StatCtr

Monday, March 21, 2016

MASQUE - CAPÍTULO II

2

LONGO CAMINHO PARA CASA


Tradução: Neusa Reis

"Nós olhamos as imagens quatro vezes. Você ainda não obteve nelas um vislumbre dela, senhor?" pergunta Dre.
"Eu verifiquei cuidadosamente tudo nas imagens. Nada. Como se ela desaparecesse no ar como fogo-fátuo."
"Você verificou minuciosamente a doca, o iate? Você conseguiu obter uma lista de passageiros?" Eu bombardeio Dre com perguntas.
"Nós corremos para fora do convés juntos, senhor. Depois que você deu a descrição dela para o oficial de segurança alemão, ninguém parecia tê-la visto ou reconhecido sua descrição. Verifiquei em todos os lugares, incluindo o banheiro das senhoras," diz ele sensatamente. Ela simplesmente desapareceu.
"Eu estou com a equipe de segurança francesa verificando discretamente para ver se qualquer outra filmagem de segurança gira para outro edifício nas proximidades, ou se fotos foram tiradas e publicadas on-line, mas até agora, não há nada. Não é inesperado é claro. Havia um monte de convidados e festa e acontecendo durante a noite, e muitas mais pessoas chegaram para o after party no iate causando um excesso de pessoas na doca.
"Eu quero que você não deixe pedra sobre pedra. Qualquer coisa descoberta, por mais insignificante, eu preciso saber."
"Sempre, senhor. Estou tentando convencer o pessoal de segurança alemão a fornecer a informação a mais de todos os convidados não relacionados. Eles estão na lista discreta." Isso, claro, é uma forma impossível de reunir informações baseadas nessa lista porque homens como eu estão nela. Mas, eu já posso eliminar os homens. Eu só preciso descobrir sobre as mulheres que encaixam na descrição de Afrodite.
"Mantenha-me a par das novidades," digo antes de dispensar Dre fora da minha cabine. Ele é o único que sabe sobre ela, apenas numa base da necessidade de saber.
Eu tiro o brinco solitário de uma pequena caixa onde eu o coloquei, examinando-o cuidadosamente, tentando encontrar uma marca, alguma espécie de símbolo que me direcionasse para um nome, uma pessoa. Ela. Eu não consigo encontrar. Eu o coloco de volta em seu lugar seguro.
"Quem é você Afrodite? Onde você foi?" Eu pergunto a ninguém em particular na minha cabine agora vazia, no escuro, antes de afundar no meu travesseiro e cair no sono ouvindo o barulho suave do motor do jato.

Eu estou no convés do navio bebendo champanhe. Eu sinto seu olhar em mim antes de vê-la. Eu lentamente viro a cabeça para bloquear os olhos com os dela. Eu não posso distinguir a cor deles, mas ela é Afrodite. Minha respiração suspende com a visão dela. Nenhuma mulher jamais conseguiu ter esse efeito em mim antes. Ela é absolutamente de tirar o fôlego. Seu vestido branco frente única dá a ilusão de que ela está usando a espuma do mar, derramada sobre ela, parando logo acima dos seus joelhos. Seus Louboutins de salto alto estão apenas acentuando suas magníficas longas pernas. A brisa levanta seu cabelo, exibindo e acariciando seu belo longo pescoço. A beleza natural de seu rosto é ao mesmo tempo inocente e a de uma sedutora, uma fonte tanto de prazer quanto de perigo. Eu estou impotente sob seu feitiço. Meu subconsciente me lembra de respirar. Eu vejo meus pés caminhando para ela como se eu não tivesse outra escolha. Eu paro diante dela e ofereço minha mão; sem uma palavra, ela a pega. Ambas nossas respirações são superficiais, em sincronia.
"Eu estive procurando por você,” eu sussurro, incapaz de reconhecer minha própria voz ou a complexidade dos sentimentos transmitidos. Ela fala mas os ruídos que nos rodeiam abafam sua voz. Ela vira o rosto sério, suas mãos começam a tremer como folhas.
"Aconteceu alguma coisa?" Pergunto com preocupação. "Você está tremendo... Afrodite," eu digo, sem saber o nome dela; durante todo o tempo, meus olhos estão examinando-a, tentando decifrar sua expressão. Ela não responde ou me corrige.
"Venha,” eu tento pegar a mão dela, "vamos sentar." Ela balança a cabeça "não" enquanto seus olhos estão fixos na porta esperando ele sair.
"Ele é seu amante?" Pergunto. Nenhuma resposta. Quando ouvimos um conjunto de passos, ela começa a ir embora rapidamente.
"Espere! Por favor! Não vá! Eu posso protegê-la! Quem é você? Diga-me. Por favor!" Eu me vejo suplicando a esta jovem mulher fugindo daquilo que a assustou. Eu não posso deixá-la ir! Eu nem sequer sei o nome dela! Eu não vou deixar! O que diabos está errado comigo?
"Deixe-me pelo menos levá-la até seu carro." Eu suplico novamente. Ela anda mais rápido, balançando a cabeça negativamente. "Posso chamar um táxi para você? Deixe-me fazer alguma coisa! Por favor." Então, ele está lá, no escuro esperando por ela chegar lá. Ele a agarra, beija-a contra seus esforços. Ela é aparentemente receptiva a seu ataque amoroso, então ela o empurra. Ele a ataca por sua rejeição e eu salto para ele. Ela corre.
"Deixe-me ir, seu filho da puta! Ela é minha mulher!" Ele grita. Eu o golpeio no pau e corro atrás dela, preocupado, exasperado e furioso.
"Foda-se, idiota! Ela é minha!" Ele grita atrás de mim. "Eu sei como encontrá-la e você não!"
"Pooorra!" Ela se foi. Desaparecida na noite.
 Minha própria voz me acorda, me deixando ofegante. Merda! Eu preciso encontrá-la.



O Elysium Club. Se você deixar o nome enganá-lo levando-o a acreditar que você está entrando em algum clube celestial onde todos os seus desejos se tornem realidade você está fodido. Você está realmente entrando no parque de diversões do diabo no coração de Los Angeles, onde estará flertando sob a influência da A Elite. Extremo poder controlado por cada membro é embebido em prestígio, exclusividade, realeza, domínio e os bolsos mais repletos do mundo. Os membros que não são de sangue real como eu têm outras qualificações eventuais.
Quando Dre conduz para a garagem subterrânea, o interior do S-Guard mal ilumina a mudança com o  escurecimento do sol brilhante da California através de suas janelas fortemente matizadas. Dre, chefe da minha equipe de segurança pessoal traz o veículo para estacionar, para o sistema de segurança de alta tecnologia do clube fazer a varredura do veículo. Os detalhes do meu carro já estão registrados aqui, mas ele também recebe dados biométricos de Dre pelo pára-brisas.
"Biometria completa para Andre Aragon Bennett, o segundo. Bem-vindo ao Elysium Club," sauda uma agradável voz feminina. Se eu não o conhecesse bem, eu teria confundido o computador com um ser humano real. O rosto de Dre ligeiramente se contrai ao ouvir seu nome completo como um príncipe na sucessão ao trono. O canto da minha boca se contrai em um sorriso suprimido com a reação dele.



"Biometria completa para Ronan David Gibson. Bem-vindo ao Elysium Club." As portas duplas deslizam abertas como as de um elevador para dar um vislumbre de um espaço fechado vários metros diante de nós.

"Sr. Bennett, por favor, siga em frente. Quando o sinal luminoso intermitente indicar, em exatamente doze metros, coloque seu veículo no estacionamento," ela agradavelmente indica. Quando Dre segue em frente, o meu Benz blindado de dois mil quilos é seguro automaticamente, levantado e movido na plataforma, primeiro verticalmente, em seguida, horizontalmente, finalmente chegando a uma parada  final para depositar o veículo em meu espaço permanente em poucos minutos. Não ter o controle do movimento torna-o nervoso e super cauteloso. Dre abre sua porta e sai do veículo, em seguida, dá uma vista de olhos completa em torno, embora este seja praticamente o edifício mais seguro em toda a cidade. Ele então rapidamente abotoa seu paletó e abre minha porta; seus olhos vigilantes nunca deixam de digitalizar. Ele está nervoso porque ele não chegou a fazer uma varredura primeiro e que é simplesmente impossível de fazer no Elysium Club. É por isso que ele insistiu em levar o SGuard para vir aqui. (N.T. Esse Mercedes usa um tipo de aço especial nos menores vãos entre a estrutura e a carroceria. O para-brisa tem uma espessura de 10 cm e pesa 135kg. A blindagem é a prova de balas e até granadas. A cabine ainda conta com alarme de pânico, vidros aquecidos e fornecimento de ar fresco ao interior do carro no caso de detonações de bombas do lado de fora)
Nós avançamos para a sala comum recebendo cumprimentos de muitos dos clientes fumando seus charutos e bebendo seu conhaque, discutindo as taxas do metal sobre a economia mundial. Nós somos recebidos por um dos mordomos que me atende quando estou aqui.
"Sr. Gibson. É uma honra vê-lo aqui novamente, senhor. Seus convidados já estão esperando em uma sala de reuniões. Por favor, siga-me," diz ele.
Eu tenho uma sala particular que eu prefiro usar no Elysium Club. Mas esta sala pertence a meu melhor amigo e braço direito Stephane Winthrop. Ele herdou o Elysium Clube de seu avô, o qual tinha estado em sua família por numerosas gerações.
Quando o mordomo abre a porta eu momentaneamente avalio o ambiente. A sala é muito grande, lembrando-me das antigas salas de fumar charuto, com mogno escuro e cores creme predominantes nas paredes e na decoração. Mas as obras de arte nas paredes são pinturas requintadas de várias figuras históricas. Stephane admira de Alexandre, o Grande a Alexander Hamilton, todos colocados em posições de poder. (N.T. Alexander Hamilton. Intelectual revolucionário norte-americano, um dos fundadores dos Estados Unidos cujas idéias firmaram as bases da constituição desse país). No entanto, os assentos são organizados de tal forma que nenhuma pessoa situada na sala estaria em uma posição de poder. As paredes são altas e ornamentadas. Você só tem que olhar em torno para ver o fluxo visual clássico mudar para a modernidade, com paredes de vidro do piso até ao teto com vista para a cidade de Los Angeles. Você finalmente tem uma noção de quão alto acima do solo você realmente está.
Quando eu entro na sala, os olhos de Stephane brilham para mim refletindo sua disposição. Ele avaliou o nosso opositor. Nós aprendemos muito sobre ele durante nossa viagem para Cannes. O investidor alemão tem grande reputação de ser um difícil, exigente e às vezes absolutamente intratável ogro. Eu preciso saber se este é um homem com quem eu posso fazer negócios no futuro e investir uma grande soma de dinheiro para o projeto deste filme agora. O resto dos participantes da reunião situados nas cadeiras de braços de couro armadas ao redor da mesa de café seguem seu olhar para mim. Ótimo. Chegando apenas um minuto depois de todos os outros e inconscientemente estabeleci a dominância. Eu assumo a minha persona pública: confiante, arrogante, poderoso, dominante: o alfa entre os alfas. Algumas pessoas tentam vestir isso como uma segunda pele, uma persona imitada. Eu no entanto torno-me uma entidade completamente diferente, não vestindo uma pele secundária que você usa como um terno. Esse é o rosto que eu mostro a todo o mundo, onde eu mantenho a maioria  distante, em seu lugar. Meu olhar é escaldante enquanto eu assimilo os ocupantes da sala.
Stephane se levanta. Mesmo que ele seja meu melhor amigo, neste lugar, neste contexto particular, ele está em sua assumida persona de negócios que eu espero que ele utilize quando ele está representando a mim e a minha empresa. Qualquer um pode facilmente reconhecê-lo como sendo um homem poderoso, especialmente se você é um macho alfa. Mas, na minha presença, ele é meu beta; não um rival, mas um aliado e um amigo raro. Dois dos homens na sala parecem estar em seus trinta e muitos anos. Na verdade, eles não podem ter mais de quarenta anos. Um terceiro jovem se parece mais com a minha idade de 31 anos.
Enquanto eu caminho em direção ao grupo sentado, Stephane dá passos decididos para me cumprimentar.
"Bem-vindo Sr. Gibson," apertando minha mão, então me conduz para o grupo reunido. "Apresento-lhe o Sr. Friedrich Reinhardt, de Reinhardt Global Industries,” diz ele em um tom claro.
O senhor mais velho, pelas linhas bem cinzeladas de seu rosto e seu cabelo prateado impecavelmente arrumado parece ter cerca de sessenta anos de idade. Quando eu chego perto dele, noto que ele está próximo à minha altura de 1,92m. Ele tem maçãs do rosto altas e os mais claros penetrantes olhos azuis que já vi em muito tempo, com um olhar que só conheceu poder e riqueza; ele audaciosamente me avalia como se faria com um rival. Nada do que ele está usando é roupa comprada pronta mas ternos confeccionados apenas pelos melhores alfaiates,  sem um ponto fora do lugar, mostrando sua estrutura muscular inesperada para um homem com sua idade. Ele estende a mão e eu a pego, sacudindo-a duas vezes e com firmeza. Ele retribui com igual força. Com um forte sotaque alemão, "eu finalmente encontro o homem que dirige uma grande parte do mundo econômico americano,” ele afirma em francês. Ele não fala Inglês e eu não falo alemão, mas ele está bem informado com o conhecimento de que eu falo francês. Seus olhos penetrantes me dizem que ele fez bem sua lição de casa, sobretudo a parte onde ele conhece as línguas que eu falo e ele está preparado para equiparar sagacidade comigo, para deixar-me saber que ele pode ser um aliado ou um rival. No momento, ele não se importa com qual.
"Super exagero Herr Reinhardt," eu sorrio. Eu nunca mostro todas as minhas cartas.
"Pelo contrário, eu discordo,” ele diz com uma forte voz de barítono. "É um eufemismo vergonhoso. Francamente, eu estava curioso para ver qual o tipo de homem acumula uma tal fortuna sozinho ainda tão jovem. "
Aha! Ele não adoça nada. De alguma forma, eu gosto dele. Ele é um atirador direto e franco. Admiro isso em um homem de negócios. Há uma curiosidade cuidadosamente oculta em seu comportamento aparentemente seguro de si. À primeira vista, nós dois exalamos quase a mesma magnitude de palpável, incessante, eletrizante poder que assume o comando de um determinado grupo de pessoas. Mas apenas um pode ser o alfa. Eu nunca deixo esse lugar para outra pessoa. Então eu vejo a fenda na armadura. O mais velho é um leão envelhecendo; ele vai entregar as chaves do castelo para a próxima geração, por algum motivo e um olhar para o júnior que não se moveu do seu lugar desde que eu entrei me diz que ele é inútil. Pela minha visão periférica eu posso ver que Stephane concorda com essa avaliação.
"Alarick,” Reinhardt chama o homem de trinta anos que ainda está sentado, com a perna direita cruzada sobre o joelho esquerdo. A voz do velho patriarca ressoa fazendo o aparentemente distante Alarick saltar de seu assento. Ele toma o caminho em nossa direção com passos curtos.
"Alarick Reinhardt, o sexto,” diz ele enfatizando sua árvore puro-sangue com indisfarçável desdém dirigido para a falta do meu. O bastardo pensa que ele é realmente melhor do que eu sou!
Um sorriso malicioso levanta o canto dos meus lábios.



"Ronan David Gibson... O primeiro." Com um olhar proibitivo recebido de seu pai, ele relutantemente estende sua mão.
"Eu estava sob o pressuposto de que pedigree era um pré-requisito para esse,” ele zomba enquanto puxa sua mão para indicar ao redor da sala, "que é suposto ser o clube mais exclusivo do mundo. Eu acredito que eles perderam o seu toque quando começaram a admitir dinheiro novo, novas cores para dar lugar a esta tendência de diversidade estilo americano, sem uma única pergunta sobre seu pedigree como estes clubes foram inicialmente previstos,” diz ele com um sorriso nos lábios, em Inglês. Mas o significado por trás da entonação não escapa do idoso que não fala Inglês.
«Français, s'il vous plait, Alaric! » Ele ordena. Eu olho para esse babaca diretamente nos olhos e eu nunca pisco primeiro. Observo sua posição, que é exatamente como The Incredible Shrinking Man. (N.T. Filme americano que em português chamou-se O Incrível Homem que Encolheu).
 Para trás, filho da puta, eu controlo esta sala.
Stephane afirma: "Gostaria de lembrar ao Sr. Reinhardt, Junior,” diz ele olhando diretamente para o rosto avermelhado de Alarick, "que você é um convidado do Sr. Gibson aqui e quando as regras de hospitalidade deste clube estão em causa, nós vamos acomodá-lo desde que o Sr. Gibson permita a sua presença a fim de assistir a esta reunião. Mas o Elysium Club não vai tolerar o seu comportamento em relação a um membro por gerações. O passado deste clube vai para trás na história tão longe que o seu título de nobreza de sexta geração não reinante nem sequer se compara a uma única linha do ilustre histórico dele. A filiação dos membros do Elysium é apenas por convite e somente aqueles considerados dignos são  candidatos,  os quais provaram seus méritos, então eles são convidados para serem considerados pelos outros membros por gerações. Você senhor, não tem nem mérito nem realização. Sua presente glória pertence a seu pai, e apenas por essa extensão, você está até mesmo autorizado a estar presente nesta reunião. Agora, se você já terminou, podemos voltar aos negócios aqui, por favor?" Diz ele em perfeito fluente francês.
Os dois produtores olham estupefatos e preocupados com o tom da conversa flamejante de que eles não fazem parte e que não conseguem entender.
"Peço desculpas pelo comportamento rude do meu filho. Foi feito inconscientemente. O Elysium Club não precisa removê-lo das discussões. Se ele repetir seu comportamento vou dispensá-lo eu mesmo,” o pai diz com olhos ardentes.
"Sua palavra é suficiente para mim," eu concordo acenando com a cabeça uma vez.
"No entanto, podíamos esperar por mais alguns minutos ..." Reinhardt Senior diz em seu alemão atado com francês olhando para seu relógio. "Meu assistente e meu tradutor não estão aqui." Eu concordo.
"Sr. Gibson, eu sou Andrew Whitman e este é George Brewer. É um prazer conhecê-lo, senhor," diz um dos produtores, abotoando o paletó. Ele estende a mão. Eu a pego, e, em seguida aperto a ansiosa mão estendida de George.
Há uma batida ansiosa na porta. O suspiro de alívio no rosto de Reinhardt se transforma em irritação e raiva. Ele parece tanto exasperado como ofendido pelo atraso indesculpável.
O mordomo abre a porta.
Saltos clicando rápidos revelam o sexo do atrasado recém-chegado.
"Senhorita Kayla Brigitte Adlersflügel." Apenas o nome de uma pessoa é anunciado.
Eu sou um grande defensor da igualdade de gêneros no local de trabalho, mas uma total falta de pontualidade de uma assistente sem a devida notificação com antecedência, para uma reunião muito importante onde milhões estão em jogo seria a causa da demissão dele ou dela. Pelo olhar de Reinhardt, ela não forneceu nenhuma desculpa; apenas apresentou-se tarde. Quando eu me preparo para expressar fortemente minha opinião descontente ao participante tardio que pode esperar a reunião no corredor, os calcanhares clicam lentamente para um ritmo controlado, elegante e eles carregam uma jovem com ondulados cabelos loiros avermelhados em cascata e caídos em direção a seus seios fartos ocultos sob a blusa de seda cor de vinho apenas tocando sua saia lápis azul-marinho. Seu pescoço está alinhado com os fios de uma corrente fosca de cor prata. O decote em V da blusa pára justo no alto de seu decote. As mangas da blusa são longas e presas nos pulsos afirmando ainda mais a elegância dos seus braços. Porra! Esta é a deusa que desapareceu do iate na outra noite em Cannes?


Ela caminha para diante em direção ao nosso grupo. Enquanto ela se aproxima, eu a vejo engolir nervosamente e se recompor, levantando a cabeça para ter coragem. Ela dirige seus passos em direção ao nosso grupo mostrando uma aparência de confiança.
"Fräulein Adlersflügel,” inicia o Reinhardt mais velho. Pelo tom de reprovação de sua voz e sua atitude erguendo-se sobre esta jovem mulher que eu avaliei ter 1,73m, ele está exigindo-lhe que se explique. Você tem que dar um crédito a ela. Mesmo um outro homem poderoso iria murchar sob esse olhar e admoestação. Ela o escuta e quando lhe é dada a oportunidade de falar, ela rapidamente desfere  suas respostas com alguma dignidade. Em algum lugar nelas eu pego as palavras auto-estrada 405 e Mount Sinai Hospital. Ele está totalmente descontente. Este é um homem que gosta de estar no controle dos acontecimentos, circunstâncias e pessoas ao seu redor. As micro expressões que emanam de seu rosto me dizem que ele está dando-lhe uma advertência. Seus olhos ficam maiores, suas pupilas se dilatam e suas bochechas ardem para um tom rosado, enquanto ela tenta recuperar o controle. Reinhardt não apenas a intimidava mas também despejava sua raiva sobre ela pelos erros de seu filho e o passo em falso dado mais cedo. Ele queria impressionar o grupo e estabelecer seu domínio. No entanto, seus companheiros falharam miseravelmente com ele. Ela acena a cabeça uma vez reconhecendo sua fúria sem palavras. Em seguida, a beleza loira atrasada volta-se para o grupo e se depara com homens olhando para ela como se ela fosse algo delicioso para comer. Eu me sinto como se estivesse indo em torno e fechando cada goela escancarada.
"Por favor, perdoem-me e aceitem minhas desculpas por atrasar a reunião. Estou plenamente consciente de que o seu tempo é extremamente valioso Sr. Winthrop, Sr..." ela está prestes a se virar para mim, mas a interrupção de Stephane a pega desprevenida quando ela está tentando expressar suas desculpas em Inglês perfeito por ter cometido o pecado imperdoável de chegar tarde e atrasar a reunião.
"Senhorita Adlersflügel?" Pergunta Stephane.



"Sim, senhor, ou," ela clareia a garganta para corrigi-lo,” Kayla Adler para abreviar,” acrescenta ela ansiosamente. Stephane levanta um dedo para indicar a ela para parar um momento. Ele então se vira para Reinhardt com as sobrancelhas erguidas em questionamento. Nesta instituição Stephane funciona como anfitrião, ainda que esta posição aparentemente assumida só é concedida sob minha autoridade a fim de fazer os outros sentirem uma aparência de controle porque ele é muito menos intimidador do que eu. Essa é a melhor maneira de assumir controle completo em situações específicas, especialmente para novas aquisições ou certas parcerias de negócios futuros; eu nunca mostro minhas cartas e sempre os mantenho adivinhando.
"Perdoe-me por perguntar Herr Reinhardt, mas somos muito privativos sobre nossas reuniões e as mudanças de última hora geram preocupação, não só pelas exigências de segurança do Elysium Clube, mas também como Diretor Financeiro da GTI e um participante de pleno direito desta reunião. Seus companheiros de reunião foram listados como sendo seu assistente Sr. Klaus Diedrich e seu tradutor Conrad Heiden,” ele pergunta intrigado. Eu noto que Dre está mais perto de mim e em alerta. Mesmo o seu corte de cabelo militar está em pé em atenção com o conhecimento da inesperada companhia. Reinhardt não é habituado a escrutínio e ele torna isso conhecido quando ele dá um passo em direção a Stephane invadindo seu espaço pessoal. A favor de Stephane, ele não se move e olha diretamente nos olhos de Reinhardt.
"Você está me acusando de alguma coisa?" A voz de Reinhardt é acre, furiosa mesmo. Você não irrita um macho alfa sem ser mordido pelos dentes arreganhados. Eu dou dois passos levantando minhas mãos como em uma oferta de paz, indicando a Stephane para recuar e também para acalmar ao Reinhardt mais velho. Os produtores estão confusos com o confronto acontecendo diante deles. Isso não está indo como eles desejariam que fosse.
"Nenhum de nós acredita que esta é a intenção do Sr. Winthrop, Herr Reinhardt," eu tranquilizo em uma calma, acariciante, ainda que totalmente dominante sonoridade.
"Estou certo de que só um homem de seu status pode compreender as medidas de segurança que implantamos para criteriosamente guardar nossas intimidades bem como os nossos interesses comerciais. Nós dois sabemos que mulheres jovens e atraentes têm sido utilizadas para outros objetivos ulteriores e até mesmo minar a base de nosso mundo exclusivo no passado e elas serão usadas ​​no futuro novamente," eu digo, enquanto eu capto em primeiro lugar, um olhar chocado, em seguida, furioso da senhorita Adler. Seus olhos são chamas azuis refletindo o inferno dentro dela causado pelo choque da minha declaração e talvez ela se lembre também de mim do navio. Se olhar pudesse matar, eu estaria morto no chão. Eu agradavelmente faço uma nota mental de que a senhorita Adler tem fogo nela; ela é mal-humorada.
Como seria quente domar este incêndio, canalizá-lo para prazer puro inalterado! Balanço a cabeça mentalmente. Eu não sei de onde esse pensamento perdido veio, mas ele de alguma forma me dá satisfação. Eu escondo um sorriso e continuo, "Eu não esperaria nada menos se a situação se invertesse, e compreenderia perfeitamente sua posição. É por isso que você tem sua segurança, não é?" Eu indico com um olhar e um ligeiro aceno de cabeça a direção dos dois guarda-costas que estão perto de Dre.
"Fräulein Adlersflügel,” diz ele acenando com a cabeça, dando a ela permissão para oferecer sua explicação. Ela me dá outro olhar de fúria absoluta e em seguida olha para cada participante nos olhos, em pé ao lado de suas cadeiras que desocuparam mais cedo, ainda evitando o júnior Reinhardt que me faz lembrar uma hiena zombando, enquanto seus olhos seguem cada movimento dela, conseguindo ganhar ainda mais minha repulsa. A senhorita Kayla Adler começa a explicar-se.
"Tanto o Sr. Diedrich como  Heiden agora estão na sala de emergência do Hospital Mount Sinai, depois de terem sido atingidos por um motorista bêbado ao longo da estrada 405 Freeway. Esta informação foi enviada por fax do hospital para o Elysium Club. Eu teria chegado aqui a tempo, senhor," diz ela abordando com os dentes cerrados a linha de questionamento de Stephane, em seguida, continua, "mas como você disse a segurança rigorosa do Elysium Club teve que verificar se eu estava de fato na lista de substitutas como a tradutora. Acabei de terminar meu estágio na empresa de Herr Reinhardt sob a tutela de seu assistente Sr. Diedrich. Garanto que eu sou perfeitamente capaz de ser a intérprete  de tal reunião de negócios uma vez que eu sou fluente em Inglês, Alemão e Francês e falta menos de um semestre para ganhar e obter meu MBA na UCLA ,” ela responde em francês, que é tão impecável como o Inglês dela. Stephane olha para o mordomo e ele acena com a cabeça em concordância.
Sua identidade está agora totalmente confirmada, ela olha rapidamente em minha direção para avaliar o que eu posso estar pensando, mas eu visto minha expressão taciturna para mantê-la tentando adivinhar. Dre dá alguns passos de volta para o canto da sala para observar melhor todos e tudo está aparentemente normal, mais uma vez.
"Sr. Gibson... " diz ela tomando fôlego e virando-se para mim para continuar suas apresentações, mas suas palavras são cortadas quando seu olhar se encontra com o meu com força total. Embora ela tenha acabado de me regar com seus olhares furiosos, há também a presença de uma aquiescência silenciosa. Há reconhecimento em seus olhos, confusão também. Ela está tentando me localizar em sua memória. O encontro dos nossos olhos choca-nos a ambos como se nós só notássemos a existência um do outro na sala. Instantaneamente, meu foco se aguça e todos na sala deixam de existir neste momento. Seu rosto está ruborizado com sua pele perolada mudando de cor todo o caminho até a linha dos cabelos. Ela imediatamente percebe o efeito que tenho sobre ela. Fechando os olhos para recuperar sua compostura, ela está descontente que eu a afete tão profusamente e tão de repente. Ela limpa ligeiramente sua garganta.
"Sr. Gibson, eu... " sua voz gagueja brevemente apesar de seus esforços. Ela estende a mão dela enquanto ela cora em um tom mais escuro de vermelho quase igualando sua blusa cor de vinho. Seus dedos finos tocam a palma da minha mão e a energia crepitando entre nós choca a nós dois. Que diabos foi isso? Como poderia uma mulher que conheci brevemente através de um oceano ter esse efeito sobre mim? Seus pesados ​​cílios levantados, pupilas dilatadas, um sem palavras, silencioso 'Uau!' então 'Oh merda!' proferido. A ponta de sua língua roça seus lábios carnudos como se ela estivesse seca e essa fosse a única maneira de obter um pouco de umidade para eles. Eu termino a frase dela.
"Senhorita Adler," murmuro. Mas, em vez de um murmúrio, um possessivo rosnado baixo que eu não reconheço escapa da minha garganta quando a minha mão recebe a dela totalmente, segurando-a firmemente na minha. Enquanto firmando seu cotovelo com a mão esquerda, eu consigo salvá-la do embaraço de esparramar-se no chão quando seu passo vacila. A loquaz senhorita Adler, que silenciou o meu agressivo CFO para um indivíduo agradável, no momento está de repente sem palavras. O único som que sai dela em resposta é uma aguda ingestão involuntária de respiração como se ela tivesse sido atingida pela descarga de um raio. Sua mão treme no interior da minha. Suas íris estão circuladas com aros azuis escuros e elas gradualmente ficam mais vivas, enquanto a sombra azul-celeste delas encolhe para encontrar as suas agora crescentes pupilas. Mas não é apenas a cor daqueles olhos assustadoramente condenatórios que me golpeia sobre ela. Esta mulher, em quem pus os olhos novamente pela segunda vez, olha para além de toda a entidade que apresento ao público e de vez em quando até mesmo para o meu melhor amigo, consegue sondar o poço da minha alma escura e lança luz nele como se em reconhecimento da essência do meu ser. Ela me seduz.
A sobrecarga sensorial é assombrosa. Antes que eu possa me conter, um assalto de fantasias corre através de minha mente, todos envolvendo essa criatura rebelde: uma dúzia de maneiras diferentes de fodê-la loucamente, gritando, em êxtase primal. Eu tenho uma urgência inexorável de tomá-la debaixo de mim, em cima de mim, contra a parede, em um balanço e nas barras de levantar apenas para começar. Eu altero o meu olhar para calá-la, embora ainda continuemos a sugar um ao outro em um vortex desconhecido; uma corrente poderosa. A intensidade da energia crepitando entre nós é inescapável. Com um esforço hercúleo, ela se força a baixar suas pestanas e fechar os olhos para desligar a corrente. Ela abre levemente seus lábios através de uma ingestão precária, controlada de respiração e tenta limpar sua mente do efeito que tenho sobre ela. Eu também estou excessivamente descontente comigo mesmo por estar intoxicado por sua presença. Eu não gosto de perder o controle, e essa sereia loiro morango está fazendo exatamente isso comigo, sem mesmo fodidamente tentar! Ela despertou um nervoso animalesco lado primal em mim que eu mantinha cuidadosamente em segredo, desde a primeira vez que eu coloquei meus  olhos nela.
As cristas suaves de seus lábios exuberantes ficam mais pronunciadas enquanto ela lentamente tenta exalar uma respiração transformando-os em um pequeno o. No entanto, a respiração que ela tenta expirar rapidamente se transforma em uma trêmula inspiração, levantando seu peito. Seus longos cabelos primeiro caem sobre seus seios, em seguida, vêm para descansar quando eles vão para baixo com os movimentos sincronizados de seus seios apontando sob a blusa de seda. Porra! Porra! Porra! Quem diabos ela é realmente?
Stephane limpa a garganta e quebra o nosso transe. Ele me dá um confuso olhar "que-porra-eu-acabo-de-testemunhar?” Ela rapidamente puxa a mão da minha como se ela acabasse de ser picada e cutucada com um ferro de gado.
"Prazer em conhecê-los a todos,  senhores," diz ela baixando os olhos constrangida. Os olhos de Júnior se fixam sobre ela com curiosidade, ciúme de fato, quando ele vê como ela reage em relação a mim. Ele claramente a cobiça mas ela evita olhar para ele. Ela é amante dele? Quando seus olhos descansam em mim novamente, eu só vejo raiva pura para mim. Ele é o sacana do iate? Será que eu interrompi uma briga de amantes na outra noite?
 "O Sr. Reinhardt prefere fazer todas as reuniões de negócios em alemão apenas para facilidade de compreensão para ambas as partes." A voz de Miss Adler interrompe meus devaneios. O Reinhardt mais velho ainda se recupera de sua recente discussão com Stephane e os produtores estão muito ansiosos com as suas próprias preocupações sobre sua apresentação para tomar conhecimento do que aconteceu e se passou entre nós.
"Dessa forma, nenhuma das partes pode afirmar que houve qualquer mal-entendido. Vou traduzir para o Sr. Reinhardt entre Inglês e Alemão enquanto vocês discutem o tópico de hoje para chegar a um acordo," diz ela em Inglês, em seguida, traduz sua declaração para o alemão com a aparência de um rosto sereno até que seu olhar alcança de volta o meu. Ela tenta, mas não consegue desviar o olhar. Suas pupilas dilatadas, o aumento ocasional em sua cor e sua rápida subida do peito, embora em controladas respirações curtas me dizem que ela está nervosa mas escondendo bem.
Reinhardt toma sua cadeira que ele tinha desocupado mais cedo e a Srta. Adler fica por trás do círculo de cadeiras de couro para ter uma visão clara de todos os participantes, assim ela pode ouvir e se dirigir a cada um conforme necessário. Quando as luzes são diminuídas para a apresentação, seus olhos estão fixos nas ondas do meu cabelo escuro meio longo e nos contornos do meu rosto. Ela permanece em pé atrás de Reinhardt Senior e todos se movem para tomar os seus lugares no confortável semi-círculo de cadeiras artesanais de couro. Stephane anda para a cadeira que anteriormente tinha ocupado, mas um olhar meu proibindo, o faz mudar seu passo. Eu posso sentir os olhos dela seguindo meus passos corajosos, dominantes, confiantes. Quando eu chego ao assento, eu desabotoo meu casaco e me viro  para minhas companhias.
"Se os senhores não se importam," eu digo e retiro meu paletó marinho com listras do terno Brioni e o entrego a Dre. Quando viro para sentar-me na cadeira, eu estou em sua linha de visão. Enquanto eu me abaixo no meu lugar, o couro da cadeira protesta sob o volume dos meus músculos e submete-se para se ajustar à forma do meu corpo. A camisa branca sob medida contorna meu torso e acentua meus músculos peitorais. Seus olhos deslizam sobre meu torso, depois pelo comprimento das minhas pernas cruzadas na altura do joelho.
À medida que os produtores começam a sua apresentação, a senhorita Adler traduz para Reinhardt em voz baixa mas alta o suficiente para ele ouvi-la e fala quando ele faz uma pergunta.
Os produtores expõem seu plano com apresentações e gráficos financeiros que mostram as projeções de custos e previsão de lucros em um mercado de altas e baixas para seu próximo filme. Eles já têm um forte cast com a presença de uma estrela; o roteirista e diretor assegurados sob contrato têm atraído milhões de pessoas aos cinemas no passado, com histórico comprovado. O custo do projeto é limitado a cento e quarenta milhões de dólares. Eles têm garantidos oitenta milhões de dólares dos seus fundos próprios. Eles precisam de sessenta milhões de dólares a mais. Se quadrinhos se transformando em filmes são uma indicação dos últimos anos, este empreendimento poderia render e ultrapassar mais de setecentos milhões de dólares, superando bem sua projetada  conservadora de quatrocentos milhões de dólares de alvo final que eles têm em mente. Os doze minutos de cenas de teste filmadas mostram o começo da história, elenco e equipe sob uma luz positiva muito vendável. Se eu aprendi alguma coisa dos meus pais ausentes que passaram a maior parte de suas vidas em sets de filmagem, atuando e dirigindo, este projeto é um vencedor e nem mesmo os produtores estão cientes de quão grande vencedor será. Mas eu não quero parecer excessivamente entusiasmado. Eu tenho mais objetivos do que apenas investir neste filme. Eu quero estabelecer uma relação comercial firme com Herr Friedrich Reinhardt.
Quando a apresentação é concluída as luzes estão de volta a um nível confortável.
"Senhores, vocês têm perguntas, dúvidas?"
"Supondo que você tenha garantido o financiamento, quando você pretende começar a filmar e quando você encerra?" Pergunto.
Whitman responde que eles começam a filmar dentro de 30 dias e que pretendem encerrar dentro de três meses a partir do início.
"Nós realmente gostaríamos que vocês dessem a sua mais séria consideração à nossa proposta, Sr. Gibson e Sr. Reinhardt," conclui. Eu sei que eles vêm até nós em primeiro lugar porque qualquer um de nós pode facilmente investir o valor total, mas duas pessoas que investem podem ser um risco menor e criar uma oportunidade para um compromisso financeiro mais rápido. Claro que é muito mais fácil de agradar a dois investidores do que a outros cinco ou mais.
"Nós gostaríamos de convidá-lo para o Sayers Manor hoje à noite para ouvir seus pensamentos e esperamos que sua decisão," diz Brewer.  Sayers Manor é um night club muito exclusivo para a elite de Hollywood. É extremamente sofisticado, tem um elegante salão Hollywood com grande música ao vivo, com uma decoração caminhando sobre uma linha tênue entre o charme do velho mundo e sedutoras texturas, embora masculinas, por toda parte. É a jóia da coroa de qualquer celebração de negócios de Hollywood.
A reunião está marcada para 22:00 esta noite. Quando estamos prontos para sair, eu ouço Whitman, o mais jovem e o produtor de melhor aparência, abordar a Srta. Adler.
"Você fala Inglês de forma tão eloquente, ainda melhor do que algumas das treinadas atrizes rainhas do Inglês. Onde você aprendeu inglês?" Ele pergunta.
Ela encolhe os ombros. "Santa Bárbara. Nós falamos inglês lá. "
"Me desculpe. Pensei que você fosse alemã. "
"Apenas um quarto alemã."
"Você gostaria de se juntar a nós no Manor?"
Ela balança a cabeça. "Receio que não. O assistente e o tradutor do Sr. Reinhardt serão liberados esta tarde. Eles me garantiram que eles vão acompanhá-lo para todas as outras reuniões que ele possa ter.”
"Eu quis dizer... como minha convidada."
"Sinto muito, não."
"Você está ocupada?"
"Não,” ela balança a cabeça. "Eu não posso pagar o couvert, muito menos o serviço,” ela responde enquanto ela embala seus papéis em sua bolsa pequena. Sayers Manor cobra de cem a cinquenta mil dólares em taxas de adesão anuais e aqueles que vêm nos braços dos clientes normalmente voltam para as camas desses patronos, a maioria de boa vontade com a esperança de receber papéis em seus filmes ou para serem apresentados a outro contato valioso. Negócios, bem como um monte de ascensão social são feitos lá todas as noites. Um produtor disposto, com um projeto como este, poderia dar a uma beleza como ela uma série de oportunidades. No entanto, ela se recusa. Ela é extremamente estúpida ou extraordinariamente com princípios? Do que você está atrás senhorita Adler?
"Eu não poderia sequer pensar de uma senhora pagando por si mesma. Você seria minha convidada. Uma convidada de honra,” ele tenta ainda com esperanças de seduzi-la.
"Obrigada, Sr. Whitman. Eu prefiro pagar por mim mesma, e se eu não puder pagar, eu geralmente não vou." Ela sorri. Seus olhos brilham e seu rosto se ilumina com esse pequeno sorriso. Porra! Eu realmente preciso saber quem ela é.
"Por quê?"
"Apenas princípio, senhor... Eu espero que vocês cheguem a um acordo esta noite." Ela deixa Whitman de pé estupefato com a sua clara dispensa de seu pedido para um encontro o qual deve ter levado um monte de mulheres para a cama dele com apenas o curvar de seu dedo; ele mal pode acreditar que foi rejeitado. Eu não sei por que isso me agrada. A Srta. Adler fala com Reinhardt Senior, em seguida pede desculpas novamente por ter se atrasado, então se vira para sair. Quando ela acha que eu não estou vendo, ela dá uma rápida olhadela na minha direção.
Sim! Eu a quero.
Eu coloco meu casaco de volta, abotoo, e digo adeus à minha companhia. Dre abre a porta para mim. Enquanto nós fazemos nosso caminho para a estrutura do estacionamento, volto-me para ele.
"Eu quero saber quem é ela e com todos os detalhes, checando tudo desde quem foi seu professor de jardim de infância até com quem ela dormiu na noite passada. Não deixe nada de fora.”
"Sim senhor."
Senhorita Adler. Nós nos encontraremos de novo. Eu vou ter certeza disso.

Jace Everett - Bad Things

14 comments:

Mara Lins said...

Emine,eu estava com muita saudade de ler coisas escritas por você. Quando você disse que teríamos em Masque Christian Grey com uma nova roupagem, nao imaginei que fosse algo tao proximo. gostei da amostra e, como sempre, fica um enorme sabor de "quero mais".
Obrigada Neusa Reis pelo seu trabalho impecável.

Mónica Alexandra Martins Alves Pernadas said...

não posso deixar de concordar com Mara em tudo o que ela disse,simplesmente acrescento que adorei agora é esperar e desesperar pelos proximos.
beijocas grandes

Anonymous said...

Nossa Emine, você realmente sabe escrever uma historia, deixou um gostinho de quero mais, estou curiosa pra saber o desfecho dessa historia.
Ansiosa para ler os próximos capítulos.
Obrigada Neusa pela sua impecável tradução.

Beijos
YaraSuzana

Brenna Lima said...

Aí senhor, eu preciso da continuação!!!

Pipa Ferreira said...

Gente, preciso da continuação. Por favor.

Pipa Ferreira said...

Amo seus livros. Só que nunca vi meus comentários.

Thais Figueiredo said...

Neusa você vai traduzir o 3 capítulo?

Neusa Reis said...

Vou sim.Thais. Bjs

Silvia Ligieri said...

Uau! História tomando corpo... Grandes emoções se aproximando...
Obrigada, Emine! OBrigada, Neusa!

Daniela Fagundes said...

UAU!Nem sei por qual capítulo esperar primeiro. Continuação do Grey, do Pella ou do Gibson? Que escolha cruel hehehe.
Parabéns meninas mais uma vez!

Priscila Pessotto said...

Adorei o capítulo Emine!
A história nos prende do começo ao fim.
Com certeza será um sucesso.
Já me preparando para ler o capítulo 3.
Beijos.

Daniela Martins said...

Emine, essa história irá nos prender do início ao fim! Seu talento não tem limites! Amando esses personagens! Ronan e sua Afrodite! Não vejo a hora de ler a continuação de tudo isso. Ainda bem que já temos o capítulo 3.
Obrigada!
Kisses And Hugs
Daniela Martins

Unknown said...

Emine, estou amando sua história, não vejo a hora de ler tudo. Você realmente é fantástica para escrever.Parabéns! Continue assim, nós agradecemos.
Beijos,
Ana Mendes

Unknown said...

Emine, estou amando sua história, não vejo a hora de ler tudo. Você realmente é fantástica para escrever.Parabéns! Continue assim, nós agradecemos.
Beijos,
Ana Mendes