StatCtr

Friday, March 15, 2013

Livro 1 - Capítulo XXV - Christian Grey e Anastasia Steele


CAPÍTULO VINTE E CINCO
JANTAR COM A BITCH-TROLL

Tradução:  Neusa Reis                                                                       
Edição/Revisão: Beatriz Reis

(N.T. Troll - Uma grande e bruta criatura da mitologia européia, frequentemente sem inteligência.                                     Bitch: todo mundo conhece)


Meu BlackBerry  toca. É a minha assistente Andrea.

"Grey", eu respondo secamente.

"Senhor, existem alguns problemas com os embarques para Darfur e eu queria informá-lo sobre eles", diz ela num só fôlego sabendo da minha impaciência com longas conversas.

"Tais como?" Eu sondo.

"Senhor, os  senhores da guerra estão interceptando os embarques, mesmo se eles são por paraquedas", diz ela indo direto ao ponto.

"E a entrega por terra não é segura, nem para o pessoal do local, nem para os norte-americanos. Fodidos! Não é o suficiente para eles fazerem seu próprio povo sofrer, eles devem também levar a comida para longe da boca de suas crianças! " Eu vocifero com raiva.

"Ok, mantenha a  equipe de segurança de olho nisto , e mande  Welch verificar as opções disponíveis ​​para entregas mais seguras, para as pessoas as quais a remessa se ​​destina. Uma vez que ele tenha uma opção viável, que ele me chame para conferir, " eu digo com firmeza.

"Sim, senhor", responde ela.

"Isso é tudo, Andrea, " eu digo e desligo. Entre todos os problemas... sempre vai ter mais um. Este vai ser um projeto caro, mas um próximo e querido para o meu coração. Incomoda-me que as crianças estão morrendo de fome em todo o mundo, por nenhuma melhor razão do que alguém estar tirando a  comida delas.

Eu trabalho mais duas horas antes de ficar pronto para sair para jantar com Elena. Meu Blackberry vibra e o remetente me faz colocar um largo sorriso no meu rosto. Como ela faz isso? 

You're in My Heart by Rod Stewart
_____________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: Porque você está chorando, ladrão?
Data: 31 de maio de 2011 22:17 EST
Para: Christian Grey

Caro senhor,

Eu acho que era o bordão  de Elliot, originalmente.
Pendurado como?

Sua Ana
_____________________________________________

Esta mensagem curta é como luz nas trevas me levando para longe de todas as outras distrações mundanas.
_____________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Negócios inacabados
Data: 31 de maio de 2011 19:21
Para: Anastasia Steele

Cara Srta Steele,

Estou muito feliz que você está de volta. Logo quando as coisas estavam ficando muito interessantes, você saiu assim, de repente, e me deixou pendurado.

Elliot não é muito original. Ele deve ter roubado o bordão  de outra pessoa.

Como foi o seu jantar?

Christian Grey
CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.
_____________________________________________

Eu clico enviar esperando sua resposta impacientemente. Posso ser mais imaturo?
_____________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: Negócios incabados?
Data: 31 de maio de 2011 22:25 EST
Para: Christian Grey

Caro senhor,

O jantar foi satisfatório. Você vai ficar muito feliz de saber que eu comi tudo no meu prato, e, certamente, muito mais do que eu deveria.

Ficando interessante? Como?
_____________________________________________

Por que ela está brincando comigo mesmo agora? Baby, você esqueceu que você acabou de me pedir para abrir o zíper de seu vestido?
_____________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Definitivamente negócios inacabados
Data: 31 de maio de 2011 19:29
Para: Anastasia Steele

Anastasia, você está sendo deliberadamente obtusa? Você me pediu antes para abrir o zíper de seu vestido, que era algo que eu estava ansioso para fazer.

Eu também estou muito feliz por saber que você está comendo bem.

Christian Grey
CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.
_____________________________________________

Ela está dominando seus próprios caminhos para me enlouquecer de toda forma possível. Mas, eu sou um homem de muitos talentos, Srta Steele. Dois podem jogar o mesmo jogo.
_____________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: Bem... há sempre o fim de semana
Data: 31 de maio de 2011 22:35 EST
Para: Christian Grey

É claro que eu comi. A razão pela qual eu me afasto da comida é a insegurança que eu sinto perto de você.
Além disso, eu nunca fui involuntariamente obtusa, Sr. Grey.

Tenho certeza de que você já resolveu isso por agora.   J
_____________________________________________

Então, é assim que vai ser... Ela está brincando com meus afetos. Hmmm.
_____________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Mal posso esperar pelo fim de semana
Data: 31 de maio de 2011 19:39
Para: Anastasia Steele

Vou tentar lembrar disso,  Srta Steele. E acredite em mim quando eu digo, baby, eu, sem dúvida, vou usar esse conhecimento a meu favor.

Na verdade, estou muito triste em saber que eu sou aquele que afasta você da comida. Fiquei com a impressão de que eu tinha um efeito mais concupiscente em você. Pelo menos essa tem sido a minha experiência e uma muito agradável, de fato.
Estou muito ansioso para a próxima vez.

Christian Grey
CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.
_____________________________________________
Ela responde de volta.
_____________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: Ginástica lingüística
Data: 31 de maio de 2011 22:35 EST
Para: Christian Grey

Sr. Grey

Você está brincando com o dicionário de sinônimos de novo?
_____________________________________________
Eu verifico a minha hora, e eu mal vou chegar a tempo, então, eu tenho que ir encontrar Elena para o jantar.
_____________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Ressoando
Data: 31 de maio de 2011 19:39
Para: Anastasia Steele

Como você me conhece bem, Srta Steele.

Eu vou jantar com um velho amigo, então eu vou estar dirigindo.

Laters baby © 

Christian Grey
CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.
_____________________________________________


Eu chego ao nosso restaurante sofisticado e exclusivo. Entrego a minha chave para o manobrista. Eu entro e eu sou rapidamente cumprimentado e levado para o meu lugar habitual, onde Elena está esperando. Ela se levanta ,  sorrindo para mim calorosamente.

"Olá,  Christian", ela me cumprimenta com um sorriso amigável no rosto.

"Oi, Elena", eu respondo de volta para ela, com o que eu espero seja o mesmo calor que ela está me dando, e inclino-me para ela me beijar em ambas as faces, suas mãos se conectando com meus antebraços, enquanto ela está beijando minhas bochechas. Ela me libera, e ambos nos sentamos ao mesmo tempo. O garçom corre para a mesa, e pergunta o que eu gostaria de beber. Eu ordeno Châteauneuf-du-Pape Branco 2009, sem sequer mesmo olhar para a carta de vinhos.

Após o garçom se distanciar, Elena examina-me com seu olhar avaliador. Ela não perde nada.

"Você parece um pouco no limite hoje, Christian. Está tudo bem? "

"Sim", eu digo um pouco bruscamente.

"Tudo bem", diz ela com um sorriso brincando em seus lábios habilmente pintados. "Eu entendo que você gostaria de falar sobre ela", diz significativamente. "Eu nunca vi você assim no limite...", diz ela, em seguida, se emenda. "Bem, não em muitos anos. O que está acontecendo? É sobre a sua nova sub? "

"Sim", eu digo não sabendo quanto vai escapar de seu esperto escrutínio. "Anastasia deixou a cidade. Então, eu estou um pouco apreensivo por causa disso. "

"Para sempre? Pensei que tinham acabado de se conhecer, " diz ela surpresa e minha reação ainda me choca.

"Céus, não! Eu não posso lidar com a sua ausência, nem mesmo por um dia! Foi há menos de vinte e quatro horas, " eu digo checando meu relógio, " e tenho sido nada menos que um ogro para todos ao meu redor. Ela foi para a Geórgia para ver sua mãe, " eu digo. Ela levanta as sobrancelhas, olhando para mim de novo como se ela acabasse de me conhecer.

"Bem... Como é o sexo? Entendo que é além de suas expectativas, se você já sente tanta falta dela, " ela sorri.

"É espetacular para alguém tão jovem, tão inocente, tão disposta a aprender, considerando que ela era virgem", eu digo olhando para Elena tentando avaliar sua reação.

Para minha surpresa, ela engasga com seu Châteauneuf-du-Pape Branco 2009. Sua reação me faz sorrir.

"Ela era uma virgem?", Ela pergunta um pouco severamente me fazendo estreitar meus olhos para ela.

"Sim. Isso é um problema? " Pergunto defensivamente.

"Não. Mas eu nunca tomei você por um homem de virgem. Quando é que esta mudança de gosto se desenvolveu? Todas as suas subs eram experientes e estabelecidas como submissas. Dada a sua idade, eu tinha assumido que ela tinha menos experiência do que as outras, mas uma virgem? Christian, tem certeza de que ela pode satisfazer todas as suas necessidades, querido", ela pergunta suavemente. Muito suavemente.

"Ninguém jamais satisfez as minhas necessidades tanto quanto ela faz!" Eu digo defensivamente.

"Vamos lá! Dado o que você acabou de revelar, ela era completamente inexperiente em sexo, até o que, três semanas..." diz ela erguendo as sobrancelhas, questionando. "Você sabe que leva anos para dominar a submissão. Você demorou anos, " diz ela com um sorriso. "Como você sabe que ela vai atender todas as suas necessidades?" diz ela em sussurro firme, inclinando-se para perto.  "Você tem necessidades que mesmo uma submissa muito experiente não pode preencher. Necessidades sombrias..." diz ela enquanto se inclina para trás deixando o resto de seus pensamentos permanecerem no ar.

Meu olhar escurece em raiva crescente. "Eu não gosto de você falando nesses termos sobre Anastasia! Eu gosto dela! " Eu digo,  o meu olhar não deixando o  dela. Então minha voz suaviza com o pensamento de Anastasia. "Muito,  na verdade... Eu nunca sei o que ela vai fazer, ou dizer, o que é uma lufada de ar fresco, na verdade. Ela é inteligente, espirituosa, um grande negociadora, " eu digo, com um sorriso idiota na cara. "Eu nunca me senti tão vivo – nunca em minha vida! Ela me faz sentir completamente, totalmente, significativamente vivo! Eu perco minha razão perto dela, mas então é um enigma. Ela me dá um novo propósito, uma nova razão de ser. "

"Estou intrigada, Christian. Mas inteligente, espirituosa, uma grande negociadora são habilidades que alguém deve procurar em um empregado, não em um parceiro sexual. Talvez ela pudesse ser melhor aproveitada em um emprego em sua empresa do que em sua sala de jogos. Mas, se você gosta dela tanto assim, eu gostaria de conhecê-la, " diz ela friamente, como se ela estivesse  me fazendo um favor. Minha boca cai aberta com sua avaliação.

"Eu não estou procurando um empregado!" Eu digo duramente. "Embora se ela assim o desejasse, ela iria ser muito valiosa. Eu tive um grande número de mulheres que não tinham essas habilidades, e conheciam  um montão de proezas sexuais, mas claramente ainda não eram compatíveis. Essas são habilidades que a valorizam  porque ela sabe como aplicá-las no  relacionamento que temos. E, claramente, vendo suas reservas, e Anastasia muito mais ainda com respeito a  você, fazer vocês duas se conhecerem  é uma má idéia ", eu digo, com um rosto sem expressão.

"Por que isso? Não me diga que você não quer apresentá-la a seu professor, " diz ela, e eu dou-lhe um  olhar penetrante.

"Ela não quer se encontrar com você. Eu acho que ela a odeia por me apresentar ao estilo de vida BDSM quando eu tinha 15 anos. Ela a vê como uma molestadora de crianças ", eu digo inexpressivo. 

Toxic by Britney Spears

Elena realmente empalidece, surpresa.

"Christian! Você sabe que não era assim!" Diz ela, na defensiva. "Eu estava vendo você ser autodestrutivo, e, francamente, seus pais estavam exasperados tentando lidar com suas brigas, problemas na escola ou você esqueceu que foi expulso de três escolas diferentes em um ano, eles estavam ficando sem opções e curtos de escolas domiciliares, pois quase não havia sobrado nenhuma  escola para você ir. Então, este estilo de vida que a sua nova sub ", diz ela incisivamente, "detesta, lhe ensinou a ser responsável por seu próprio destino. Estar no controle. Ele desviou suas tendências destrutivas para um canal diferente, para que você não prejudicasse a si mesmo; ensinou você a como se focar, e ser orientado para o objetivo. Eu não tinha a intenção de prejudicá-lo de nenhuma forma. Essa foi a única maneira que eu vi para  você poder canalizar suas tendências, para deixar sair o vapor, para que você pudesse se concentrar. Ela não lhe fez nenhum mal também. Quero dizer, olhe para você! As mulheres desejam você, e os homens querem ser você! Você é podre de rico, e muito jovem também! Você tem a vida inteira pela frente, e é só porque você aprendeu a controlar suas tendências destrutivas, aprendeu a deixar sair o vapor, sem prejudicar a si mesmo, e aprendeu a se concentrar e ser objetivamente orientado. É claro que ao longo do caminho, nós nos divertimos."

"Eu sei. Ela não entende o nosso relacionamento, e ela está apreensiva sobre isso. É um país livre, e claramente ela tem direito a sua opinião , " eu digo.

"Mas, não é como você se sente, não é?", Ela pergunta preocupada inclinando-se.  "Você sabe o quanto sua amizade significa para mim. Eu me importo com você imensamente. Você é a única pessoa que me importa tanto..." diz ela pausando. "Mais do que qualquer outra pessoa. Eu não posso enfatizar o quanto a sua amizade significa, o quanto importante é para mim, Christian, e eu não quero perdê-lo. Certamente não por causa de uma de suas subs, " ela reitera com força, enfatizando.

"Por favor, não se refira a Anastasia como ‘uma de minhas subs’. Eu me importo com você e sua amizade significa muito para mim também. Nós também somos parceiros de negócios que beneficiaram a nós ambos imensamente. Anastasia não entende  nosso relacionamento, porque ela não tem um passado fodido como eu’, pelo que  eu sou grato. Eu não acho que eu poderia ter lidado com isso se ela tivesse um passado," eu digo balançando a cabeça.

Elena me olha cuidadosamente, como se ela estivesse avaliando uma nova pessoa diante dela, que ela nunca encontrou. Eu continuo falando sobre meus sentimentos por Anastasia. "Sua ausência", eu digo pausando, tentando recuperar o fôlego , " aperta o meu coração, como se alguém estivesse prestes a rasgá-lo. E o fato de que ela está do outro lado do país, o pensamento de que ela poderia encontrar outro pretendente lá, me deixa louco de ciúmes! Eu não posso dar nome a essa emoção. É completamente estranha para mim, Elena! " Eu digo sem fôlego.

"Estou entendendo... Bem, se você tem esses fortes sentimentos por ela, diz ela colocando a mão sobre a minha sobre a mesa", e que você sente tanta falta dela assim, por que não vai atrás dela? Essa é a coisa lógica a fazer... Você não acha? " Ela sonda  mais.

"Ela foi para a Geórgia, pois ela não consegue pensar com clareza perto de mim", eu suspiro. "Nem eu posso, com relação a este assunto, mas, acho que ela precisa avaliar seus sentimentos por mim, e decidir se o nosso relacionamento vai funcionar como ele é." Eu digo.

"Christian! Estou surpresa com você! Ela é sua sub! Uma sub não pensa! Ele ou ela só fazem o que é dito a ele ou ela. Ela deve fazer o que ela é convidada a fazer, caso contrário, despeje-a , e obtenha uma que lhe obedeça corretamente, da forma como uma sub deveria, " diz ela com firmeza como a Dom que ela é. Eu estreito meus olhos para ela.

"Elena, não me dê sua merda de Dom! Eu não preciso desta porra, e eu sei melhor do que você como uma Sub deve ser! " Eu digo através de dentes cerrados, e percebo que ela recua um pouco, mas recupera seu controle." Mas, eu quero dar-lhe o espaço que ela pediu, deseja e necessita. Mas hoje, enquanto nós nos mandamos e-mails para lá e para cá, ela disse que queria que eu estivesse lá. Eu acho que ela sente falta de mim tanto quanto eu sinto falta dela. Eu quero que isso funcione entre nós... Demais.  Ela não é apenas uma sub qualquer. Ela é importante para mim... "

Elena olha para mim por um longo minuto e diz: "Você tem a sua resposta, então, se ela disse que desejava que você estivesse lá, ela quer que você vá. Dada a sua inexperiência, bem, dada a falta de sexo que ela teve toda sua vida, e o pouco tempo que vocês dois estão juntos, você acha que é sensato investir nesse, " ela faz uma pausa para encontrar uma palavra adequada, e acrescenta," ... nesse, eu não quero chamá-lo de  relacionamento, embora eu suponho que você pode pela falta de uma melhor expressão... oh sim, arranjo, " ela diz feliz com ela mesma por encontrar uma palavra que estivesse abaixo do status de um relacionamento.

"Você acha que é sensato investir tanto assim neste arranjo? Eu estou dizendo isso porque, eu estou realmente preocupada com você, Christian. Acho que você está investindo emocionalmente neste arranjo e em muito pouco tempo. Vendo como ela caiu fora porque você é muito intenso para ela, e pelo fato de que você está emocionalmente envolvido com ela, " diz ela, enquanto eu faço uma cara, “não me diga que você não está Christian! Posso ver isto em sua postura , em sua linguagem corporal... Você sabe que eu posso ler você como um livro. Eu conheci muito bem o seu corpo por dentro e por fora ", diz ela com uma expressão orgulhosa  em seu rosto.

"Então, eu sei que você está muito envolvido com ela, mesmo que você diga que você não está. O que me preocupa... Um monte, de fato. Porque, você está se movendo para um território desconhecido. Está fora de sua norma. É um território perigoso, porque você está se expondo para todos os tipos de dores emocionais. E as emoções nos fazem perder o controle. Você sabe disso melhor do que ninguém. Especialmente considerando que ela é alguém que você acabou de conhecer. Talvez ela devesse ficar na Geórgia ", diz ela , e minha boca cai aberta.

"Que diabos, Elena!" Eu digo exasperado "Ela é a primeira mulher com quem eu quis ter mais do que apenas um relacionamento Dom-Sub! Ela me dá esperança. Ela me faz ver as possibilidades de mais. Ela não é apenas mais um número entre as Subs com quem eu tenho apenas a foda em comum, mas, um relacionamento estável. Eu não quero estragar isso, Elena! Eu não quero assustá-la. Eu não acho que eu posso aguentar não estar com ela, " eu declaro com a voz carregada de tristeza.

A boca de Elena cai aberta, os olhos arregalados.

"Christian Grey! Eu não posso acreditar! Você está apaixonado por ela?"  ela deixa escapar.

Eu olho para ela chocado, e eu sinto meus olhos se arregalando de medo. "Não! Não! Definitivamente, não! Eu não faço amor! Eu não mereço seu amor... Eu... Eu não posso amar. Você disse isso antes - é uma emoção inútil." Eu balanço minha cabeça... "Não, eu não posso... Quero dizer, eu não acho que eu estou apaixonado , " digo, sem saber se eu quero convencer Elena, ou a mim mesmo.

"Hmm...", diz Elena sem afastar seu olhar de mim, "deixe-me refazer esta frase Christian. Você está apaixonado por ela", diz ela com uma voz inequivocamente convincente - o tipo de voz que alguém usaria quando está convencido de uma certa verdade, colocando seu nome e reputação em jogo. "Mas, você tem certeza que isso é bom para você? Você tem certeza de que ela é boa para você, merecedora de você?" diz ela com genuína preocupação tomando sua voz. 

You Know I'm No Good by Amy Winehouse

Eu olho para ela confuso. "Eu não posso estar apaixonado, Elena! Sou eu que não sou bom para ela! Ela é tão inocente, tão pura. Ela tem um coração que não conhece nada da escuridão, nada desagradável que o mundo tem para oferecer. Eu tenho medo de manchá-la. Ela não é como nós! Ela está acima de nós, melhor que nós. Ela é como um anjo que tomou conhecimento de mim, cuidou de mim, e eu não quero ser responsável por sua queda, " eu digo com medo em minha voz.

"Christian! Você é sempre tão duro consigo mesmo com tanta auto depreciação! Você tem que parar com isso, querido! Ela deve esperar que ela seja bastante boa para você! Você é um bom partido, Christian... " ela me repreende. "Você é bonito, rico e talentoso em muitos campos que as mulheres estão interessadas. Você é único! E essa merda de anjo; é exagero. Quero dizer que há uma tonelada  de caras legais por aí ... Por que todos esses caras legais não capturam a felicidade, nem proporcionam felicidade para as mulheres ao seu redor? Hmmm? Porque, não é o que as mulheres querem! As mulheres querem alguém que entenda o que elas não entendem sobre si mesmas. Nós todos temos algo escuro em nós. Algo abaixo da superfície. Quando alguém chama por  isso, desperta sentimentos que não sabíamos  que existiam em nós. Todo mundo quer provar o lado escuro, mas ninguém quer admitir isso!

Você sabe que a "luz" como você colocou é exagerada. Quem em sã consciência não quer sexo alucinante? Quem no seu perfeito juízo iria deixar um deus do sexo, um homem que é mais bonito do que Adônis, mais rico do que muitos pequenos países do mundo? Onde ela ia encontrar alguém como você?  Você é um dos poucos solteiros elegíveis que possuem essas qualidades, não só neste país, mas no mundo inteiro!"  Diz ela exasperada." Considerando que você pode acenar com a mão e ter centenas, inferno, milhares de ‘Anastasias’ que queira, que de fato correriam para dar o seu lance! Você pode escolher suas mulheres... Foi ela que teve a sorte de ter o seu olhar, querido, " ela diz muito convencida de suas convicções sobre mim, fazendo-me ficar furioso e minha raiva sai por meus poros.

"Elena! Eu nunca mais quero você falando sobre Anastasia como sendo algo de uma dúzia por um centavo! Ela não é nenhuma dessas coisas! Eu tenho o maior respeito por ela, e ela é uma entre milhões. No decorrer de toda a minha vida, eu não conheci ninguém como ela! Nem uma única pessoa! Eu gosto dela, porque ela não se importa com o meu dinheiro! Eu não consigo que ela aceite um presente simples, sem uma luta, ou um argumento de longo fôlego! Ela está afetada pela minha aparência, mas ela me vê mais além. Ela lava toda essa merda que me rodeia, e eu estou nu em minha alma escura na frente dela. Quanto a sexo, é mais que incrível, porque nós, os nossos corpos se conectam, e desejamos um ao outro de tal forma que fomos feitos um para o outro. A eletricidade da atração entre nós é palpável, degustável, muito tangível. É verdade que  eu  perco  minha  razão  perto  dela,  e  ela  comigo,  mas  então..." Faço uma pausa e acrescento:" ...então, eu também encontro um propósito renovado em sua presença. Ela é muito preciosa para mim. Eu tenho esse imenso desejo de proteger e cuidar dela. Eu tenho sentimentos que eu não posso nomear, e isso me apavora! Mas, o pensamento de perdê-la é o maior medo que eu já tive na minha vida! Eu não posso nem pensá-lo hipoteticamente. É muito assustador... Minha afeição por ela é  profunda na minha alma", eu digo confessando.

"Você realmente está apaixonado por ela, Christian! Tudo o que você disser após esta confissão, não vai poder me convencer do contrário! Eu conheço você melhor do que ninguém..." diz ela, mas eu a interrompo.
"Não melhor do que ninguém! Anastasia me conhece melhor!" Eu a corrijo. Ela estreita os olhos para mim, arruma o cabelo habilmente cortado, colocando-o atrás da orelha com um dedo bem cuidado.

"Melhor do que eu?" Ela pergunta incrédula.

"Você sabe que eu sou muito reservado", eu digo para ela com uma expressão impassível.

"E eu te conheço intimamente desde que tinha 15 anos, Christian!", Ela enuncia, tentando me corrigir.

"Não, Elena! Você e eu éramos tão íntimos como uma colisão de carro," eu a corrijo. "Você e eu começamos a foder quando eu tinha quinze anos e durou até que eu tinha 21. Mas isto era tudo. Eu fodi você de todas as maneiras imagináveis ​​e inimagináveis ​​possíveis, e eu me submeti  para você, e você me dominou. Bem, nós também trocamos os papéis por um tempo curto, mas, isto foi tudo. Você e eu podemos falar sobre qualquer coisa, mas ela é a única pessoa que eu sempre vou permitir me conhecer intimamente. Para me amar, fazer amor comigo. Você e eu nunca fizemos amor. Nós apenas fodemos! Nós nem sequer nos beijamos! " Eu a encaro.

"Essa é a melhor foda...", ela simplesmente afirma. " Anastasia pode ser comparada com nossa foda?" Ela pergunta sem rodeios. Eu sorrio para ela com orgulho.

"Ela é melhor do que todas as mulheres que eu fodi combinadas", eu digo sorrindo.

"Ai!", Diz ela sorrindo. "Isso foi duro."

"Você perguntou isto. Eu afirmo como eu o vejo, Elena. "

"Bem, porque você tem esta alta consideração por ela, Christian, e porque você está apaixonado por ela", diz ela e eu abro minha boca para protestar novamente. Ela levanta a mão para pedir para falar.

"Olha, você pode ser último a saber , mas eu posso ver que você está apaixonado por ela. Eu nunca, NUNCA, tinha visto você desta maneira! Se você tem mesmo desejo de ter o seu relacionamento no contexto que você quer, funcionando da maneira que deve, você tem que ir até ela. Voar para lá! Ver sua mulher, se você está sentindo tanto sua falta. Aparentemente, ela disse que ela sentindo falta de você, também. Se ela sente o mesmo por você, ela não ficará  incomodada de ver você, mesmo se ela diz que precisa da distância. A menos, é claro que ela tenha alguém ou alguma outra coisa que não seja o motivo que ela apresentou. Vá até ela. Vá para sua mulher Christian! ", Diz ela.

De repente eu sinto um desejo ardente e profundo de ver Anastasia. Eu tenho saudades dela, e eu não sei se eu posso ficar longe três dias sem que este desejo ardente me consuma completamente.

"Eu quero dar-lhe o espaço que ela precisa, para que ela possa pensar claramente. Mas, eu gostaria de vê-la, " eu digo saudosamente.

"Oh, baby, eu posso ver a saudade dela em seus olhos. Ela pode de fato ter se assustado, mas como você vai descobrir o que ela está disposta a fazer", diz ela, e eu juro que a ouvi murmurar, "ou em cima de quem ela está", mas é uma voz tão leve que eu não tenho certeza se a ouvi ou imaginei. Eu estreito meu olhar, mas ela não dá pistas, e toma um gole de seu vinho.

"Eu suponho que você a está perseguindo para ser sua Sub ainda, certo? Não me diga que, depois de todos esses anos, você está mudando suas maneira de ser com uma virgem que não sabe praticamente nada sobre sexo. Se for esse o caso, eu odeio lhe  dizer, mas você vai se decepcionar, e eu odeio ver você neste caminho,  Christian. Você sabe o que funciona para você! Você sabe o quanto  beneficiou você, e lhe deu a liberação adequada que você desejava. Você precisa descobrir se essas são coisas que ela pode oferecer para você. "

"Eu ainda a quero como minha Sub, mas eu estou disposto a ser "mais", e dar-lhe "mais". Isso é o que ela quer. Estamos aprendendo a nos comprometer com os desejos e necessidades um do outro", eu digo. "Se é importante para ela, é importante para mim", eu simplesmente declaro, e Elena olha para mim me encarando como se eu tivesse dito que decidi tornar-me um monge celibatário, me mudando para o Tibete, para viver em reclusão no Himalaia. Pela primeira vez durante o curso de nosso jantar, ela está sem palavras.

Enquanto a determinação flui em mim para ir para a Geórgia, para estar com a minha mulher, vibra meu BlackBerry, e é Anastasia. Eu abro o meu correio e apressada e animadamente verifico a sua mensagem.
_____________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: Adequados Companheiros de Jantar
Data: 31 de maio de 2011 23:57 EST
Para: Christian Grey

Espero com certeza que você e seu amigo tenham tido um jantar muito agradável.

Ana

PS: Era a Sra. Robinson?
_____________________________________________

Sabendo que Anastasia só vê vermelho quando Elena é o assunto principal, eu decido responder a ela quando eu sair, ou talvez não responder nada, até eu chegar à Geórgia. Eu não quero alertar Elena sobre  nossas conversas particulares, nem quero colocar lenha na fogueira de Anastasia. Eu guardo com segurança meu Blackberry no bolso do meu casaco.

"O que era?" Elena pergunta.

"Nada", eu digo sorrindo. "Você sabe como Anastasia lhe chama?"

"Não", ela diz um pouco apreensiva. "Nada de ruim ou indigno, espero", ela responde.

"Não. Seu apelido é Sra. Robinson’ ," eu digo.

Ela sorri para isso. ‘Sra. Robinson’," diz ela, tentando absorver o  formato. "Ela deve ser muito especial para você, Christian. Porque ela é a única Sub, entre todas as suas subs, com quem você falou sobre mim, ou sobre o  que tivemos antes,. Embora, obviamente, subs vão e vêm... ", ela deixa sua frase pendurada no ar.

"Sim, subs podem ir e vir, mas Anastasia fica!" Eu digo com firmeza. Elena tem um sorriso triste no rosto, que é rapidamente substituído por um olhar compreensivo.

"Vá para ela", diz tomando um grande gole de seu vinho.

"Eu pretendo," eu digo. "Ela é minha!" Ela me olha impassivelmente por um minuto.

"De fato. Se ela está tentando reavaliar seus sentimentos, como você diz que ela está fazendo, ela pode ficar com medo e fugir. Mas, se ela deseja você tanto quanto você a deseja, ela pode ficar feliz em vê-lo também. Você nunca saberá até tentar, Christian, " afirma.

"Você vem para a festa beneficente dos meus pais na semana que vem?" Eu pergunto-lhe questionando e mudando de assunto. Se ela está vindo, eu gostaria de convencê-la a ficar em casa, porque eu não quero que Anastasia fique zangada porque ela está lá.

"Estou doando uma cortesia para dois, por um dia. Você quer que eu vá? Eu estava pretendendo", diz ela especulativamente.

"Eu prefiro que não. Eu não quero deixar Anastasia desconfortável", eu digo.

"Oh", diz ela tomando outro gole grande de seu vinho. "Nesse caso, eu não irei", diz ela concordando, o  que me alivia. "Estou um pouco magoada, Christian", diz ela sorrindo. "Somos mais do que amigos há anos, e você está dando prioridade a uma sub que conheceu há apenas três semanas. Eu estava esperando que você valorizasse mais a nossa relação", afirma.

"Elena, eu vou fugir de tudo que possa prejudicar o que eu tenho com ela. Tenho que me prevenir, e passar direto. Neste momento, eu não vou cruzar o seu caminho com o dela. Você tem um lugar diferente para mim. Você é minha amiga. O único amigo parece. Mas, ela é meu "mais ", ou aquela com quem eu quero ter  “mais”. Por favor faça-me a cortesia de fazer isto funcionar? " eu peço a ela.

"Christian, claro! Eu quero que você seja feliz. Na verdade, vê-lo feliz me agrada. Espero que ela saiba o que tem nas mãos. Minha única preocupação é com você , querido! Você é um bom homem, e meu melhor amigo também! Eu valorizo ​​você, e nosso relacionamento tanto, que eu não quero nada nem ninguém estragando-o. Você não vai deixar, vai? "

Eu olho para ela incisivamente.

"Você é minha amiga, Elena, e eu dou valor a nossa amizade, desde que ela não atrapalhe o que eu tenho com Anastasia. Espero que respeite isso. Nós temos uma história comum, um passado. Eu me importo com você do meu jeito. Então, o que temos permanece, mas, eu quero que você lhe dê espaço, já que ela claramente não gosta de você, e não interfira no meu relacionamento com ela. Enquanto você conseguir isso, não teremos problemas, " eu afirmo.

Ela acena com a cabeça.

                                                           **** ♡ *****

Até o momento que eu saio do restaurante, são cerca de 9:30h e eu tomei minha decisão de ir para a Geórgia. Após o manobrista trazer meu carro, eu permaneço nele por alguns minutos para responder o texto de Anastasia. Mas, o desejo de surpreendê-la supera a minha vontade, e eu me interrompo.

Eu quero que ela saiba que eu não tenho nenhum interesse sexual em Elena, e que minha mente está apenas focada apenas nela. Eu só quero e desejo a ela. Ninguém mais! Eu sinto falta dela. Eu realmente sinto falta dela... Mas, eu quero que a minha visita seja uma surpresa para ela... esperando que,  uma surpresa que não vá apavorá-la.

Eu coloco o meu telefone na base para ativar o Bluetooth. Eu disco para Taylor.

"Sim, senhor", é sua saudação ao responder.

"Taylor, eu quero que você chame meu piloto do jato. Coloque-o, e ao co-piloto, de prontidão. No momento em que eu chegar a casa, eu quero que você faça uma reserva em um hotel em Savannah. Nós estamos indo para a Geórgia, esta noite, " eu ordeno.

Eu juro que quase ouvi um suspiro de alívio de Taylor.

"Sim, senhor!", Diz ele, um pouco entusiasmado demais. Nós desligamos.

"Baby, você quer ‘mais’. Eu estou pronto, disposto e capaz de lhe dar ‘mais’, " eu digo a Anastasia como se ela estivesse na minha presença. Eu só espero que o que eu ofereço seja suficiente para ela.

                                                           **** ♡ *****

Quando eu chego ao Escala, Taylor já fez uma mala para mim, e ele colocou o piloto e o co-piloto em prontidão.

"Nós devemos ser capazes de decolar em quatro horas, senhor", diz ele.

"Quatro horas? Não pode demorar quatro horas para decolar, porra! O avião não estava agendado para voar por mais dois dias! " Eu digo exasperado.

"Sinto muito senhor. Essa é a razão porque vai levar quatro horas. Porque o piloto está fora da cidade, e ele está dirigindo de volta. Eu acho que seria melhor para a segurança de todos que tenhamos nosso piloto ou o co-piloto descansados , antes de decolar para voar atravessando todo o país. "Eu dou o meu olhar aguçado para ele, e suspiro.

"Tudo bem! Quatro horas, e nem mais um minuto." Sinto falta da minha mulher com tanta intensidade que tudo me deixa louco - mesmo os funcionários leais. 


All  I  Want  is You - U2

"Sim, senhor. Dê-me algum tempo para fazer a reserva do hotel, " diz ele. Concordo com a cabeça.

                                                           **** ♡ *****

No momento em que decolamos, são quase 4h00h do dia seguinte. Eu sou incapaz de dormir, mas eu tento me ocupar lendo o longo e-mail que Anastasia me enviou. Eu memorizei a maior parte, mas me vejo lendo-o, uma e outra vez. Eu tento me manter ocupado lendo alguns relatórios de negócios, também, mas eu ainda estou nervoso. Eu vejo Taylor olhando-me, mas não diz nada, o rosto impassível.

No momento em que pousamos em Savannah, são 3:00h da tarde, hora local. Temos um SUV de prontidão no aeroporto, e ele nos conduz para o nosso hotel. Taylor reservou uma suíte para mim, como de costume, e é um dos melhores hotéis em Savannah. Estou animado com a perspectiva de ver Anastasia, e meu entusiasmo é palpável por estar na mesma cidade que a minha mulher. O pensamento da possibilidade de vê-la muda meu humor, e eu estou muito mais feliz, e menos que um ogro. Eu sei onde vive a mãe de Anastasia. Sra. Carla Adams casada com Robert, a.k.a (N.T. abreviação para “Also Known As”, uma expressão em inglês que significa “também conhecido como”) Bob Adams. Na verdade, eu sei tudo sobre Anastasia, até sua professora de jardim-de-infância. Tenho a intenção de descansar hoje, e talvez dar uma olhada em algumas terras para fins de investimento. Se Anastasia estiver vindo para cá, eu poderia ter razões legítimas para voltar aqui com ela, quando ela estiver visitando sua mãe aqui.

Depois de me registrar no hotel, eu vou para a minha suíte, e tomo uma longa ducha. O clima é quente e úmido e pegajoso aqui. Eu tenho o desejo de pegar o carro e ir ver a minha mulher, mas eu não quero assustá-la. Eu vou deixá-la sozinha hoje, e chamá-la amanhã e surpreendê-la. Eu preciso dormir e descansar um pouco, porque eu quase não dormi a noite passada durante o vôo. Apesar de eu ter um pequeno quarto no meu jato, e eu poder dormir lá confortavelmente, os pensamentos de Anastasia e da emoção de que eu a estarei vendo, me impediram de ter sono. Estou completamente exausto. Mas, eu quero fazer algo especial para Anastasia, e mostrar-lhe que estou disposto a fazer "mais" por ela. Eu quero que ela participe de meu segundo hobby favorito - segundo porque ele foi rebaixado da primeira posição para a segunda, depois que eu conheci Anastasia. Planar. Eu encarrego Taylor dos arranjos. Ele vai informar a mim, uma vez que esteja programado.

Eu finalmente vou dormir para tirar uma soneca depois do almoço tardio. Quando eu acordo de novo são quase sete da noite. Eu ainda tenho trabalho a fazer, e uma vez que a minha rotina é de três horas atrás no horário local, eu não quero interromper meu horário regular. Eu tenho chamadas de Andrea e Ros. Negócios  não podem esperar, por isso eu tenho que trabalhar.

Eu tomo um banho, e coloco meu jeans e minha camisa de linho branco. Corro os dedos pelo meu cabelo o que deve dominá-los por enquanto. Eu me dirijo para o restaurante do hotel. O garçom me leva para um canto tranquilo, e eu peço um pouco de vinho primeiro. Verifico o menu, e peço robalo, arroz selvagem e aspargos com molho holandês e salada de rúcula.

Minha mente continua vagando de volta para Anastasia, e eu estou excitado, mas também apreensivo sem saber como ela reagirá a minha presença em Savannah. Ela veio aqui para ficar longe de mim, afinal, mas ela disse que ela queria que eu estivesse aqui. Então, aqui estou eu. Quando eu estou comendo o meu jantar, eu decido enviar a Anastasia a resposta a seu e-mail. Eu sei como ela se sente sobre Elena, então, eu quero aliviar sua apreensão sobre ela.

_____________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Companheiros de Jantar
Data: 01 de junho de 2011 21:41 EST
Para: Anastasia Steele

Sim, eu jantei com a Sra. Robinson. Ela é apenas uma velha amiga, Anastasia.
Espero vê-la em breve. Estou com saudades.

Christian Grey
CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.
_____________________________________________

Assim que eu clico enviar no meu Blackberry, eu levanto os olhos  e vejo  Anastasia sentada no bar com a mãe bebendo um Cosmo. Ela nunca deixa de me surpreender. Era eu que queria surpreendê-la amanhã, e ela me surpreendeu por estar aqui com sua mãe para uma bebida ou duas. Sua mãe sai para ir a algum lugar, quando ela recebe minha mensagem. Porque eu a vejo verificando seu Blackberry. Seu rosto está vermelho beterraba de raiva. Ela rapidamente escreve sua resposta enquanto eu olho para ela da minha mesa.
_____________________________________________
De: Anastasia Steele
Assunto: VELHAS Companheiras de  Jantar
Data: 31 de maio de 2011 23:43 EST
Para: Christian Grey

Christian, você não pode me fazer acreditar que ela é apenas um velho amigo.

Será que ela encontrou um outro garoto adolescente para afundar suas garras nele?

Você ficou muito velho para ela?

Foi essa a razão pela qual seu relacionamento terminou?
_____________________________________________

Puta merda! Ela está mais furiosa do que o rosto vermelho mostrou, e sua raiva me pega de surpresa. Eu nunca tive que me explicar para alguém nos últimos quase sete anos. É ao mesmo tempo hot e enervante. Parte disso é porque eu sei que ela está com ciúmes. Mas, eu também estou nervoso porque eu gosto da minha autonomia. E eu, de alguma maneira, adoro isso nela. Ela está sendo possessiva comigo. Enquanto eu estou olhando para Anastasia ao digitar minha resposta de volta para ela, sua mãe volta para o bar, e vê Anastasia zangada. A conversa segue entre elas, e Anastasia balança a cabeça. Eu as assisto pedir mais uma rodada de bebida. É hora de deixá-la saber que estou aqui.
_____________________________________________
De: Christian Grey
Assunto: Cuidado...
Data: 01 de junho de 2011 21:46 EST
Para: Anastasia Steele

Eu não quero discutir isso através de e-mails.
Quantos Cosmopolitan  você tem intenção de beber esta noite?

Christian Grey
CEO, Grey Enterprises Holdings Inc.
_____________________________________________

Quando ela recebe meu e-mail em seu Blackberry, todas as cores fogem de seu rosto. Sua cabeça se levanta e ela olha em volta para me localizar. Não demora muito para ela me encontrar. Nossos olhos travam. Ela está sem fôlego? Eu me movo lentamente através da multidão, sem tirar os olhos de cima dela. Estou nervoso, louco, animado, feliz, e tenso. Aqui vou eu. Eu estou olhando para a minha mulher me olhando completamente chocada. Nossa energia habitual nos puxando novamente, palpável. Eu não coloquei os olhos sobre ela por alguns dias, e eu estou nervoso, e pronto para pegá-la em meus braços. Mas estou além de nervoso com a reação dela. Eu chego à sua mesa no bar com meu olhar ainda fixado na minha mulher.

"Oi", ela guincha quase inaudível.

"Oi", eu respondo, inclinando-me e beijando seu rosto castamente, quando eu quero fazer muito mais do que isso. Eu tenho saudades dela, e apesar do alívio que me inunda, eu também estou nervoso de como ela vai me receber. Eu olho para ela como se olha um animal selvagem cuja reação poderia ser qualquer uma. Eu sinto a raiva saindo de seus poros, mas seu charme do sul assume o momento atual. Eu sinto um alívio momentâneo. Eu a quero. Deus, eu a quero

Baby, I Need Your Loving by The Four Tops




24 comments:

Anonymous said...

Bom pelo menos a vadia conseguiu que ele fosse ate Ana porem ela ficou se roendo pois ela foi colocada em seu devido lugar!

Anonymous said...

Eu só quero agradecer o trabalho todo e o empenho....acho que é incrivel tudo...as músicas...as imagens...as traduções...o tempo que levam a postar que é muito rápido,porque quando lemos um capitulo em vez de acabamos com a ansiedade pareçe que fica pior...
Este capitulo a parte que vais gosto é mesmo quando o Chirstian vai ter a Georgia para ficar ao pé da Anastasia mas é pena que tenha que pedir conselhos a Elena....

Francis said...

ufaa...que capítulo de tirar o fôlego!!!
meu deus...estou tremendo até agora...
que palavras maravilhosas Sr. Grey!
estou encantada...

Neusa Reis said...

A vadia da Elena só aconselhou o Christian a ir para a Geórgia porque ela achou que a Anastasia ia ficar brava e deixar ele, por estar se sentindo sufocada. Eu não sei se estou certa, mas a Elena sempre alimentou a ilusão de que ela ia trazer o Christian de volta para ela. Na pior das hipóteses, ele não ficaria com ninguém, mas a manteria como 'amiga'. Ela só não esperava uma Anastasia na vida dele.
Obrigada por estarem sempre por aqui.

Anonymous said...

Eu não entedo o que a Elena quer do Christian as vezes pareçe que quer que ele fique sozinho e infeliz,as vezes pareçe que a Elena deseja-o de volta,mas depois diz que está feliz com o seu novo submisso....
Por favor ponha outro capitulo estou tao ansiosa

Anonymous said...

Estou ansiosa para o próximo capítulo, por favor publica logo!!!!!

Anonymous said...

Vais postar quando a Elena vai jantar com o Christian?

anne caroline godoi said...

Caramba! A vadia velha é uma cobra...se faz de boazinha pra depois da o bote! Ao mesmo tempo que manda o Christian ir atras da Ana,coloca a mesma pra baixo,sempre dando um jeito de menospreza-la.
Quando eu li o livro,fiquei com a impressão que o Christian deu um jeitinho de descobri onde a Ana estava,como no bar que ela passou mal.
Super ansiosa pelo próximo capitulo...

Neusa Reis said...

Ué, ela janta com ele neste capítulo... Você não viu?

Anonymous said...

Mas estava a falar a versao da Elena

Anonymous said...

Eu amo essas traduções, fico sempre ansiosa pelo proximo capitulo. Essa Elena é uma vaca e eu concordo quando vc diz que ela ainda tinha uma pontinha de esperança em relaçao ao amado Grey, mas ela q se fere. Beijos e obrigada por fazer as minhas noites muito mais emocionantes!

Laura Oliveira said...

Oieeee Neusa Obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaa pela tradução!!!!!! vc's são demais. Que Fic perfeita olha às vezes acho melhor que o livro rs...rs.
A versão do Christian é muito intensa!

Laura Oliveira said...
This comment has been removed by the author.
Laura Oliveira said...
This comment has been removed by the author.
Sopa de Idéias said...

Capítulo perfeito!
Obrigada Eminé e Neusa!

Helena Bastos said...

Ai caramba! Ô mulherzinha ardilosa essa Elena. E que pena que ela tem o meu nome. Ainda bem que o meu é com "H".... rsrs. Parabéns pelo capítulo. É outra história ver a versão aos olhos de Mr. Grey.

Helena Bastos said...

Caraca! Ô mulherzinha ardilosa essa Elena! E que pena que ela tem o meu nome. Ainda bem que o meu é com "H".... rsrs. Parabéns pelo capítulo. É outra história ver a versão aos olhos de Mr. Grey.

Kaila Alekena said...

Não sei se gostei desse encontro (Cristian e Elena)... acho que faltou um pouco de lógica do diálogo...pareceu-me estranho, não havia conexão de narração com dialogo... tive essa sensação,talvez a Elena descrita e seu dialogo não condiz com o contexto que se quer passar... e também a coincidência do encontro (Cristian e Anastasia), admito que é provável a coincidência,mas não com tamanha falta de elementos que o deixaria mais emocionante... Mas amo sua narrativa Eminé, só nesse capitulo que fiquei nessas ressalvas, bjus

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Kaila, you will get the point in the next chapter.

This is not meant to be liked: There is a Christian who still clinging to a past and a persona which was very much influenced by Elena who is quite devious. As smart as Christian is, and as much as he broke out of Elena clutch, there's still a long way for him to go to break free from her influence.

Right now, she's directing the play. She knows which buttons to push to get a certain action. Next chapter we will see her side of the story.

Darlene said...

Nossa essa conversa com a Elena foi demais!!! Imagino a raiva corroendo-a por dentro em ver o Christian tão apaixonado pela Ana,mal ela sabe o quanto eles aproveitaram o encontro em Savannah rsrs.

Anonymous said...

Emine e Neusa, to achando o máximo essa versão Grey! E tbm a colocação das musicas no meio do texto, muito criativo e deixa mais emocionante! Pena que em alguns capítulos o link da musica nao aparece... Como faço pra aparecer?

Daniela Martins said...

Hello, meninas!
Boa noite, Emine e Neusinha!
Elena mal sabe que o tiro dela sairá pela culatra, heim!
Gostei como Christian defendeu Ana quando a cobra (Elena) tentava desmerece-la e/ou rebaixa-la!
Fico imaginando a cena: Ana na dela, tomando tranqüilamente seu Cosmo quando "do nada" dá de cara com Christian Grey!
Amo demais esse homem!
Bjkas, meninas!
Dani
��

Francieli said...

Tome Elena coloque isso no seu cachimbo e fume. Parabéns pela tradução, estou amando reler o livro sob a visão o grey. Obrigado pelo tempo dedicado.

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry