StatCtr

Monday, June 17, 2013

Livro III - Capítulo VI - Christian Grey e Anastasia Steele



CAPÍTULO SEIS
EU PROMETO A VOCÊ
Tradução: Neusa Reis




"Ei, mano! Você pode se lembrar de estar na minha casa às dezoito horas de amanhã, não é?" Pergunta Elliot.

"O que exatamente está na agenda?"

"Você sabe... o habitual."

"Eu não tenho hábito de ir a festas de solteiro; por isso eu não tenho nenhuma idéia do que o habitual implica, Elliot!" Eu resmungo.

"Como seu padrinho, é meu alegre dever lhe oferecer um bom momento no seu último dia, ou melhor, nos dois últimos dias de sua liberdade como homem solteiro. Bem, pelo menos é o que eu pretendo conseguir amanhã,” ele responde com alegria, e evitando completamente dar uma resposta à minha pergunta.

"Você deu a lista de convidados e de animadores a Taylor?" Pergunto, já sabendo a resposta.

"Onde está a diversão, se não há nenhuma surpresa, Christian? Não a estrague para o resto de nós, mano!"

"Nenhuma lista, nenhum acordo, Elliot! É melhor fazê-lo rapidamente, o tempo está passando."

"Tudo bem! Mas, com uma condição. Você não vai dar uma olhada nisso! Eles verificam todos fora, consideram-nos seguros, então, isso deve satisfazer o seu enorme ego, mano,” diz ele, e eu posso ouvi-lo rindo ao telefone.

"Fechado! Envie a lista, e eu vou vê-lo às seis, amanhã à noite."

"Na verdade, mano, eu estou passando para buscá-lo às 9:00h, amanhã de manhã. Sua festa de despedida começa mais cedo comigo."

"Elliot, eu tenho montes de coisas para fazer..." Eu protesto, mas ele interrompe.

"Não, você não tem! Eu tinha cancelado sua agenda para o dia. E, além disso, eu sei o que você está fazendo hoje. Você me disse, se lembra? Inspecionando o quarto do pânico, ou cofre, ou o que diabos você tenha construído. Então, você não tem desculpas para amanhã. Não se atreva a sair para qualquer outra coisa, e me deixe pendurado no ar. Eu vou ficar malditamente puto! Amanhã, vamos nos divertir!"

Porra! A idéia de Elliot de diversão, e a minha, nem sempre se alinham, exceto talvez para caminhadas e pesca ou atividades ao ar livre. Espero que ele tenha alguns desses programados, em vez de uma festa, que eu só iria suportar.

"Se a minha agenda está limpa, eu prefiro passar o dia com Anastasia," Eu dou um grunhido.

"Acontece que, amanhã é um dia importante para Ana também. Mia, Kate e mamãe estão preparando um chá de panelas. Elas vão pedir-lhe para fazer o último ajuste no vestido de noiva na casa de mamãe, mas vai ser uma surpresa para ela. Assim, não se atreva a bater com a língua nos dentes para ela!” Adverte. Isso é novidade para mim.

"Ela não precisa de nada; eu posso dar-lhe tudo o que ela quiser. Não há nenhuma necessidade de um chá de panelas."

"Christian,” suspira Elliot. "Cara, eu sei que ela é sua primeira namorada, mas deixe-me lhe dizer algo sobre as mulheres,” ele começa a discursar. Oh, merda!

"Eu sei que você pode pagar o que ela quiser, mas não se trata de proporcionar toda a merda que você pode comprar. Esta é alguma merda de camaradagem entre mulheres, ou assim diz Kate. Você sabe, é sobre mulheres que se reúnem para se divertir, e dar à noiva lingerie idiota, presentes, e celebração da feminilidade, honrando sua amiga, comemorando seu casamento iminente,” diz ele como se estivesse recitando-o de suas notas escritas. Eu rio.

"Como você saberia sobre celebrar a feminilidade? Além disso, Anastasia não gosta de surpresas."

"Ei, eu tomo notas da minha mulher! E o que Kate me disse é o contrário! Ela disse que Ana ficou muito excitada quando Kate insinuou a possibilidade de um chá de panelas. Ela disse que Ana tinha um brilho em seus olhos. Claro que Ana disse que Kate não tinha que fazer isso, mas normalmente quando as garotas dizem 'você não precisa', elas realmente querem que você faça isso. Então, Mia e Kate cozinharam  a idéia da festa, e mamãe é claro, ficou emocionada de ter isso em sua casa."

"Quem está convidado para o chá de panelas?"

"Não há muitas pessoas. Apenas Kate, a mãe de Kate, Mia, vovó, mamãe e algumas amigas muito próximas da mamãe. Algumas das amigas de Mia,” diz ele, e eu gemo.

"Vamos homem, dez mulheres ou menos."

"Tudo bem! Enquanto ela está na casa dos nossos pais, estou bem com isso. Mas para onde vamos?" Eu pergunto.

"Paraquedismo!"

"O quê?" Pergunto chocado.

"Eu pensei que você precisa aprender a saltar de paraquedas após o incidente do ‘chopper’,” diz ele brincando, sabendo como eu odeio a palavra 'chopper'. "Uma vez que você é dos esportes radicais de qualquer maneira, este deve ser mais um furo em seu cinto de capacidades. Vou buscá-lo às nove amanhã!"

"Não! Não posso fazer isso! Você me dá o endereço, e eu vou chegar lá por mim mesmo,” eu respondo, e ele relutantemente concorda.

Depois de desligar com Elliot, percebo que Taylor está discretamente esperando por mim, para inspecionar o quarto do pânico. Eu estive pirando com o fato de que há um criminoso atrás de mim, e para chegar até mim, ele ou ela, pode ir atrás de Anastasia. Demorou algumas semanas para ter o quarto do pânico construído, mas tem sido um objetivo fundamental para mim,  tê-lo terminado, para garantir a segurança de Anastasia.

Por 500.000 dólares de custo, eu quero ter certeza de que ele é tudo o que foi prometido.

"Sr. Grey!" cumprimenta-me Eric Coulter, o presidente da True Security Inc. "Posso familiarizá-lo com o seu novo Quarto do Pânico, ou Quarto Seguro, senhor?" diz ele apertando minha mão com firmeza, e ansiosamente.

"Vamos vê-lo,” eu respondo com um rosto impassível.

"Senhor, o quarto não é enorme. Tem 4m x 5m (N.T. 20 m2 ) de tamanho. Quartos seguros são basicamente cofres construídos para humanos. Se houvesse um ataque biológico, esta sala deverá proporcionar 7,5 horas de oxigênio antes do dióxido de carbono dominar. Mas nós criamos um filtro poderoso para bombear oxigênio com segurança dos tanques destinados bem aqui na sala, senhor. Na verdade, esta sala é tão segura, que mesmo um vampiro dormindo pode se sentir em casa aqui,” acrescenta sorrindo; este deve ser o humor do cara de segurança, que eu não estou percebendo.

"Eu não sabia que vampiro precisava de ar,” eu digo secamente.

"Oh, eu quis dizer que é ligeiramente apertado quando você quer que ele seja; e resistente a fogo, bomba, e explosão. Há duas entradas como está ciente, senhor. Usar qualquer entrada bloqueará a unidade, uma vez que o ocupante esteja dentro. Deixe-me mostrar-lhe o que está lá fora, senhor,” diz ele apontando para um painel.

"Nós não temos teclas padrão para quartos de pânico apenas para o caso deles caírem nas mãos erradas. Em vez disso, temos trancas interiores, combinação de teclados, e além esses,  dispositivos de digitalização da retina e impressão digital. Entre, por favor, senhor,” ele diz liderando o caminho.

"Nós temos um sistema de intercomunicação, uma linha de telefone enterrada, botão de alarme diretamente ligado à polícia e a sua equipe de segurança. Esta sala é totalmente à prova de som. Há um número de câmeras escondidas ao redor da sala, que estão vinculadas a três monitores aqui,” diz ele pressionando um botão,  que em troca exibe um painel de três monitores que mostram a atividade em diferentes lados fora do quarto, bem como imagens das outras câmeras dentro e em torno de seu apartamento."

"E energia? O que  fornece energia para o quarto do pânico? E se o intruso cortar a energia?"

"Além de ser ligado à rede elétrica, também é alimentado por seu próprio gerador caso o quarto do pânico perca energia. Temos câmaras herméticas para controlar temperatura, e umidade e, claro, sem a ameaça biológica fora do mundo, temos um muito seguro, intransponível sistema de fornecimento de ar. Temos também um banheiro aqui, que é muito parecido com o de um avião.  Existem também compartimentos para comida de emergência,” diz ele mostrando um armário embutido, com suplemento de alimentos e bebidas. Aqui está embutido um para armazenamento contendo alimentos não perecíveis, abastecimento de água potável, primeiros socorros, rádio a bateria, roupas, produtos de higiene, cobertores e algumas outras coisas que sua equipe de segurança considerou necessárias, as quais eu não estava autorizado a verificar, senhor," diz ele fazendo uma cara azeda para Taylor, que responde de volta para ele, impassível.

"Todas as portas e as paredes são completamente resistentes a bala. Quando a pessoa entra aqui, ele ou ela precisa apertar este botão vermelho, e tudo fecha automaticamente em uma fração de segundo e você está em modo de proteção. Você não vai ser capaz de ouvir nada, exceto o fluxo de ar. Gostaria de experimentá-lo, senhor? "

"Sim, vamos..." Eu digo querendo me certificar de que tudo está em ordem antes de haver uma emergência. Eu pressiono o botão vermelho de emergência, e as portas voam fechadas imediatamente, e assim como ele disse, o único barulho que se ouve é o zumbido baixo do fluxo de ar. O meu Blackberry junto com o de Taylor zumbem com uma mensagem de texto recebida.

"Essa deve ser a mensagem que é enviada para a sua equipe de segurança, bem como qualquer pessoa na lista para ser notificada." Abro meu blackberry e há uma mensagem de texto:

* Quarto do Pânico ativado *

Taylor acena com a cabeça em confirmação.

"A fim de desbloquear a porta e sair imediatamente, você deve usar três combinações. O escaneamento de retina, a digitalização de impressões digitais, bem como o seu código. A combinação tripla confirma que o ocupante deve sair imediatamente. Se, no entanto você não tem pressa, um destes dispositivos de desbloqueio vai abrir a porta em cinco minutos."

"Não há um desvio de segurança para a combinação tripla?"

"Sim, há uma chave mestra,” diz ele sorrindo.

"Ok, o que é?"

"É, você, senhor, você é a chave. Você vai ter uma combinação de teclas verbal, e falá-la, e ela vai abrir a porta para você. Você tem que escolher o que você quer que essa combinação seja, e gravá-la para ter sua voz reconhecida pelo sistema, e só o sistema saberá disso. O Chefe de sua segurança não permitiu que eu lhe ajudasse a configurá-lo,  senhor. Consequentemente eu tive que ensiná-los a configurá-lo. Agora eles sabem e vão ajudá-lo a ensinar ao sistema a reconhecer sua voz como a chave mestra. "

"Mais alguma coisa?" Pergunto impassível.

"Seu designer pessoal programou o quarto para fornecer acomodações confortáveis. Há uma cama embutida nesta parede, e como você pode ver, você tem um bem decorado quarto para viver, com entretenimento, TV, música, e até mesmo um pequeno espaço para refeições. Você tem a conveniência limitada de um pequeno estúdio, mas a segurança de um bunker, senhor,” diz ele com orgulho.

"É isso?" Pergunto impassível.

"Isso é tudo, senhor, a menos que você tenha alguma dúvida."

"Você familiarizou minha equipe da casa com o quarto do pânico?"

"Claro, senhor. Cada um teve uma demonstração. Exceto sua noiva, senhor."

"Eu vou fazer isso eu mesmo,” eu digo com um rosto impassível. Tenho a intenção de batizar o quarto esta noite, quando ela voltar de sua prova do vestido... algumas vezes, pelo menos.

*****                
             
Antes de tudo a Skydiving School tinha seus seis alunos que eles estavam instruindo hoje.

"Bom dia, companheiros! Meu nome é James Clark. Eu sou seu instrutor de paraquedismo esta manhã,” diz ele muito alegre e excitado em ter paraquedismo às 10 horas da manhã.

"De onde você é, James?" Eu me vejo perguntando.

"Eu sou de Victor Harbor, South Australia, companheiro,” diz ele com um sorriso orgulhoso.

"Não é um pouco perigoso saltar de um avião?” Pergunta a única aluna mulher. "Quero dizer, se uma aeronave está funcionando perfeitamente, eu gostaria de permanecer nela, e não saltar para fora dela,” diz ela, fazendo-me imaginar por que diabos ela veio para experimentar isso, em primeiro lugar.

"Paraquedismo é para os que procuram emoção, Srta..."

"Jennifer,” ela responde.

"Jennifer,” diz ele com um sorriso deslumbrante dirigido a ela, "Paraquedismo é uma cura temporária para os viciados em adrenalina. Quando mais você pode estar tão perto do céu? É um super alívio para o estresse. Quando você pula de paraquedas, você se concentra no paraquedismo, e nada mais!" ele diz e seu comportamento fala muito alto, de quanto ele ama fazer o que faz. Faço uma nota mental de que, se eu gostar da experiência, eu gostaria que ele fosse o meu instrutor.

"Ele mantém fora as distrações da vida, e dá-lhe imenso controle sobre a tarefa que você está fazendo. Não há pensamentos perdidos ou preocupações. Apenas o foco intenso, a bomba de adrenalina e controle do que você está conseguindo! Isso deixa você sentindo-se fisicamente e mentalmente limpo,” diz ele, fazendo um gesto de limpeza com suas mãos.

"Tem certeza que você não pode conseguir isso sem sair de um avião voando?" Pergunto testando sua resposta. Seu foco intenso gira para mim, sem perder o humor em seus olhos.

"Christian,” diz ele, sem precisar de apresentações. Ele fêz sua lição de casa. Eu gosto disso, ele sabe quem são seus alunos:

"Nós somos ensinados sobre o perigo desde que somos crianças. Às vezes você percebe que não há problema em sair por aquela porta. Há uma consciência adquirida quando você pula de paraquedas; você aprende a compreender o seu entorno, desenvolver a confiança em si mesmo e responder rapidamente a tudo o que está acontecendo ao seu redor. Isso leva a um incrível senso de realização, porque você aprende a assumir o controle de seus medos, e empurra-se em seus limites. Mas se saltos individuais são muito intensos para você, eu ficaria feliz em ter um dos instrutores Tandem Jump com você (N.T. Salto Tandem é uma variação do paraquedismo tradicional, onde saltam duas pessoas: um instrutor, com bastante experiência, e um passageiro, normalmente um novato. O nome tandem vem da preposição latina tandem).  É mais seguro para os iniciantes,” explica genuinamente.

"Não!" Eu digo com firmeza. Eu não vou ter outro cara amarrado na minha bunda, mesmo que eu esteja pulando de um avião. Eu olho para Taylor. Ele sorri imperceptivelmente. Ele tem feito muito isso, é claro, ao longo do tempo, no serviço militar.

"Tudo bem então... Vamos dar-lhe o básico, alunos,” James diz em voz alta, sorrindo.

Indicando o paraquedas, ele diz: "Isso é chamado de ‘piloto extrator’... Um ‘piloto extrator’ é liberado e funciona como um mini paraquedas. Ele pega o ar e empurra no paraquedas que se abre e se desdobra quando ele pega ar. Este é um processo que leva cerca de 20 segundos, no máximo. O paraquedas voa como um planador. Ele responde a entrada do ‘pilot’ e desliza você através do céu. A coisa boa sobre isso é, você pode voar de forma suave e lentamente ou se você é como meu companheiro George aqui,” diz ele, indicando o Tandem piloto que Elliot está planejando usar, ”você pode ser rápido e selvagem.” Elliot dá um relutante passo para distante de George.

"Os paraquedas já estão verificados e embalados aqui para vocês. Vamos ligar o DAA, aqui,” diz ele.

"O que é DAA?” Pergunta um rapaz magro, nervoso, de vinte anos.

"É o Dispositivo de Ativação Automática. Não há muita margem para erro no paraquedismo. Vamos dizer que você perca a consciência, quando você está saindo do avião, ou caindo. Você pode até mesmo perder o controle da altitude, porque você se distraiu. Mesmo se outro paraquedista voar muito perto de você e danificar seu equipamento ou o tornar instável,” diz ele a sério. Os olhos do aluno se arregalam, e ele engole em seco.

"Se qualquer uma dessas situações ocorresse e você não fosse capaz de desdobrar o seu paraquedas por você mesmo, o DAA, que é um pequeno computador que monitora constantemente a altitude, irá ativar o paraquedas reserva para o piloto."

"É tarde demais para cair fora?” Pergunta o aluno de olhos selvagens, que parece mais verde do que Anastasia esteve na primeira noite, quando eu a levei para meu quarto de hotel, em sua bebedeira.

"Não, companheiro,” responde James. "Nós não queremos que você precise disto no segundo que você sair. Mais alguém de vocês não quer voar?” Ele pergunta e me olha sorrindo. Dou-lhe um olhar impassível.

"Coloquem seus macacões e seus paraquedas. Vou andar ao redor e verificar tiras e equipamentos de cada um, para me certificar que tudo parece bem." Uma vez que todo mundo está preparado, James dá mais instruções.

"A forma mais comum do corpo quando voa, durante a queda de paraquedas,  é arqueando os quadris, ou mais comumente conhecida por posição barriga para Terra. Esta é a mais estável e sua primeira lição é técnica de queda livre. Basicamente, você estaria fazendo uma forma de U com o seu corpo; ou seja, a sua cintura torna-se o fundo deste U! Há também estilos de queda livre de voar sentando e de cabeça para baixo, mas você não irá praticá-las, porque você é um novato! "

Elliot parece nervoso.

"Se o paraquedas não funcionar por qualquer motivo, desdobre o paraquedas reserva! Isto é crucial: Avarias são extremamente raras, mas nós queremos que você compreenda os conceitos básicos de segurança. Um paraquedas de reserva deve ser desdobrado nos casos de emergência. Portanto, o paraquedas reserva não é redundante, mas absolutamente necessário,” diz James, e volta-se para os restantes cinco alunos de pára-quedismo. "Alguma pergunta?"

"Sim,” eu respondo. "De que altitude vamos saltar?"

"Boa pergunta, Christian! Normalmente nós subimos em torno de 4 mil metros, altura que dá em troca, ao saltador, sessenta segundos de queda livre. "

"Queda livre? Ninguém disse nada sobre queda livre,” resmunga Elliot nervosamente.

"Elliot,” James diz a ele pacientemente, "esse termo apenas descreve o momento em que o saltador  sai do avião. Se fosse para ir a 4 mil e oitocentos metros, o que não vamos hoje, isto lhe teria dado cerca de setenta e cinco segundos de queda livre,” explica James.

"O quê?" Pergunta Elliot. "O que... o que você quer dizer?" Parece que ele está à beira de um ataque de pânico.

"Você não tem nada com que se preocupar, Elliot. Você tem um tandem piloto que tem milhares de saltos em sua carreira. Quando o avião estiver na altitude correta, e sobrevoando o local do salto, você e seu tandem piloto irão saltar para fora do avião. Cerca de sessenta segundos depois de sair do avião, você deve estar para baixo a cerca de 750 m de altitude, no ponto em que todos vocês, os para-quedistas, puxam o piloto extrator (N.T. Um piloto extrator é um pequeno paraquedas auxiliar usado para desdobrar o paraquedas principal ou reserva. O piloto extrator está ligado ao saco de desdobramento, que contém o paraquedas, por uma correia) e ele desdobra o paraquedas. No seu caso Elliot, uma vez que você está fazendo tandem paraquedismo, um paraquedas estabilizador é usado para regular a taxa de queda,” explica.

"Em 60 segundos cai para 750 m?" Pergunta outro aluno nervoso.

"Sim, isso é correto. Porque típica queda livre é de cerca de 190 quilômetros por hora. Isto claro muda para os saltos tandem, dependendo do peso combinado do instrutor e do aluno. Sua queda livre seria em torno de 280 a 320 quilômetros por hora, o que é muito mais rápido do que os saltos individuais. Mas o estabilizador retarda o par até a velocidade de queda normal,” diz ele,  tranqüilizando a Elliot.

"E sobre a aterrissagem?" Eu pergunto.

"Você vai dirigir o paraquedas para se alinhar para aterrissagem, e aterrissa."

"Só isso?” Pergunta a aluna loira.

"Bem, você pode pousar suavemente, aterrissando para os lados e para trás. Tudo isso depende da direção e velocidade do vento. Se, no entanto, um pouso suave não puder ser possível, eu quero que você realize o PLF." Quando Elliot abre a boca para fazer uma pergunta, James levanta a mão, e responde sua pergunta.

"Isso significa que o Pouso de Descida de Paraquedas (N.T. Parachute Landing Fall - Um pouso de descida de paraquedas (ou PLF) é uma técnica de segurança que permite que um pára-quedista chegue a terra de forma segura e sem lesões). Você coloca os pés juntos assim,” ele mostra para a classe,” dobra seus joelhos ligeiramente e rola para um lado ao tocar o chão. Dessa forma, este pouso moverá o peso da queda sobre a maior parte do seu corpo. Será que isso responde sua pergunta?” Ele pergunta a Elliot, que acena concordando com a cabeça, em resposta.

"Tudo bem então! Vamos saltar de paraquedas,” ele diz e conduz os alunos em direção ao avião.

Viro-me e pergunto-lhe com uma voz que só ele pode ouvir.

"Por que você realmente faz isto,  James?"

"Paraquedismo?” ele pergunta e eu concordo. "Colocado simplesmente, eu me sinto livre como um pássaro e perto do céu. Todo mundo tem um lugar a que pertence. Este é simplesmente o meu...” diz ele com um sorriso, encolhendo os ombros despreocupadamente.

Taylor insiste que ele quer voar depois de mim, possivelmente para manter um olhar melhor em mim. Na verdade, ele sugeriu mesmo um salto tandem comigo, mas eu tenho um limite de quão perto eu quero estar de outro cara.

Somos embarcados em uma aeronave turboélice SkyVan. Quando chegamos a 4 mil metros, um dos instrutores salta para demonstrar o processo de salto adequado. Ele é seguido pelo primeiro salto tandem com a aluna loira, então eu vejo Elliot ficando apavorado e seu rosto muda, mas seu instrutor faz um mergulho do lado de fora da porta aberta do avião, e ele vai com Elliot amarrado a ele com um grito abafado de êxtase, ou berro de medo. Sem qualquer hesitação, eu viro para Taylor e digo: "Eu vou ver você lá embaixo,” e eu saio do avião de lado. Eu sei que alguns segundos depois Taylor salta atrás de mim e James deve pular no fim do grupo com seu aluno tandem, o outro cara assustadiço.

Assim que eu saio do avião, e em queda livre, eu não sinto esta queda repentina que eu esperava, como em uma montanha russa. Eu me sinto flutuando em um colchão de ar. O vento é rápido e soprando como um furacão e excepcionalmente frio na minha cara. Eu posso ouvir o rugido alto do motor do avião. No começo eu sinto que eu não posso pensar, mas depois tudo fica claro na minha mente. Não há nada para se agarrar, nem mesmo a asa de um pássaro passando para pegar, que eu poderia tentar prender; sem chão debaixo dos meus pés, só espaço. Na verdade, a sensação é muito parecida com estar com Anastasia. Eu não sei qual caminho é certo, mas eu me sinto vivo, e é completamente estimulante. É também como um daqueles pesadelos onde você se sente como se estivesse caindo e você não pode fazer nada sobre isso. Então eu me lembro dos sonhos de voar, e de alguma forma eu me sinto contente e abro os braços como um pássaro. Estou tão longe do chão; eu não percebo sua existência. Tenho voado por cinco anos, mas agora eu percebo a distinção - eu pilotei por cinco anos, isto é voar! Não há um helicóptero entre o corpo e o chão.

Muito rapidamente, os meus sessenta segundos estão no fim, e eu desdobro o paraquedas e um safanão diminui muito minha descida e bem na hora eu me lembro de relaxar meu pescoço para evitar qualquer problema nas cervicais, então eu flutuo muito mais lentamente depois que meu paraquedas é aberto. Eu sinto um suspiro de alívio. De repente, algo se torna muito mais claro. As pessoas não saltam de paraquedas porque elas têm um desejo de morte, mas porque elas querem reafirmar a vida. Seu paraquedas é o que lhe dá o controle. É o nosso compromisso com a morte.

Quando eu vejo o chão se aproximando, eu não sinto meu estômago caindo, mas eu estou focado em controlar a minha queda. Estou acelerando, enquanto o vento está empurrando. Isso significa que eu tenho que rolar. Ponho meus pés juntos, e me posiciono para utilizar o meu peso para pousar de lado. O vento arrasta a queda um pouco, mas nada está quebrado, e eu estou no chão. Inferno, sim! Eu faria isso de novo!  

Eu vejo o paraquedas de Taylor pousando e ele está em pé, como o profissional que ele é e conseguiu manobrá-lo tão perto de mim quanto possível. A última dupla a pousar poucos segundos depois de Taylor é James e seu aluno. Eu ouço James murmurar "cabeça de merda!" para o outro aluno que vomitou no ar, e conseguiu cobrir tanto o seu quanto o equipamento de James de merda amarela, mas de alguma forma James conseguiu evitar qualquer coisa em  si mesmo.

Eu sorrio para ele e ele encolhe os ombros sorrindo, "ah, riscos do trabalho, companheiro, você se acostuma com isso. Mas você fez bem, talvez nós vamos vê-lo novamente!” Diz entusiasmado.

"Com certeza!” Eu respondo, mas acho que Elliot não vai ser uma parte do 'nós'.

*****    

No caminho de volta para o apartamento de Elliot, Taylor tem que levá-lo, porque Elliot está se sentindo enjoado; felizmente ele não pintou o céu com seu vômito como o último aluno. Elliot parece muito lamentável; eu decido não provocá-lo até que ele esteja um pouco melhor.

Quando eu estou dirigindo para casa de Elliot, eu disco o telefone de Anastasia. Ela não atende o telefone. Eu sei que tenho três chamadas perdidas dela. Ela está zangada? Ela está bem? Ela encontrou uma surpresa desagradável em seu chá de panelas? Eu estou preocupado.

"Anastasia, eu estou no meu caminho para casa de Elliot. A lição de pára-quedismo foi bem. Eu te amo! Chame-me,” eu digo no final,  com um ligeiro tom de preocupação na minha voz.

O apartamento de Elliot fica no 26 º andar, e tem vista para o Monte Rainer, Elliot Bay e Lake Union, embora não igualmente, ou de um mesmo ângulo. Ele tem apenas dois quartos e dois banheiros, mas ainda é uma propriedade nobre e sua excessivamente grande sala de estar é um bom espaço de solteiro para se ter. Taylor e eu içamos Elliot debaixo dos braços para seu quarto, e o depositamos em sua cama.

"Elliot, onde está sua equipe de segurança?" Pergunto com curiosidade.

"Cara, você sabe o quão difícil é ter dois grandes caras me seguindo em todos os lugares sem que as pessoas pensem que eu sou gay?"

"Você os dispensou?" Pergunto com os dentes cerrados. Eu pensei que nós tínhamos concordado.

"Calma, calma! Eles estão aqui. Por suas instruções, eles estão verificando o atendimento, a equipe do serviço, e," Ele faz uma pausa sorrindo, "o entretenimento. Uma vez que tínhamos Taylor conosco, eu não achei que eu deveria apenas entregar as chaves para o fornecedor. Eles estão aqui para cuidar deles. Tenho certeza de que eles estão na cozinha, ou algo assim."

Eu aceno com a cabeça para Taylor imperceptivelmente para verificar a casa, e ele rapidamente sai da sala.

"Você tem Dramamine ou algo assim? Ou devo enviar um de seus homens de segurança para pegar alguma coisa para a sua tontura?" Eu lhe pergunto.

Elliot coloca o braço sobre os olhos.

"Tão logo o teto pare de girar eu deverei ficar bem."

"Tudo bem, então. Isso deve me dar tempo para ir ao Escala, me limpar e voltar."

"Divirta-se...” ele geme, cobrindo os olhos com ambos seus braços novamente. "Mas, volte a tempo,” ele me lembra. "Se você estiver com cinco minutos de atraso, a festa vem para o Escala mesmo que eu tenha que chegar lá em uma maca,” ele ameaça.

Taylor e eu deixamos o The Olivian (N.T. prédio do Elliot) para voltar ao Escala.

Eu chamo Anastasia novamente, mas ela não atende o telefone. Mais uma vez... Eu imediatamente fico nervoso e ansioso.

Eu chamo Sawyer que responde no terceiro toque me deixando impaciente. Existe uma grande quantidade de ruído de fundo, soando como um banho romano cheio de mulheres risonhas.

"Sr. Grey?” Ele responde com frieza.

"Sawyer, onde está a Srta. Steele?"

"Ela está na casa dos seus pais por enquanto, senhor. As mulheres parecem estar jogando...” ele limpa a garganta... "Um jogo, senhor."  Então, eu ouço uma grande gargalhada coletiva no fundo.

"Que jogo é esse?"

"Atualmente a Srta. Lilly está com os olhos vendados, e ela está tentando fixar um pênis de papel, no local correto, no cartaz nu de Alexander Skarsgård, senhor,” ele responde mortificado. Outra gargalhada é ouvida ao fundo.

"Como está a Srta. Steele?" Eu pergunto.

"É a sua vez agora,” ele responde e engole. Então eu ouço um aplauso alto no fundo.

"Muito bem. Ana! Você sabe como localizar um pênis!" Eu ouço uma voz de mulher parabenizando a ela.

"Ela encontrou o local certo, senhor,” diz Sawyer,  primeiro orgulhoso depois mortificado. Eu franzo a testa. "Gostaria de falar com ela?” Ele pergunta imediatamente.

"Não, deixe-a divertir-se, mas faça-a me chamar antes que ela vá para a festa de despedida. E lembre-se das minhas instruções desta manhã."

"Sim, senhor. Um raio de um metro e meio de distância deve ser deixado ao redor da Srta. Steele por qualquer dançarino exótico que possa  estar lá para divertir."

"Chame-me imediatamente se alguma coisa fora do comum acontecer!"

"Sim, senhor."

Eu desligo.

Quando chegamos ao Escala, tomo uma ducha rápida e visto minha camisa de linho branco, e jeans. Depois de eu responder a alguns e-mails relacionados a trabalho, Taylor me lembra o tempo, e eu, relutantemente, saio para o apartamento de Elliot. Quando estamos deixando minha cobertura, meu telefone vibra e o nome de Anastasia aparecendo traz alívio e um sorriso ao meu rosto.

"Oi,” eu respondo suavemente.

"Olá,” ela responde timidamente. "Eu sinto muito que eu perdi seus telefonemas. Estava muito barulho, eu não ouvi meu telefone. Você está muito zangado comigo?” Ela pergunta.

"Longe de mim impedir sua diversão, baby. Não, eu não estou bravo com você... Embora, eu não posso dizer que aprovo um dos jogos que você estava jogando. Pelos gritos que eu ouvi no telefone, você foi bem no jogo  'Espete o pênis’ " eu digo em voz baixa, fazendo com que Taylor fique carmesim.

"Onde você está agora?"

"Eu estou na casa de Kate. Nós vamos ter a festa de despedida em um pouco,” diz ela erguendo a voz para se fazer ouvir com o crescente ruído de fundo.

"Divirta-se,” eu digo.

"Você também, mas não muito,” responde ela me fazendo sorrir.

"Eu te amo, Christian."

"E, eu a você, Ana.”

"Ana! Vamos lá! Você é a convidada de honra! " Eu ouço a voz de Kate no fundo.

"Sou solicitada aqui, eu tenho que ir!” Diz ela com pressa, e desliga antes que eu possa dizer adeus.

*****

Som abafado de música pode ser ouvido através da porta de Elliot, mas não o suficiente para ser considerado como um incômodo. Tom Rhodes abre a porta com um olhar impassível, mas ele nos dá um sorriso cortês depois de ver quem são as pessoas.

"Sr. Grey. Sr. Taylor,” diz ele, como forma de saudação. "Por aqui, senhor,” ele nos leva para dentro.

"Hey! O homem do momento está aqui!” Diz o grupo de homens dentro. Papai, Elliot, Flynn, Mac, Bastille, três caras que estão trabalhando em remodelar a nossa nova casa com Elliot também estão lá. Os guarda-costas de papai Tony Citoli e Joe Genarro estão de pé na porta da varanda; um observando papai, e o outro observando o restante dos convidados, realmente se parecem com dois Rambos com cortes militares. Eu suprimo um sorriso. Em um canto da grande sala, ao lado de uma das janelas do chão ao teto, um equipamento de música ao vivo está configurado. Eu olho para Taylor com os olhos apertados, e ele encolhe os ombros.

"Eles estão verificados?" Pergunto baixinho.

"Sim, senhor, cada um."

Elliot insinua-se para mim parecendo muito melhor. Eu olho para ele intrigado.

"Não se preocupe, mano. Isso é um presente de papai e Flynn.  Eles cobraram um favor em sua honra.”

Elliot levanta sua taça de champanhe e batendo com seu garfo, “pessoal! Posso ter sua atenção,  por favor,” ele chama para a multidão tagarela. Quando o barulho morre, todo mundo olha para Elliot com expectativa.

"Obrigado! Bem-vindos a todos! Meu irmão menor Christian, o solteiro mais cobiçado de Seattle,” diz ele sorrindo para mim, “consentiu em pendurar seu chapéu do celibato, e nós estamos aqui para comemorar seus dois últimos dias, como um homem solteiro. Brinde a  meu irmão!” Diz ele erguendo o copo para cima, e o resto do grupo levanta suas taças de vinho ou garrafas de cerveja para cima, chamando "hear, hear!" (N.T. Quando alguém ouve uma pessoa dizer uma coisa na hora certa, no ponto, com que todos eles concordam)

"Sirvam-se com alimentos e bebidas, e vamos fazer esta festa memorável para ele! O convidado de honra desta noite, além de meu irmão, está aqui...” diz ele virando e apontando para o palco enquanto as luzes diminuem.

Ao ouvir as duas primeiras notas da música, minha cabeça se vira para meu pai e Flynn com surpresa. Em seguida, entra um dos meus músicos favoritos, cantando uma das minhas músicas favoritas!

"Como?" Eu falo sem som para meu pai.

Esta é a sua maneira de compensar-se comigo, e ele está completamente satisfeito com a minha reação.

Um dos meus artistas mais favoritos começa cantando uma das minhas músicas favoritas, e eu estou completamente hipnotizado. Talvez essa não vá ser uma festa tão ruim afinal...

Bruce Springsteen – I’m on Fire

Hey little girl is your daddy home                                                           
Did he go away and leave you all alone
I got a bad desire
I’m on fire
Tell me now baby is he good to you
Can he do to you the things that I do
I can take you higher
I’m on fire
Sometimes it's like someone took a knife baby
Edgy and dull and cut a six-inch valley
Through the middle of my soul
At night I wake up with the sheets soaking wet
And a freight train running through the
Middle of my head
Only you can cool my desire
I’m on fire

Então ele canta "Dancing in the Dark,” e a última canção que ele canta fala comigo, pessoalmente, "Tougher than the Rest." Embora eu não saiba se eu sou mais resistente do que o resto quando se trata de Anastasia. De qualquer forma, eu me encontro lentamente cantando a música.

Bruce Springsteen – Tougher than the Rest

"Well it’s Saturday night 
You’re all dressed up in blue 
I been watching you awhile 
Maybe you been watching me too 
So somebody ran out 
Left somebody’s heart in a mess 
Well if you’re looking for love 
Honey I’m tougher than the rest 
Some girls they want a handsome Dan 
Or some good-lookin’ Joe, on their arm 
Some girls like a sweet-talkin’ Romeo 
Well ’round here baby 
I learned you get what you can get 
So if you’re rough enough for love 
Honey I’m tougher than the rest 
The road is dark 
And it’s a thin thin line 
But I want you to know I’ll walk it for you any time 
Maybe your other boyfriends 
Couldn’t pass the test 
Well if you’re rough and ready for love 
Honey I’m tougher than the rest 
Well it ain’t no secret 
I’ve been around a time or two 
Well I don’t know baby maybe you’ve been around too 
Well there’s another dance 
All you gotta do is say yes 
And if you’re rough and ready for love 
Honey I’m tougher than the rest 
If you’re rough enough for love 
Baby I’m tougher than the rest"

Quando ele termina com as músicas, ele vem para cumprimentar.


"Parabéns, cara! Este é todo tempo disponível que tenho. Acontece que eu também tenho algo de especial acontecendo esta noite aqui em Seattle. Mas eu queria retribuir um favor a Flynn e Carrick. Seu pai e eu temos um caminho passado. Quando ele disse que você era seu filho, eu arranjei um tempo para estar aqui, para contribuir para tornar sua noite um pouco mais especial, mesmo que eu não possa ficar mais tempo,” diz ele em seu sorriso marca registrada.

"Não, não se preocupe com isso! Obrigado! O que você fez... Isso foi incrível!" Encontro-me dizendo. "Eu adorei! Obrigado a você, e obrigado pai, Flynn," eu aperto suas mãos. Estou perplexo que eles iriam sair de seus caminhos para organizar isto ou até mesmo se lembrar que eu gostava de Springsteen.

"Bem, Christian, desejo-lhe toda a felicidade, cara!" ele diz, e Rhodes mostra-lhe o caminho.

"Sr. Grey?" Rhodes puxa Elliot para o lado.

"Sim?"

"Há três policiais na porta. Aparentemente houve queixa de barulho, senhor." Elliot verifica o relógio.

Todo mundo está se entrosando, e Bastille está falando sobre a nova Capoeira Brasileira que ele está praticando.


"Hey, Grey! Se o seu irmão puder colocar um pouco de música, eu posso mostrar-lhe alguns movimentos,” diz ele com um sorriso largo. Três policiais entram na sala atrás de um Elliot intrigado. Sua reação me confunde, e eu viro e olho para Taylor, que parece com o homem que foi apanhado sem as calças, na cama da mulher errada, por seu marido! Ele dá um passo na minha frente. Algo está errado com esse quadro.

"Convidados inesperados?"


"Parece. Eu não os tenho na minha lista, a menos que o Sr. Grey tenha feito uma mudança em seus planos,” ele responde.


O policial masculino se vira e pergunta: "Há uma festa acontecendo aqui?"


"Sim, oficial, é uma despedida de solteiro, em honra do meu irmão."


"Recebemos uma queixa de barulho dos vizinhos."

"Não houve qualquer barulho, oficial,” diz Taylor.


"É isso mesmo, fomos informados que a festa está muito chata!" diz a oficial  do sexo feminino e rasga seu uniforme Velcro de suas costas enquanto o policial homem impostor coloca a música.


"Porra!" Eu sibilo baixinho. Prometi a Anastasia que eu não iria ficar para os strippers. O rosto do meu pai tem um olhar severo e ele  olha para Elliot, que tem a aparência de uma criança que foi apanhada com a mão na jarra de biscoitos!


A música começa detonando "Sweet Dreams" com Eurythmics. As duas dançarinas vestidas como policiais começam a dançar provocativamente, sugestivamente, em volta, entre os gritos e os hormônios masculinos em fúria no cômodo. Uma dançarina loira e uma morena, de cabelos longos. A dupla anda em torno provocando os convidados na sala.


 Striptease – Eurythmics - Sweet Dreams

 "Yeah! Agora é uma festa!” Grita um dos caras de Elliot. "Estávamos começando a pensar que você fosse gay, Elliot! Eu não posso esperar para contar aos caras sobre essa festa!" Elliot encolhe os ombros, relaxado mas um pouco confuso. A dançarina de cabelo longo escuro faz o seu caminho em direção a mim, sacudindo os quadris para Bastille  que sorri em resposta e mostra alguns de seus movimentos, que ele está praticando, de Capoeira brasileira. Ela me olha sob os cílios, mas não se encaminha para mim porque Taylor se posiciona entre a bailarina e eu. A dançarina loira envolve uma echarpe de plumas pretas em volta do pescoço, e se movimenta em volta se sacudindo, dançando e provocando os homens na sala. Ela envolve a écharpe em torno de um dos caras de Elliot. Ele começa a dançar e requebrar o que ela acomoda facilmente e incentiva. Mesmo que o dançarino fique para trás, e coordenado com a música,  ele despojou-se de sua camisa; mas até agora as calças permaneceram. Ele só tem sua gravata borboleta, e ainda tem colocado boné policial. As luzes diminuiram, a música está tocando, as garotas estão dançando, e seus movimentos provocantes combinados com a imensa fúria de hormônios masculinos e bebidas, está mudando para algo de que eu não quero ser uma parte.


A dançarina morena se vira, se abaixa e esfrega a bunda dela em um dos guarda-costas, Citoli  eu acho, que permanece impassível, balançando a cabeça, e eu posso ler seus lábios dizendo: ‘não, senhora!’ severamente. Quando os bailarinos fazem o seu caminho em volta, eu olho a porta. Agora seria um bom momento para sair, mas não quero parecer como se eu estivesse fugindo. O dançarino sacode e requebra sozinho e, ocasionalmente, uma das bailarinas vai para ele e o duo executa uma dança insinuante, fazendo com que os homens vão à loucura na sala, com exceção de mim, papai e Flynn e os caras da segurança, claro. Flynn parece estar se divertindo mas de um modo observador, e não como um participante. Ele ocasionalmente olha para mim para ver minha reação. Eu estou de pé rigidamente com a minha bebida na minha mão. Ambas as dançarinas circulam em volta da sala vindo de extremidades opostas e, finalmente, se encaminham para mim. A loira joga sua écharpe em volta do meu pescoço, e a de cabelo escuro toma posse do final da mesma. Eu balanço minha cabeça dizendo 'não' e os caras na sala assobiam, aplaudem, e buzinam, alguns deles gritando "yeah!"


Taylor faz um movimento para afastar as dançarinas para fora do caminho.

"Vamos lá, cara! Deixe o homem aproveitar seu último dia de liberdade!” Grita um dos amigos de Elliot. A  loira e a morena tocam meus braços e eu recuo, dando um passo para trás.


"Não!" Eu digo com firmeza. Entre os gritos da multidão, percebo que o dançarino está tentando ter uma visão desobstruída para si mesmo. Quando Taylor está tentando manter as moças a distância, que também dançam em torno dele e o provocam, noto um pequeno ponto vermelho no chapéu do cara. Os guarda-costas de papai se movem para ajudar Taylor.

"Parem a porra da música!" Eu digo em voz clara. "Acendam a porra das luzes."

"Vamos lá, cara! Não seja gay! "

Com isso Taylor pega o amigo de Elliot pela parte de trás de seu pescoço, e arrasta-o para fora, e fecha a porta atrás dele. A música é interrompida.


"Tudo bem, vamos embora!” Diz o bailarino para os ruídos desapontados do grupo. Eu olho para Taylor imperceptivelmente, direcionando-o para o dançarino com os meus olhos.


"Não tão rápido!” Diz Taylor e rapidamente se movimenta.


"Eu não sou gay, cara! Não me maltrate!"


"Nem eu! Não se preocupe, sua virgindade permanecerá intacta!"  Taylor murmura! Taylor remove o chapéu do cara, e descobre uma câmera espiã escondida em seu chapéu.


"O que temos aqui?" Não é bem uma pergunta, mas uma declaração.


A cabeça de Taylor vira para Elliot que parece completamente perplexo e surpreso. "Eles não são os dançarinos que contratei,” ele deixa escapar.


"Agora você me diz!?!"  Taylor grita. Ele olha Citoli que se move rapidamente para trancar a porta.


"Ninguém sai até que limpemos isso tudo!"


"O cara que você expulsou contratou-nos dizendo-nos para dançar, e colocar a multidão tão selvagem quanto possível, como um favor para o seu chefe. Candy aqui é especializada em sex-o-gram,” ele acena com a cabeça apontando a dançarina morena. "Então, eu tive que gravar cada ato, e dar isto a ele!"


"Quem diabos é ele?" Pergunto a Elliot.


"Um dos meus capatazes. Meu amigo,” diz ele estupefato.


"Quanto você conhece ele, Sr. Grey?" Taylor pergunta severamente.


"Ele trabalha para mim há seis anos. Eu trabalho com o cara cinco dias por semana. Ele é um cara dos caras. Ele nunca foi desonesto. Quero dizer, ele tem hormônios em fúria, mas, ele é um dos rapazes!” Diz Elliot como se isso resolvesse.


"Onde você deveria entregar-lhe o vídeo?" Pergunta Elliot agarrando o pescoço do cara com uma mão e sem esforço.


"Depois da festa, há um Starbucks na esquina. Ele iria nos dar dois mil extras se tivéssemos o noivo recebendo sexo oral de Candy,” diz ele com a sua voz ficando rouca.


"Porra!"


"O que mais?" Eu pergunto. "É evidente que isto não é tudo!"


"Vamos, doçura! Vamos fazê-lo de forma gratuita para todos vocês na casa, se vocês apenas nos deixarem ir,” sussurra Candy, do sex-o-gram.


"Cale a boca!” Diz Citoli se movendo junto com Taylor.


"Bem? Há outra coisa que você está escondendo. O que é?" Pergunto com meu olhar fixo no dançarino. Ele engole, mas não diz nada. Eu empurro Taylor para fora do caminho.


"Eu sou um homem muito ocupado e impaciente. Eu não concedo tempo para ninguém, especialmente para aqueles como você. Mas, eu vou lhe dar dois minutos de meu tempo antes de você começar a gastar uma boa parte da sua vida inútil na cadeia."


"Para que, homem?” Ele pergunta com os olhos arregalando.


"Eu tenho advogados caros, tenho certeza que eles podem encontrar alguma coisa,” eu digo com fria malícia na minha voz.


"Há seis guarda-costas nesta sala. Você acha que você pode deixar esta sala incólume?  E  você  está invadindo."


"Olha cara, eu ganho dinheiro com a minha aparência. Eu não quero nenhum problema. Como eu disse, o cara que seu Mr. Músculo simplesmente chutou para fora, nos contratou. Fomos contratados para tornar vocês, caras, selvagens, realizar alguns orais para cada um de vocês e, em seguida, entregar-lhe a fita de vídeo. Mas se você não der queixa, eu posso lhe dizer algo mais... ” diz ele, tentando negociar.


"Neste momento, estou decidindo se você pode sair com sua vida intacta!" Eu sibilo e Flynn faz um movimento para intervir, mas eu levanto a minha mão. "O quê? Você se voluntaria, eu dou queixa, mas você sai do prédio vivo sob custódia da polícia! Essa é toda a concessão que estou disposto a fazer."


"Porra! Ele disse que, se pudéssemos ter vocês tão selvagens quanto possível, e gravar, que íamos acabar recebendo um total de 15 mil cada! O preço dobraria se os meus outros dançarinos realizassem atos semelhantes na festa de despedida de sua noiva! Noventa mil em uma noite! Onde mais poderíamos fazer esse tipo de dinheiro?"


Os olhos de Taylor dardejam para mim. Ele se inclina para perto.


"Eu não compraria isso, Sr. Grey. O cara que eu joguei fora pode ser um idiota, mas ele foi verificado. Ele está limpo. Este filho da puta está lidando com alguém mais, e ele está tentando desviar a atenção do verdadeiro criminoso. Mas vamos jogar junto, e ver onde isso nos leva,” diz ele.


Então ele se vira para os guarda-costas de Elliot com um grande estrondo, "Tornem-se úteis! Obtenham identificações, endereços e imagens desses malditos. Chamem a polícia; certifiquem-se de que eles sejam jogados na cadeia hoje à noite!"


"Sim, senhor!” Grita um deles.


"Elliot! Kate está em seu apartamento esta noite? Ou ela está planejando levar Anastasia a outro lugar?"


"Sua festa deveria ser no apartamento dela. Ela decidiu não trazer dançarinos após Ana lhe dizer que não,” diz ele travessamente.


"Uhm. Agora seria um bom momento para dizer-lhe que os dançarinos Chip and Dale estão sendo enviados para a festa de despedida dela também. Eles vão dizer a ela que você os enviou para a festa,” resmunga o dançarino para Elliot, e com raiva acumulada, eu o soco com todas as minhas forças.


"Taylor! Vamos! " Eu rosno, e volto-me para a porta.


"Chame sua namorada e avise-a! Agora!" Eu rosno para Elliot no meu caminho. Todos na sala parecem estupefatos. Eu disco o telefone celular de Anastasia, mas ela não responde, nem ouve  minha chamada.


"Porra! Porra! Porra! " Eu praguejo enquanto Taylor acelera pelas ruas de Seattle.


Eu disco o telefone de Sawyer. Ele responde ao segundo toque.


"Sawyer!"


"Sim, senhor,” ele responde ansioso.


"Há dançarinos?"


"Sim, senhor. Como você instruiu, eu estou tentando mantê-los longe da Srta. Steele. "


"Quantos?"


"Três, senhor."


Eu ouço risos femininos e gritos encantados com grande fundo musical.


"Eles são impostores! Ninguém os mandou! Leve a Srta. Steele imediatamente para um local diferente, e tranque-a dentro! Você me entende? Tranque-a num quarto! Certifique-se de que ninguém deixa o apartamento especialmente os dançarinos! Nós estaremos aí em quatro minutos! "


"Entendido, senhor!” Diz ele, e eu desligo.


Eu não tenho que dizer a Taylor a urgência de quanto rápido precisamos chegar lá. Os pneus do SUV guincham e vejo Citoli acelerando atrás de nós. Minhas mãos estão em punhos, e eu muito puto, porra! Paparazzi? Alguém com um rancor? Quem está por trás disso?


Nós finalmente chegamos ao apartamento de Katherine Kavanagh, e eu nem sequer espero por Taylor parar completamente antes de dardejar  fora do SUV, e eu ouço Taylor murmurar uma maldição em voz baixa. A música ainda está vindo através do apartamento e eu faço o meu caminho até ele,  três degraus de cada vez.


Eu não espero para tocar a campainha. A porta está trancada, e eu abro a porta com um pontapé. Taylor está correndo atrás de mim. Ouço Lilly suspirar quando ela me vê, e eu estou fervendo de raiva. No segundo que eu entro, eu desligo a música. Meu olhar dardeja ao redor da sala procurando Anastasia. Eu não a vejo, mas eu vejo Katherine que diz: "Que inferno, Grey? Por que você retirou Anastasia da sala? "


Eu não respondo a ela, meu olhar está fixado nos três dançarinos Chip'n Dale. Taylor e Citoli entram atrás, um deles começa a guardar a porta para que ninguém saia.


"Bem, eu estou esperando?" Eu digo para os dançarinos. Eles me olham mudos.


"Quem os contratou?"


"Sr. Elliot Grey,” responde um deles.


"Resposta errada,” eu digo com um olhar glacial antes de socá-lo, e ele pousa sua bunda no chão, com o grito das meninas na sala.


"O que você está fazendo?" Katherine salta para seus pés.


"Sente-se! " Eu a imobilizo para baixo com o meu olhar e meu dedo apontando para o sofá.


"Quem o contratou?" Pergunto com força.


"Cada um de vocês iria ser pago com quinze mil hoje à noite para gravar um vídeo de uma festa de despedida selvagem. Mas ao invés disso, vocês vão ter a surra de suas vidas. Agora, se você não me irritar mais, eu posso deixar você sair daqui consciente, e somente sob custódia policial. Então, fale antes que eu perca a paciência! "


"Eu não sei quem foi!" O dançarino em quem eu bati responde.


Eu bato nele novamente. "Errado! Responda!" Eu digo enunciando. "Ninguém se compromete a fazer algo sem saber quem os contratou. Como você ter certeza de que o seu pagamento está garantido? Eu  pergunto a você de novo... A cada um de vocês..." Eu digo meu olhar fixando-os para baixo. "Quem o contratou?"


"Se você não está dizendo isso, eu estou!” Disse um dos Chip 'n Dales. Eu viro minha cabeça para ele.


"Quem?"


"Algum repórter do tablóide. Quanto mais  selvagem a festa, melhor a gente ia ser pago,” ele responde em voz baixa, envergonhado.


"Cale a boca, Austin!” Diz o primeiro, que ainda deve estar esperando que receberá seu dinheiro. Taylor golpeia com o joelho sua virilha antes de eu fazer minha jogada, e ele está se contorcendo no chão, gemendo.


"Bem?” eu pergunto a ele enquanto os outros dois dançarinos estão agora de olho em seu amigo no chão.  Ambos engolem.


"Nós deveríamos tornar as garotas selvagens. Especialmente a noiva, Mia Grey e a Srta. Kavanagh, mas principalmente a noiva... se pudéssemos obter boas imagens com ela sendo tocada e tendo prazer, nós íamos ter um monte de dinheiro."


Todas as garotas arfam coletivamente.


"O quê?" Kate pula em seus pés. Em seguida, ela caminha vagarosamente para diante do dançarino, com os olhos fixos nele e lhe dá um soco no queixo, e o chuta nas jóias da família! Quando ele está no chão junto com seu amigo,  se contorcendo, ela coloca seu sapato de salto alto em seu pescoço, pressionando-o para baixo e comanda: "Ninguém tenta foder comigo ou com minhas amigas, e fica  vivo para falar sobre isso! Então, foda-se você e seus amigos dançarinos lamentáveis. Você tem menos de 10 segundos para dizer o nome do filho da puta que queria que você gravasse a nós! " Então, ela se inclina e sussurra em uma voz que apenas os bailarinos podem ouvir. "Ou eu vou ter certeza que você vai desaparecer sem deixar rastro!"


"É o porra de um repórter freelance de celebridades que fez acordos com um par de revistas de fofocas para vender a mais suculenta das notícias! Somos apenas dançarinos, isso é tudo! "


"Nome,” eu berro.


"Eu acho que é Tom Rodgers. Nós não verificamos seu RG, mas esse cara parece sempre colocar as mãos nas imagens mais suculentas das celebridades,” responde o único dançarino de pé.


"Eu imagino porque...” responde Katherine.


"Citoli! Recolha as identificações e endereços desses babacas! Chame a polícia. Onde você deveria encontrar esse cara? "


"Em um bar no centro de esportes. O'Neill’s ,” responde o único dançarino de pé, praticamente tremendo.


"Qual a aparência dele?" Pergunta Taylor.


"Ele tem 1,78 m ou 1,80m.” 90 kgs. Cabelo escuro, curto. Em seus 30 anos. Veste uma camisa rock 'n roll o tempo todo; ou Def Leppard, Grateful Dead, Alice in Chains, Van Halen, Pink Floyd ou algo parecido. Sempre tem um palito de dentes na boca, como uma chupeta. Ele tem uma cicatriz em sua boca. Como se ele tivesse uma fenda palatina ou algo assim, quando ele era criança,  e tivesse tido uma cirurgia corretiva. Você não pode errar. Ele vai estar lá às 22 e vai esperar até 23,” ele responde. Eu verifico o meu relógio. 21:34h.


"Citoli?" Eu pergunto.


"A caminho, senhor. Vou esperar aqui. "


"Sawyer! Leve a Srta. Steele para casa! "


"Sim, senhor!"


Anastasia ouvindo minha voz bate na porta de seu antigo quarto. "Christian,” ela grita.


Concordo com a cabeça para Sawyer, indicando-lhe para abrir a porta.


Eu entro no quarto e fecho a porta atrás. Anastasia olha para mim com os olhos perplexos. "O que está acontecendo?” Ela pergunta.


Eu permaneço em silêncio, meu rosto impassível, e eu estou com raiva fora de controle. "Christian?” ela clama perguntando.


"Anastasia, Sawyer vai levá-la para casa."


"O quê? São os dançarinos? Eu não estava me envolvendo. Fiquei longe, na cozinha, Christian. Um deles veio atrás de mim dançando, mas eu o empurrei. Eu não quebrei minha promessa, Christian,” diz ela e de alguma forma o alívio se espalha através de mim. Meu olhar se estreita para cima dela, e ela fecha a distância entre nós, com as mãos chegando ao meu rosto. Talvez seja tê-la tido afastada, durante todo o dia, ou talvez os eventos esmagadores da noite, o desejo corre através de mim, e com o seu toque, eu revivo, meu pau entra no modo de saudação cheia, todas as minhas sinapses são disparadas. Eu a engulo em meus braços e a beijo apaixonadamente, a minha língua entrando em sua boca, invadindo, e amando, beijando, tomando posse dela. Muito em breve, estamos ambos sem fôlego.


"Casa. Agora! Com Sawyer!" Eu ordeno.


"Mas, por que não com você,” ela pergunta confusa.


"Eu tenho que cuidar de algo em primeiro lugar, então eu vou estar em casa." Eu explico.


"Mas a festa...” ela diz, e eu interrompo.


"Os bailarinos eram bandidos contratados, Anastasia. Eu preciso que você vá para casa com Sawyer, imediatamente. Por favor, ouça o que lhe é dito para fazer pelo menos uma vez em sua vida!" Peço  a ela.

"Tudo bem... tudo bem. Eu vou,” ela aquiesce, me surpreendendo. "Você vai estar em casa logo?"


"Assim que eu puder. Temos um longo dia amanhã," eu lembro a ela.


Eu seguro a mão dela e a levo para fora do quarto. Sawyer está esperando com sua bolsa e seu casaco.


"Leve a Srta. Steele para casa, agora!" Eu ordeno.


"Sim, senhor."


Katherine chega à porta decepcionada. "Eu sinto muito, Christian! Eu não tinha idéia. Eles eram tão convincentes. Eles disseram que Elliot os enviou .”


"Você não se preocupou em perguntar a ele?"


"Eu liguei, mas ninguém respondeu. Então, eu achava que era um presente para Ana. E ele não faria nada que você não aprovasse quando se trata de Ana. Sinto muito. Mais uma vez...” diz ela. Concordo com a cabeça.


"Esses caras devem ser entregues apenas para os policiais. Entendeu?"


"Sim,” ela diz, perturbada. "Isso é o mínimo que posso fazer. Estou tão, tão triste Christian!” Acrescenta ela novamente.


"Sr. Grey,” Taylor consulta de fora. "Se você quiser, Sawyer e eu podemos cuidar do filho da puta! Você quer levar a Srta. Steele para casa você mesmo?"


Eu estreito meu olhar sobre ele, e ele levanta as mãos para cima,  em derrota.


"Vamos, então, senhor."


O caminho até o bar não demora tanto tempo. Não é difícil avistá-lo com a camisa Grateful Dead, como o dançarino indicou. Ele não está sentado no bar, entretanto. Ele está sentado perto da saída, como se ele fosse correr, e longe dos olhares indiscretos. O nome soou familiar, mas agora eu sei de onde eu conheço esse cara! Este é o porra do paparazzi que encurralou Anastasia no banheiro! Ele ainda está nos perturbando, perturbando-a! Taylor tem o mesmo olhar predatório em seu rosto que provavelmente se reflete no meu. Nós olhamos um para o outro, coordenando e concordando com a cabeça. Taylor desliza para seu lado direito, e eu me inclino na sua esquerda. Percebo que Taylor lentamente abre o casaco dando-lhe um vislumbre de sua arma.

"Que tal você e eu darmos um passeio?" Taylor sussurra em seu ouvido, e bloqueia seu braço com o lado direito do cara, e eu bloqueio o meu braço esquerdo com o filho da puta, que agora tem um rosto atordoado.

"Esperando alguém mais?" Eu pergunto. "O quê? Não somos suficientemente bonitos, como as dançarinas que você contratou?" Eu sorrio em direção das pessoas do lado de fora, e levo-o rapidamente para um beco lateral.

"Segure-o, Taylor,” eu digo e o saco de escória põe uma cara horrorizada.

"Eu tenho direitos!” Ele grita.

"Eu também!" Eu assobio, e o golpeio antes que  Taylor tenha a chance de agarrar seus braços.


"Pensando melhor,  Taylor, deixe-o lutar."

"Eu não quero brigar com você, cara!” Diz ele segurando sua mandíbula. "Eu só queria ganhar uns trocados! Qual é o problema? Vocês ricos se divertem o tempo todo mesmo! Eu estava oferecendo-lhe entretenimento gratuito por uma pequena taxa...” diz ele sem vergonha. Eu dirijo um chute circular para o seu lado, derrubando-o no chão.

"Como diabos você sabe o que eu faço ou não faço? Minha noiva e minha família são zona proibida! Eu sou zona proibida! Você entende isto, filho da puta? Porque se eu o vir farejando por aqui novamente, eu vou desmontar o estabelecimento para quem você vender qualquer história – pedaço por pedaço de merda, e você não vai nem mesmo ser aceito entre a comunidade dos sem teto!”

"Eu vou processar,” ele resmunga.

"Ele ainda está latindo, senhor, eu posso deixá-lo na floresta..." Taylor diz, encolhendo os ombros com humor em seus olhos.

"O quê? Não, não! Não! Cara, eu só estava brincando! É a dor falando!" Eu o olho meditando por um minuto.

"Não é uma má idéia."

"Deixe-me revistá-lo primeiro,” diz Taylor.

"O que temos aqui? Sr. Grey... Esse cara tem sido mau."

O rosto do filho da puta cai. Ele tem um pequeno receptor em sua bolsa de mão,  que se parece com uma bolsa a tiracolo. "Sr. Grey...” diz Taylor com os dentes cerrados. Ele me mostra uma pequena imagem em um iPhone. Tudo o que vejo é uma mulher em uma saia A-line com belas pernas. (N.T. Uma saia A-line é uma saia que é colocada nos quadris e se alarga gradualmente em direção à barra, dando a impressão da forma de uma letra maiúscula A.)

"O que é isso?" Eu pergunto ao cara.

"Eu posso lhe dizer o que é isso!" Taylor diz chutando o filho da puta. "Filho da puta! Esse é o apartamento da Srta. Kavanagh!"

"O quê?"

"Há uma câmera espiã em algum lugar dentro de seu apartamento. Um de seus asseclas deve tê-la instalado."
Eu imediatamente disco para Welch.

"Sim, senhor."

"Coloque uma equipe fazendo uma varredura no apartamento do meu irmão, assim como no apartamento da namorada dele, para procurar quaisquer câmeras ocultas. Faça o mesmo no meu apenas para o caso. Sawyer deverá estar em casa agora."

"Houve alguma entrega ultimamente?"

"Bem, sim. Houve um fluxo constante de entrada de caixas de presentes para o casamento, senhor.”

"Tenha a Sra. Jones mostrando a sua equipe os itens que chegaram, e verifique cada um deles."

"Eu vou chamar a segurança de seus pais, seus irmãos e eu vou reunir a equipe imediatamente, senhor."

"Boa idéia. Informe-me imediatamente!" Eu digo.

"O que vamos fazer com você?" Pergunto com um tom assassino.

"Eu tenho uma idéia, senhor."

"O quê?" Eu rosno.

"Eu prefiro não dizê-lo,” diz ele com um olhar firme. "Vamos apenas dizer que olho por olho. Eu vou ter certeza de pagá-lo em espécie, senhor." Eu quero perguntar o que ele vai fazer, mas, Taylor tem a aparência de ‘você-confia-em-mim, senhor?' e eu apenas concordo com a cabeça. A confiança é difícil de chegar perto de mim, mas eu confio em Taylor.

Taylor algema o bastardo, e improvisa amarrando a boca do filho da puta com um lenço. Em seguida, ele pega seu Blackberry, e escreve alguma coisa. Menos de um minuto depois, ele recebe um texto de resposta.

Ele mostra isso para mim.

*ETA 16 minutes*

Dentro do tempo previsto, uma SUV preta entra no beco, dois homens vestidos de preto com máscaras de esqui saem sem uma palavra, e transportam o cara abafado para longe, chutando e se ele pudesse fazer um som, ele estaria gritando.


"Onde eles o estão levando?" Eu pergunto.

Taylor ri. "Para as Montanhas Rochosas canadenses." Quando ele vê a minha cara de surpresa, ele explica. "Eu treinei com esses caras. Eles estavam na equipe de Welch. Quando você treina para determinados ramos no serviço militar,” diz ele, enigmaticamente, "você pode ser deixado em uma montanha remota, no deserto ou no mar, com muito poucos ou suprimentos básicos,  para encontrar o seu caminho de volta ao seu local pré-determinado. Tenho certeza que ele vai ter um inferno de um bom tempo misturando-se com a vida selvagem, e acampando. E se ele fizer o seu caminho para casa, ele pode se juntar aos ‘seals’. Eles vão deixar-lhe suprimento suficiente para durar uma semana, e monitorá-lo. Isto vai lhe dar um bom susto. "

"Você acha que ele consegue voltar?" Pergunto com um brilho malicioso.

"Tenho certeza de que ele é engenhoso, senhor. Se ele não puder utilizar a sua sabedoria pessoal, eles vão soltar suprimentos para outra semana, e depois que passar outra semana, eles podem deixar fornecimento para mais uma semana...” ele diz e dá um de seus raros sorrisos, como se ele não gostasse tanto de si mesmo há um longo tempo. "Você sabe Sr. Grey, os elementos, e o ar livre têm uma maneira de mostrar a um homem tudo de uma perspectiva diferente, e a respeitar seus superiores. Eu realmente acredito que podemos ajudá-lo a limpar a mente de seus pensamentos rebeldes de invadir a privacidade dos outros. Se ao final de 4 semanas ele não conseguir encontrar o caminho de volta, os meus homens vão deixar a Polícia Montada saber sobre um andarilho perdido. Tenho certeza que alguns dias de fome vão fazer-lhe bem,” ele responde com um sorriso malicioso.

Eu não posso deixar de sorrir de volta para ele. "Vamos para casa."

"Sim, senhor.” Ele responde. Eu sabia que havia uma razão pela qual eu confiava em Taylor.

Eu ainda estou tenso, mas ansioso para relaxar com uma Srta. Steele que será a Sra. Christian Grey em menos de um dia. E há uma superfície que ainda não batizamos na casa. Seria uma vergonha ter que desperdiçá-la esta noite, sabendo como amanhã vai ser um dia muito, muito ocupado.

 

*****

 

Minha cama está vazia, e eu odeio não ter Anastasia lá. Mas eu tinha feito a promessa de passar a nossa última noite antes do casamento separados, embora com relutância. Em vez disso, a Srta. Katherine Kavanagh está dormindo ao seu lado.

Antes de eu licitar seu boa noite a noite passada, Katherine a trituradora de bolas apontou para a porta do quarto e disse: "Christian, pense nesta porta como o Muro de Berlim... Cruze isto e sinta a lâmina da navalha entre suas pernas!” Acrescentou me fazendo rir em voz alta na noite passada. "Sua noiva está em zona proibida esta noite. Do que você está rindo?” Ela pergunta frustrada.

"Estou rindo porque o Muro de Berlim veio abaixo antes de você nascer, Katherine,” eu respondo.

"No entanto, não atravesse essa porta!" Ela me dá um olhar de advertência.

"Pelo menos me deixe beijar minha futura esposa!" Eu protesto.

"Tudo bem! Apenas um beijo, então debande para o seu próprio quarto,” diz ela sorrindo, enquanto  indica a direção do meu quarto com um meneio de seus dedos. Eu beijo Anastasia, e deixo-a na companhia de sua melhor amiga.

*****

Ontem tinha sido extremamente movimentado com os hóspedes que chegavam, cuidando da última parte do trabalho de preparação para o casamento, repassando detalhes de segurança, tendo os smokings entregues, ensaio, e jantar de ensaio. Eu não estive auto pilotado durante qualquer dia como eu estive ontem. Porque tudo o que eu queria era que chegasse hoje. E, finalmente está aqui. Meu coração está batendo como se estivesse indo voar mais rápido do que Charlie Tango.

Assim que o café da manhã termina, Sawyer está conduzindo Anastasia, Katherine e a Sra. Jones para a casa dos meus pais. Hoje é o mais excitante e mais exasperante de toda a minha vida. Mal posso sentar. Eu dou um prolongado beijo em Anastasia em sua saída.

"Eu estarei esperando por você no altar,” eu sussurro.

"Eu vou ser a de branco, Sr. Grey," ela diz sorrindo, e me beija de novo, e sai com suas companhias.

Eu me visto em uma camisa branca, a gravata cinza prata favorita e o smoking preto simples, mas elegante, criado por Angelo. Minhas mãos tremem, e um arrepio percorre-me com o pensamento de que Anastasia vai ser minha por completo, de forma legal, e eternamente! O pensamento me entusiasma, e eu estou ansioso para ir me juntar a ela. Tão logo eu me visto e, finalmente amarro meus sapatos pretos, eu saio para a sala de estar.






"Taylor!" Eu chamo. Ele aparece, também completamente vestido como padrinho de casamento.


"Sim, senhor,” ele responde.

"Eu preciso ser informado!" Eu digo e me encaminho para o meu escritório. Ele me segue. Depois de fechar a porta, ele começa.

"Tudo está funcionando corretamente em ordem, senhor. A localização chamariz foi preparada. Todos os convidados serão direcionados para o clube de campo. É onde todo mundo acha que o casamento vai ser. Depois que os convidados tiverem identificação verificada e o chip no convite tiver sido comparado aos correspondentes, os convidados serão conduzidos para o serviço de transporte, e eles serão levados para a casa de seus pais. A exceção a esta regra é a sua família, e a família da Srta. Steele. Nós temos olhos e ouvidos em toda a propriedade do seu pai, bem como a localização chamariz para frustrar qualquer suspeita, senhor. Estou informado de que os jornalistas acamparam a noite toda do lado de fora do clube. Segurança esteve fazendo verificações sobre a propriedade dos seus pais; tudo foi devidamente protegido. Welch está no terreno desde as 5:00h desta manhã. Temos homens posicionados em frente ao mar, e através de todas as três entradas para a propriedade. As entregas foram concluídas ontem. A equipe de serviço vai ser verificada mais uma vez hoje, e os convidados e os funcionários são proibidos de trazer telefones celulares e dispositivos eletrônicos, com exceção da família, senhor."

"E sobre as armas?" Eu pergunto. Ele abre a aba de seu smoking, e vejo sua alça de ombro. Eu suspiro.

"Só a proteção próxima, e os guardas da entrada vão portar armas, como discutido, senhor,” diz ele com firmeza.

"Será que os convidados VIP chegaram?"

"Sim, senhor, eles já foram colocados em hotéis. Na verdade,” diz ele verificando seu relógio, “eles devem estar no seu caminho para a casa de seus pais."

"Eu não quero nada estragando hoje. Como estão os  voos e destinos para hoje à noite?"

"Tudo está indo, senhor. Mandei-lhe as cópias dos itinerários. Os pilotos estão de prontidão. "

Eu olho Taylor, e ele está vestido com seu smoking.

"Ótimo. Então, não vamos fazer a noiva esperar,” eu digo sorrindo. Eu distraidamente dou um tapinha no meu bolso para o anel, e eu sinto o volume satisfatório do local da caixa do anel. Espero que ela goste... Não, eu espero que ela adore!

*****



Meu pai me atende na porta vestido de smoking cinza e gravata rosa pálido e colete combinando com o pai de Anastasia, Ray e os padrinhos. Eu não vejo meu pai tão feliz há muito tempo.  Ele me puxa para um abraço de urso completamente me surpreendendo. Eu presto atenção na segurança na propriedade, e eu aprovo. Minha mãe vem correndo e ela pode estar feliz e triste ao mesmo tempo. Ela está radiante em seu vestido cinza claro com uma meia jaqueta, e seu penteado combinando e apenas um pequeno chapéu, a fazem parecer incrivelmente elegante. Ela me pega em seu abraço, e se lembrando, ela me solta. Em seguida, ela enxuga os olhos com um lenço.



"É um grande dia! Estou muito feliz,” ela sufoca um grito suave. Eu franzo a testa. Papai a envolve em seus braços.


"Estamos todos muito felizes, filho!” Diz ele com uma voz rouca. "Bem, venha, os convidados estão alinhados, sentados do lado de fora, e devemos colocar o show na estrada! Você tem que ir e se alinhar com o seu padrinho, e eu acho que Kate quer ter uma palavrinha com você... "

"Oh, antes disso... Mãe, está tudo pronto?" Eu olho para ela de forma significativa... “Para quando ela sair," eu a lembro,  erguendo minhas sobrancelhas.

"Oh, sim. Ela já está aqui! Estou muito emocionada e deslumbrada. Eu estava preocupada, porque o original que você pediu não estava viajando, mas ela gentilmente declinou. Então, quando a Srta... bem, você sabe,  aceitou eu estava tão feliz... "

"Mãe!" Eu a advirto lembrando a companhia ao redor.

"Sim... Enfim, tudo está definido, do jeito que você pediu. E o outro também!"

"Christian! Você parece tããão malditamente bonito! " Despeja Mia quando ela vem correndo escada abaixo.



"Devagar! Eu não quero leva-la às pressas para a sala de emergência no dia do meu casamento, porque você quebrou o pé nos saltos altos!" Eu sorrio para ela quando eu a encontro a meio caminho, e ela me abraça apertado. Ela puxa-me para trás à distância de um braço, segurando meus bíceps. "Vocês dois irão parecer tão maravilhosos juntos! Ela está linda de morrer em seu vestido de noiva, e você está tão quente! Assim como você, Taylor!” Diz ela, virando-se para ele, e Taylor fica carmesim, e murmura um agradecimento em voz baixa.

"Bem, vamos lá! Você tem que ir encontrar e conversar com os padrinhos e ver o reverendo Walsh. Todo mundo está sentado do lado de fora! E você deveria estar aqui mais cedo, idiota!” Diz ela batendo no meu braço.

"Não, eu tive que esperar para que a noiva ficasse pronta e eu não tivesse chance de dar uma olhada nela. Assim disseram mamãe e Kate!"

"Oh, isso é novidade para mim! Bem, eu estou tããão feliz!” Diz ela rindo e me abraçando com um braço enquanto ela está me levando para a sala de jantar onde os outros padrinhos e madrinhas estão.

"Ei, mano! Grande dia! Estou tão feliz por você, cara!” Diz Elliot e me surpreende com o quarto abraço de urso do dia. Eu acho que é o ‘abrace Christian’ dia. Ethan me dá um aperto de mão firme.

"Parabéns, Christian!"

"Obrigado!" Eu digo retornando o aperto de mão, sorrindo.

"Bem, vamos nos alinhar, todo mundo está esperando.

Ouço passos fora da porta, e ela se abre. Kate está posicionada do outro lado. Ela está usando seu vestido de dama de honra rosa pálido, o mesmo que Mia e a Sra. Jones.

"Oh, Christian, que bom! Você trouxe o azul? Anastasia disse que você iria trazer o azul!” Diz ela, nervosamente, como se sem ‘o azul’ não haveria casamento.


"Vamos lá! Não dê azar,” ela late, como se entendesse meus pensamentos.

"Do que você está falando?" Elliot pergunta com uma careta.

"Algo velho, algo novo, algo emprestado, algo azul,” ela recita, suspirando.

"Por quê?" Pergunta Ethan.

"Ethan! Estas são tradições que as mulheres tiveram durante centenas de anos! Elas são amuletos de boa sorte. Algo velho representa a continuidade; algo novo oferece otimismo para o futuro; algo emprestado simboliza a felicidade emprestada e algo azul representa a pureza, amor e fidelidade. Por isso, ela quer que o azul seja de seu marido! Você trouxe?” ela pergunta rispidamente com os olhos concentrando-se em mim em pequenas fendas.

"Sim, eu trouxe,” eu digo sorrindo. Tiro a caixa do meu bolso, e entrego-a a ela. Ela abre e vê o simples grampo de cabelo de diamante azul, que o Sr. Caria criou para Ana.

"Christian, isto é lindo!" Ela exclama. "Uau!"

"Deixe-me ver!" Interrompe Mia. "Vamos olhar para ele no caminho para cima. Temos uma agenda a cumprir." Quando ela abre a porta, a planejadora do casamento põe a cabeça para dentro.

"Todo mundo está pronto?” Ela pergunta, nervosamente, como se alguém estivesse acendendo um incêndio debaixo dela.

"Sim, estamos,” dizemos coletivamente.

"Sr. Grey, você vai e espera com o Reverendo? Então, o padrinho vai sair com a Srta. Kate Kavanagh, em seguida, a Srta. Mia Grey vai descer com o Sr. Ethan Kavanagh."

"Não, a programação está errada!" Interrompe Taylor com veemência.

"Eu vou ter que descer com a Sra. Gail Jones, em seguida, Srta. Grey e o Sr. Kavanagh descem." A planejadora do casamento, hiper Srta. Lourdes Sanchez olha para Taylor, em seguida, olha para a sua lista.

"Oh, eu o coloquei por último, porque eu tive que alinhar as mulheres de acordo com suas alturas,” diz ela.

"Revise isto," eu ordeno a ela, levantando as sobrancelhas.

Ela pisca os olhos e murmura: "Sim, Sr. Grey."

"Tudo bem! Hora do show!” Diz ela sorrindo nervosamente. "Sr. Grey, primeiro você, por favor. "




Eu faço o meu caminho através das portas francesas para o pátio. O altar está montado ao lado do lago, em rosa pálido, prata e marfim,  com seus lados abertos e de frente para a baía. O clima está ótimo, e o sol da tarde está brilhando sobre a água. É um dia roubado do céu. Completamente lindo! Mas, não posso prestar atenção aos requintes. Tudo em que posso pensar é que Anastasia será minha. Meu coração incha. Meu amor cresce aos trancos e barrancos. É isso aí! Ela está finalmente indo ser minha! Verdadeiramente minha! Um anjo arrancado do céu vai ser minha mulher! Eu mal noto o reverendo Walsh, que aperta minha mão, e eu fico ao lado dele. Os hóspedes já tomaram seus lugares. Montes de rostos sorridentes, amigos e familiares. Eu posso ver os meus avós sentados na primeira fila, completamente felizes. Há Flynn e sua esposa. Ambos sorriem para mim educadamente, e Flynn tem um brilho feliz nos olhos. Feliz por mim? Ros e Gwen estão sentadas ao lado de  Bastille, que tem uma acompanhante com ele. A mãe de Anastasia e Bob também todo sorrisos. O chefe Roach de Anastasia. Mas, eu não quero prestar qualquer atenção para os convidados. Eu mal posso esperar que Anastasia surja.


Eu mal noto que o quarteto de cordas está tocando a Primavera das Quatro Estações de Vivaldi. Quando o quarteto de cordas começa a tocar a Marcha Nupcial de Mendelssohn,  meu coração começa a bater como as asas de um beija-flor. Elliot e Kate Kavanagh caminham lentamente pelo corredor, sorrindo para todo mundo, parecendo radiantes. Quando eles chegam até o ponto onde eu estou esperando com o reverendo, eles se separam, e Elliot está à minha direita, e Kate coloca-se a  esquerda do reverendo.

String Quartet Wedding March

Taylor e a Sra. Jones estão de pé no corredor. Eles lentamente marcham em minha direção com a música e, finalmente, tomam seus lugares. Mia e Ethan começam a marchar pelo corredor depois de Taylor e da Sra. Jones tomarem  os seus lugares. O meu coração está prestes a levantar vôo uma vez que percebo um vislumbre de Anastasia de braços com seu pai. Uma vez que ela e seu pai tomam o seu lugar no fundo do corredor, o quarteto de cordas pára a música. E quando uma das nossas canções favoritas é ouvida através do sistema de som, sua cabeça vira rapidamente, e nossos olhares bloqueiam, cheios de amor e admiração. Ela vira a cabeça para seu pai, espantada, segurando-se nele para apoio. Ele segura a mão dela e, em seguida, dá um tapinha na mão que está ligada ao seu braço e sorri para ela em tom tranqüilizador.




Um suspiro coletivo é liberado pelos convidados em pé, quando vêem Celine Dion sair para o aberto da minha direita,  em um vestido de cetim vermelho longo. Ela está cantando com sua voz angelical aveludada "A primeira vez que vi seu rosto,” enquanto Anastasia e seu pai estão andando pelo corredor.

First Time Ever I Saw Your Face - Celine Dion

Quando a música está chegando ao fim, eu ando e encontro Anastasia, e seu pai coloca sua mão na minha. Eu a levo de volta diante do reverendo. Nós ambos estamos respirando rápido, e eu fecho meus olhos e  recupero minha compostura.

O reverendo movimenta os convidados para tomarem seus lugares. Ele arruma sua roupa, e olha para o seu livro, e seu olhar se volta para os convidados. Em uma voz inesperadamente crescente, ele assume o comando da cerimônia.

"Queridos amigos, estamos aqui reunidos hoje, aos olhos de Deus e nesta companhia, para testemunhar e celebrar um dos maiores momentos da vida, para reconhecer o valor e a beleza do amor, e para adicionar os nossos melhores votos e bênçãos à união de Anastasia Rose Steele e Christian Trevelyan- Grey."

Então, ele se dirige a nós, enquanto o meu olhar está bloqueado na imensa beleza de Anastasia.

"Anastasia, e Christian, o casamento é uma instituição ordenada por Deus, e não deve ser assumido levianamente ou imprudentemente, mas com reverência, deliberadamente, e só depois de muita consideração, pois em se unindo em matrimônio vocês estão se comprometendo, exclusivamente, um para o outro, enquanto ambos viverem.”

Ele olha para nós dois separadamente e depois em conjunto, e, em seguida, acena afirmativamente com a cabeça,  sério:

"Sabendo disso, eu faço a vocês esta pergunta:

Você,  Christian Trevelyan-Grey, optou por se casar com Anastasia Rose Steele neste dia; para falar as palavras que irão uni-lo a ela, como sua esposa, para todos os dias da sua vida? Se assim for, por favor, responda: SIM.”

"Definitivamente SIM!" Eu digo, rindo, em  alto e bom som, para todo mundo ouvir. Eu ouço a suave risada da multidão reunida.

O reverendo volta-se para Anastasia sorrindo para ela de uma forma paternal:

"Você, Anastasia Rose Steele; opta por se casar com Christian Trevelyan-Grey neste dia, para falar as palavras que irão uni-la a ele, como seu marido, para todos os dias da sua vida? Se assim for, por favor, responda: SIM.”

Minha respiração suspende enquanto Anastasia sorri para mim me tranqüilizando.

"SIM, eu quero,” ela responde com firmeza. Eu deixo sair a respiração que eu não sabia que eu estava segurando.

Em seguida, o reverendo se dirige a Anastasia e a mim:

"Então, se vocês, por favor, virarem um para o outro e juntarem as mãos,  enquanto cada  um fala seus  votos matrimoniais... Começando com você,  Christian,” ele diz e eu concordo com a cabeça.

Meu coração está na minha garganta, meu olhar está bloqueado na minha linda noiva, queimando com intensidade, escurecendo. Eu engulo, e falo para ela:

"Eu solenemente juro que vou proteger e manter, carinhosa e profundamente, no fundo do meu coração a nossa união e você,” eu digo com uma voz rouca. "Eu prometo amar você fielmente, abandonando todas as outras, através dos tempos bons e ruins, na doença ou na saúde, independentemente de onde a vida nos levar. Eu vou proteger você, confiar em você, e respeitá-la. Vou compartilhar suas alegrias e tristezas, e consolá-la em momentos de necessidade. Eu prometo cuidar de você e manter suas esperanças e sonhos e mantê-la segura ao meu lado. Tudo o que é meu, agora é seu. Eu dou a você minha mão, meu coração e meu amor a partir deste momento, enquanto nós dois vivermos."

Eu vejo lágrimas se agrupando em seus olhos. Esta é a primeira vez que ela ouve os meus votos.

"E agora você, Anastasia,” orienta o reverendo. Ela acena com a cabeça concordando, sem separar o seu olhar do meu.

"Eu dou a você minha promessa solene de ser sua parceira fiel, na saúde e na doença, de ficar ao seu lado nos momentos bons e ruins, de compartilhar sua alegria, bem como sua tristeza. Eu prometo amar você incondicionalmente, apoiá-lo em seus objetivos e sonhos, honrar e respeitar você, rir com você e chorar com você, partilhar minhas esperanças e sonhos com você, e lhe trazer conforto em momentos de necessidade. E cuidar de você enquanto nós dois vivermos,” diz ela terminando seus votos, e eu estou em reverência  e amor por ela mais uma vez.

O reverendo se vira para nós e pergunta:

"Que símbolo de amor e respeito vocês têm a oferecer um ao outro?"

Eu tiro o anel do bolso e Anastasia se vira para Katherine, que produz o anel que ela escolheu para mim. Reverendo Walsh acena com a cabeça concordando.

"O anel de casamento é o sinal exterior de uma graça espiritual interior, significando para todos a união deste homem e desta mulher no sagrado matrimônio. Foi Santo Agostinho, que disse: ‘A natureza de Deus é como um círculo cujo centro está em toda parte e a circunferência em nenhuma parte.’ Que os anéis que vocês detém simbolizem a natureza de Deus em suas vidas, e sempre que qualquer de  vocês os virem, vocês possam ser lembrados deste momento e do infinito amor que vocês prometeram."

Então, ele se vira para mim e pergunta:

"Christian, como você se apresenta para Anastasia com seu anel de casamento e promete seu amor e sua vida a ela, você vai, por favor,  repetir depois de mim:"  Eu aceno com a cabeça concordando.

"Anastasia, dou-lhe este anel como símbolo do meu amor. Com tudo o que sou, e tudo o que eu tenho, eu prometo sempre amar e honrar você. Com este anel, eu me caso com você."  Eu repito cada palavra que ele diz, sem quebrar o meu olhar da minha noiva linda, e não vejo ninguém, apenas ela, e seus olhos brilham com lágrimas não derramadas.



Em seguida, o reverendo Walsh vira para Anastasia.

"Anastasia, como você se apresenta a Christian com seu anel de casamento e promete seu amor e sua vida a ele, por favor, repita depois de mim: "  Anastasia acena com a cabeça concordando, incapaz de falar, seu olhar travado com o meu.

"Christian, dou-lhe este anel como símbolo do meu amor. Com tudo o que sou, e tudo o que eu tenho, eu prometo amar e honrar você, como sempre. Com este anel, eu me caso com você." Eu tenho um vislumbre do anel de platina com a inscrição dentro:  ‘Eu sou do meu amado e o meu amado é meu.’


Então, o reverendo Walsh olha para nós dois, em seguida, para a multidão, e sua voz fala alto e em bom som:

"Christian e Anastasia, na medida em que vocês tenham consentido em serem unidos no sagrado estado do matrimônio, e tendo penhorado e selado seus votos dando e recebendo os anéis na presença de Deus e destas companhias, é com grande prazer que Eu vos declaro marido e mulher. O que Deus uniu não o separe o homem!"

"Deixe-os tentar!" Murmuro baixinho sorrindo, e a multidão ri.

"Parabéns! Você pode beijar a noiva,” anuncia o Reverendo Walsh e discretamente dá alguns passos para trás. Anastasia apenas sorri para mim. Eu a puxo para mais perto e sussurro: "Finalmente, você é minha,” e puxo-a em meus braços e a beijo castamente nos lábios. Quando finalmente a solto, acrescento, "Você está linda, Ana" Eu murmuro e sorrio para ela. Ela está deslumbrante em seu vestido de casamento feito pela mãe de Katherine. É feito com fina guarnição de renda, ajustado para acentuar suas curvas, a renda apenas fora do ombro, recatada, mas extremamente sedutora. Seu cabelo está puxado em faixas e grampos, habilmente organizando seus cachos em uma bela obra de arte. Eu posso ver o diamante azul brilhando para mim em seu cabelo.

Reverendo Walsh fala novamente:

"É com grande alegria e honra que agora eu apresento a vocês o Sr. e a Sra. Anastasia Rose e Christian Trevelyan-Grey!"

Um forte aplauso ecoa ao redor.

Eu quero apenas levá-la e fazer amor com ela agora, mas temos uma festa para participar em nossa honra.
"Não deixe ninguém tirar fora esse vestido além de mim, compreendeu?" Peço, provocante, com o meu sorriso só reservado para Anastasia. Meus dedos arrastam para baixo em sua bochecha, com reverência e desejo, apertando minha virilha, acelerando meu sangue. Ela só pode acenar com a cabeça em silêncio em resposta.












  
Eu mal percebo que todo mundo está aplaudindo e a multidão reunida dos nossos próximos e queridos levantando-se e aplaudindo-nos, em seus trajes de casamento. A mãe de Anastasia, seu atual marido Bob, o padrasto Ray, de Anastasia, meus pais,  estão irradiando apenas felicidade, e todos estão sorrindo. Minha mãe está em seu modo habitual "eu-estou-tão-feliz-que-eu-posso-chorar,” e delicadamente enxugando seus olhos com um lenço branco.

"Pronta para a festa, Sra. Grey?" Murmuro à minha noiva, sorrindo timidamente para ela. Ela me dá um olhar tão amoroso, que derrete meu coração.

"Pronta, como eu sempre estarei,” ela responde sorrindo, completamente feliz. Seu sorriso faz meu coração exultar, sabendo que eu sou aquele que a fez feliz assim.

Nós fazemos o nosso caminho como Sr. e Sra. Christian Grey para a pista de dança no final da marquise.

O Mestre de Cerimônia anuncia nossa primeira dança por escolha de Anastasia, "Your Love is King.”


Your Love is King - Sade




Eu levo minha noiva com orgulho e em plena vista de todos os nossos próximos e queridos e danço com ela para alegria do meu coração. Quando a música acaba, o MC anuncia que há um convidado especial, e para o olhar surpreso no rosto de Anastasia, eu coloco-a aos cuidados de seu pai Ray para o momento.

"Ray, você poderia cuidar da minha linda noiva por alguns minutos?" Eu pergunto.

"Com prazer,” ele responde, piscando. Anastasia olha para seu pai, em seguida, para mim, "Eu vou estar de volta em um segundo, baby," Eu digo e caminho até o palco.

A banda começa a tocar, "Every Breath You Take,” e os olhos de Anastasia se arregalam.

Eu começo cantando...

Robert Downey Jr. & Sting – Every breath you take

Every breath you take
And every move you make
Every bond you break, every step you take
I'll be watching you
,”

Então, eu passo para o lado, e Sting caminha com um microfone na mão:

Every single day
And every word you say
Every game you play, every night you stay
I'll be watching you

Oh can't you see
You belong to me
How my poor heart aches
With every step you take

Em seguida, Sting me puxa para o seu lado, e cantamos em dueto:

Every move you make
And every vow you break
Every smile you fake, every claim you stake
I'll be watching you

Since you've gone I been lost without a trace
I dream at night I can only see your face
I look around but it's you I can't replace
I feel so cold and I long for your embrace
I keep crying baby, baby, please
Oh can't you see
You belong to me
How my poor heart aches
With every step you take
Every move you make
And every vow you break
Every smile you fake, every claim you stake
I'll be watching you
Every move you make, every step you take
I'll be watching you
I'll be watching you
(Every breath you take, every move you make)
(Every bond you break, every step you take)
I'll be watching you
(Every single day, every word you say)
(Every game you play, every night you stay)
I'll be watching you
(Every move you make, every vow you break)
(Every smile you fake, every claim you stake)
I'll be watching you
(Every single day, every word you say)
(Every game you play, every night you stay)
I'll be watching you
(Every breath you take, every move you make)
(Every bond you break, every step you take)
I'll be watching you
(Every single day, every word you say)
(Every game you play, every night you stay)
I'll be watching you
(Every move you make, every vow you break)
(Every smile you fake, every claim you stake)
I'll be watching you

O meu olhar está sobre Anastasia que está apertando o peito, e segurando-se em seu pai, chorando, e vencida pelas emoções. Acho que acertei o alvo. Sorrio com nada além do meu amor por ela.




42 comments:

patty said...

OMG Morri com certeza...

Neusa Reis said...

Oi meninas este capítulo está tão maravilhoso que se a gente for comentar, dá outro capítulo. Lindo, perfeito, a Emine extrapolando todos os limites de nos fazer amar uma história. Gostei de tudo, e no próximo tem mais. O casamento não acabou. Espero que vocês gostem, mas como disse o Christian, gostem não, amem.
Achei lindo ela vir para cá se solidarizar conosco, contando as histórias dela também. Amamos você, Emine, e vamos fazer uma corrente de pensamento pela saude de sua mamãe. Beijos a todas.

Fernanda G. said...

Neusa!!! O que é o fim desse capítulo??? Celine Dion,Sting ,Bruce Springteen?? É muito pro meu coraçãozinho.Emine vc está de parabéns! Lindo de morrer.Amei tudo!!! affffff

Maysa said...

PERFEITO .

HORTENCIA LAGE said...

Neuza de mais emocionante mesmo!!!!Lindisssimmooo

Anonymous said...

Que capitulo foi esse!!!!!! Nossa!!!! Tá de matar!!!!! Emine e Neuza sempre surpreendendo!!!!

Bjs Lala

Vivian said...

Maaraaviiilhooooso, calpitulo lindo lindol lindo.
Parabéns, parabéns a Emine.
Vivian

Cute Dream´s said...

Maravilhoso! Muito obrigada meninas! Me aqueceu nesse dia tão frio.

Natii said...

Meu Deus meninas que capitulo lindo é esse , começei rindo e rindo muito em muitas parte com Eliot e Christian e terminei chorando com esse casamento e o Christian cantando ai gente que homem é esse hein? quero um por favor por favor rsrsrsrs... Deus amo essa historia sou apaixonadississima ... bom demais sem palavras!

Vcs meninas são simplismente incriveis!

Bjos de Natii

Rozeli said...

Meus Deus, me emocionei para valer! A história está perfeita, bem elaborada como sempre, mas o que são essas músicas? Elas trouxeram uma emoção a mais, ficou romântico ao extremo. Amo Bruce Springsteen, e essa música do Sting fez parte da minha juventude, nossa ela é perfeita para o Christian, Every breath you take, pode ser considerada a música do Dominador apaixonado!rsrsrsrs Me senti como a Ana, vendo-o cantar para ela, só emoção!

Priscila said...

Liiiindo! Esse livro é demais! Obrigado Neusa por tanta emoção, carinho e amor...

Ana Maria said...

Estou adorando, muito lindo!! Excelente trabalho. Pergunto o seguinte:
No livro 50 tons de liberdade, Christian cantorala ao piano, no almoço familiar, após ele e Ana voltarem da lua de mel, e todos ficam calados ao ouvi- lo cantar.
E nessa versão Christian canta para Anastacia na cerimonia de casamento, na frente da familia e amigos?
Trecho do livro 3 de E L James

“Faço um gesto afirmativo com a cabeça.
— Que bom.
— Você sabe como atrair as atenções.
— Faço isso o tempo todo — diz ele, e sorri para mim.
— No trabalho, sim, mas não aqui.
— É verdade, aqui não.
— Ninguém nunca tinha ouvido você cantar? Nunca?
— Pelo visto, não — diz

Eminé Fougner @ Cowboyland said...

Hi Ana Maria!

I will quickly address your question. I've answered that in the English version. In EL James' version, he only sang in front of his family when he was playing the piano. But, then again, Mrs. James didn't explore Christian as much as I did. So, I made this change, because he has said to Ana over and over again that he would do anything for her.

He knows Ana is all about hearts and flowers. So, hiring a famous singer is something a lot of rich and famous do; that's not an exception. Christian is exceptional. He wouldn't just hire Sting; he would sing with him for Ana. I have also altered that section (you will will see it when we address that part).

There are times I have deviated from the book slightly due to the character development, or something that was expressed in the book wasn't explored in depth and either was not fitting (I generally explain those when those changes come along and why). You'll see the same in London episode. I changed the hotel names but I have explained why and which hotel etc.

So, don't fear of those changes, because they add to Christian's character, and looking through the other side, this is not only Ana's transformation, but Christian also goes through a major transformation, and this is only a small change compared to the big picture that is Christian Grey. :)

Leda Carneiro said...

Espetacular. Christian cantando para Ana é romantico demais. Liiiindoooo.

Neusa Reis said...

TRADUÇÃO DA RESPOSTA DA EMINE FOUGNER AO COMENTÁRIO DA ANA MARIA:

Oi Ana Maria!

Vou abordar rapidamente a sua pergunta. Eu respondi isto na versão em Inglês. Na versão da EL James, ele só cantou na frente de sua família quando ele estava tocando ao piano. Mas, mais uma vez, a Sra. James não explorou Christian, como eu fiz. Então, eu fiz essa mudança, porque ele disse para Ana uma e outra vez que ele faria qualquer coisa por ela.

Ele sabe que Ana é toda corações e flores. Assim, a contratação de um cantor famoso é algo que muitos ricos e famosos fazem, isso não é uma exceção. Christian é excepcional. Ele não apenas contrataria Sting, ele iria cantar com ele para Ana. Eu também alterei essa seção (você vai ver isso quando abordamos essa parte).

Houve momentos em que eu me desviei um pouco do livro devido ao desenvolvimento do personagem, ou algo que foi expresso no livro que não foi explorado em profundidade e ou um, ou outro, não se ajustava (geralmente eu as explico quando essas mudanças vêm e por quê). Você vai ver o mesmo no episódio Londres. Eu mudei os nomes do hotel, mas eu expliquei o porquê e qual hotel, etc...

Portanto, não tenha medo dessas mudanças, porque elas acrescentam ao personagem de Christian, e olhando por outro ângulo, esta não é apenas a transformação de Ana, mas Christian também passa por uma grande transformação, e isto é apenas uma pequena mudança em relação a grande figura que é Christian Grey. :)

Cristina said...

Nossa lendo a cena do casamento foi tudo de bom morri 3 vezes, mas no final consegui sobreviver, é lindo simplesmente lindo,lendo essa cena fez lembrar me do meu casamento, por ser algo tão especial e única...AMEI!!!
Em relação ao comentário da Ana Maria também me recordei do que havia lido no livro da James,quando Cristian canta pela primeira vez na frente da sua família no piano, mas amei essa versão deu mais ênfase ao amor dele por Ana...obrigada Emine e Neusa.

Olidelgi said...

Que capítulo, hein?? Tuuuuuudo de bom, simplesmente maravilhoso! Que trabalho impecável da Emine, amo essa versão de Christian, ele é tudo de bom, né. Obrigada Neusa por mais este capítulo. Aguardando ansiosa o próximo capítulo.
Bjs.

Luxo da Lix said...

Uauá!!! Que capitulo emocionante e lindo! Nossa, amei tudo!

Ana Maria said...

Oi Emine,

Obrigado por responder, estou adorando a sua versão...
Fiquei muito emocionada com a cena do casamento.

Jordana Sirlaide said...

Nossa, Emine! Que capítulo lindo!!! Simplesmente PERFEITO!!! Amando cada dia mais essa linda estória de amor. Estou emocionada até agora...
Aproveito para lhe dizer que todas nós estamos rezando pela recuperação de sua mãe. Obrigada pelo carinho e atenção ao responder nossos comentários/dúvidas, Emine. Essa atitude só lhe engrandece e faz com que admiremos mais ainda a grande escritora que você é. E Neusa, você sempre arrasando na tradução. Obrigada pelo esforço em disponibilizar 3 capítulos por semana. Você é demais!! Já estou ansiosa pela continuação do casamento. Beijos ;)

Tati said...

Estou emocionada!!! lindo demais!!!

Tatiana said...

Um único comentário, espetacular e não me seguro, que trilha sonora foi essa. Amo literatura, amo música e nesses capítulos eu me realizo. Obrigada Enime e Neuza.

Anonymous said...

MARAVILHOSO eu definitivamente estou amando muito obrigada Emine e saiba que estarei rezando por sua mãe... E Neusa muito obrigado por mais uma otima traduçao bj super ansiosa para o proximo Carol Dutra

Aline Caroline said...

OMG *o*
Muito lindo, serio chorei só em imaginar.. Ah me apaixonei mais pelo C. Grey, lindo,perfeito,romântico,atencioso..
Emine Obrigada por proporcionar essa emoção a nós,e Neuza por traduzir perfeitamente.. Ansiosa pra ler logo e ter mais capítulos pra nós!!

Aline Caroline said...

Uma ideia de como foi Christian cantando como Sting *--*
http://www.youtube.com/watch?v=WO_sakIdUjw

Ivana Meira Oliveira Rocha said...

OMG! Li devagar para demorar a acabar... Perfeito demais.... É possível captar toda a emoção do casamento...
Parabéns Emine e Neusa.
Bjim

Aline said...

O Grey cantando para a Ana foi demais!!! Mudança perfeita!!! Emine e Neusa arrasando sempre!!!

anne caroline godoi said...

Só agora estou podendo ler...O.M.G que capitulo maravilhoso e realmente a Eminé mudou um pouquinho...
Principalmente na parte da despedida da Ana. No livro ela fala que tomou todas com a Kate.
Mas enfim adorei...

Sue Helena Bastos said...
This comment has been removed by the author.
Sue Helena Bastos said...
This comment has been removed by the author.
Sue Helena Bastos said...

Olá meninas!
Estou encantada. No livro ficava imaginando como teria sido o casamento deles. E que surpresa deliciosa que você nos deu Emine, obrigada. Feliz duplamente porque o Sting que é uma das minhas paixões cantou com o Christian uma das minhas músicas prediletas. Um verdadeiro sonho em palavras.

Anonymous said...

Olá meninas!
Estou com a leitura atrasada pois estava sem PC e confesso que esse capitulo me fez chorar.Extremamente romântico e lindo.
Parabéns mais uma vez por nos privilegiar com essa história maravilhosa!!!
Aline Ribeiro

Anonymous said...

Na versão de Christian foi o máximo esse casamento, e os "convidados"... foi demais...
EMINE adorei, adorei, adorei..
Neuza, sua tradução está maravilhosa
Obrigada meninas, sem palavras para agradecer este capítulo.
Anciosa para ler o livro 4

Anonymous said...

Na versão de Christian foi o máximo esse casamento, e os "convidados"... foi demais...
EMINE adorei, adorei, adorei..
Neuza, sua tradução está maravilhosa
Obrigada meninas, sem palavras para agradecer este capítulo.
Anciosa para ler o livro 4

Anonymous said...

Na versão de Christian foi o máximo esse casamento, e os "convidados"... foi demais...
EMINE adorei, adorei, adorei..
Neuza, sua tradução está maravilhosa
Obrigada meninas, sem palavras para agradecer este capítulo.
Anciosa para ler o livro 4

Anonymous said...

Na versão de Christian foi o máximo esse casamento, e os "convidados"... foi demais...
EMINE adorei, adorei, adorei..
Neuza, sua tradução está maravilhosa
Obrigada meninas, sem palavras para agradecer este capítulo.
Anciosa para ler o livro 4

Anonymous said...

Realmente foi um casamento dos sonhos!Não tem como não se emocionar...parabéns meninas, lindo trabalho!*Letícia

Val Jasper said...

Com certeza, Emine superou. Comecei a acha os livros chatos só com a versão de Anastasia. Parabéns!!

Daniela Martins said...

Casamento dos sonhos!
Christian Grey é "O homem dos sonhos!"
Capitulo perfeito, Emine!
Voce"cubriu todas as bases".
As festas de despedidas de solteiros dos dois.
Detalhes incriveis!
Sem mencionar a preocupaçao de CG para que as surpresas para Anastasia desse tudo certo!
Ele cantando foi tudo de bom!
Bjkas
Dani
;-)

Anonymous said...

Sem querer ser estraga-prazeres, mas a família de Christian só o ouviu cantar quando eles foram almoçar na casa dos pais dele, quando voltaram da lua de mel, logo pergunto-me como ele poderia ter cantado no casamento sem que a família ouvisse, para manter a coerência... Confirmei também outras disparidades, já antigas, mas foi um trabalho incrível, este POV. Mesmo! A nível profissional! Adorei, desde o primeiro livro...
Ana Ferreira

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry

Giovanna Albuquerque said...

Perfeito!
Perfeito!
Perfeito!