StatCtr

Thursday, March 28, 2013

Livro II - Capítulo II - Christian Grey e Anastasia Steele


CAPÍTULO DOIS

VOCÊ É A ÚNICA QUE EU SEMPRE
VOU QUERER
Tradução: Neusa Reis


(Foto:  Portland Printz)
No minuto em que eu começo a abraçar Anastasia, me sinto em casa, o buraco remendado por si mesmo, minha alma está intacta. Permito-me sentir a conexão, e me satisfazer neste momento. Eu quero que ela me perdoe;  eu vou fazê-la me perdoar


Please Forgive Me by Bryan Adams

Eu nunca recuei de um desafio porque era difícil; e eu tenho conseguido muitos impossíveis. Esta é a minha chance de fazer funcionar direito esse relacionamento. Eu tenho que estar atirando com todos os pistões. A energia, a usual eletricidade sempre passando através de nossa conexão, está me puxando para ela como Ícaro para o Sol, e me aquecendo no desejo. Eu posso ver que ela se sente da mesma forma. Embora eu agora perceba que eu a feri, fisica e emocionalmente, este é o meu dia para endireitar os meus caminhos.

Poucos minutos depois, Taylor encosta no meio-fio e pára, quando chegamos ao edifício que abriga o heliporto.

"Venha,” eu tiro Anastasia do meu colo, "nós chegamos," eu digo.

Ela olha para mim, questionando.

"Heliporto - é no topo deste edifício,” eu digo enquanto eu olho para o edifício, como forma de explicação.

Taylor abre a porta do SUV, e Anastasia desliza para fora. Eu dou a volta no carro, pelo outro lado, e percebo Anastasia corando de alguma troca que deve ter havido entre ela e Taylor. Eu sei que Taylor é fã dela e estava preocupado com ela. Eu olho para Taylor interrogativamente, e ele olha de volta para mim, impassível, não revelando nada. Sim, ele é protetor com ela também.

"Nove?" Eu digo a Taylor.

"Sim, senhor." Eu concordo, e viro e levo Anastasia pelas portas duplas para o saguão grandioso. Meus dedos estão enrolados em torno dos de Anastasia possessivamente, não dispostos a deixá-los ir. Nós estamos atraídos um pelo outro, mais uma vez, e eu sei que ela sente o mesmo que eu, pelo jeito que ela está roubando olhares, e apertando os meus dedos de volta e pela saudade em seus olhos. Nós alcançamos os elevadores e pressiono o botão de chamada. Ela dá uma espiada para mim, e eu dou-lhe um sorriso. Quando o elevador chega ao térreo, as portas soam abertas, e eu solto a mão dela para encaminhá-la para dentro.

Quando as portas se fecham novamente, Anastasia espreita para mim mais uma vez. Eu olho para ela, meus olhos vivos. Aqui estamos, no cativeiro desta atração, essa eletricidade entre nós fazendo o ar palpável. Está pulsando, vibrando, puxando-nos  como ímã, e atraindo-nos juntos.

Anastasia suspira, "Oh meu Deus,” aquecendo-se na intensidade desta atração, visceral, primordial que temos entre nós. Ela nunca nos deixou,  mas intensificou-se com a nossa separação.

"Eu sinto isto, também," eu digo, meus olhos nublados e intensos com paixão, desejo e amor por ela. Está partilhada e irradiando através de meu corpo. Eu aperto sua mão e acaricio os nós dos seus dedos com o polegar. Eu sei que ela me deseja neste momento, porque seu corpo está muito sintonizado com o meu, nós nos tornamos como se fôssemos uma entidade. Ela aperta suas mãos e as pernas se mexem, seu corpo em busca de alívio. Claro, ela começa a morder o lábio, aumentando o desejo em mim por ela.

"Por favor, não morda o lábio, Anastasia," Eu sussurro.

Ela olha para mim, liberando o lábio. Seus olhos estão brilhantes, com ardente desejo primordial, saudade e necessidade. Aqui e agora, no elevador. É o mesmo olhar, a mesma atração que o elevador do Heathman.
"Você sabe o que isto faz para mim,” murmuro. Seus lábios se entreabrem como se isso fosse uma declaração que ela não esperava. Algo se ilumina nos olhos dela. Esperança? Eu percebo algo... Ela é viciada em mim também


Addicted - Saving Abel

Mas muito depressa o elevador chega ao seu destino e as portas abrem, quebrando o feitiço entre nós. Estamos no telhado. Está ventando, e embora ela tenha um casaco, ela treme. Eu coloco meu braço ao redor dela, puxando-a protegida para o meu lado, e nos apressamos para onde Charlie Tango está, no centro do heliporto, com suas pás do rotor girando lentamente.

Meu piloto Stephan está de pé em seu físico alto, loiro, de queixo quadrado e seu terno escuro. Ele salta para fora do Charlie Tango, e esquivando-se para baixo, corre para nós. Eu aperto a mão dele. Eu grito acima do ruído dos rotores.

"Pronto para ir, senhor. Ele é todo seu! "

"Todas as checagens feitas?"

"Sim, senhor."

"Você vai buscá-lo por volta das oito e meia?"

"Sim, senhor."

"Taylor está esperando por você lá na frente."

"Obrigado, Sr. Grey. Tenha um bom voo para Portland.  Senhora," diz ele saudando Anastasia. Sem soltar a mão dela, eu aceno, cabeça baixa, e a levo até a porta do helicóptero.

Depois que eu a instalo dentro, eu fecho com firmeza o cinto, apertando com força as correias. Dou-lhe um olhar astuto e meu sorriso secreto para Anastasia. Ela simplesmente parece linda com as correias.

"Isso deve mantê-la no lugar," murmuro. "Devo dizer que gosto desta correia em você. Não toque em nada."

Eu passo o meu dedo indicador pelo seu rosto enquanto ela fica vermelho-carmesim antes de entregar-lhe os fones de ouvido. Como eu senti falta de tocá-la. Ela fecha a cara para mim. Ela está firmemente amarrada e apenas capaz de mover-se em seu assento.

Sento-me no meu lugar e me prendo, e depois eu faço as verificações de pré-voo. Coloco meus fones de ouvido e viro um interruptor para acelerar os rotores que soam ensurdecedores.

Viro-me e olho para Anastasia. "Pronta, baby?" Eu digo através dos fones de ouvido.

"Sim," é a sua resposta.

Eu sorrio para ela, e saber que ela está bem aqui, comigo,  é imensamente reconfortante. Hoje é a noite, baby. Vou ganhar você. Eu tenho todas as minhas cartas alinhadas, prontas para mostrá-las, e eu estou escondendo o meu Royal Flush; eu estou com a minha cara de pôquer. Eu não vou  perder esta noite. 

Poker Face - Lady Gaga

"Sea-Tac torre, aqui é  Charlie Tango - Tango Eco Hotel, liberado para decolar para Portland via PDX. Por favor, confirme, encerrado. "

O controlador de tráfego aéreo responde, emitindo-me instruções. Estamos prontos para a decolagem.

"Roger, torre, Charlie Tango liberado, câmbio." Eu viro duas chaves, seguro o manche, e subo lenta e suavemente para o céu noturno de Seattle.

"Nós perseguimos o alvorecer, Anastasia, agora o anoitecer," Eu digo através dos fones de ouvido. Ela se vira, boquiaberta de surpresa. Eu sorrio para ela, e ela sorri timidamente para mim.

"Além do sol da tarde, há mais para ver neste momento," eu digo. A última vez que ela voou para Seattle comigo,  de Portland, estava escuro, mas a vista da noite agora é espetacular. Nós estamos no meio dos edifícios mais altos, subindo mais e mais.

"O Escala está lá," eu aponto para o meu prédio. "A Boeing lá, e você pode ver o Space Needle," eu aponto para ele.

Ela gira a cabeça para olhar. "Eu nunca fui," diz ela.

"Eu vou levar você. Podemos comer lá. "

Ela me dá um olhar surpreendido. "Christian, nós terminamos," diz ela. É uma facada no meu coração. Eu vou corrigir isso hoje à noite.

"Eu sei. Eu ainda posso levar você lá e lhe dar de comer," eu digo olhando para ela.

Ela balança a cabeça e cora. "É muito lindo aqui em cima, obrigado."

"Impressionante, não é?" Digo. Fico admirado com o cenário cada vez.

"Impressionante que você pode fazer isso," diz ela, surpreendentemente, me elogiando.

"Bajulação vinda de você, Srta. Steele? Mas eu sou um homem de muitos talentos," eu digo.

"Estou plenamente consciente disto, Sr. Grey," ela responde, apertando tudo ao sul do meu corpo.

Viro-me e sorrio para ela, e um olhar relaxado se arrasta lentamente sobre seu rosto.

"Como está o novo emprego?" Eu pergunto.

"Bom, obrigado. Interessante. "

"Como é o seu chefe?" Eu pergunto.

"Oh, ele está bem,” diz ela, e isso toca os sinos de alarme na minha cabeça. Será que ele fez um movimento em direção a ela? Ela parece desconfortável.

"O que há de errado?" Eu pergunto.

"Além do óbvio, nada." O óbvio? O que é óbvio?

"O óbvio?" Eu pergunto.

"Oh, Christian, você realmente é muito obtuso, às vezes," diz ela.

"Obtuso? Eu? Eu não tenho certeza que eu aprecio o seu tom, Srta. Steele. "

"Bem, não o faça, então,” ela retruca me fazendo sorrir. "Eu senti falta de sua boca inteligente," eu digo.

Tudo o que eu ouço é seu ofegar em resposta, mas ela se cala, e olha para fora da janela para continuar a ver o sol se pôr no horizonte como uma grande bola laranja de fogo ardente. O que você está pensando Anastasia? Por favor, me dê uma indicação...

As cores do crepúsculo no céu de Seattle são inspiradoras,  com opala, rosa e cores água-marinha perfeitamente entrelaçadas. Nós no aproximamos da nítida, clara noite do céu de Portland, enquanto suas luzes cintilam e piscam numa forma de boas vindas para nós dois. Eu me aproximo do meu destino, e dirijo o helicóptero para descer no heliporto. Estamos no topo de um prédio de tijolos; o primeiro lugar que eu acolhi Anastasia no meu helicóptero, pela primeira vez, há menos de três semanas. É uma prova de como ela mudou-me até o meu âmago nesse curto período de tempo. Ela se tornou uma parte essencial da minha existência, uma tábua de salvação, sem a qual eu não posso viver

I Can't Live Without You - Mariah Carey

É um tempo tão curto para alguns, mas uma vida inteira para mim, quando eu sinto que um tempo pré-Anastasia não existiu, quando eu não posso ver a minha vida sem ela. Eu conduzo finalmente Charlie Tango para baixo, e viro os interruptores e os rotores param, e o barulho deles diminui e podemos ouvir nossas próprias respirações através dos fones de ouvido.

Eu desato meu cinto de segurança, e inclino-me para desatar o dela.

"Boa viagem, Srta. Steele?" Eu pergunto, em voz suave, enquanto os meus olhos estão brilhando com a visão de minha mulher diante de mim. Sim, ela é minha, e ela faria bem em se lembrar disto!

"Sim, obrigado, Sr. Grey," ela responde educadamente.

"Bem, vamos ver as fotos do garoto," eu digo enquanto eu estendo minha mão para ela e ela a segura. Ela salta de Charlie Tango.

O velho Joe está sentado e cuidando da segurança. Quando ele nos vê, ele se aproxima e nos encontra, sorrindo amplamente.

"Joe," Eu sorrio para ele. Eu libero a mão de Anastasia para sacudir a dele calorosamente. Eu sempre gostei dele.

"Mantenha-o seguro para Stephan. Ele vai estar aqui às oito ou nove," eu digo.

 “Assim será, Sr. Grey.  Senhora," diz ele cumprimentando Anastasia. "Seu carro está à espera no andar de baixo, senhor. Ah, e o elevador está quebrado, você vai precisar usar as escadas," ele nos informa.

"Obrigado, Joe," eu respondo.

Eu pego a mão da minha mulher, e vamos para as escadas de emergência.

"Que bom para você nestes saltos que esta é de apenas três andares,” murmuro. Eu não quero que ela caia e se machuque, mas eu estou aqui para pegá-la.

"Você não gosta das botas ?” Ela pergunta.

"Eu gosto muito delas, Anastasia,” eu digo enquanto o meu olhar sombreia. Eu gosto da minha mulher em saltos altos. É o sexy final. Ela me excita sem nada, mas esses saltos altos..."  ‘Mantenha  o foco, Grey' eu me lembro. Eu tenho uma missão hoje à noite, e eu não posso ser desviado.

"Venha. Vamos devagar. Eu não quero que você caia e quebre o pescoço."

À medida que saímos do prédio, o motorista está esperando por nós, abrindo a porta para nos deixar entrar. Nós sentamos em silêncio, enquanto o motorista leva-nos para a galeria. Estou nervoso. Eu disse a ela, que eu senti falta dela e ela não disse nada. Será que ela encontrou alguém? Este chefe dela? Ela já esteve em contato com José desde que ela me deixou? É por isso que estamos aqui? Será que ela decidiu que ele seria melhor para ela porque eu estou muito fodido? Será que ela vai me mostrar que ele combina melhor com ela do que eu? Estou morrendo aqui!  ‘Mantenha o foco... Mantenha o foco... Mantenha o foco...’ Repito na minha cabeça como um mantra. Por que ela não me deu qualquer indicação de que ela sentiu minha falta, ou me quer, ou algum tipo de sentimento que mostre o seu apego a mim? Será que ela parou de me amar? Eu não parei de amá-la! Eu não poderia! Eu não posso nem olhar para ela já que eu estou incrivelmente nervoso.

"José é apenas um amigo,” ela finalmente murmura.

Viro-me e olho para ela, quando ela responde a minha pergunta não formulada. Meus olhos estão sombrios, reservados, e cautelosos, mas sem transparecer nada. ‘Sou apenas um amigo, ou mais para você, Ana?’  Eu quero perguntar, mas talvez eu não queira que ela responda isso até que ela me ouça esta noite. Seus olhos permanecem em minha boca. Como eu gostaria de usá-la para reivindicar você, Anastasia! Eu me mexo no meu lugar e fecho a cara ao olhar para seu rosto e seus grandes olhos azuis, que ficaram ainda maiores depois que ela perdeu peso.

"Estes olhos bonitos parecem muito grandes em seu rosto, Anastasia. Por favor, diga que você vai comer, " peço a ela.

"Sim, Christian,  eu vou comer,” ela responde automaticamente.

"Estou falando sério," eu digo.

"Está?" Diz ela com desdém. Oh, por favor, Ana, não comece com isso agora! Eu não estou aqui para brigar, eu estou aqui para ganhar você de volta!

"Eu não quero brigar com você, Anastasia. Eu quero você de volta, e eu quero  você saudável, " eu digo baixinho em meu apelo.

Ela olha surpresa, e seus lábios se abrem em um exalar suave. "Mas nada mudou,” ela responde.

"Vamos conversar no caminho de volta. Já estamos aqui. "

O carro para na frente da exposição, e eu saio, dou a volta e abro a porta para ela. Ela salta.

"Por que você faz isso?" Ela pergunta em voz alta.

"Fazer o quê?" Pergunto surpreso. O que eu fiz agora?

"Dizer algo assim e depois interromper."

"Anastasia, estamos aqui. Onde você quer estar. Vamos fazer isso e depois falar. Eu particularmente não quero uma cena na rua. "

Ela cora e olha ao redor. Ela percebe que é muito público e, finalmente, ela aperta os lábios enquanto eu olho ansioso para ela.

"Certo,” ela murmura de mau humor. Eu pego sua mão e a levo para dentro do prédio.

O edifício é um antigo depósito com paredes de tijolos e pisos de madeira escura, teto branco para dar altura ao edifício, e as tubulações são pintadas de branco também. É moderno e arejado, e um monte de pessoas estão passeando pela galeria, tomando vinho e admirando as fotos.

"Boa noite e bem-vindos a exposição de José Rodriguez,” diz uma jovem mulher vestida de preto, com um cabelo castanho muito curto e batom vermelho brilhante ‘foda-me’, e grandes brincos de argola. Ela olha para Anastasia e seu olhar pára em mim, então ela finalmente se volta para Anastasia, e ela pisca e cora. Qual é o problema?

"Oh, é você, Ana. Nós vamos querer a sua opinião sobre tudo isso, também ,” diz ela entregando-lhe um folheto e dirigindo-a para uma mesa cheia de bebidas e lanches.

Será que ela conhece Anastasia?

"Você a conhece?" Pergunto com a testa franzida.

Anastasia balança a cabeça de forma negativa, ela também está intrigada.

Eu dou de ombros, distraído com a minha preocupação com o meu problema atual - ganhar minha mulher de volta.  "O que você gostaria de beber?" Eu pergunto.

"Eu vou tomar uma taça de vinho branco, obrigada,” diz ela. Minha testa franze, pois, geralmente o vinho é horrível nesses tipos de eventos. Mas, eu quero escolher minhas batalhas, e este não é o tópico que eu quero lutar agora.

Vou para o bar livre. Há uma fila formada já, e alguém percebe quem eu sou e faz um movimento para se apresentar. Ele é um homem de 30 anos, com cabelo escuro, olhos verdes muito brilhantes com algum entusiasmo frívolo, como o cientista semi-louco. Eu odeio conversa fiada, e eu gosto menos hoje.

"Perdoe-me os maus modos, senhor, mas, você é o Christian Grey?" diz o homem de olhos verdes que parece um pouco ‘alto’ de algo e alcança-me, vindo  de duas pessoas atrás de mim, correndo para frente, empurrando os outros dois clientes fora do caminho como se eles fossem apenas inanimados obstáculos em sua passagem. Eu dou-lhe uma olhada. Ele está em traje informal, apropriado para tais eventos.

"Desculpe-me..." choca-se na mulher à frente de mim, e "desculpe-me,” diz ele de novo para o cara atrás dele, profuso em suas desculpas, mas isso não impede que ele se choque em torno com alguns mais, para outros desajeitadamente,  com a excitação que  ele está sentindo por me encontrar.

"Sim, sou eu,” eu digo um pouco irritado, minha mente pré-ocupada. Eu não estou a fim de trocar gentilezas, ou conhecer pessoas, porque eu estou andando num campo minado agora, tentando recuperar a mulher que eu amo.

"Eu sou seu grande fã, senhor!" Diz ele com entusiasmo. "Meu nome é George ... George Dumass," diz ele,  enquanto ele estende sua mão suada para mim, e eu a pego com relutância.

"Prazer em conhecê-lo Sr. Dumass,” eu digo secamente.

"Assim como você, eu estou em energia limpa, também, senhor!" Ele exclama e pula para uma conversa que eu não sei quem começou com um grande sorriso no rosto. "Aqui, deixe-me dar-lhe o meu cartão. Chame-me, se você precisar de alguma ajuda,” diz ele. Que tipo de assistência eu preciso de um estranho?

Eu olho para o homem com um olhar impassível, "obrigado, mas existem canais adequados para se candidatar a uma posição em minha empresa, é não é no meu tempo de lazer, Sr. Dumass,” eu digo.

"Oh, não, eu não estou procurando por uma posição. Estou à procura de uma parceria,” diz ele, e eu estreito meus olhos sobre ele.

"Parceria?" Eu digo incrédulo. "Sr. Dumb Ass eu não faço parceiros, nunca tenho, nunca terei! "

"Ah, é Dumass! Meu nome é Dumass ".

"Bem, Dumass, eu não estou interessado. Este é o meu tempo privado com a minha linda namorada, e eu não estou a negócios aqui. Para qualquer outro negócio, use os canais apropriados!" Eu digo ameaçadoramente perdendo a paciência.

"Mas, senhor, você pode estar interessado no que eu tenho para oferecer!" Diz ele persistentemente.

"Dumb Ass! Deixe-me deixar isso muito. Muito. Muito. Claro." Eu digo enunciando.

"Este é o meu tempo privado, com a minha linda namorada,” eu digo, também sentindo o olhar dela em mim. Eu me viro para olhá-la, e nossos olhos bloqueiam. Nós dois estamos imóveis por um minuto, incapazes de nos mover, incapazes de funcionar. Meu olhar queima nela, quente, ardente, perdido para ela, perdido para o amor que eu estou sentindo por ela. A visão dela pára minha respiração, lembrando-me porque eu estou aqui. Minha missão é trazê-la de volta esta noite. Ela está falando com José até que a Senhorita ‘cabelos muito curtos, de argolas grandes, brilhante batom vermelho foda-me’ vem para afastá-lo, e ele beija a minha mulher! Nas bochechas, mas mesmo assim, ele a beija. 

I'm Jealous - Shania Twain

Eu mal posso conter-me, e a maldita fila não está se movendo! O vinho não pode ser tão bom! O que há com as pessoas e as bebidas de graça? Sr. Dumb Ass com as mãos suadas é como branco no arroz para mim.

"Sr. Grey, vai valer a pena! "

Viro-me para ele, impaciente, e dou-lhe o meu olhar gelado que diz eu-não-quero-ser-incomodado- agora!

"A porra que você não entende, quando eu digo, ‘é que eu estou com a minha namorada, no meu tempo de lazer privado! Você gosta de se distrair quando você tem um evento particular acontecendo, imbecil? "

"Não, na verdade, eu costumo mesmo desligar o meu telefone celular..." diz ele, mas eu o interrompo.

"Ótimo! Se houver uma chance de você me encontrar, em outro lugar, mais uma vez, e eu tiver a minha namorada comigo... Nunca. Jamais. Interrompa-me! Ou vou fazer você se arrepender," digo em voz calma, mas ameaçadora.

O homem atrás de mim se volta para o de mãos suadas e diz: "Entre na fila homem! Deixe o homem ter um encontro em paz com a sua mulher, e pare de furar a fila!"  Mãos suadas desiste envergonhado, e move-se de volta para seu lugar. Congratulo-me com este pequeno comentário de um outro desconhecido que apenas balança a cabeça para mim se desculpando em nome do imbecil, como água fresca em um dia quente. O fato de que alguém tenha associado Anastasia como minha mulher é um bom presságio. Eu vou agarrar qualquer esperança que eu possa.

Finalmente é a minha vez na fila.

"Que tipo de vinho branco  você tem?" Peço com impaciência para o barman.

"Chardonnay e Sauvignon Blanc, senhor,” diz o barman me mostrando duas garrafas sem nome. Eu faço uma careta.

"Duas taças de Sauvignon Blanc, então,” eu digo.

Quando eu finalmente estou no meu caminho de volta para Anastasia,  ela está olhando uma fotografia de um lago no início da noite e as nuvens cor de rosa estão refletidas na superfície lisa da água. É uma imagem calma, refletindo perfeitamente a beleza natural. Quando eu chego perto dela, ela respira fundo e engole seco,  como se ela estivesse tentando encontrar seu equilíbrio. Eu entrego-lhe uma das taças de vinho branco.

"Será que está aprovado?” ela pergunta, em voz normal.

Ela está falando sobre os retratos?

"O vinho,” ela responde para minha cara intrigada.

"Não. Raramente nesse tipo de eventos. O garoto é muito talentoso, não é? " Pergunto admirando a foto do lago.

"Por que você acha que eu lhe pedi para tirar o seu retrato?" diz ela orgulhosa de seu amigo. Meus olhos deslizam impassíveis da fotografia para ela. Ciúme crescendo.

"Christian Grey?" Diz o fotógrafo do Printz Portland. "Posso ter uma foto, senhor?"

"Claro,” eu digo escondendo uma cara feia. Eu preciso manter a calma, apesar de que tornados estão fermentando dentro de mim. Anastasia dá um passo para trás, mas eu pego sua mão e a puxo para o meu lado. Ela é minha namorada. Ele não está no tempo passado. Nunca será no passado, se eu puder impedir! O fotógrafo olha para nós e está bastante surpreso.

"Sr. Grey, obrigado,” diz ele tirando algumas fotos. "Srta...?" pergunta ele.

"Steele,” ela responde.

Deixe o mundo inteirinho saber que ela é minha! Ela está apanhada, e eu também!

"Obrigado, Srta. Steele,” diz o fotógrafo afastando-se.

"Eu procurei por fotos suas com namoradas na Internet. Não há nenhuma. É por isso que Kate pensou que você fosse gay ,” diz Anastasia fazendo minha boca se  contrair em um sorriso.

"Isso explica a sua pergunta inadequada. Não, eu não tenho encontros, Anastasia - só com você. Mas você sabe disso," eu digo disposto a deixá-la ver a minha sinceridade, meu carinho por ela.

"Então, você nunca levou suas,” diz ela olhando em volta, nervosamente, tentando se certificar de que ninguém possa ouvir nossa conversa, "- uma de suas sub’s para sair?"

"Às vezes. Não em encontros. Compras, você sabe,” eu digo dando de ombros, meus olhos fixos nela, como se ela fosse escapulir e isto se transformasse em um pesadelo, e eu acordasse sem ela.

Os lábios dela abrem-se um pouco quando ela compreende que ela tinha sido a única. A única exceção a todas as minhas regras.

"Só você, Anastasia," eu sussurro. 

You’re Still the One by Shania Twain


Ela cora e olha para baixo para seus dedos. Eu gostaria que ela compreendesse quão profundamente ela está enraizada na minha alma! Eu gostaria de poder expressar isso para ela corretamente sem foder tudo! Eu nunca tinha feito corações e flores. Quando ela olha de volta para mim, "Seu amigo aqui parece mais um homem de paisagem, não retratos. Vamos dar uma volta,” eu digo e estendo minha mão para ela, e ela a segura. Eu brevemente fecho os olhos e relaxo sob nossa conexão.

Nós andamos em torno da galeria, vemos algumas das fotos, e um casal acena para Anastasia, sorrindo para ela como se eles estivessem em um piquenique de domingo com a igreja, e Anastasia é a menina do coro que eles já conhecem tão bem! Eu não acho que é por causa de mim, porque eles estão olhando para ela! Qual é o problema?

Em seguida, outro jovem apenas descaradamente olha para ela com a boca aberta, cobiçando a visão de MINHA mulher!

Quando viramos a esquina, a razão pela qual todo mundo está olhando para ela se torna evidente. Há SETE retratos enormes de Anastasia que estão pendurados em uma parede distante. Eles são imensos!

Enquanto seu sangue some de seu rosto, o meu ferve, e eu estou a ponto de explodir minha cabeça! Há fotos gigantes de Anastasia, rindo, séria, fazendo beicinho, carrancuda, divertida, serena, e zombando. Mas de alguma forma eu sinto que eles são tão íntimos como se fossem imagens dela nua. Tudo em close e tudo em preto e branco. Eu olho para cada imagem, hipnotizado. Neste exato momento, eu percebi que eu nunca a tinha visto assim intimamente, assim à vontade, sem preocupações turvando seus belos olhos. E o fato de que  foi o fotógrafo que capturou estas imagens, e ele foi o único a proporcionar esses simples, felizes momentos, doem-me por dentro, fazendo-me ter ciúmes, inveja do filho da puta. Estou fascinado pelas imagens... Simplesmente cativado por sua magia simples, ela exalando inocência, e a serenidade que ela tem em sua expressão. Ela é de tirar o fôlego!

"Parece que não sou o único,” murmuro, percebendo plenamente que o fotógrafo também está apaixonado por ela. Minha boca se firma em uma linha dura. Não me importo com concorrência nos negócios, mas, eu não quero ninguém competindo por minha namorada. Uma vez que todos a reconhecem, e parece que todos os clientes estão apaixonados por suas imagens, eu não quero que ninguém compre essas imagens para cobiçá-la na privacidade de suas casas.

"Desculpe-me,” eu digo a Anastasia, prendendo o meu olhar sobre ela para transfixá-la em seu lugar. Eu volto para a Senhorita Cabelos Muito Curtos, Brincos Argolas Grandes e brilhante batom vermelho foda-me.

"Eu quero comprar as fotografias de Anastasia!" Eu digo com firmeza.

"Ótimo!" Diz ela animadamente. "Qual?"

Eu a encaro incrédulo. "Todas elas!"

"Sério?"  Ela pergunta animadamente. "Quero dizer, com certeza... claro. O custo de cada foto é... " diz ela e eu a corto.

"Eu não me importo quanto custa. Vou comprar todos os sete retratos de Anastasia!" eu digo, e puxo o meu cartão de crédito, e o entrego a ela.

"Claro, senhor!" Diz ela animadamente. Depois que ela processa meu cartão de crédito, e me entrega o recibo para assinar, ela recolhe as informações de entrega.

"Eu quero que você encontre o Sr. Rodriguez, e diga-lhe para ter certeza de não fazer qualquer outra cópia dessas fotos!"

"Ah, mas, ele possui os negativos. Você está comprando apenas as impressões, Sr. Grey ,” diz ela.

"Bem, então,” eu digo, impaciente, "ao que parece, eu estou comprando também os negativos. Eu preciso de uma declaração por escrito de que ele não vai fazer quaisquer outras cópias a partir dos negativos de imagens de Anastasia que estou comprando, e se ele tiver outras imagens ou negativos dela, ele não pode imprimir ou exibi-las sem consentimento dela por escrito. Eu me fiz claro?" Eu digo com uma voz ameaçadora.

"Sim, senhor, perfeitamente,” ela diz toda confusa. Problema resolvido. Eu finalmente virar para voltar para Anastasia, e eu encontro um homem com uma juba loira cobiçando minha namorada, falando com ela. Um homem não pode virar as costas sem a possibilidade de alguém se movendo para cima de  sua mulher? Eu rapidamente faço o meu caminho de volta para ela, e minha mão está em seu cotovelo possessivamente. Eu olho sobre a cabeça dela impassivelmente para a crina loira claramente marcando meu território.

"Você é um cara de sorte,” diz a juba loira, sorrindo para mim. Eu olho para ele com frieza.

"Isso eu sou,” murmuro sombriamente, e puxo minha mulher para o meu lado, com o meu braço possessivo enrolado em torno de seu ombro, alegando propriedade, de certa forma desafiando qualquer macho a  chegar perto dela sem ser através de mim.

A juba loira pega minha deixa, e vai embora.

"Você comprou um desses?" pergunta Anastasia.

"Um desses?" Eu ronco, sem tirar os olhos deles.

"Você comprou mais de um?" ela pergunta incrédula.

Eu reviro os olhos para ela. "Eu comprei todos eles, Anastasia. Eu não quero um estranho cobiçando você na privacidade do seu lar,” eu digo, mas essa é a menor das minhas preocupações. Essas imagens são muito íntimas, de uma forma particular.

"Você preferia que fosse você?" Diz ela brincando.

Eu a encaro, pego de surpresa pela minha namorada audaciosa (no tempo presente), mas estou surpreso porque ela está sendo brincalhona.

"Francamente, sim,” eu respondo.

"Pervertido,” ela sussurra e morde o lábio inferior, fazendo a minha boca cair aberta. Eu coço meu queixo, pensando, o que eu gostaria de fazer com você quando você está falando assim comigo e mordendo o lábio.
"Não é possível arguir contra essa avaliação, Anastasia," eu digo abanando a cabeça,  e meu humor fica mais leve. Os olhos de Anastasia assumem um olhar brincalhão, ela lambe o lábio inferior e diz conspiratória, “Eu discutiria mais com você, Sr. Grey, mas eu assinei um NDA".

Eu suspiro, olhando para ela, meus olhos escurecendo. Você tem alguma idéia do que você faz para mim com a sua boca inteligente? Como você provoca todos os tipos de emoções, e me excita?  "O que eu gostaria de fazer com sua boca inteligente,” murmuro. Posso utilizá-lo em mais de uma maneira, baby.

Ela suspira, compreendendo completamente o significado.

"Você é muito rude,” diz ela parecendo chocada.

Eu sorrio para ela, me divertindo. Mas, então, meus olhos olham para trás para as imagens, me fazendo fechar a cara. Eu desejaria que eu fosse  a pessoa que a fez se sentir à vontade como ela está nessas fotos.

"Você parece muito descontraída nessas fotografias, Anastasia.  Eu  não  vejo  você assim,  muitas  vezes, " eu digo, quase triste.

Ela cora  e instintivamente olha para baixo para seus dedos. Eu não quero que ela tenha vergonha de mim. Eu levanto sua cabeça, e ela respira acentuadamente com nosso contato pele a pele.

"Eu quero você relaxada assim comigo,” eu sussurro. É a minha promessa. Eu vou me assegurar que ela esteja relaxada e feliz comigo.

"Você tem que parar de me intimidar, se você quer isso,” ela exclama para mim.

"Você tem que aprender a se comunicar e me dizer como você se sente," eu devolvo para ela com os olhos brilhando. Eu sempre tento ser explícito com ela, mas ela está muito fechada para mim às vezes. Anastasia olha para mim e toma uma inspiração profunda para me dar um pedaço de sua mente.

"Christian, você me queria como uma submissa. É aí que reside o problema. É na definição de uma submissa. Na verdade, você mandou por e-mail para mim uma vez," diz ela pausando, tentando lembrar as palavras exatas que usei em minha mensagem. "Eu acho que os sinônimos eram, e eu cito, ‘compatível, flexível, razoável, passiva, tratável, resignada, paciente, dócil, mansa, suave.’ "Eu não deveria olhar para você. Não falar com você a menos que você me desse permissão para fazê-lo. O que você espera? " Ela sibila para mim.

Eu pisco com sua avaliação clara do problema. É claro que eu percebi tarde que o meu principal problema com este relacionamento era que eu tinha entrado em uma relação contratual, e eu me apaixonei. Mas, porque era o único tipo de relacionamento que eu já tinha conhecido ou já tinha me interessado. Mas, quase desde o primeiro momento em que conheci Anastasia, eu sabia que ela era diferente, mas eu nunca soube que eu iria cair loucamente apaixonado por ela. Houve outras subs que queriam mais, e ou eu rompi com elas, ou elas acharam outra pessoa e terminaram comigo. Eu nunca dei um segundo pensamento para isto, porque eu não tinha sentimentos por elas. Mas, esta mulher diante de mim, essa menina inocente, mantém-me responsável, e pode ir de igual para igual comigo. É refrescante, e enlouquecedor, e sexy e assustador. Ela é ousada, e, infelizmente, ela está certa. Minha carranca aprofunda enquanto ela continua a falar.

"É muito confuso estar com você. Você não me quer desafiando você, mas você gosta da minha "boca inteligente." Você quer obediência, exceto quando você não quer, então você pode me punir. Eu só não sei que caminho seguir quando estou com você. "

Meus olhos estreitam. Ela está falando, e ela mostrou sua alma para mim. Ela está se comunicando e é isso que eu quero. Mas eu não quero isso para cimentar a nossa dissolução e erguer a lápide sobre o relacionamento que poderíamos - não, que vamos ter. "Opinião bem defendida, como de costume, Srta. Steele." Eu digo com uma voz gelada. "Venha, vamos comer."

Ela abaixou suas cartas, agora é a minha vez.

"Nós só estamos aqui há meia hora,” ela protesta.

"Você já viu as fotos; você  já falou com o garoto," eu retruco.

"Seu nome é José,” ela me repreende.

Muito bem! "Você falou com José - o homem que, a última vez que eu encontrei, estava tentando empurrar sua língua em sua boca relutante, enquanto estava bêbada e doente,"  eu rosno para ela.

"Ele nunca me bateu!" Ela joga em mim, e isto fere os meus sentimentos. Eu fecho a cara para ela, e fúria está emanando de meus poros. É isso! Estamos saindo agora, mesmo que eu tenha que colocá-la no meu ombro com um golpe em seu delicioso traseiro na frente de todos esses clientes e da imprensa! "Isso é um golpe baixo, Anastasia," eu sussurro ameaçador.

Ela cora, e eu estou duplamente irritado, correndo as duas mãos pelo meu cabelo, a raiva está pulando para fora de mim, eu mal posso contê-la. É assim com Anastasia... Eu nunca sei o que ela vai dizer ou fazer, e ela pode me fazer ter raiva como ninguém pode e eu quero tanto puni-la como amá-la, ao mesmo tempo. Eu tenho todas essas emoções estranhas que nunca tinha experimentado antes, fazendo-me incrivelmente possessivo com ela, e agora eu só quero beijá-la, fodê-la, amá-la e espancá-la, tudo ao mesmo tempo, e nenhum deles irá saciar este sentimento transbordando em mim!

É claro que ela só olha para mim, como ninguém mais pode.

"Eu vou levá-la para comer alguma coisa. Você está sumindo em frente de mim. Encontre o garoto, diga adeus!" Eu falo.

"Por favor, podemos ficar mais tempo,” ela pede.

"Não. Vamos. Agora. Diga adeus!" Eu enuncio. Eu já passei há muito tempo do meu limite tolerável.

Ela me olha, sua raiva fazendo ela ficar vermelha até a linha dos cabelos. Ela estreita os olhos para mim, e se isto fosse possível, ela estaria fumegando para fora de seus ouvidos! Ela finalmente afasta seu olhar para longe de mim, procurando  o garoto. Finalmente localizando-o, ela se afasta de mim para  dizer seu adeus.

Há algumas meninas ao redor do fotógrafo. Eu estou em pé no meu lugar, paralisado, a impaciência está vibrando através de mim, e eu estou meio que esperando. Vamos baixar todas as nossas cartas hoje à noite, e, por Deus, eu vou ganhar de você de volta, Anastasia Steele! Encontro-me batendo o pé no chão de nervoso. Ana está a alguma distância, mas meu olhar não a deixa, e eu nem sequer pisco.

O  porra do fotógrafo levanta minha mulher em um abraço de urso e a gira! O sangue corre para a minha cabeça, meus olhos escurecem, e a raiva que eu mal continha em segredo, agora está transbordando. Então, em um movimento calculado, Anastasia, minha Anastasia, minha mulher, coloca seus braços em volta do pescoço do filho da puta, que está feliz em ser envolto em seus braços porque ele também está apaixonado por ela! Eu estou tão puto! Se eu tiver que arrastar Anastasia pelos cabelos como um homem das cavernas, eu vou fazê-lo. Meu olhar escurece, e o ciúme está me matando! O que ela está tentando fazer comigo? Anastasia Steele, você será a minha morte! Você tem alguma idéia, de quanto eu estou apaixonado por você? Sabe até que  distância eu  gostaria de ir,  em um piscar de olhos, para mantê-la em minha vida? Você tem alguma idéia do tipo de inferno em que eu estive  na semana passada por causa de sua ausência? E aqui está você mostrando afeto por um homem por quem eu sei que você não tem sentimentos, só para me fazer ciúmes, porra! Estou tão puto com você agora, que eu só quero pegar você no lugar mais próximo com semi privacidade!

Eu lentamente me encaminho em direção a eles. Ela ainda está envolta em seus braços falando merda com ele. Cara, se você não tirar os braços de merda de cima dela, vou arrancá-los de você! Quando eu  estou apenas a poucos passos deles, o filho da puta avança e a abraça mais apertado, e eu acelero meus pés, e chego a Anastasia, fervendo de raiva, encarando-a, e alcanço seu cotovelo.

O sacana a libera finalmente, e diz: "Não fique afastada, Ana. Oh, Sr. Grey, boa noite,” diz ele como se ele só percebesse minha presença aqui. Sim, você faria bem em lembrar Christian Grey, que está indo  retomar seu status como namorado de Anastasia. Mantenha os braços de merda longe dela!

Eu mal me contenho, e mal posso proferir em voz friamente educada, "Sr. Rodriguez, muito impressionante,” eu digo. "Sinto muito, não podermos ficar mais tempo, mas nós precisamos voltar para Seattle. Anastasia?" Eu digo sutilmente com destaque para ‘nós’, enfatizando sermos um casal, e tomando-lhe a mão quando eu faço isso.

"Tchau, José. Parabéns de novo," diz ela dando-lhe um beijo rápido na bochecha, soprando meu vulcão de raiva. Isso é tudo que eu posso aguentar. Eu agarro sua mão, e a arrasto para fora do prédio. Todos os tipos de hormônios estão devastando meu corpo e meu cérebro. Raiva, ciúme, frustração estão em níveis explosivos, e eu estou suando como um pecador na igreja com todas essas emoções furiosas!

Quando eu chego fora do prédio, eu olho rapidamente para cima e para baixo da rua, e, em seguida, sigo à esquerda e, de repente arrasto-a em um beco, e eu de repente a empurro contra uma parede com todos os meus sentimentos explodindo fora de mim. Eu não posso aguentar que a mulher por quem eu estou apaixonado apenas estava em braços de outra pessoa, abraçando e beijando, e eu ainda não a beijei ainda. Eu pego o rosto dela entre as mãos, forçando Anastasia a olhar em meus ferozes olhos determinados

Principles of Lust - Enigma

Ela arfa quando ela percebe a intensidade do meu desejo, e minha boca desce rapidamente sobre a dela. Estou beijando-a violentamente, de forma incontrolável; dentes se chocando. Então, a minha língua está em sua boca procurando a dela vigorosamente.

Desejo explode em nós dois como o Monte Vesúvio e, para meu alívio, ela me beija de volta, combinando meu fervor com o dela própria;  suas mãos agarradas no meu cabelo, puxando forte para ela, tentando mesclar os nossos corpos juntos, como se a nossa separação tivesse criado uma fome inigualável nela... por mim! Sua resposta me faz gemer no fundo da minha garganta reverberando através de seu corpo, e rapidamente a minha mão se move para baixo em seu corpo,  para a parte superior de sua coxa, meus dedos cavando em sua carne macia através de seu sexy vestido ameixa.

Minha ansiedade, meu desejo, a minha saudade dela, e o medo que cultivou essa emoção sem nome, este ciúme, o medo da perda, se derramam através de mim, para ela, através de meu beijo, unindo-nos, e neste momento eu percebo que nós dois nos sentimos da mesma forma.

Vou ficar eternamente marcado por esse beijo, e eu a beijo longa e duramente até que eu fico absolutamente sem ar em meus pulmões. Meus olhos estão queimando brasas de desejo por ela, e a paixão no meu corpo, no meu sangue, está queimando através de mim. Eu sou um homem em chamas

Ring of Fire sung by Joaquin Phoenix 

Nós dois estamos sem fôlego, e eu faço minha declaração a ela.

"Você. É. Minha." Eu rosno para ela, enfatizando cada palavra, enunciando, derramando todo o meu amor por ela. O que posso fazer para que ela entenda que não há nada mais precioso para mim do que tê-la em minha vida, em meus braços, em meu coração? O que, Ana? Diga-me!

Eu me afasto para longe dela me curvando, enquanto eu coloco minhas mãos em meus joelhos, tentando recuperar o fôlego, como se eu tivesse corrido uma maratona, e eu corri... por dias, atrás dela, tentando recuperá-la. Tentando dar-lhe seu espaço... Tentando dar-lhe seu tempo para pensar... Tentando dar a ela sua oportunidade de organizar seus sentimentos. Mas, eu estou acabado! Eu sou um homem apaixonado... Eu apenas não posso viver sem ela! Mesmo que ela esteja abraçando um cara de uma forma amigável, ou  tentando me irritar - bem... as razões não importam, porque não importa quais sejam, eu estou igualmente, profundamente, e mais ardentemente apaixonado por ela e completamente enciumado de qualquer consideração que ela possa mostrar para outro cara!

"Pelo amor de Deus, Ana,” eu digo o meu apelo.

Ela se inclina contra a parede, ofegando, e tentando controlar a reação de seu próprio corpo, tentando encontrar seu equilíbrio.

"Eu sinto muito,” ela sussurra com a voz entrecortada.

"Você deve mesmo,” digo com minha voz embargada com os sentimentos avassaladores, fazendo um nó na minha garganta. "Eu sei o que você estava fazendo. Você quer o fotógrafo, Anastasia? Ele obviamente tem sentimentos por você ,” eu digo rezando, 'por favor diga não, por favor diga não, por favor diga não!" No momento em que eu vi as fotografias de Anastasia na exposição, com ela sorrindo, fazendo beicinho, fazendo caras, falsa raiva... Eu não tinha sentido antes maior ciúme dela nem de ninguém, ou qualquer outra coisa, porque alguém  a tinha visto e capturado de um modo tão íntimo e eu não tinha. Eu percebi que o fotógrafo também estava apaixonado por ela. Eu apenas não posso suportar vê-la com outra pessoa em qualquer situação, real ou imaginária.

Ela cora após minha ardente pergunta, e balança a cabeça em negativa.

"Não,” ela diz para meu alívio total. "Ele é apenas um amigo."

Eu dou um suspiro de alívio.

"Passei toda a minha vida adulta tentando evitar qualquer emoção extrema,” eu digo olhando em seus olhos, a minha voz embargada. "Mas você... você desperta sentimentos em mim que são completamente estranhos. É muito..." Eu digo franzindo a testa, procurando pela palavra certa. "Inquietante". Mas é mais que isso. Meu coração, minha alma,  destino, estão todos em suas mãos para ela fazer o que quiser, como ela quiser moldá-los... quer ela queira mantê-los, ou atirá-los longe. Eu nunca, nunca estive tão vulnerável antes! Não em muitos anos. Eu tive muitas mulheres na minha vida, mas eu nunca fui cruel com qualquer uma delas. Eu não brinquei com seus sentimentos. No entanto, cada pequena coisa que Anastasia faz poderia criar-me ou quebrar-me! Essa é a profundidade do meu amor por ela. Anastasia é a única pessoa no mundo que pode me colocar em um caixão vertical com um olhar indiferente... Essa é a extensão de seu poder sobre mim; isso assusta-me até o meu âmago. Minha vida e destino estão em suas mãos delicadas!

"Eu gosto de controle, Ana, e perto de você isto apenas" – eu interrompo, meu olhar intenso, "evapora,” eu digo acenando com minha mão vagamente, e depois passando-a pelo meu cabelo, tomando uma profunda inspiração. Eu aperto sua mão.

"Venha, nós precisamos conversar, e você precisa comer."

E, eu estou pronto para baixar todas as minhas cartas, e eu não vou abandonar esta batalha sem ganhar minha mulher de volta.




8 comments:

Michele Dominato said...

Amei!!!!Parabéns pelo trabalho e dedicação!!!!!

Michele Dominato said...

Amei! Parabéns pelo trabalho e dedicação!!!!!!

Paula said...

é um capitulo maravilhoso. Agradeço de coração pelo excelente trabalho.

Aline said...

Adorei!!! Parabéns Emine e parabéns meninas pela tradução!!!

melyssa said...

querida tradutora, parabens pelo excelente trabalho, estou ansiosa pelos outros capitulos, fico atualizando a pagina só pra conferir se já foi postado o terceiro capitulo, gostaria de saber quando vc vai postar.....bjs

melyssa said...

parabens tradutora pelo excelente trabalho, fico atualizando a pagina só pra conferir se já está postado o terceiro capitulo do livro II pois estou animadissima com os sentimentos dele pra com ela, quando neuza vc vai postar pois, nao nos deixe esperando demais, um grande abraço

Luxo da Lix said...

O trabalho esta maravilhoso. Surpreendente!

Kaila Alekena said...

Ah é tão...tão Cristian Grey.

Ah uma frase que diz não basta ser romântico tem que ser Cristian Grey hahahahahaahha

Concordo em gênero, numero e grau!!!!!!!!!!!!!
Que momento maravilhoso, "vou pegar MINHA mulher de volta" Fico louca com esse homem kkkk