eu não tenho um símbolo,” eu digo. O rosto dele cai.

"Você deve ter um. Ou melhor, você tem, e você simplesmente não sabe qual é ainda. Há símbolos antigos que representam o amor,” ele diz e me avalia em silêncio. Ele olha para a minha postura, o meu olhar, e olha para mim de tal forma que, se eu não soubesse de nada, eu diria que ele estava pesando minha alma.

"Não...” diz ele sacudindo a cabeça. "Um símbolo de amor não vai funcionar para você,” diz ele a uma pergunta que eu não ouvi ser perguntada.

"Por que não?" Pergunto como uma criança insolente.

"É muito pouco para você. Você precisa de algo mais...” diz ele. "Você exala poder, senhor. Você a ama, mas 'amor' não é a palavra correta para o que você sente."

"O quê? Como não é amor isso que eu sinto por ela?" Pergunto com raiva.

"Porque senhor, como os anéis, vocês são almas gêmeas. O amor seria muito simples: representando uma vida. O que você precisa...” diz ele pausando, e ele parece estar resolvendo uma equação difícil em sua cabeça, e ele precisa usar todas as suas faculdades para completar a tarefa, e seu rosto enruga olhando para mim, olhando através de mim, então abaixa a cabeça e olha para sua mão segurando o diamante, finalmente, balançando a cabeça como se ele conversasse com o anel, e olha de volta para mim, tendo resolvido o seu problema. Ele sorri.

"...sim, o que você precisa está além. Além do amor, e além da vida... Eu acho que uma maçã simplesmente vai resolver ,” diz ele resolutamente.

"O quê?" Pergunto chocado. Eu quero rir, eu quero gritar com ele, mas ele parece tão sério sobre esta conclusão a que ele chegou. Eu tenho que perguntar.

"Uma maçã? Por que uma maçã? Eu não estou comprando um laptop. Meu amor por minha esposa ser representado por uma maçã? "

"Senhor, você não sabe nada sobre Vênus, Cupido e a Maçã de Ouro?”  Ele pergunta chocado.

"Não. Quero dizer, eu conheço Vênus e Cupido, mas eu não vejo a ligação,” eu respondo.

Ele suspira.

"Eu ficaria feliz em educá-lo sobre o assunto, senhor,” diz ele como se ele fosse a reencarnação de Sócrates. Eu vejo, pela minha visão periférica, Taylor ouvindo atentamente, e mesmo ele está interessado.
"Tudo bem. Estou ouvindo,” eu digo. Isso deve ser interessante... ao menos. A não ser que o velho tenha perdido completamente o juízo.

"Os antigos gregos reverenciavam a maçã como um símbolo de amor e desejos sexuais, senhor...” diz ele, e eu estou imediatamente com toda a atenção. Amor e desejo sexual são o meu símbolo. Eu encontro-me inclinado para a frente, e mesmo Taylor, instintivamente, dá um meio passo para a frente.

"Isso é um símbolo associado com a deusa grega Afrodite; ou você pode conhecê-la como a Deusa do Amor. Como conta a história, senhor, se um cavalheiro atirou ou lançou uma maçã para uma donzela, ele estava confessando seu amor por ela...” ele diz e faz uma pausa para recuperar o fôlego. Anastasia foi minha donzela para todos os intentos e propósitos;  um, eu a deflorei. Até agora, ele está no caminho certo.

 Sr. Caria toma uma golfada de ar e continua a sua história.

"Se a moça, por sua vez, pegava a maçã, ou pelo menos tentava, isso significava que ela estava  correpondendo com seu amor por ele." Eu estou com ele até agora. Quero Anastasia pegando minha maçã por todo o caminho.

Então ele olha para mim divertido e com um brilho em seus olhos, ele diz ...

"Jovem,” e ele o diz de tal maneira que, se eu não soubesse mais, eu diria que ele estava falando com um sotaque de Yorkshire, soando como 'homem yung', (N.T. Yorkshire é um condado histórico, então alguns dialetos e a pronúncia são do Inglês Antigo) eu abro meus olhos mais amplamente, e ouço.

"A maçã também foi considerada que trazia abundância e fertilidade. Era costume a noiva  comer uma maçã na noite de núpcias garantindo desejo sexual, fertilidade para ter filhos e abundância dentro do casamento."
Eu sorrio, "Bem, Sr. Caria,” eu respondo, sorrindo com confiança, "nós não precisamos de ajuda na primeira parte, o segundo pode esperar por um longo tempo, e o terceiro eu já acumulei."

 "Sr. Grey, até um cego pode ver a verdade no que você disse. Mas, o que está disponível no momento deve ser preservado para o futuro. Você não concorda, senhor?" Eu aceno com a cabeça, imperceptivelmente.

"Mas isso não é a única razão pela qual eu sugeri a 'maçã' como seu símbolo, senhor. Você exala poder, mas a sua postura me diz que você é o homem entre os homens poderosos, você é um líder, um cão superior, se você não se importa com minha expressão bruta. Você lutaria por ela... até a morte eu acho...” diz ele de forma lenta, e seguramente, concordando consigo mesmo, sua expressão escurecendo, e seus olhos insondáveis.

"Você sabe por que ela se tornou o símbolo que se tornou?"

Eu balanço minha cabeça, o meu olhar fixo nele. Ele concorda com a cabeça e continua a sua história.

"Eris, a deusa do Caos, Conflito e Discórdia estava irritada por não ter sido convidada para o casamento de Tétis, uma ninfa do mar e Peleu. (N.T. Tétis, a mais formosa das Nereidas e Peleu,rei da Tessalia, neto de Zeus) O casamento foi assistido por muitos dos deuses do Olimpo."

"Eu nunca ouvi falar da história de Tétis e Peleu,” eu digo com indiferença, encolhendo os ombros. Ele sorri e se inclina um pouco conspiratório.

"Talvez você tenha ouvido falar de sua prole, Aquiles,” diz ele com uma voz suave.

"Dele, eu já ouvi falar," eu digo balançando a cabeça.

"À medida que a história continua, contada por Hesíodo, na Teogonia, dizia-se que Eris estava irritada por não ter sido convidada. Então, ela jogou uma maçã de ouro sobre a mesa do banquete, alegando que quem fosse a possuidora desta bela maçã rara,  seria considerada a mais bela deusa. Claro, Hera, Atena e Afrodite se moveram rapidamente para reivindicá-la, e elas começaram a brigar por ela. No entanto, Zeus interveio e nomeou Paris, que era considerado o homem mais bonito entre todos os mortais ,” diz lentamente, sua voz adquirindo o som de um orador talentoso.

"É evidente que cada deusa queria ser declarada a mais bela e cada uma delas ofereceu algo para Paris, em troca de sua declaração. Atena prometeu a Paris riquezas, Hera prometeu-lhe poder, e Afrodite prometeu a Paris a mulher mortal mais bela do mundo, para ter como sua esposa.

Ele escolheu, Afrodite, é claro, e ela lhe prometeu Helena de Esparta. Mas o problema era que Helena já era a esposa de Menelau. Oráculos advertiram Paris contra a sua missão, mas mesmo assim ele partiu para Esparta e foi bem recebido,  calorosamente,  por Menelau o que, naturalmente, imediatamente cessou quando Paris deixou Esparta levando sua esposa, que escolheu ir com ele, o que, em contrapartida, desencadeou a Guerra de Tróia. Consequentemente, a Maçã de Ouro tornou-se o símbolo do amor pelo que vale a pena lutar."

Encontro-me dizendo: "Maçã de Ouro seja..."

"Muito bem, senhor. Vamos chamá-lo quando o anel estiver concluído. Deve estar pronto em uma semana."

*****

Sento-me no SUV, e Taylor fecha a porta, e rapidamente toma seu lugar na frente.

"Onde senhor?,” Ele pergunta.

"Um segundo, Taylor, basta sair e contornar a quadra até eu lhe dar uma direção,” digo. Eu verifico minhas mensagens de texto, e há uma de Elliot.


* No caminho para encontrar papai. Nora diz que sua agenda está aberta para a tarde. Falou com ele já? *

Taylor parece momentaneamente confuso, mas rapidamente recupera a compostura e sai do estacionamento subterrâneo. Eu pego meu Blackberry, e tomo uma respiração profunda, discando.

"Christian,” ele responde após o segundo toque.

"Oi, papai! Ouça, você está fazendo alguma coisa esta tarde?" Eu pergunto.

"Eu terminei com todas as aparições no tribunal, e eu só ia repassar alguns novos arquivos. Eu não tenho nada que não possa esperar. O que está acontecendo, meu filho? 
"
"Desde que nosso casamento não está muito longe, eu acho que nós precisamos comprar um smoking para você, eu, meu padrinho Elliot, e meu padrinho Taylor," eu digo, e Taylor desvia um pouco fora de sua pista..." Se sobrevivermos à direção, isto é..." Eu murmuro baixinho para que apenas Taylor possa me ouvir. Ele avermelha por toda a parte até a linha do cabelo e atrás de suas orelhas.

"É por isso que Elliot acabou de chegar aqui?” Ele pergunta surpreso.

"Hi, irmãozinho!" Eu ouço Elliott gritar no fundo.

"Sim, eu tive uma manhã movimentada, eu só agora tive tempo para chamá-lo," eu digo, e os olhos de Taylor vão ao encontro dos meus no espelho retrovisor, e ele rapidamente olha para frente.

"Ahh ... Claro, deixe-me limpar a minha agenda com Nora, e onde você quer que a gente o encontre?"

"Elliot já sabe pai. Ele vai lhe trazer."

"É um segredo?"

"Não, pai. Não é. Vou vê-lo lá,” eu digo misteriosamente,  ao que ele responde: "Sim, eu vou vê-lo... uhm... ,” e desliga.

"Nós vamos encontrá-los , senhor?" pergunta Taylor.

"Sim, vamos” eu digo, impassível.

"Onde é , senhor?" Muito engraçado Taylor.

"Leve-me para o Escala. Armani está enviando seus alfaiates para tirar nossas medidas. Estamos indo para obter smokings feitos sob encomenda."

"Sim, senhor, mas porque não na Armani?" Taylor pergunta confuso e dirige.

"Mudei de idéia na última hora, e tive Andrea reorganizando-o ontem à noite. Eu preciso falar com meu pai sobre a nova segurança. A que horas  eles estão vindo, a propósito? "

"Oh, sim, Welch os tem sob controle, cabe a você, senhor. Se você deseja conhecê-los hoje mais cedo ou mais tarde, eles poderiam vir após as medidas, senhor. "

"Vamos fazer isso. Isso vai me dar tempo de falar com ele, e enviá-lo com a nova segurança. Eu acredito que Welch acaba de enviar a informação ".

"Sim, isso já foi arranjado senhor, Welch enviou a ambos a informação certa, quando estávamos saindo,” diz ele, enquanto ele entra na garagem subterrânea do Escala.

Ele puxa para uma das vagas  e estaciona o SUV. Ele abre a porta, e nós nos encaminhamos para os elevadores.

"Senhor, antes de seu irmão e seu pai virem, eu preciso dar uma palavra com você,” diz Taylor, enquanto as portas do elevador se fecham sobre nós. Eu examino o rosto de Taylor, e está impassível, não aparentando nada. Eu não digo nada por um longo minuto. Quando o elevador nos leva para a cobertura, eu aceno com a cabeça concordando, “em meu escritório." Ele balança a cabeça e espera pacientemente.

Quando o elevador chega ao último andar, as portas ‘ding’ abertas.

"Meu escritório,” eu digo e ele segue. Se Taylor solicitou uma reunião privada, ele deve ter preocupações, e eu estou morrendo de vontade de ouvi-las.

Eu entro em meu escritório, e ele fecha a porta atrás. Sento-me na minha cadeira e levanto o meu olhar até Taylor, com curiosidade expectante.

"Senhor, eu tenho preocupações de segurança sobre o seu casamento, à luz dos acontecimentos recentes. Quão importante é para você tê-lo em casa dos seus pais? "

"É um assunto decidido, Taylor. Ele vai ser na casa dos meus pais." Ele acena com a cabeça.

"Sabemos o layout da casa de seus pais. De um ponto de vista de segurança, é quase indefensável. Apenas uma varredura completa não é suficiente, senhor. Nós tivemos problemas no passado com Leila, mesmo depois que fizemos uma varredura completa no apartamento da Srta. Steele, e foi uma mulher senhor, que sabíamos quem era e como ela era, e como se comportaria. Agora temos um futuro agressor atrás de você ou até mesmo da Srta. Steele, e mesmo seus familiares são alvos ".

"Qual é sua sugestão?"

"Sr. Grey, não podemos deixar qualquer lugar 100% seguro, e menos ainda o lugar de seus pais, por causa da água. Vamos precisar ter a lista de convidados para a equipe de Welch poder fazer verificações de antecedentes sobre todos eles, e também a equipe de serviço, pessoal de atendimento, floristas, o Pastor, até o garoto do anel e a garota da flor, senhor. É uma grande propriedade, precisamos ter olhos e armas cobrindo cada entrada e mais ainda sobre o mar, senhor. "

"Sem armas no meu casamento!" Eu berro.

"Nós temos que ter armas senhor, porque nós não sabemos quem está atrás de você! Eu não posso correr riscos com sua segurança após o incidente de Charlie Tango. Pella disse que o criminoso vai tentar, e ele vai tentar ter sucesso desta vez! Eu não posso ter você ou a Srta. Steele ou alguém com quem você se importa, morrendo sob meu olhar! Senhor!” ele levanta sua voz ansioso. Eu não vi Taylor ansioso muitas vezes antes.
"Armas são abomináveis ​​para mim, Taylor! Especialmente na casa dos meus pais que odeiam tanto quanto, se não mais! Sem armas! Isso é final!"

"Sr. Grey,” Taylor diz resolutamente, seus olhos escuros, sua postura firme,  com finalidade em sua decisão. "Tem sido um privilégio e uma honra trabalhar para você, mas eu parei! Você me deu os seus limites, e eu estou lhe dando os meus. Um homem decidido a matá-lo está à solta, fazendo tentativas para matá-lo, os paparazzi estão acampados acima e abaixo na rua para assediá-lo ou a Srta. Steele, você está tirando os nossos meios para protegê-lo! Eu não posso ir junto com isto, senhor! Eu tenho que defender o meu território." Eu vacilo com sua resposta. Eu não posso perder Taylor. Ambas as minhas mãos vão para o meu cabelo, exasperado, eu tomo uma respiração profunda, inalando.

"Por que você está tão empenhado em levar uma arma? Você é um lutador experiente."

"Sr. Grey, um provável assaltante com uma arma,  não iria se importar com minhas habilidades de luta. Um bom lutador morre tão rápido quanto um mau,  nas mãos de um lutador mais fraco,  por causa das armas que ele possui. Eu não vou ter tempo para inserir manualmente as balas nele! No dia do casamento, todos os tipos de pessoas estarão saindo do submundo, porque eles tiveram algum tipo de rancor contra você. Nós não sabemos o que estamos procurando, e Pella insiste que o criminoso não está trabalhando sozinho! Isso significa que nós estamos olhando para um número desconhecido de pessoas, com rostos desconhecidos, e mais do que provavelmente, pessoas que você conhece. É quando se torna mais imperativo do que nunca que tenhamos proteção perto de você, com armas, senhor,” ele quase grita comigo. O meu olhar é impassível penetrando nele. É uma luta interna para ir com o que eu sei sobre armas, e a verdade no que Taylor está dizendo.

"Sr. Grey, por favor! Ainda estou tendo pesadelos com a bunda ossuda, toda magra em seus 46 kg... desculpe-me,” ele se corrige: "Leila, segurando uma arma na cabeça da Srta. Steele, num apartamento em que fizemos uma varredura, e do qual ela não tinha uma chave, e ela poderia ter atirado na Srta. Steele!” diz ele, fazendo-me estremecer.

"Mas ela não o fez e eu consegui dominá-la!"

"Sr. Grey, é muito provável que esse homem que está atrás de você nunca seja subjugado por você! Por isso, ele não vai ser subjugado como Leila foi,  a quem você sabia como derrubar até o calcanhar. Esse cara está indo em frente até que ele mate você ou alguém com quem você se importa. Eu não posso ver isso impotente, senhor. Se ele aparecer, alguns seguranças, com certeza,  vão morrer tentando proteger você e aqueles que você ama, porque você não autorizou-nos uma forma de protegê-lo corretamente! Você tem que nos permitir portar armas, senhor, ou eu vou andar! Com esta merda de nenhuma arma, você está me fazendo sentir como um maldito idiota sem nenhuma forma de protegê-lo, e nós vamos ser como alvos fáceis para quem está com a intenção de prejudicá-lo. Devo entregar ao criminoso uma flor, enquanto ele está segurando uma arma na sua cabeça ou da Srta. Steele? Eu prefiro atirar no filho da puta. Senhor! "

Ele está certo. Foda-se! Meu rosto fica vincado com o pensamento e eu salto para meus pés.

"Tudo bem! Apenas os guarda-costas de corpo e aqueles que estão guardando os pontos de entrada são autorizados a portar armas. E esses devem ser escolhidos com cuidado por você e Welch, mas não para aqueles que estão andando entre os convidados. Caso contrário, eu vou ter suas bolas e as de Welch em um prato!"  Eu sibilo entre os dentes.

"É um compromisso exequível o suficiente para você?" Eu pergunto. Ele suspira, e enxuga o suor da testa com as costas da mão.

"Sim, senhor. É. Uma outra medida que eu quero trazer à sua atenção. Precisamos ter um chamariz."

"Um chamariz para quê?"

"Uma localização chamariz para o casamento: Ter os convidados vindo para um local diferente, e depois de suas identidades verificadas, nós os enviamos para o local correto na casa dos seus pais, e temos as identificações verificadas, lá também. Dessa forma, podemos frustrar a maioria dos paparazzi e confundir qualquer outra pessoa que está procurando vir atrás de você,” diz ele, e isto na verdade não é uma má idéia.
"Sim, isso seria ótimo. Consiga o lugar com Andrea, e Welch. Eu vou deixar você e Welch na organização dos detalhes. E, Taylor, você não se importa de ser um dos padrinhos de casamento? "

"Não, senhor. Eu estava pensando como sugerir isto a você, eu mesmo. Isto não receberá nenhuma proteção mais próxima do que essa. Então, essa foi uma boa jogada senhor ".

"Acho que Anastasia pode usar como dama de honra Gail, que pode acompanhá-lo,” ele sorri, surpreso com minha resposta.

"Sim, senhor!"

"Eu gostaria que você ficasse, Taylor, mas você já percebeu isso por você mesmo," eu digo, minha cara séria, sem pestanejar. Ele é o melhor segurança pessoal, e ele cuida de Anastasia. Não posso substituí-lo. Não em um curto espaço de tempo. E, estranhamente, encontro-me apaixonado por ele.

"Então, isso significa que você vai ficar?"

"Sim, significa, senhor. Obrigado por se comprometer." Eu concordo com a cabeça, dispensando-o.


****

"Sr. Grey, estenda os braços para fora, senhor,” e eu faço o que me está sendo dito.

"Angelo, há quanto tempo você vem fazendo isso?" Eu pergunto como uma forma de conversa fiada.

"Quarenta anos no próximo outubro, senhor,” ele responde educadamente, empurrando seus óculos de meia-lua para trás, e pegando seu marcador de sabão e marcando o tecido. (N.T. Sabão em barra de casa. Usa-se uma faca para cortar as pontas, para manter uma borda afiada.)

"Sr. Grey, se puder, por favor, sair da plataforma, você é muito mais alto do que eu. Preciso tomar sua medida do peito, senhor,” diz ele, e eu desço da  plataforma de 15 cm.

"Agora, levante os braços para cima, senhor,” e eu faço. Ele educadamente me agradece.

Ele escreve a medição, e enfia o lápis atrás da orelha. Assim que eu abaixo os braços para a minha lateral, ele diz, "se você pudesse estender seus braços, mais uma vez, senhor, eu preciso tomar sua medida da cintura."

Ele pega a fita métrica, envolvendo em torno da minha cintura, escreve a medição, e me mede novamente.
"Você errou da primeira vez?" Eu pergunto. Ele sorri.

"Não, senhor, nós, alfaiates, temos um ditado, 'meça duas vezes e corte uma vez’, isto evita erros,” ele responde.

"São estes os tecidos que serão  usados?” Pergunta meu pai do sofá em que ele está sentado.

"Sim, são. Você tem alguma objeção às cores? "

"Não, eu acho que  são bonitas cores."

"Eu não sou muito apreciador deste rosa pálido para o colete,” murmura Elliot. "Porque você está recebendo a cor prata?"

"Eu sou o único que vai se casar,” eu digo, e Elliot bufa. "Além disso, você deve estar combinando com  sua namorada, não comigo,” eu digo, e ele sorri.

"Sr. Grey, quer subir de volta na plataforma, por favor? Ele tem apenas 1,70 m,  o cabelo sal e pimenta (N.T. grisalho) com um bigode. Ele tem uma almofada de alfinetes amarrada acima do cotovelo. Ele deve estar se aproximando dos 60 anos de idade, embora ele pareça ágil para a sua idade.

"De onde você é, Angelo?"

"Eu nasci em Nápoles, senhor. Meu pai era um alfaiate, o pai dele antes dele. "

"Mas você fala Inglês tão bem,” diz meu irmão.

"Sim, senhor. Eu cresci no Brooklyn. Meu pai imigrou com uma das casas de moda como alfaiate. Ele era quase inigualável em suas habilidades, senhor. Eu aprendi a maior parte do que eu sei com ele,” diz, enquanto ele pega sua fita métrica novamente.

"Sr. Grey, você seria tão gentil de tirar os sapatos? Eu preciso para medir você para as calças, senhor."

"Para quem é que você trabalhava antes de Armani?” Pergunta meu pai, curioso.

"Eu trabalhei para a maioria das grandes casas de moda, senhor. Brioni, Canali, Loro Piana, Ermenegildo Zegna, Stefano Ricci, Sartoria, Casare Attolini e agora Armani,” ele responde, inclinando-se para baixo.

"Sr. Grey, você poderia abrir as pernas 30 cm de distância, senhor?” Ele pergunta educadamente. Eu faço, e ele mede do meu pé ao ‘gancho’ (N.T. o ângulo formado pelas faces interiores das pernas, onde se juntam a um tronco humano), e, em seguida, ele mede de meu pé à minha cintura. Em seguida, ele mede a minha panturrilha e a circunferência do meu tornozelo. Ele, então, vai ao redor do meu corpo tomando minhas medidas de vários lados e ângulos.

Depois que ele termina comigo a medição para o meu smoking, ele mede o meu pai, e, em seguida, Elliot.

"Christian, por que não escolher um smoking já pronto? Você não poderá usar essas cores novamente. Talvez, você possa usar o smoking, mas não o colete,” diz ele com desgosto. "Tenho certeza que Armani tem uma carga de smokings para satisfazer as necessidades de alguém cujo gosto é tão exigente quanto o seu,” diz ele sorrindo. Eu franzo a testa para ele.

"Por que você acha que é,  Angelo?” Ele pergunta ao alfaiate.

"É muito simples, senhor,” responde Angelo, enquanto ele continua ocupado com sua medição,  com precisão profissional. "Como qualquer cavalheiro bem-vestido pode lhe dizer, não existe nenhum terno pronto tão elegante quanto um terno sob encomenda, senhor. Você pode, talvez, estar familiarizado com a expressão de "sob encomenda." Você já ouviu falar disso, senhor?" Pergunta Angelo, sem parar suas medidas.

"Eu não acho que eu tenha,” responde Elliot genuinamente.

"Talvez não, senhor, um grande lote de ternos de qualidade estão disponíveis em grandes casas de moda. Mas, esta frase se origina no século 17, quando os alfaiates tinham rolos de tecido em suas lojas. O cliente vinha e escolhia o material e, daí o tecido era dito, por isso, o termo "sob encomenda" era utilizado. Este material elegante era então transformado no vestuário adaptado às medições individuais do cliente, assim como eu estou fazendo para os senhores hoje.

Sr. Grey solicitou materiais específicos, e ele não deseja usar alfaiataria sob medida."

"Não é isso que você já está fazendo? Está nos medindo, e você está indo fazer os smokings com nossas medições,” pergunta Elliot.

"Não, senhor. Feito sob medida usa um modelo já existente, ajustado individualmente às suas medidas. O que estou fazendo aqui é criar o seu próprio padrão, por suas medidas, senhor. Isso vai ser de fato um terno único de seu tipo. Sr. Grey tem muito bom gosto em roupas, senhor,” diz Angelo com admiração, e continua a medir Elliot.



(courtesy of Alonna C.)

"Ei mano, só para você saber, nós estamos tendo uma despedida de solteiro para você!” Diz Elliot me surpreendendo.

"O quê? Eu não quero uma despedida de solteiro! Eu queria que você me pedisse em primeiro lugar, Elliot! " Eu digo carrancudo.

"Claro que você quer! É uma tradição! Eu espero que você me prepare uma quando eu for apanhado!" Ele diz, sorrindo.

"Que tipo de despedida de solteiro? Quem está vindo?"

"Acho que tem que ser meio-limpa, pois papai está vindo. Caso contrário, mamãe arrancaria minha pele,” diz ele calmamente.

"Papai está vindo?" Pergunto mortificado.

"Eu estou bem aqui, Christian,” diz divertido. "Sim, eu disse que viria, mas se isso te faz sentir melhor, eu não vou ficar muito tempo."

"Não é isso, pai. Eu não gosto de surpresas inesperadas."

"Existe algum outro tipo? E, além disso, eu acabo de  informar você que está tendo uma despedida de solteiro. Sem nenhuma surpresa. Na verdade, eu vou lhe dar a opção de ir para um clube, ou levar a festa para o meu apartamento. Qual deles você prefere? "

Eu penso por um minuto. Eu posso deixar um clube quando eu quiser, mas eu tenho menos controle sobre os arredores. Se for na casa de Elliot eu tenho mais controle, e eu acho que posso sair a qualquer momento que eu queira, também.

"Sua casa!” Eu respondo.

"Boa escolha!"

"Quem está convidado?"

"Seus amigos, é claro. Papai, Flynn, eu, Mac, Bastille e alguns dos meus amigos da minha equipe que você já conhece. "

"Deixe seus nomes com Taylor, antes de sair."

"Então, você está vindo com certeza?"

"Sim,” eu digo a contragosto.

"Tenho a sua palavra sobre isso?" Eu suspiro.

"Sim, Elliot! Você tem,” eu respondo.

"Ótimo,” ele responde. "Agora seria um bom momento para dizer-lhe que vai ser realizada dois dias antes de seu casamento, e, aliás, é o dia da festa de despedida de solteira, e Kate me disse para lhe dizer que ela está pegando Ana na noite antes do casamento. Ela disse alguma merda como 'dá azar ver a noiva na noite antes do casamento’,” e desde que a mãe de Kate está fazendo o vestido de casamento, aparentemente, você não deveria ver isso. Acho que é outra má sorte as coisas que vocês dois deverão estar evitando...” diz ele, mas não vou deixá-lo terminar.

Eu salto para os meus pés, e berro.

"O que você disse?"

"Eu disse que é outra coisa de má sorte,” responde ele confuso.

"Não! Você disse algo sobre uma festa de despedida e que Anastasia passaria a noite antes do casamento com sua namorada. Eu estou falando sobre estas partes!"

"Não fique nervoso, cara!” Diz ele, e eu sigo em frente. Angelo acidentalmente enfia um alfinete na pele de Elliot.

"Sinto muito, Sr. Grey. Por favor, não se mexa,” avisa baixinho.

"Diga isso para o meu irmão!" Rosna Elliot.

"Ora, ora Christian!” Diz meu pai, me repreendendo. "Seu irmão e Kate só estão cumprindo certas tradições. Sua mãe teve que passar a noite com sua melhor amiga, na casa de seus pais. Não é tão ruim. E, além disso, você vai tê-la para o resto de sua vida depois daquela noite. É apenas uma noite,” diz ele e eu dou um grunhido.

"Eu não sei nada sobre isso, pai! Uma festa de despedida para Ana? A noite antes do casamento passada separada?" Eu digo rosnando. Eu odeio quando as pessoas atiram coisas no meu caminho com coisas que eu não posso controlar.

"O que elas vão fazer na hipotética festa de despedida de solteira? E o que elas vão estar fazendo no apartamento de Kate na noite antes do casamento? "

"Coisas de menina, eu acho,” diz Elliot encolhendo os ombros.

"Obrigado, Sr. Grey. Você pode descer, senhor,” diz Angelo levando-o para fora da plataforma. Taylor é o próximo na fila para ser medido. Elliot fecha a cara novamente. Taylor sobe na plataforma estoicamente como um cordeiro de sacrifício. Eu viro minha cabeça de volta para Elliot.

"E então?"

"Então o quê?"

"Ninguém me perguntou se poderia haver uma despedida de solteira, ou se Ana poderia passar a noite longe de mim!" Eu berro.

"Christian, você não está tentando controlar Ana, está?” Pergunta papai intrigado.

"Pai, fica fora disso, por favor!" Eu digo com a voz controlada.

"Como futuro sogro de Ana, eu tenho que dizer alguma coisa. Você está fazendo isso por ciúme ou por controle, Christian? Ou as duas coisas?” Acrescenta ele relutantemente.

"Pai, Anastasia é a pessoa mais importante na minha vida. A mais importante pessoa que já esteve em minha vida. Então, perdoe-me se eu tiver um tempo difícil permitindo homens nus cobiçando minha noiva!" Eu digo.

"Porque você está tão preocupado? Eu diria que, se você não se saísse bem nos negócios, você teria uma carreira como um dançarino exótico, de fato, você pode colocar todos eles fora do negócio,” brinca Elliot.

"Esse não é o ponto!" Eu berro.

Meu pai intervém.

"Meninos!” Diz ele e seu significado não é perdido por nós. "Talvez, você possa alocar algumas regras básicas, e de que maneira as meninas podem se divertir entre si, tendo um chá de panela e sua festa de despedida, e passarem a noite juntas, e você pode ter o seu caminho, ao estabelecer os parâmetros da forma como elas podem fazê-lo. Há sempre um compromisso e uma maneira viável."

"Anastasia sabe sobre isso?" Eu pergunto baixinho, escondendo a ameaça na minha voz.

"Eu não tenho certeza,” diz Elliot. "Kate pode já ter dito a ela ou talvez ela vá dizer a ela hoje. Eu não poderia dizer com certeza,” ele responde encolhendo os ombros.

Pensando sobre isso, Anastasia não me mandou uma mensagem ainda, desde o nosso encontro no almoço. Normalmente, ela já teria feito um comentário espirituoso. Mesmo que ela tenha ficado ocupada, ela teria dito alguma coisa. Mas, já fazem quase 3 horas  e nem um ‘beep’ dela.

"Desculpem-me,” eu digo para os acompanhantes, e eu ando para meu escritório, fora do alcance de voz. Eu disco o celular de Anastasia. Ela responde baixinho.

"Alô?"

"Ana? Por que você está falando tão baixinho? " Eu pergunto, alarmado.

"Oh, apenas... nada,” diz ela evitando.

"Anastasia, qual é o problema?"

"Nenhum problema Christian. Apenas ocupada, isso é tudo..."

"Ocupada com o quê, Ana?"

"Oi, Christian!" Eu ouço a voz de uma das minhas pessoas menos favoritas. Katherine Kavanagh.

"Por que ela está aí?" Pergunto baixinho, muito baixinho, mascarando a minha raiva cuidadosamente controlada.

Eu posso quase sentir Anastasia fechando os olhos e engolindo. "Fazendo um convite...” diz ela em voz baixa.

"Para que?" Eu sondo.

"Uma festa...” ela responde baixinho. Eu respiro pelo nariz, como um touro furioso, fechando os olhos. Ela não vai me dar os fatos até mais tarde, eu suspeito.

"Seria a festa de despedida de solteira?" Eu sibilo através dos meus dentes.

"Você não quer que eu vá?"

"Sobre o meu cadáver!" Eu grito, andando prá lá e prá cá, em volta do meu escritório.

"Dê-me o telefone!" Eu ouço Katherine, a trituradora de bolas, que deve ter ouvido a minha voz. E antes de eu ter a chance de dizer não, a voz no telefone muda.

"Christian, Elliot me mandou uma mensagem que você está indo para a festa de despedida de solteiro que ele dará em sua honra! Por que eu não posso fazer uma festa de despedida em honra da minha melhor amiga? Por que a dupla medida? Você pode cobiçar o corpo de alguma outra garota nua, mas Ana não pode fazer o mesmo com um stripper? E como é que você sabe que eu estou conseguindo um stripper? Talvez nós vamos comer e beber e dançar, e nos divertir!"

"N.Ã. O.!" Eu soletro em voz alta para ela.

"Bem, F. U. (N.T. Fuck You) e suas regras! Ela vai se casar com você, não é? Por que não podia ter esta única noite, como você estaria fazendo?"

"O quê?" Eu ouço Anastasia em segundo plano. "Dê-me o maldito telefone, Kate,” ela diz, e nos próximos 10 segundos, a sua voz vem muito mais perto da minha orelha.

"Christian? É verdade? "

"O quê?" Eu sibilo.

"Que você estará participando de uma despedida de solteiro. E aqui eu estava preocupada como você se sentiria sobre uma festa de despedida de solteira, e Kate tendo um momento difícil sobre isso! "

"Eu NÃO QUERIA participar dela. Eu estava encurralado por Elliot! Eu pretendo sair tão cedo quanto possível. De preferência antes das strippers tirarem suas roupas!"

"O quê? Mais do que uma stripper?"

"Eu não sei. Eu não quero ir! Eu acho que vai ser limpa, porque papai também vai estar lá."

"Essa não era a resposta que eu estava esperando, Christian,” diz ela, e sua voz vem através, como se ela estivesse falando fora do alcance do receptor. "Kate, eu ficaria feliz em vir para a festa de despedida de solteira, e eu aceito seu convite para passar a última noite antes do casamento com você!"

"Yaaa!" Eu ouço o grito de Kate ao fundo. Que diabos acabou de acontecer?

"Adeus, Christian. Vou vê-lo esta noite,” diz ela docemente e desliga na minha cara! Na minha cara! Eu ando prá lá e prá cá em volta do meu escritório para obter um controle sobre a minha raiva crescente. Onde Anastasia está envolvida, ela sempre consegue me fazer perder o controle. Foda-se! Eu sinto ansiedade rastejando sobre mim. Eu conto para trás. Vinte... dezenove... dezoito... dezessete... dezesseis... quinze... quatorze... treze... doze... onze... dez... nove... oito... sete... seis... cinco... quatro... três... dois... um... Inspire, expire! Fácil Grey!

Eu disco o número de Anastasia novamente. Ela não responde. Eu desligo. Eu chamo a SIP, e sua recém-contratada assistente, Hannah, me passa para ela.

"SIP, Ana Steele fala,” ela atende ao telefone.

"Não desligue! Eu não pedi uma despedida de solteiro. Eu não queria ir para ela. Elliot me colocou nela, e aconteceu de eu ter feito uma promessa de ir sem saber o que haveria lá. Se eu conseguir sair dela, eu vou. Mas, eu não quero que você vá à festa de despedida,” eu digo em uma respiração.

"Eu sei que deve ser insuportável ser colocado para ir a uma festa de despedida de solteiro, onde haverá strippers. E, eu também devo suportar a perspectiva dolorosa de ver strippers homens na minha festa de despedida de solteira. Mas, você pode ter certeza que eu vou tentar aguentar estoicamente como eu puder, já que você estaria fazendo o mesmo. Terminamos, aqui, senhor?” Ela pergunta com raiva.

"Não! Você vai passar a noite antes do casamento com Kate?" Eu pergunto.

"Podemos discutir esta noite, por favor, Christian? Eu tenho trabalho a fazer, e eu tenho uma dor de cabeça horrível,” diz ela.

"Eu preciso buscá-la em uma hora,” eu digo sem rodeios. Tenho certeza de que Angelo pode ter terminado de medir todos até então. E uma vez que Elliot prendeu isto a mim, eu vou colocá-lo de volta para ele...

"Eu tenho mais duas horas, e eu tive um longo almoço,” ela protesta.

"Eu não dou uma merda prá isso! Preciso ver você! E logo! Esteja pronta!"

"Christian...” ela suspira, exasperada. Ela me faz sentir completamente impotente. Eu não sei qual caminho é certo com ela, e ainda assim, tudo o que ela faz, me faz sentir vivo. Preciso vê-la!

"E,” eu acrescento, com uma voz profunda: "Eu fiz uma promessa a você esta manhã que eu ia cuidar bem de você,” eu digo em um tom acariciante, que iria fazer correr um arrepio pelo corpo dela.

"Christian, você não está jogando limpo!” Diz ela.

"Baby, eu não posso jogar limpo quando você está envolvida. Você é a minha prioridade número um. Vou pegar você em uma hora... Esteja pronta,” eu digo com uma promessa carnal na minha voz.

"Ok,” ela murmura quase inaudível.

Quando eu ando de volta para a sala de estar, Angelo já concluiu as medições.

"Sr. Grey, eu irei agora tomar as medidas do Sr. Trevelyan, e, em seguida, do Sr. Steele, senhor. Obrigado pelo seu tempo. Na sua conveniência, senhor, vamos fazer duas provas, uma na próxima semana, e uma na semana depois, então eu serei capaz de terminar seus smokings, senhor. Seria melhor se cada um pegasse o seu próprio smoking  apenas para se certificar de que ele se encaixa perfeitamente, para o caso de ser necessária qualquer alteração de último segundo,” diz ele.

"Obrigado, Angelo. Taylor vai levá-lo fora,” eu digo, e ele acena com a cabeça e segue Taylor fora.

Viro-me para o meu pai, e Elliot, e sorrio.

"Obrigado por terem tempo para tirarem suas medidas. Eu queria falar com vocês sobre o incremento à sua segurança,” e eu ouço um gemido de Elliot, e um grunhido suave do meu pai.

"Cara, você sabe o quão estranho é ter um guarda-costas seguindo sua bunda em todos os lugares, quando você está no negócio de construção? Será que é realmente necessário? "

"Não é apenas uma necessidade, mas é uma exigência. Meu investigador pensa que o incidente de Charlie Tango foi uma sabotagem. Nós não podemos dar uma chance. Até o agressor estar preso, eu receio que  precisemos ter segurança adicional. "

"É o mesmo cara que está vindo?"

"Um deles é...” eu respondo.

"Um deles? Que porra é essa? Você está devolvendo para mim por dar-lhe uma despedida de solteiro? Você é tão estranho, mano! Alguns outros caras seriam gratos pelo gesto."

"Eu não sou algum outro cara, Elliot! E há uma ameaça de segurança que não podemos subestimar! Vocês vão ter cada um dois guarda-costas de proteção próximos. "

"Isso são seis para nós! Eu não sei como vamos explicar isso para sua mãe, ou sua irmã, Christian. Elas já estão extremamente irritadas com o único que elas têm."

"Pai, por favor! Irritação é a menor das minhas preocupações. Seu bem-estar é o que me preocupa neste momento. Isto é, até este criminoso ser pego. Então, podemos pegar leve com a segurança,” eu respondo.

"Você quer dizer que você vai continuar a enviar os guarda-costas, mesmo depois do criminoso estar preso?"

"Talvez não tantos quantos vocês têm agora, mas, sim, para a sua segurança."

"Você está tentando nos pagar em espécie por você ficar em apuros com a Ana?" Pergunta Elliot.

"Eu não sonharia com isso. Eu tinha a segurança arranjada antes de você pensar na festa de despedida,” eu digo sorrindo.

"Christian, eu vou ter certeza de que seu irmão não permita nada de mau gosto, ou faça com que qualquer coisa possa perturbar a sua mãe, ou Ana, ou Kate para este assunto,” diz meu pai resolutamente.

"Pai! Como seria bom, se não podemos colocá-lo em apuros? "

"E você não está nem um pouco preocupado com a sua namorada cobiçando strippers masculinos?" Eu pergunto.

"O quê? Você acha que ela vai ter alguma coisa com isso?” Ele pergunta com confiança, exageradamente exibindo seu corpo. "Sem chance!” Diz ele sorrindo.

Eu verifico o meu relógio o mais discretamente possível.

"Pai, eu acho que é a nossa deixa para sair,” diz Elliot sorrindo.

"Espero que não o coloquemos em um monte de problemas, irmão! Mas você tem que relaxar. Nós só queremos que você se divirta antes de se casar, isso é tudo! "

"Isso é muito atencioso de sua parte, Elliot. Não se esqueça de seus presentes de despedida antes de sair,” eu digo sorrindo.

"Taylor,” eu chamo.

"Sim, senhor,” responde ele entrando.

"Eles estão aqui?" Pergunto com um rosto impassível.

"Eles estão, senhor. Eles estarão prontos para sair com ambos os Srs. Grey, senhor,” ele responde com um brilho em seus olhos.  Seis caras se enfileiram em ternos escuros, eles se parecem com seis Rambos em cortes de cabelo militares. Os olhos do meu pai se arregalam.

"Sua mãe não vai gostar disso,” ele sussurra para Elliot.

"Nem me fale! Meus rapazes no trabalho terão munição suficiente para foder com a minha cabeça por um ano,” ele resmunga para trás.

Taylor os apresenta.

"Sr. Grey, estes são os seus seguranças: Brian Evans e Tom Rhodes,” diz a Elliot.

"Frank O'Neil, John Brady, Hank Thomas, Tony Citoli, Clint Warner, Joe Genarro, e Claus Schwartz vão  com você,  Sr. Grey,” diz ele voltando-se para o meu pai. "Cada um sabe a quem seguir, senhor."

"Ótimo, ótimo,” ele responde em voz baixa. Em seguida, ganhando sua ‘eu-sou-um-advogado’ compostura, ele encontra sua voz profissional:

"Prazer em conhecê-los, cavalheiros. Bem, vamos?” Diz ele como o homem que se resigna ao seu destino.

"Nós temos que mantê-los em casa? Ou qual é o procedimento?" Meu pai pergunta em seu caminho para fora.

Elliot está segurando a extremidade traseira do grupo. "Vejo você em sua festa, irmão! Eu não me sinto mais tão ruim por você ficar em apuros,” diz ele sorrindo.

Depois que a porta do elevador se fecha atrás deles, Taylor se vira para mim e pergunta: "Estamos voltando para GEH, Sr. Grey?"

"Não, nós vamos a SIP para recolher a Srta. Steele.”

"Sim, senhor."

*****


Skyfall - Adele

Estamos na frente do SIP seis minutos antes da hora. Sento-me no meu lugar, minhas emoções sob controle até agora, mas onde Anastasia está envolvida, meu controle tem um jeito de derreter como um bloco de gelo no calor do deserto. Eu verifico o meu relógio de novo, esperando que ela apareça na porta. São seis minutos depois da hora. Ela não está na porta. O meu olhar está fixo na porta, sem pestanejar. Será que ela esqueceu? Será que ela decidiu que quer continuar a trabalhar? De repente, o medo me toma. Eu vou dar-lhe mais alguns minutos. Talvez ela tivesse algo para terminar. Eu sinto o meu silencioso relógio marcando, enquanto meu olhar está fixo na porta. De repente, a porta se abre e eu sinto alívio, mas é outra pessoa. Eu pego meu Blackberry  e disco o número de Anastasia.

Ela não responde. O pânico e a raiva estão crescendo em mim como vulcões gêmeos. Eu disco o número de telefone do SIP, e sua nova assistente Hannah responde no terceiro toque, e ela está sem fôlego, como se ela tivesse corrido para o telefone.

"SIP. Escritório da Srta. Steele, Hannah fala,” diz ela tentando recuperar o fôlego. Eu olho para o meu telefone confuso.

"Hannah! Aqui é Christian Grey. Onde está a Srta. Steele?"

"Sobre isso, senhor..."

"O quê?" Pergunto drasticamente, minha raiva crescente. Para onde ela foi? Onde está Sawyer? "Ela foi para algum lugar?" Pergunto bruscamente. Se ela foi, por que Sawyer não me chamou?

"Não, senhor. Ela não foi a lugar nenhum,” ela responde educadamente.

"Onde diabos está Sawyer?" Pergunto com força.

"Sr. Sawyer está esperando a Srta. Steele ficar pronta. Eu não acho que ele estava ciente de que ela estava saindo mais cedo, senhor,” ela responde.

"Você sabe por que ela não está atendendo o celular?"

"Sim,” ela diz, e, em seguida, sua voz vai para um sussurro. "Sr. Grey, eu sinto muito. Ela não estava bem na última hora. Ela não quer que ninguém saiba. Ela só tomou Advil, e colocou a cabeça baixa sobre a mesa, e me disse para acordá-la cinco minutos antes da hora, mas, ela me deu várias coisas para fazer, e me levou um tempo para terminar minhas tarefas, e eu completamente perdi a noção do tempo. Eu sinto muito que eu não a acordei a tempo, Sr. Grey. Ela só foi lavar o rosto rapidamente, antes que ela saia,” diz ela em um só fôlego. Em seguida, percebendo que ela não deveria falar, acrescenta envergonhada, "Oh, ela provavelmente não queria que eu passasse isso. Peço desculpas, Sr. Grey. Srta. Steele está aqui, senhor,” ela diz e lhe entrega o telefone.

"Sr. Grey está no telefone para você, Ana,” diz ela, com a voz distante do alto-falante.

"Olá, Christian,” diz Anastasia em um tom suave, e meu coração se derrete.

"Oi,” eu respondo. "Você está quase pronta?"

"Sim. Eu estava no banheiro. Eu estarei fora em um minuto,” ela responde.

"Ok,” eu respondo suavemente.

Ela aparece na porta dentro de poucos minutos, seguida por Sawyer, e encontro-me rapidamente saindo do SUV e caminhando em direção a ela, em passos firmes. Ela parece pálida.

"Oi,” eu digo pegando a mão dela. Está fria. "Oi,” ela responde engolindo.

"Você não está bem?"

"Só cansada... Isso é tudo,” ela responde evitando minha pergunta.

"Ana, o que há de errado?" Pergunto virando-a para mim.

"Nada...” ela responde.

Eu a coloco debaixo do meu braço protetoramente, e a levo para o SUV.

"Você já comeu?" Pergunto, uma vez que estamos no carro.

"Sim, eu comi um sanduíche,” ela responde.

"Ana! Qual é o problema?" Pergunto, a ansiedade crescendo em mim. "Eu preciso levá-la a um hospital?"

"Não, Christian. Eu só tive uma dor de cabeça... ou melhor, ainda tenho,” diz ela, e eu a puxo em meu colo, onde ela se enrola, e eu beijo o topo de sua cabeça, segurando-a possessivamente. Ela suspira e seus braços se envolvem em torno de meu pescoço, ela enfia a cabeça debaixo da dobra do meu pescoço.

"Não vamos brigar, baby! Não sobre  coisas tolas como festas,” eu digo.

"Bem, você está indo para a festa de Elliot?"

"Você quer que eu fique?" Eu pergunto a ela, querendo que ela diga, 'sim', que ela quer que eu fique.

"A parte racional de mim quer que você fique. Mas, eu confio em você. Eu quero mostrar que eu confio em você, mesmo entre seios despidos e bundas nuas,” diz ela estremecendo.

"É por isso que você ficou doente?"

"Sim. Mas, eu tenho que ser uma adulta sobre isso. Isso não significa que eu não vou ser insanamente e irracionalmente ciumenta. Porque você é o meu homem!” Diz ela, em um sussurro fervente. Sinto-me imensamente feliz e exultante com sua resposta. Eu quero que ela seja possessiva de mim. Eu quero que seu mundo comece  e termine comigo, e o fato de que ela se sente assim o suficiente para ficar doente com isso, me faz feliz e louco. Porque eu quero protegê-la, e eu quero que ela fique bem. Eu não quero ser o motivo, a causa que a põe doente.

"Baby, eu sinto o mesmo por você!"  Eu digo a ela.

"Mas o que vamos fazer, Christian? Você fez uma promessa, e eu também,” ela sussurra.

"Nós vamos ter que estar lá o tempo suficiente para cumprir a promessa que fizemos. Mas, você realmente quer ficar com Kate na noite antes do nosso casamento? "

"Eu não sei mais o que fazer. Aparentemente é a tradição, e eu concordei em dormir longe de você essa noite,” diz ela corando. Eu franzo a testa.

"Eu não posso deixar você ficar longe de mim, Ana. Isso irá também criar um problema de segurança. Não quero paparazzi perseguindo você. O apartamento dela não é seguro o suficiente. Que tal este compromisso? Kate vem e permanece conosco no apartamento, com você,  em seu antigo quarto. Dessa forma, você não dormirá comigo nesta noite, mas também estará cumprindo a sua promessa para  sua amiga de passar a noite com ela,” ela pisca com algum tipo de alívio, olhando para mim.

Então, eu me inclino e sussurro em seu ouvido. "Nós vamos ter que ter certeza que eu vou foder você uma boa parte do dia para compensar a noite que você não vai estar comigo,” eu digo, provocante, fazendo-a corar mais vermelho do que o manifesto comunista.

"Sim!” Ela sussurra, seus olhos escurecendo, segurando-me com mais força.

"Como está sua cabeça?"

"Surpreendentemente muito melhor,” ela responde sorrindo.

"Eu estava esperando que você dissesse isso. Tenho planos para nós."

"Eu espero que seja antes do jantar,” ela responde no meu ouvido.

Quando Taylor pára o SUV na frente dos elevadores, Sawyer pula fora, e abre a porta, e sem quebrar a ligação, eu levo Anastasia para fora, andando com ela para os elevadores. Nós somos como o sol e seu planeta, tão atraídos um pelo outro; quando estamos perto, há um desejo insuportável e uma atração magnética para mesclar nossos corpos juntos. Eu pressiono o botão de chamada do elevador, e quando as portas ‘ding’ abertas, eu faço Anastasia entrar, e levanto minha mão para Sawyer.

"Tome o próximo," eu digo a ele com um rosto impassível, fazendo corar Anastasia e enterrar a cabeça de vergonha debaixo do meu braço.

"Sim, senhor,” responde ele, ficando carmesim.

Quando a porta se fecha, eu entro o meu código para a cobertura e viro Anastasia, encerrando-a entre meus braços contra a parede do elevador. Minha ereção crescente está pressionando contra seu estômago. Eu me inclino e pressiono a testa contra a dela. Eu inalo seu aroma profundamente, enquanto eu fecho meus olhos.

"Deus, você está me inebriando,  Ana!" Eu digo, quando eu começo a devorar sua boca e língua, chupando e mordendo seus lábios e queixo e pescoço. Ela retribui, entrelaçando as mãos no meu cabelo, e puxando minha cabeça para baixo com força. Eu gemo em sua boca, o stress das duas últimas  horas, finalmente, buscando a sua liberação. Eu tomo o mamilo, animado sob a blusa de seda, em minha boca, através de sua blusa, e ela empurra os braços contra a parede do elevador, fazendo seu seio empurrar para trás em minha boca.

Tonight (I’m Fucking you – Enrique Iglesias)

"Não aqui, baby,” eu sussurro. "Eu quero você na minha cama,” eu digo, e quando a porta do elevador ‘ding’ aberta na minha cobertura, eu a pego do chão e a iço no meu ombro, fazendo-a gritar de surpresa.

"Christian, me coloque para baixo!” Ela protesta.

"Tudo a seu tempo, baby,” eu respondo enquanto eu entro no saguão.  A Sra. Jones está vindo da cozinha e pisca com surpresa total.

"Olá, Sra. Jones," eu a cumprimento.

"Uhm... Sim, oi,  Sr. Grey. Srta. Steele,” diz ela e rapidamente ganha distância.

"Oh Deus," Anastasia murmura baixinho, cobrindo seu rosto. Eu sorrio.

Eu entro em nosso quarto e fecho a porta com o pé e deposito-a na cama, caindo em cima dela.

"Quanto você gosta desta blusa?" Eu pergunto.

"Eu gosto bastante, a menos que você esteja disposto a substitui-la,” ela responde, e eu sorrio. Com um movimento rápido eu a rasgo, botões voando para todos os lados no meu quarto. Eu a tiro dela, e desabotoo sua saia, tirando-a. Ela está com sua calcinha rendada, meias de seda sustentadas com sua cinta-liga. Eu olho para ela apreciando a vista por um minuto, e inclino-me para baixo e puxo os copos do sutiã fora, em um movimento dolorosamente lento, um de cada vez. Eu me inclino para baixo e com cuidado pego um mamilo em minha boca e habilmente agito-o para frente e para trás com a minha língua, e arranho com os meus dentes, fazendo-a ofegar. Eu seguro a parte inferior do mamilo alongado entre os meus dentes da frente, e a minha língua suga implacavelmente. Meu dedo indicador e o polegar espelham minhas ações sobre o outro mamilo. Anastasia geme em prazer doloroso, e envolve instantaneamente suas pernas em volta do meu torso.

Meus lábios se movem entre os picos gêmeos de seus seios, e beliscam e chupam, em meu caminho até seu umbigo, e sondam sua barriga, fazendo-a apertar sua virilha. Descendo para o topo do seu osso púbico, a minha mão cobre seu sexo, mergulhando um dedo e depois dois em seu sexo já encharcado. Eu sinto meu pau empurrando com força contra minhas calças. Minha boca desce para o seu cerne pulsante. Ela grita de prazer. Eu puxo seu bumbum para mim. Minha boca cobre o orifício de seu sexo. Minha língua mergulha em seu sexo, como se não houvesse amanhã e meus dentes pastam sobre o clitóris. Ela levanta o quadril para fora da cama na minha boca acolhedora. Minha língua mergulha mais profundo, primeiro em círculos, em seguida, para dentro e para fora. Enquanto com uma mão eu empurro sua bunda em minha boca, a minha outra mão provoca os seios. Estou língua, dentes, mãos, dando-lhe uma sobrecarga sensorial. Ela logo goza em voz alta, com ondas longas, estremecendo.

Eu rapidamente despojo-me de minhas roupas, e viro Anastasia de barriga para baixo.

"Levante esta gloriosa bunda para cima no ar, baby,” eu digo e quando ela faz, eu separo suas pernas com as minhas empurrando-as para o lado, e abrindo espaço para mim. Meu pau está pulsando, e exigindo estar dentro dela, e nada menos do que levá-la por todo o caminho, marcando-a em seu interior,  irá satisfazer a besta em mim.

Eu mergulho dentro dela fazendo-a ofegar, enchendo seu orifício apertado, e o sentimento é requintado. Eu fico assim conectado, os olhos fechados, e sua bunda em minhas mãos, saboreando-a.

"Pronta, baby?" Eu pergunto.


"Um segundo,” diz ela e ajusta suas pernas, abrindo os braços para  frente.

"Ok, eu estou pronta, perca-se, e me leve com você!” Diz ela, fazendo a minha necessidade por ela crescer aos trancos e barrancos, e eu me movo. Primeiro lentamente, eu me movo dentro e fora, e ela me encontra impulso por impulso, e mergulhando de encontro a mim, fazendo-me encontrar os pontos mais profundos inexplorados dentro de seu sexo, gemendo.

Eu empurro uma perna por cima, abrindo espaço para as minhas mãos para alcançar seu seio, e provocando e puxando, me movo e deslizo para dentro e para fora dela. O inchaço de seu cerne e sua umidade insuportável me empurra para o vórtice de prazer. Quando eu começo a gemer, eu sinto o aperto de seu sexo, e seu corpo começa a convulsionar com o prazer construído, sacudindo suas pernas. O desejo em mim por ela me empurra acima de todos os limites, e eu trabalho meus quadris em círculos, levantando sua bunda no ar em ângulo, para dar ao meu pau um melhor aproveitamento contra sua zona de prazer. Como o meu ritmo fica mais e mais rápido, eu martelo nela implacavelmente.

"Christian, por favor!” Ela grita.

"Isto é meu!" Eu assobio controlando seu sexo. "Você é minha!"


"Sua,” geme Anastasia.

"E eu sou seu! Não.Esqueça.Isso! "Eu digo e me esvazio nela enquanto nós alcançamos os picos de nosso prazer.

Eu empurro mais uma vez dentro dela, e, finalmente, eu colapso na cama, sem quebrar a nossa conexão. Eu a puxo em meus braços, completamente saciada e feliz.

Antes que ela feche os olhos relaxados, eu a ouço sussurrar, "Eu amo você, Christian." Eu a seguro com mais força.


"E eu, a você, Ana," eu sussurro baixinho, e adormeço.




39 comments:

Neusa Reis said...

Oi meninas, gostaram? 3 caps. esta semana.
E caps espetaculares.
Deuses, Amor, seguranças, ciumes de ambos os lados por causa de festas de despedida de solteiros. Mas, preparem-se.
O próximo capítulo, o VI, é muito, muito grande e está uma maravilha. Vocês verão as festas de despedida e o casamento.Quero saber o que estão achando e o que vão achar. Tenho certeza que a Emine quererá saber também.
Estarei esperando por vocês, seguindo nesta nossa jornada juntas. Beijos.

Rozeli said...

Que capítulo maravilhoso!
Se gostamos? Estamos maravilhadas em termos 3 capítulos em uma semana. Obrigada Neusa!
Lindo trabalho Émine.

Anonymous said...

Ola Neusa e Emine!!!
Que capitulo delicioso, nossa eu amei os 3 capitulos durante a semana !!! Toda hora atualizo pra ver se ter novidades, tudo de bom, meus parabéns pela traduçao !!
Emine que mente previlegiada voce tem parabéns !!!
Katia

Cute Dream´s said...

Obrigada pela dedicação! Três capítulos foram maravilhosos!!!!ADOREI!!

Olidelgi said...

Uau!!!!!! É só o que dá pra dizer.
Simplesmente maravilhosos estes capítulos. Que bom que foram 3 cap. esta semana, vc foi 10, não, 100, não, 1000, por nos proporcionar esta leitura magnífica. Nossa, foi uma aula sobre os deuses, hein? Não conhecia essa história da maçã, aprendi algo novo. Viu, 50 tons, também é aprendizado. Parabéns, mais uma vez e, obrigada pela sua tradução. Não canso de dizer como a Eminé é demais, grande escritora, conseguiu tornar a história do casal muito mais extraordinária.
Bjs

Tati said...

Sempre Ansiosa pelo próximo vcs são maravilhosas!! adorei a crise de ciumes!!!

Tati said...

Adorei Neusa 3 capt por semana é simplesmente maravilhoso!!! obrigada a vcs! por esse visão maravilhosa de Christian!!!

Unknown said...

Estou amando está tudo perfeito sua tradução é excelente parabéns a vc Neusa e a Eminé, cada dia estou mais curiosa pra ler essa história maravilhosa sobre o ponto de vista intenso e extremamente apaixonado do Christian, está demais de lindo um grande beijo a vcs duas que estão nos dando tanta alegria!!!

Unknown said...

Neusa e Eminé quero parabeniza-las pela belissíma história, está cada dia mais cativante, mais intensa. A história sobre o ponto de vista do Christian é extremamente apaixonante de se ler, obrigada a vcs duas por nos dar esse presente, é uma alegria para vir aqui e ver mais um novo capítulo dessa história de amor maravilhosa. Um grande beijos para as duas e obrigada!!!

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Bom dia meninas!

I’ve been very busy lately, and haven’t been able to comment, but I read everything you write. As you know, I work, write (both 50 Shades and the Pella Series), and had sick kids, parents, hubby, and I try to do some volunteer humanitarian work. I try to help translate cases with human rights violations or try to help friends who are single moms with law, taxes etc. That’s my contribution to better the world we live in for our future generations; something to pay forward. Which brings me to Brazil: are you all safe with the protests and other things going on? Hope you are well and life gets better for everyone. You’ve been in my mind for sometime

I wanted to say hi to you all: Aline, Natii, Leda, Neusa, Tati, Pao, Katia, Fernanda, Carol, Anne Caroline, Olidelgi, Cute Dream’s, Hortencia, Elaine, Edilaine, Leda, Daniela, Jordana, Tatiana, Luxo da Lix, Lala, Rozeli, Sandra, Cristina, Rosa, Leda, Eliane, Katia,

We’ve started with the prenuptuals (Carrick was mad for Elena abusing his son. Of course he might think that CG is being a stubborn ass for not getting a prenuptial agreement. Of course he’s the 25th richest man in the world. He would want to protect his son. We all would. But we also know Ana), rings (CG would not get anything but the best and something meaningful), got ready for the wedding, and we’re nearly there! Then a long detailed honeymoon (and of course it’s custom made for them only)!

Christian is insecure. That’s why he needs the obedience in his vows. But Ana can hold her own. That’s why he loves her. If she said yes to everything, he wouldn’t be as attached. Deep down, he loves the challange.

Our favorite dom Christian just had his birthday on June 18th. He’s now 30 years old! And, Lala, yes, I saw the one page tribute (one page story) EL James wrote on her blog for his birthday. It was cute!

Rozeli, I will in the future write the talk between Ana and Kate (I didn’t yet) about the contract.

Elaine, the lady in red (singing the “Ectasy of Gold” from the film “The Good, the Bad, and the Ugly”) is soprano Susanna Rigacci. I’m a big western fan. LOVE the cowboy movies and absolutely LOVE Clint Eastwood :)

Olidelgi – you are quite right. I also try to teach something new with different chapters. I want to give some depth to the story. Not make it plain like a piece of dry toast. Christian is well educated, raised in a cultured family, and he attained his personal wealth. He’s got the best taste, and he can afford the best. We know he would never go for cheap, or ordinary. Not for Ana. He would always want the best of everything for her.

For those of you who are reading the Pella Series, I posted Chapter 8 last night. You get to learn a little more about Alex. How he first saw Elissa and how he was assigned to protect her.

Also, I want to thank you all for asking, praying for my mom. She got the results for her cancer biopsy. It is caught early. She started her hormone treatment. They want to see how her body responds to it for 3 months. As you know, we don’t get to choose what hand life deals us. We don’t choose the kinds of problems we want. But we choose how we react, and how we deal with it. The first time I heard about my mom’s problem I cried non stop for 2 days. I got that out of the way. Because my siblings look up to me to be strong. I did my crying on my own. Being the strongest is a lonely place. Because I don’t want them to crumple because I have a hard time handling it. After my crying was over, I had to choose how to handle it. Worry doesn’t help anyone. It’s a negative feeling. Remember 3 things: Faith, Hope and Love. Hope is one of the strongest emotions in the world. Hope is a good, one of the best things. So I hope that she gets better & becomes healthier. I write for her too. She wanted to be a writer, but life got in the way. This is for her too. If I fulfill it, it will be her dream fulfilled in a way as well.

Love you all!

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Neusa traduzido o meu comentário. Parte 1:

Bom dia Meninas!
Estive muito ocupada ultimamente, e não pude comentar, mas leio tudo que vocês escrevem. Como vocês sabem, eu trabalho, escrevo (ambos, 50 Shades e a Série Pella), e tive filhos doentes, pais, esposo, e eu tento fazer algum trabalho voluntário humanitário. Eu tento ajudar a traduzir casos de violações de direitos humanos ou tento ajudar a amigas que são mães solteiras com leis, impostos, etc. Essa é a minha contribuição para melhorar o mundo em que vivemos para nossas futuras gerações; algo pelo que serei paga adiante. O que me conduz ao Brasil: vocês estão seguras com os protestos e outras coisas acontecendo? Espero que vocês estejam bem e que a vida fique melhor para todos. Vocês têm estado em minha mente.
Eu queria dizer oi a todas vocês: Aline, Natii, Leda, Neusa, Tati, Pao, Katia, Fernanda, Carol, Anne Caroline, Olidelgi, Cute Dreams, Hortencia, Elaine, Edilaine, Leda, Daniela, Jordana, Tatiana, Luxo da Lix, Lala, Rozeli, Sandra, Cristina, Rosa, Leda, Eliane, Katia.
Começamos com os pré-nupciais (Carrick estava louco por Elena ter abusado de seu filho. Claro que ele poderia pensar que CG estava sendo um burro teimoso por não obter um acordo pré-nupcial. Claro, ele é o 25º. homem mais rico do mundo. Ele iria querer proteger seu filho. Todos nós faríamos. Mas também conhecemos Ana; anéis (CG não iria pegar nada menos que o melhor e algo com significado) estarão prontos para o casamento, e estamos quase lá! Em seguida, uma lua de mel muito detalhada (e é claro que é feita sob medida para eles só)!
Christian é inseguro. É por isso que ele precisa da obediência em seus votos. Mas Ana pode se segurar. É por isso que ele a ama. Se ela dissesse sim a tudo, ele não estaria tão apegado. No fundo, ele adora o desafio.
Nosso favorito dom, Christian, acaba de comemorar seu aniversário em 18 de junho. Ele tem agora 30 anos de idade! E, Lala, sim, eu vi a página de homenagem (uma página de história) que EL James escreveu em seu blog para seu aniversário. Foi bonito!
Rozeli, irei no futuro escrever a conversa entre Ana e Kate (eu ainda não o fiz) sobre o contrato.
Elaine, a dama de vermelho (cantando o "Ecstasy de Ouro" do filme "O Bom, o Mau e o Feio") é a soprano Susanna Rigacci. Eu sou uma grande fã de sertanejo. Adoro os filmes de cowboy e absolutamente amo Clint Eastwood :)
Olidelgi - você tem toda a razão. Eu também tento ensinar algo novo com os diferentes capítulos. Eu quero dar alguma profundidade à história. Não deixá-la simples ‘como um pedaço de pão seco’. Christian é bem educado, cresceu em uma família culta, e ele conseguiu sua riqueza pessoal. Ele tem bom gosto e ele pode pagar o melhor. Sabemos que ele nunca iria para o barato, ou ordinário. Não para Ana. Ele sempre quer o melhor de tudo para ela.
Para aquelas de vocês que estão lendo a série Pella, eu postei o capítulo 8 na noite passada. Você começa a conhecer um pouco mais sobre Alex. Como é que ele viu pela primeira vez Elissa e como ele foi designado para protegê-la.


Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Parte 2:

Além disso, eu quero agradecer a todas vocês por perguntar, orando por minha mãe. Ela recebeu os resultados da biópsia de seu câncer. Ele foi detectado precocemente. Ela iniciou o tratamento hormonal. Eles querem ver como seu corpo responde a ele por 3 meses. Como vocês sabem, nós não temos que escolher que cartas a vida nos mostra. Nós não escolhemos os tipos de problemas que queremos. Mas podemos escolher como reagimos e como lidamos com ele. A primeira vez que ouvi sobre o problema da minha mãe eu chorei sem parar por 2 dias. Eu fiquei fora do caminho. Porque meus irmãos esperavam que eu fosse forte. Eu chorei para mim mesma. Ser o mais forte é um lugar solitário. Porque eu não quero que eles se machuquem, porque eu tenho um tempo duro lidando com isso. Depois que meu choro acabou, eu tinha que escolher como lidar com isso. A preocupação não ajuda ninguém. É um sentimento negativo. Lembre-se de três coisas: Fé, Esperança e Amor. Esperança é uma das emoções mais fortes do mundo. A Esperança é uma boa, uma das melhores coisas. Portanto, espero que ela fique melhor e torne-se mais saudável. Eu escrevo para ela também. Ela queria ser uma escritora, mas a vida ficou no caminho. Isto é para ela também. Se eu realizar, ele vai ter o seu sonho realizado, de certa maneira, também.
Amo todas vocês.


Obrigado Neusa!

Leda Carneiro said...

Bom dia Emine, é emocionante vc referindi-se a nós e ter nos contado um pouco de sua vida , desejo melhoras para sua mãe, com amor, fé e esperança ela vai superar esta fase difícil. Estou adorando a versão Christian e aprendendo muito. Neusa obrigada pela tradução.

Natii said...

Espetacular como sempre, ja amoo vcs duas, vcs fazem minha semana ficar feliz com esse casal lindo, como sempre fascinada :) e como sempre quero agradecer o empenho de vcs para nos fazer feliz a cada capitulo e cada um com expectativas diferentes e surpreendente, bom demais amoo muitoo tudo isso!
Grande beijo e ansiosaaaa como sempre minha deusa interior ta que nao se aguenta nas expectativas proximas :)

Bjos bom fim de semana...

Natii

Amanha Manhães said...

Estou amando muito os livros, fico verificando de cinco em cinco minutos para ver se n tem um novo capitulo. Emine vc é fantástica! E Neusa vc esta de parabéns pela tradução!!!

Amanha Manhães said...

Estou amando os livros... muito ansiosa por novos capítulos...Emine vc é incrível...!!! E Neusa vc esta de parabéns pela tradução...!!!
Então...Obrigado por existirem, sinceramente n sei o que seria de mim sem vcs! :)

Rozeli said...

Olá querida Emine, em relação as manifestações, estamos seguras sim, não sabemos exatamente o que se diz na imprensa internacional, mas 99% dos que saem as ruas são pacíficos e só querem expressar a sua indignação pela corrupção na política que faz com a vida das pessoas sejam tão desiguais. Infelizmente,em meio a essas pessoas se infiltram outras que só querem arruaça. No início a polícia, tratou todos igualmente, mas a reação maior das pessoas começou a mostrá-los quem realmente eram os vândalos. Só queremos um país melhor e os jovens daqui tem históricos de manifestações, digo jovens porque eles começam, mas o desejo é de todos. Desculpe por usar o espaço do seu blog para falar sobre isso, mas senti sua preocupação.
Sentimos sua falta aqui, mas sabíamos dos problemas que você estava enfrentando, suas palavras eram relação a sua mãe foram sábias, no Brasil temos um dito popular que diz:"Deus não dá o fardo, maior do que podemos carregar". Fique forte, estaremos sempre com vocês em oração.
Quanto a conversa de Kate (trituradora de bolas) e Ana estou curiosíssima. Kate também deve estar!!!
Quanto a Christian acho que não é só o dinheiro que o faz buscar algo diferente. Se ele não o tivesse, também procuraria algo diferente para sua garota diferente, assim como Ana o fez, quando comprou um planador de montar, um Charlie Tango movido a energia solar e montou aquela caixa maravilhosa com objetos que já eram dele. E cá entre nós com toda a criatividade de Christian, nada melhor que do extraordinário era de se esperar!!!
Um grade abraço,
Rozeli

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Thank you Natii❀, Amanha❀, and Rozeli❀!

Querida Roseli♥,

Bad things don't stop and the good things don't happen if the people remain silent. We have a saying here: the squeaky wheel gets the grease. Young people are the leaders of their countries. Peaceful demonstrations are the healthiest which your people seemed to be doing (big applause!). Because the second people become violent, governments know how to deal with them. They don't know how to deal with peace. If you're smooth as velvet, not even mud sticks on you. There are great historical examples. The best one is Martin Luther King. He always advocated peaceful demonstrations. The other one is Gandhi.

MLK said: Darkness cannot drive out darkness; only light can do that. Hate cannot drive out hate; only love can do that. I have decided to stick with love. Hate is too great a burden to bear.

In resolving such social problems in any place (be it at home resolving dispute, or in a larger scale in a country)-remember again MLK: We must develop and maintain the capacity to forgive. He who is devoid of the power to forgive is devoid of the power of love. There is some good in the worst of us and some evil in the best of us. When we discover this, we are less prone to hate our enemies.

Ghandi says: •Strength does not come from physical capacity. It comes from an indomitable will.
•Whenever you are confronted with an opponent, conquer him with love.
•I object to violence because when it appears to do good, the good is only temporary; the evil it does is permanent.
•Nonviolence is the greatest force at the disposal of mankind. It is mightier than the mightiest weapon of destruction devised by the ingenuity of man.

I wish you all best and hope to hear some good news from all of your efforts, having your voices heard.

Neusa Reis said...

TRADUÇÀO DOS NOVOS COMENTÁRIOS DA EMINE FOUGNER.

"Obrigada Natii❀, Amanha❀, and Rozeli❀!.

Querida Roseli ♥,

Coisas ruins não param e as coisas boas não acontecem, se o povo ficar em silêncio. Temos um ditado aqui: a roda barulhenta recebe graxa. Os jovens são os líderes de seus países. As manifestações pacíficas são as mais saudáveis que o seu povo parece estar fazendo (grande aplauso!). Porque no segundo em que as pessoas tornam-se violentas, os governos sabem como lidar com eles. Eles não sabem como lidar com a paz. Se você é suave como veludo, nem mesmo a lama gruda em você. Há grandes exemplos históricos. O melhor é Martin Luther King (MLK). Ele sempre defendeu manifestações pacíficas. O outro é Gandhi.
MLK disse: A escuridão não pode expulsar a escuridão, apenas a luz pode fazer isso. O ódio não pode expulsar o ódio, só o amor pode fazer isso. Eu decidi ficar com o amor. O ódio é um fardo muito grande para carregar.
Para resolver esses problemas sociais em qualquer lugar (seja disputa em casa para resolver, ou em uma escala maior em um país) - lembremos novamente MLK: Devemos desenvolver e manter a capacidade de perdoar. Aquele que é desprovido do poder de perdoar é desprovido do poder do amor. Há algo de bom no pior de nós e algo de mal no melhor de nós. Quando descobrimos isso, são menos propensos a odiar nossos inimigos.
Gandhi diz:
• A força não vem da capacidade física. Ela vem de uma vontade indomável.
• Sempre que você se depara com um oponente, conquiste-o com amor.
• Oponho-me à violência porque quando ela parece fazer o bem, o bem é apenas temporário; o mal que ela faz é permanente.
• A não-violência é a maior força à disposição da humanidade. É mais poderosa que a mais poderosa arma de destruição criada pelo engenho do homem.
Desejo-lhes tudo de melhor e espero ouvir boas notícias de todos os seus esforços, tendo suas vozes ouvidas."

June 23, 2013 at 8:55 AM

Fernanda G. said...

Neusa como sempre vc impecável! Emine obrigada por alegrar nossas vidas! Amando tudo.beijoss

Fernanda G. said...

Emine acabei de ler sobre sua mãe e quero te dizer para vc ter fé.Passei por isso com minha mãe faz 1 ano e hj ela esta curada.Deus não desampara.Estarei rezando pela sua mãe.beijos

anne caroline godoi said...

Nossa,é tão bom saber que a Eminé ler nossos comentários. Fiquei super lisonjeada em ser citada por ela.
Eu que agradeço pelo trabalho maravilhoso que ela escreve,e é claro da nossa querida Neusa que traduz tudo,com tanto carinho,obrigada Neusa,vc é demais....
Adorei essas estórias em relação ao anel,tbm amei as fotos do capitulo,perfeitas.

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Olá e obrigado Fernanda♥ & Anne Caroline♥!

I read everything everyone writes. I've had a lot going on lately, and trying to keep on work and writing schedule as you know. Just like in Brazil, there were some incidents in Turkey. As a linguist, Turkish is one of the languages I'm proficient in. There were quite a few human right violations.
Doctors being arrested for attending, and taking care of the wounded. This is a violation of Principle of Medical Neutrality (World Medical Foundation Medical Ethics, International Law (Customary International Humanitarian Law) and the Laws of War (First Geneva Convention). So, I translated as a volunteer some international laws and evidences for them to present to the World Medical Foundation.

You see, non-violence doesn't mean you don't know your legal rights in the country you live in or your international rights. You have to get yourself educated in knowing your rights to the letter. A few years ago, I interpreted for a Turkish muslim woman who was beaten and choked by her husband in front of her 2 children (ages 6 and 8). He was a PhD student studying Early Childhood Education. When the police found out her life was in danger, she was placed in a shelter with her children. Her husband got the police report, found my name as her translator and called my house 48 times. He said she couldn't have been placed in shelter if I didn't interpret and therefore he was going to kidnap and kill my children who were about 3 years old and 9 months old. Police wouldn't do anything, because no crime was committed. I called the FBI and they stopped his harassment. But until then he chased my car through the street, kept calling, faked himself as a federal agent, put 10,000 dollars to her wife's head to capture her dead or alive. The same man was sent by the party that runs the Turkish government. He is now an assistant dean at a university in Turkey. This government of course is taking people's right away currently there, and I am sensitive about it, because I have seen first hand what they are capable of doing. They've no fear even if they're in a foreign country.

I'm not a vindictive person. I just know my rights, and I want the idea of democracy to spread in peaceful methods.

Neusa Reis said...

Olá e obrigado Fernanda♥ & Anne Caroline♥!

TRADUÇÃO DOS COMENTÁRIOS DA EMINE FOUGNER DE
June 23, 2013 at 8:50 PM:

" Eu leio tudo o que todo mundo escreve. Eu tive muita coisa acontecendo ultimamente, e tentei manter o cronograma de trabalho e escrever, como vocês sabem. Assim como no Brasil, houve alguns incidentes na Turquia. Como linguista, Turco é uma das línguas em que eu sou proficiente. Houveram algumas violações de direitos humanos.
Médicos sendo presos por atender e cuidar dos feridos. Isto é uma violação do Princípio da Neutralidade Médica (World Medical Foundation Medical Ethics), Direito Internacional (Customary International Humanitarian Law) e as Leis da Guerra (Primeira Convenção de Genebra). Então, eu traduzi como voluntária algumas leis internacionais e evidências, para que eles apresentem à World Medical Foundation.
Veja, não-violência não significa que você não conhece os seus direitos legais no país em que vive ou seus direitos internacionais. Você tem que se informar para conhecer os seus direitos ao pé da letra. Alguns anos atrás, eu fui intérprete para uma mulher muçulmana turca que foi espancada e estrangulada por seu marido na frente de seus dois filhos (com idades entre 6 e 8). Ele era um estudante de doutorado (PhD) estudando Educação Infantil. Quando a polícia descobriu que sua vida estava em perigo, ela foi colocada em um abrigo, com os filhos. Seu marido pegou o relatório da polícia, encontrou o meu nome como sua tradutora e ligou para minha casa 48 vezes. Ele disse que ela não teria sido colocada em um abrigo se eu não tivesse sido a intérprete e, portanto, ele iria sequestrar e matar meus filhos, que tinham cerca de 3 anos e 9 meses de idade. A polícia não faria nada, porque nenhum crime tinha sido cometido. Eu liguei para o FBI e eles pararam seu assédio. Mas, até então, ele perseguiu meu carro pela rua, continuou ligando, fingiu ser um agente federal, colocou 10 mil dólares pela cabeça de sua esposa, para capturá-la viva ou morta. O mesmo homem que foi enviado pelo partido que dirige o governo turco. Ele agora é um decano assistente em uma universidade na Turquia. Este governo, claro, está atualmente desrespeitando os direitos das pessoas lá, e eu sou sensível a respeito disso, porque eu já vi, em primeira mão, o que eles são capazes de fazer. Eles não têm medo, mesmo se eles estiverem em um país estrangeiro.
Eu não sou uma pessoa vingativa. Eu só conheço os meus direitos e quero a idéia de democracia se espalhando de maneira pacífica.

Edilaine Tank said...


Eminé...

Fiquei super feliz em saber que você lê nossos comentários!! Você está de parabéns e com certeza deveria ser consultada pela diretora do filme para fazer o nosso CG como relamente ele é!! Fico super feliz a cada capítulo escrito e estou salvando todos em um arquivo para em breve imprimir os livros!! Neusa..obrigada pelas traduções...sem você nosso mundo não seria CINZA!!! bjs

Edilaine Tank said...
This comment has been removed by the author.
Edilaine Tank said...

Eminé...

Fiquei super feliz em saber que você lê nossos comentários!! Você está de parabéns e com certeza deveria ser consultada pela diretora do filme para fazer o nosso CG como relamente ele é!! Fico super feliz a cada capítulo escrito e estou salvando todos em um arquivo para em breve imprimir os livros!! Neusa..obrigada pelas traduções...sem você nosso mundo não seria CINZA!!! bjs

Anonymous said...

Como sempre sem palavras... Capitulo maravilhoso!!!!! Emine, vc e sua familia esta em minhas oraçöes!! Tenha fé !!!!

Bjs Lala

Anonymous said...

Preciso dizer o quanto Emine é incrivel... E o fato de ela ler nossos comentarios me deixa muito grata... Estou amando os livros, gosto muito das parte do Cristian com o Elliot ele é bastante engraçado (e eu morro dr rir) nossa em relaçao as despedidas de solteiro nao tenho nem o que falar rsrs, o dizer do anel tbm sem falar quenao tenho duvida de que o amor do Cristian e Ana é a maça de ouro... Muito muito obrigada Emine por nos fazer tão felizes escrevendo estes encriveis livros versao Cristian... E mais uma vez muito obrigado Neusa pela otima traduçao querida ;) estou anciosa para os proximos capitulo... Bjao e uma otima semana meninas Carol Dutra

Anonymous said...

Ha e eu ja ia me esquecendo, comentei com minhas amigas sobre o otimo trabalho de vces Emine e Neusa e muitas ja começaram a ler e estao adorando, ate comentamos nos finais da aula sobre os capitulos e o que estamos achando TODAS nós chegamos a conclusao de que a Emine entrou na cabeça do Cristian.... E estamos completamente viciadad rsrs.... Bem acho muito importante vces saberem o quao adoramos o trabalho de vces e um trabalho como o de vces tem que ser MUITO BEM reconhecido! Bjao Carol Dutra

Aline Caroline said...

Está otimo *--*
Sem palavras, muito bom trabalho de vocês.. Estão de parabéns!!

Aline Caroline said...

Está otimo *--*
Sem palavras, muito bom trabalho de vocês.. Estão de parabéns!!

jacqueline said...

Vocês são incríveis... e o mais legal é poder conhecer a pessoa por trás da escritora.
Algumas pessoas pensam que por sermos loucas por livros e por histórias maravilhosas, somos alienadas quanto ao mundo e nossos direitos. Esse tempo de manifestação me afastou um pouco da leitura, mas isso simplesmenfe significa que luto por um lugar onde possamos sonhar nos livros e realizar nas ruas. Obrigada por seu trabalho tanto como escritora como cidadã.
Continuo cada vez mais fã.
E Neusa seu trabalho é incrível...percebo seu trabalho e vejo que algumas pessoas podem traduzir, mas apenas alguns podem impressionar. Parabéns.





jacqueline said...

Vocês são incríveis... e o mais legal é poder conhecer a pessoa por trás da escritora.
Algumas pessoas pensam que por sermos loucas por livros e por histórias maravilhosas, somos alienadas quanto ao mundo e nossos direitos. Esse tempo de manifestação me afastou um pouco da leitura, mas isso simplesmenfe significa que luto por um lugar onde possamos sonhar nos livros e realizar nas ruas. Obrigada por seu trabalho tanto como escritora como cidadã.
Continuo cada vez mais fã.
E Neusa seu trabalho é incrível...percebo seu trabalho e vejo que algumas pessoas podem traduzir, mas apenas alguns podem impressionar. Parabéns.





Pao said...

Que maravillosooooo desaparezco una semana( mis hijos están en pruebas y debo estudiar con ellos) y hay muchos capítulos nuevos gracias, muyh entretenido y esclarecedor.
A la vez me dio mucha pena leer que la madre de Eminé está enferma de cáncer es una enfermedad horrible mi papá la sufrió pero eestá realmente excelente siempre hay tratamientos nuevos y mucha esperanzza y por supuesto siempre hay que tener FE, animo Eminé que todo se va a solucionar. Gracias Neusa por la excelente traducción

Pattystevam said...

Estou de volta;;estive sem pc esses dias e estava ansiosa por ler os capitulos..Emine sem duvida adoro a forma como vc escreve,vc é uma ótima escritora e estou louca pra começar a ler o seu romance Pella..fiquei mto feliz de Neusa traduzi-lo por nos...esse capitulo esta lindo o ciumes de Grey e Anastacia é mto lindo de se ver..eu li o ultimo livro de Toda Sua..e me decepcionei com o Gideon,,realmente o unico que nunca decepcionou é Grey...por isso que sou fascinada nele e nesse romance bjs Emine e Neusa..

Aline said...

Eminé, seu trabalho nada mais é do que fantástico!!! Você é uma escritora brilhante, seu trabalho de pesquisa, sua forma de trazer coisas novas para uma história já conhecida é fascinante!! Parabéns...E estamos torcendo pela recuperação de sua mãe!!
Neusa, como agradecer sua dedicação nas traduções? Nem sei como.... Vocês duas são demais.... Tenho demorado para ler os capítulos por falta de tempo, mas estou sempre anciosa por mais!! Bjo pra vocês...

Daniela Martins said...

Boa noite, meninas!
Gostei de aprender sobre o simbolo que Christian aceitou (maça). Você realmente é uma escritora diferenciada, Emine!
Eu digo que é a melhor!
Você nao só coloca um assunto no meio da historia, mas o explica de forma clara!
Com isso, alem de lermos mais sobre CG, aprendemos cada dia mais!
Ja sei que darei muitas risadas com o capitulo da festa de despedida de solteiro de CG! Elliot com certeza vai aprontar.,
Bjkas
Dani
;-)

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry