StatCtr

Monday, April 14, 2014

Livro IV - Capítulo XXI - Christian e Anastasia Fan Fiction

CAPÍTULO XXI

Estendi meus sonhos sob seus pés; pise macio,
porque você pisa nos meus sonhos.
WB Yeats
Tradução: Neusa Reis



            "Christian! Você enquadrou esta foto?" Anastasia diz, sua voz é acusatória.
            "Eu pensei que você ficaria feliz que eu tivesse uma foto de Blip ao lado da foto do casamento dos pais dele. Você não deve se opor a eu ter as primeiras imagens de nosso filho,” eu digo com ênfase, “sendo exibidas no meu próprio escritório em casa."
            "Não essa!” Diz ela revirando os olhos.
            "Ela tem o perfil também... Veja," eu mostro a ela, "elas estão lado a lado."
            "Vista da parte inferior e superior?” ela pergunta erguendo as sobrancelhas.
            Eu dou de ombros com indiferença.
            "Você não tem vergonha disso. Você tem?” Ela pergunta estreitando os olhos. Não é uma pergunta, é apenas uma constatação.
            "Baby, não me diga que você está envergonhada de nosso filho. Por que eu deveria ter vergonha de minha masculinidade ou que o nosso filho também seja um homem como eu? Além disso, é no meu escritório em casa..."
            "Oooo-kay... vamos ouvir..." Ela suspira sabendo que há mais. "O que o seu pai e Elliott disseram?” Ela pergunta colocando a mão nas costas para se sustentar. Abro meus braços, e ela caminha para eles, sentando em meu colo.
            "Bem, eles pensaram que era divertido. Você conhece Elliot. Ele sempre terá alguma insinuação para injetar na conversa, mas até ele ficou sem palavras por um momento. Então, claro, ele se recuperou rapidamente e disse que ele podia ver a semelhança da família Grey no júnior.”
            "Mas, vocês são ambos adotados,” ela responde.
            "Sim, mas é possível para nós sermos semelhantes dessa forma. Você não ouviu Katherine queixar-se dele afinal. Nós, os homens Grey tendemos a ser viris,” eu digo com um sorriso. Deixo de fora a parte onde Ethan Kavanagh parecia que tinha engolido um bug desagradável.
            "Isso você é, Sr. Grey," ela concorda aninhando-se em mim. "A propósito,” ela acrescenta, "Ray gostou do presente que você deu a ele."
            "Nós demos a ele,” eu a corrijo.  
            "Christian, eu não sei nada sobre pesca. Você fez um bom trabalho escolhendo o equipamento de pesca para ele."
            "Eu não pude ter uma boa leitura do seu padrasto taciturno na véspera do Ano Novo. Eu achei que ele não pareceu muito entusiasmado com isso."
            "Ele lhe mostrou um rosto sem palavras, e fez isso?” ela diz e me dá um olhar de olhos ligeiramente abertos balançando a cabeça concordando.
            "Yeah ..."
            "Bem, isso é o mais perto que Ray consegue de dar piruetas de estrelinha de alegria. Ele estava feliz,” diz ela com confiança, com um sorriso largo.
            "Se você diz isso, Sra. Grey," eu digo e seguro-a com mais força.
            "Então, você está excitada sobre ir para Nova York amanhã?" Eu pergunto-lhe. Ela franze as sobrancelhas por um momento. Ela não está feliz de ir para Nova York comigo?
            "Você não vai me dar uma desculpa de que você deveria estar fazendo isso sozinha, não é?"
            "Não...” diz ela remoendo uma idéia na cabeça dela. "Não, não é isso."
            "Cuspa, Sra. Grey. Você me preocupa quando você fica assim contemplativa produzindo uma idéia em sua cabeça antes de despejar em mim."
            Ela revira os olhos. "Minhas mãos ainda se contorcem, você sabe,” eu digo lhe dando sorriso diabólico.
            "Eu sei, Sr. Grey. Eu acredito que você amplamente demonstrou isso a noite passada no Escala.”
            "Você está reclamando?" Pergunto inclinando minha cabeça.
            "Não, não... Mais como salivando com o pensamento."
            "Deus!" Eu assobio a palavra através dos meus dentes. Eu a sento no meu colo como se ela estivesse me montando.



            "Vá em frente e diga o que você pensa, antes que eu decida ter você aqui assim!" Eu ameaço. Ela respira fundo.
            "Eu quero participar do ‘Simpósio do Escritor’ apenas com a minha  assistente. Eu não quero chamar atenção para mim mesma com a segurança ao redor. Você sabe, é a cidade de Nova York e eu quero ser capaz de simplesmente misturar-me. Nada chama mais a atenção do que guarda-costas profissionais seguindo você."
            "Ana,” eu começo a protestar.
            "Ouça, Christian. Eu pensei sobre isso. Não é que é um grande acordo. Nós vamos estar fora da cidade. Ninguém me conheceria lá fora. Eu seria apenas mais uma na multidão. "
            "Você realmente acha que você vai ser apenas mais uma na multidão? E você não quer que eu venha junto?" Eu digo muito baixinho.
            "Bem, eu gostaria de ir com minha assistente. E você pode conseguir fechar negócios, enquanto eu estou no Simpósio. Além disso, é apenas um evento de um dia. Você me terá na segunda-feira. Então eu vou para o simpósio na terça-feira, e você terá toda a semana depois disso. Isso realmente não é um mau acordo." Eu gemo interiormente. Tenho apenas alguns meses para passar com a minha esposa sozinho. Então seremos nós três, para sempre. Por que ela não consegue entender que eu preciso, eu desejo muito esta vez com ela? Só por mais alguns meses?
            "Você já esteve em Nova York?" Pergunto sabendo que não vou ganhar uma discussão, se eu disser a ela imediatamente que é para sua segurança.

New York New York - Frank Sinatra

            "Não, mas isso não significa que eu não vou ser capaz de encontrar o meu caminho. Eu tenho 22 anos, Christian. Hannah já foi lá duas vezes!” Diz ela, como se isso me convencerá a dar-lhe a margem de manobra para ceder.
            "Entendo... Uma linda mulher, grávida, como você, sozinha em uma cidade como Nova York, onde há homicídios, estupros, roubos e agressões graves diariamente, você quer que eu deixe minha esposa grávida solta em uma cidade onde ela nunca esteve? Eu não penso assim, Sra. Grey. Você vai comigo e com a segurança. Esse é o fim da discussão."
            "Mas, Christian,” ela protesta. "Você é, você sabe, você ! Este deus grego em forma de homem! Eu não quero a metade dos homens e todas as mulheres cobiçando meu marido! ” diz ela fechando as sobrancelhas.
            "Você está com ciúmes, Sra. Grey?" Pergunto com um sorriso repuxando os cantos dos meus lábios.
            "Talvez um pouco,” ela responde.
            "Baby, eu só tenho olhos para você. Tudo bem... O melhor que posso fazer é isso: eu levo você para o evento, mas a sua segurança permanece. Enquanto isso eu posso apenas ir para minha própria reunião. Dessa forma, estamos comprometidos,” eu digo dando sua palavra favorita de volta para ela. "Você me ensinou isso. Você me disse o que você quer, e eu estou dizendo a você com o  que eu posso viver, no âmbito do seu pedido. Mas, não há nenhuma maneira no inferno, que eu vou estar deixando você sozinha em uma cidade como Nova York, onde existem outros abutres."
            "Christian, honestamente! Quem iria querer uma mulher grávida, quando há outras,  jovens, bonitas e disponíveis?"
            "Porque, os homens acham desafiador tomar posse de uma mulher que pertence a outra pessoa. Você é minha!" Eu rosno. "Eu não quero ninguém fazendo o esforço." Faço uma nota mental para relembrar  a Melissa e Sawyer o raio de 1m para manter os colegas do sexo masculino distantes dela.
            "Ok, tudo bem,” ela responde, respirando pelo nariz. Ela está realmente zangada. "Não seria tão ruim se você concordasse com alguns dos meus desejos."
            "Eu concordo com um monte de seus desejos. Mas o que você quer agora é além do que eu sou capaz de concordar. É por isso que nós o chamamos de um compromisso. E, além disso, você gostaria de transporte rápido, em Nova York, porque se você está utilizando o transporte público acho que é inseguro e eles são complicados. Você vai se perder. Para não falar que é inverno e frio no momento. Nosso apartamento não é tão perto do Simpósio.”
            "Oh, pelo amor de Deus! Ok, tudo bem!” Diz ela, concordando. "Desde que a viagem de Nova York é o seu presente, eu concordo com a segurança. Eu vou estar apenas com a minha assistente eeeeeeee minha segurança no simpósio. Você pode ir para sua própria reunião. Mas, você não disse nada sobre o meu presente até o momento. Você não deu qualquer pensamento a ele ainda?” ela pergunta. Eu sei o que ela quer dizer. Ela quer saber sobre o nome do bebê. Eu tenho uma maneira de conseguir o que eu quero.
            "Eu tenho uma lista já compilada. Gostaria de me dar suas considerações?" Eu pergunto. Ela revira os olhos novamente, em seguida, estende sua mão.
            "Basta dar para mim, Christian!"
            "Oh, eu adoraria dar para você, Sra. Grey," eu sorrio. Eu finalmente entrego-lhe a lista. Seus olhos se arregalam com o primeiro nome da lista.

       1.       Thaddeus
       2.       Agustin
       3.       Quinten
       4.       Graysen
       5.       Howard
       6.       Theodore
       7.       Legend
       8.       Roderick
       9.       Reuben
       10.  Maxton
       11. Barnabas
       12. Porter
       13. Bastian
       14. Jagger
       15. Locklyn

Oh merda! E se o meu plano der errado? Ela não está dizendo nada ainda. Depois de superar seu choque,  "Thaddeus?” ela finalmente pergunta. "Qual seria o apelido para esse?  Thad?  Por que nós não apenas fixamos um cartaz  ‘chute-me' nas costas de blip?  Isso é o que ele vai ter na escola com nomes como esses,” diz ela balançando a cabeça.
            "Não há um único nome que você goste na lista?" eu pergunto nervosamente.
            "Eu meio que gosto de Graysen. Mas soaria estranho com Graysen Grey.  Quinten soa muito mórbido. Eu sempre vou pensar naquele diretor que faz filmes de terror. Howard está fora. Legend? Oh, não! Roderick, inferno não!  Rueben soa como um sanduíche. Maxton? Pffff!” Ela deixa escapar um grande suspiro. "Realmente, Christian? Barnabas está fora. Eu não acho que esse nome exista desde o tempo da Bíblia! Porter soa como se queremos que nosso filho seja um porteiro... não! Bastian... agh!" Ela geme alto. "Christian, Bastian? Quanto pensamento você colocou nesses nomes? Quem é Bastian, afinal?" Ela pergunta exasperada. "Você deve ter sido inspirado por alguém para chegar a esses nomes, mas eu não me lembro de ter ouvido qualquer um deles de você.  Jagger soa como Mick Jagger e embora eu goste de sua música, eu não quero que esse nome seja associado com nosso bebê.  Locklyn é único. Eu poderia. Hmmm ...” diz ela descontente.
            "Sra. Grey, você está ferindo o meu ego!" Eu digo tentando esconder minha mágoa. "Você não pode ser menos crítica ou mostrar uma mente aberta para as minhas escolhas? Afinal, você disse para fazer uma lista dos meus nomes favoritos e que você escolheria o que você gostasse."
            Ela não disse nada sobre o meu nome favorito. Mas então ela pode ter gostado de dois dos nomes da lista com que eu não contava. Eu não quero nenhum desses nomes, exceto um.
            "Theodore Grey... Theodore Grey... Teddy, Ted..." Ela está ponderando o nome em sua cabeça, expressando-o em voz alta. A esperança nasce em mim. "De onde você tirou esse nome? Soa familiar,” diz ela.
            "Primeiro nome do vovô Trevelyan," murmuro, encolhendo os ombros. Seus lábios se levantam em um canto. Ela agora sabe que esse é o nome que prefiro.
            "É um nome sofisticado, mas também é moderno. Teddy, Ted... Sim, eu gosto. É entre Grayson e Theodore, mas Grayson não iria tão bem com Grey. Talvez esse possa... " Ela está brincando comigo. Prendo minha respiração. Ela finalmente sorri. "Ok, ok, Theodore, então,” diz ela.
            "Deus, Sra. Grey! Eu a amo demais! " Eu sibilo enquanto eu seguro o seu rosto para beijá-la. É um beijo urgente, apaixonado, cheio de amor e possessivo.
            "Minha!" Eu rosno em seu lábio quando eu a beijo. Seus dedos enlaçam meu cabelo, puxando e me puxando para ela. Eu gemo.



            "Oh, Sra. Grey, eu quero ter você agora, mas precisamos decidir o nome do meio," murmuro.
            "Agora?” ela pergunta em voz chorosa. Eu não gosto de deixar nenhum negócio inacabado, e eu gostaria de resolver a questão do nome agora. Além disso, ela é mais disposta se sua mente está no sexo.
            "Ok, mas estamos voltando para onde nós paramos uma vez que decidamos,” ela protesta.
            "Eu estava pensando, já que o primeiro nome foi da minha família, você gostaria do nome do meio da sua? Seu pai biológico ou talvez o nome de Ray?"
            "Oh," ela diz, enquanto um gemido suave escapa de seus lábios. "Christian, isso é muito atencioso. Mas, eu nunca conheci meu pai biológico. Minha mãe sempre diz que ele era maravilhoso, mas para mim, ele é esse homem mítico. Eu não quero que ela chore toda vez que ela ouça o nome do meio do bebê. Ray me criou. Ele é o meu pai;  ele é o que conta. E eu notei que você não sugeriu o nome de Carrick,” ela faz uma observação.
            "Eu amo meu pai, mas este é o nosso bebê. Eu usei o nome do meu avô para o nome do nosso filho. Eu acho que é apenas justo que você venha a escolher um nome para o nome do meio dele," eu digo a ela. 
            "Theodore Raymond Grey. Sim, tem uma certa aura nobre para ele. Eu amo esse!” Diz ela batendo palmas. "Pensei que íamos acabar dando-lhe dois nomes e dois nomes do meio, considerando todas as pessoas que gostamos,” ela sorri.
"Nós não queremos blip levando cinco anos para aprender os seus nomes. Theodore Raymond Grey é então."
"Estou muito satisfeita com nossas escolhas, Christian! Você foi maravilhoso como sempre, Sr. Grey. E não pense que eu não sabia o que estava fazendo,” ela murmura com um brilho em seus olhos. "Eu já lhe conheço, Grey.” Ela sorri maliciosa para mim.
"Você está sorrindo maliciosa para seu marido, Sra. Grey? Isso nunca vai acontecer."
"Oh, eu não sei, Sr. Grey. Depois do quanto agradável eu estive hoje, eu acho que você pode me dar uma pequena margem de manobra. Eu acho que, como recompensa por ser uma esposa muito  compreensiva hoje, talvez você e eu podemos ir procurar um berço para Teddy?" ela pergunta docemente enquanto ela coloca pequenos beijos nas minhas bochechas e lábios. 
            "Bem, nós tivemos o quarto dele pintado de azul claro e o decorador era para nos ajudar a pegar as peças de mobiliário," eu a lembro.
            "Sim, eu sei, mas eu quero que a gente vá e procure nas lojas. Procurar roupinhas, e as coisas que nós iríamos precisar para ele. Mas eu quero ir comprar um berço para o bebê. Acho que devemos escolher essa parte juntos, sem ter sugestões de uma lista de itens de catálogo do nosso decorador."
            "O que você quiser, baby. Agora, sobre a sessão de fazer amor que eu prometi..." Eu digo enquanto eu subo a parte inferior de sua roupa de dormir e lentamente, saboreando a visão de minha esposa, eu a tiro dela. Eu fico cara a cara com os arcos de meia-lua dos seios celestiais. A curva de sua barriga de grávida está me tocando. Eu acaricio sua barriga carregando nosso filho. Momentaneamente eu a levanto e levanto-me do meu assento. Eu a carrego até a poltrona do outro lado da minha mesa.



            "Christian, quero fazer amor com você,” ela protesta.
            "Não, baby. Você precisa ser  adorada  e eu pretendo fazer isso!" Eu digo com meu olhar escurecendo. Eu quero usufruir dela com total abandono. Eu coloco Anastasia na frente da poltrona.
"Vamos tirar sua calcinha,” eu digo e me ajoelho diante de minha esposa e lentamente, com reverência, deslizo a calcinha e deixo-a sair dela. O cabelo de Anastasia cai em cascatas sobre seus seios e suas belas costas. Agora, ela se parece muito com a estátua de Afrodite, uma versão grávida dela. Eu levanto o meu olhar para ela na altura da cintura, enquanto eu estou sentado em meus joelhos. Isso cria um mar de loucura dentro de mim, espalhando um tsunami de emoções. Eu quero beijar cada centímetro de seu corpo.
"Sente-se,” eu ordeno, e ela obedece. Lentamente ela mesma se deposita no assento.
"Eu quero que você segure o alto do espaldar da cadeira," eu ordeno. Ela segura as laterais do espaldar.



"Não, o alto dela," eu ordeno. Ela lentamente, sensualmente move suas mãos acima da cabeça, e agarra a parte superior do encosto alto da poltrona. Os braços acima dela empurram os seios pesados para frente e os mamilos apontam em necessidade, implorando por atenção.
"Pernas... separadas," murmuro minha próxima ordem. Anastasia olha para mim, seus lábios ligeiramente se abrem.
"Faça você,” ela diz com uma voz rouca, atada com desejo devasso e cruza as pernas ou tenta cruzá-las com sua barriga impedindo sua tentativa. Ela se contenta com cruzar os tornozelos como tentativa. Eu arqueio minhas sobrancelhas.
"Sra. Grey, você  está me instigando?"
"Eu prefiro a palavra  ´seduzir´, Sr. Grey," ela responde batendo os cílios.
"Estou destinado à sedução, Ana. Agora que você elevou as apostas me desafiando..." eu digo e ajoelho-me diante dela e agarro seu tornozelo e levanto-o até meus lábios. Ela se contorce em seu assento.
"Não se mexa ou eu vou lhe amarrar, baby!" Eu a advirto. "Deixe-me apenas lhe adorar,” murmuro. Com isso sua respiração aumenta, o peito sobe e desce rapidamente, e com ele seus seios.
Eu seguro seu pé e arranho seu peito do pé com meus dentes.
"Aaahhh!" Ela geme curvando os dedos dos pés. Mas eu não paro. A ponta da minha língua corre em seu arco até seu dedo do pé. Eu lambo seu dedo do pé com minha língua, em seguida, o confino dentro da umidade quente da minha boca e chupo profundo e forte, tanto prometendo como ameaçando com o que está por vir para cada centímetro de seu corpo. Ela sabe e quase convulsiona com que este único ponto de conexão erótica. Eu, então, corro meu polegar na borda externa de seu pé, finalmente arranhando seu peito do pé com minha unha. Esse simples ato faz com que ela abra a perna bem aberta para mim. Seus tornozelos e atrás dos seus joelhos são particularmente erógenos. Quando eu chupar a cartilagem no seu tornozelo ela está em um mar de loucura.

Tonight - Enrique Iglesias

"Oh, por favor, Christian!"
"Paciência bebê, deixe-me saborear você,” murmuro enquanto eu trilho beijos atrás de sua perna fazendo o meu caminho para cima até os joelhos. Quando eu chego a seus joelhos, eu levanto ligeiramente sua perna, e chupo por trás de seu joelho. Sua perna imediatamente endurece e ela grita de prazer.
"Oh, porra! Christian! "
Eu continuo a beliscar, chupar e lamber meu caminho até a parte interna de suas coxas. Quando eu chego quase ao ápice de suas coxas, eu pego a outra perna e repito minhas ministrações. Quando meus lábios chegam ao seu sexo, Anastasia estende uma de suas pernas no meu ombro. Eu empurro a outra perna e coloco-a no braço da cadeira. O sexo dela está incrivelmente brilhante com a evidência de sua excitação. Mas propositalmente, eu não mergulho minha língua para dentro dela. Eu corro meus dedos por sua fenda e revisto as flores de seu sexo com sua umidade. Ela empurra seus quadris em meus dedos. Minhas mãos apertam imediatamente suas nádegas para adverti-la contra o movimento.
"Pare! Eu não quero que isso acabe rapidamente. Saborear. Segurar. Prolongar o prazer. Deixar construir, elevar o nível de intensidade, então só quando eu lhe disser isso, você detona o seu prazer, baby." Ela está ofegante, os olhos arregalados, sua íris dilatada totalmente. Ela só pode acenar com a cabeça a aquiescência. Eu brinco com seu clitóris com a ponta da minha língua e ao mesmo tempo eu mergulho meu dedo médio em seu sexo. Curvando meu dedo na junta, eu localizo a parede frontal da vagina e deliberadamente a mantenho no precipício, mas não desencadeando seu orgasmo, apenas deixando-a construir. Então eu cubro o clitóris com a minha boca e sugo forte e novamente deixo-a sem atingir o seu clímax. É a quantidade de tensão, a carga erótica que se acumula que proporciona o maior orgasmo alimentado por muitas sensações eróticas diferentes. Meus lábios se movem para o seu osso púbico, para a barriga saliente e para seu umbigo, onde eu relaxo e presto muita atenção ao prazer. Com a minha mão livre eu acaricio seus ossos do quadril depois de eu colocar  a perna do meu ombro no braço da cadeira. Meus lábios e beijos abrem o meu caminho até seu esterno e no vale entre seus seios. Eles doem por atenção, mas eu os evito. Eu tenho outros planos para eles.
Anastasia me dá automaticamente acesso ao seu pescoço, arqueando-o. Meus lábios e língua viajam em seu caminho até o queixo e seus lábios procuram os meus avidamente fundindo-os. Ela move uma de suas mãos para o meu cabelo, mas eu a agarro e coloco-a de volta no alto da cadeira. Meus lábios se movem de encontro aos dela primeiro, mordendo e chupando. Minha ereção está lutando contra o meu pijama, mas eu também devo mantê-la até  o momento certo. Eu quero beijá-la duramente, possessivo, adorando, expressando o que eu sinto por ela da maneira mais ardente. Meu corpo pede para assumir. Ainda seguro o meu desejo para trás. Minha língua encontra a dela. Ela é a que cai em minha boca com suas suaves lambidas aveludadas. Mostrando-me o que ela está exigindo de mim. Sua língua faz os movimentos mergulhando, mas não quero deixá-la no cume de baixo. Minha língua retribui em nosso tango sensual. Eu mergulho em sua boca, sem ser convidado, mas muito bem-vindo. Os meus mergulhos são mais profundos, extremamente sexuais, tornando-a mais molhada. Sua pele esquenta mais. Anastasia geme profundo, empurrando os seios ainda mais. Eu extraio meu dedo de seu sexo e minhas mãos cobrem seus seios sensibilizados. Eu rolo seus mamilos entre o meu dedo indicador e o polegar da mão direita, na linha do prazer e da dor. Ela geme alto.




Eu puxo para trás e foco minha atenção em seus seios, os polegares amassando e a acariciando toda, observando-a me assistir com quentes, olhos lascivos, respirando com dificuldade. Seu olhar para mim também é um desafio para tornar isto mais áspero e mais duro. O desejo que eu sinto por ela é tão intenso, que eu não poderia dar um passo mesmo se o mundo estivesse caindo aos pedaços. Ela me possui. Neste momento, eu quero que ela grite meu nome com prazer. Eu quero que ela seja consumida por mim na mesma proporção em que eu estou consumido por ela, para que ela não pense em mais nada,  apenas em nós dois.
"Olhe para mim,” eu digo e rapidamente arranco minha t-shirt e calças de pijama. Em seguida, segurando seu seio com meus lábios, eu a adoro. Meus dedos imitam os movimentos de minha língua na outra mama. Um último puxão profundo enquanto eu rolo o mamilo entre os dentes, e ela grita meu nome com o prazer dela afogando-a.
"Eu sou condenado e salvo por você, Anastasia. Você não tem nenhuma idéia do que você faz comigo,” murmuro. Eu a levanto, trocando de assento com ela; eu a faço sentar-se no meu pau, suas costas no meu peito. Dessa forma, é fácil para sua barriga.
"Envolva seus braços em volta de meu pescoço," eu sibilo meu comando através dos meus dentes cerrados. Com um impulso rápido, eu estou dentro de seu sexo molhado.
"Eu quero isso forte e profundo,” ela geme enquanto seu sexo aperta meu pau como um punho apertado. Jesus Cristo! Esta gravidez fez, minha já faminta  esposa, voraz por sexo! Eu agarro seus quadris e controlo meus golpes. Se fosse por Anastasia isso já estaria terminado. Eu quero que ela aprenda a prolongar o prazer e deixar sua intensidade crescer exponencialmente. Eu giro dentro dela e ela treme em meus braços. Ela inclina sua cabeça para trás e seus braços alcançam e enlaçam atrás da minha cabeça, dando acesso completo e livre a seu pescoço e seus seios. Eu a levanto e a deixo cair de volta para a corda pesada entre as minhas pernas. Conforme ela cai de volta, eu arremeto nela, repetidamente. Eu capturo o lóbulo da orelha entre os dentes e puxo e depois lambo a concha de sua orelha, em seguida, trilho beijos sobre seu pescoço e seu ombro. Minhas mãos estão ambas dando prazer a seus seios, e exercendo apenas  dor suficiente como se ela estivesse sendo puxada por pregadores de roupa.
"Christian, eu estou perto,” ela se lamenta.
"Não! Você! Não! Está!" Eu me oponho, arremetendo nela o tempo todo. "Não! Até! Eu! Dizer! A você!"
"Por favor,” ela implora.
"Segure!" Eu continuo empurrando-a para seus limites, mais uma vez, deixando-a construir.
"Quando você vai gozar?"
"Quando você me disser para...aaaah! Gozar,” diz ela tentando seu mais forte para conter o prazer.
"Yessss! Goze para mim, baby" grito! E é aí que ela permite que seu prazer detone, estremecendo e se contorcendo em meus braços. Eu a sigo três segundos depois, gritando o nome dela, completamente repleto. Será que eu vou ter o suficiente dela? Logo quando eu acho que eu posso chegar ao precipício de conseguir minha cota para o momento, eu estou implorando por mais. Profundamente mais duro, buscando uma conexão profunda da alma. Ela é a minha outra metade. A parte cuja ausência me faria simplesmente enlouquecer, a parte que me mantem um pouco domesticado e humano. Estou muito fodidamente apaixonado por ela!



*****     ♡     *****


Um exemplo perfeito de governo da minoria é um bebê na casa.




            "Sra. Grey, nós precisamos verificar a segurança da loja antes de permitir que você entre,” disse Melissa em seu tom  de nenhum absurdo.
            "Melissa, é uma grande loja, as pessoas vão entrar. Você não pode possivelmente checar todos lá!" Anastasia protesta.
            "Anaaa!" Eu a repreendo em um tom um pouco irritado.
            "Por que eles não poderiam ter feito isso antes de virmos para cá?” ela pergunta.
Mas, eu sei exatamente o por quê. Este é o novo método que eles estão usando: os anéis de segurança. Eles estão abrindo apenas um determinado perímetro do anel de segurança misturando-se na multidão como se eles também fossem  compradores normais enquanto Sawyer e Melissa estão conectados e Taylor e Reynolds estão mantendo o perímetro interno.




            Sawyer mantém seu ouvido, enquanto ele ouve a confirmação de Taylor. Ele sai do carro e abre minha porta. Reynolds faz o mesmo para Anastasia. Ryan está no trabalho de casa hoje, já que Reynolds e Ryan estão em rotação. Isso tudo é por precaução extra porque os paparazzi estão agora perseguindo Anastasia para obter fotos da gravidez e obter um vislumbre de seu estilo gravidez ou encontrar-nos juntos para ver como ela é tratada. Isso só aumenta o nível de estresse de Anastasia. Até mesmo um simples passeio a uma loja se torna uma tarefa enorme. Atualmente, Anastasia é mais popular entre os paparazzi do que a prospectiva esposa do príncipe William, Kate, por ter capturado meu coração e ficado grávida logo depois. Eu não gosto disso nem um pouco, e isso está mantendo a nossa segurança em alerta em todos os momentos. Nós tivemos vários esfregas com eles desde que eu era noivo de Ana, alguns dos quais foram completamente desagradáveis. Eu não quero que eles assustem minha mulher e coloquem a vida dela e do nosso bebê em perigo. O desconforto momentâneo vale a segurança que ele proporciona.
            Taylor nos levou para a única loja com os berços mais seguros, que une tecnologias novas e emergentes, para monitorar o ambiente local do bebê. Eu li que numerosos bebês morrem devido à síndrome de morte súbita infantil. Eu gostaria de evitar isso a todo custo. Existem alguns sistemas de berço que integram a circulação de ar, monitor de vídeo, bem como um sistema projetado para levantar o bebê. Isto irá ajudar Anastasia logo depois que ela der à luz.  Porque eu não quero que ela se esforce para levantar o pequeno Teddy. Este modelo em particular, eu pesquisei, também gira automaticamente o bebê para ajudar com os padrões de sono. Agora, só estou conseguindo que Anastasia concorde com isso porque ela pode apenas optar pelo estilo do berço que segue as características de segurança,  este em particular que eu gosto.
            Anastasia fica surpreendida quando ela vê o tamanho da loja. São três andares apenas de artigos de bebê, de carrinhos a berços e roupas, garrafas e outras coisinhas que eu preciso aprender a identificar. A gerente da loja nos recebe de imediato.
            "Que prazer tê-los aqui, Sra. e Sr. Grey,” ela exclama." Como podemos ajudá-lo hoje?"
            "Nós vamos olhar os berços e banheiras."
            "Claro! Eu ficaria feliz em mostrá-los a você e explicar suas funções. Existe alguma marca ou estilo em particular que você prefira?” Ela pergunta.
            "Nós,” Anastasia diz olhando para mim para o meu acordo,” preferimos uma cor que possa ir com qualquer coisa.
            "Sem cores ricas ou profundas, então?" a gerente pergunta olhando para mim, um pouco nervosa. Eu, por minha vez, olho para minha esposa adiando a resposta para ela.
            "Não, não no quarto do nosso bebê."
            "Entendo, senhora. Você está comprando para um menino ou menina? Às vezes, os estilos variam de acordo com o sexo do bebê. Alguns pais se apaixonaram pela nossa série Cinderela com os berços em forma de carruagem,” diz ela levando-nos para os berços. "Ou, se você preferir para os meninos, então temos carros de corrida em forma de berços que são bastante populares entre os pais de primeira vez  que esperam menininhos."
            "Eu não quero algo específico de um sexo. O que nós queremos é uma forma segura, funcional, bem como um berço elegante."
            Ela nos leva a vários estilos, opções de cores, bem como faixas de preço.
            "Que tal essa?" Eu aponto para uma caixa fechada de um berço de aspecto moderno.
            "Nós não montamos o modelo do andar para esse ainda. Ele acabou de chegar de Londres. Aparentemente, é um dos modelos mais seguros, não só na Europa, mas no mundo. Como você pode ver pela caixa, ele tem algumas características de segurança modernas. Porque ele se afasta dos berços tradicionais, isso assusta alguns pais. Porque eles querem ser pais tão orgânicos quanto possível, às vezes alguns poucos recursos de segurança tornam os pais de primeira viagem um pouco mais ansiosos. Pode afastá-los da experiência,” diz ela tentando nos levar a um modelo mais frívolo.
            "Abra-o, e monte. Vamos ver a facilidade de uso e quero que a Sra. Grey seja capacitada  a ver todas suas características antes de tomar uma decisão,” eu digo com uma voz de comando. Ela limpa a garganta.
            "Claro, Sr. Grey," ela exclama. "Eu vou ter que pegar um dos nossos operários. Eles levam muito menos tempo do que eu em montá-los,” diz ela com um sorriso obrigatório. "Desculpe-me, por favor, Sra. e Sr. Grey. Eu vou buscar nosso técnico!” Diz ela tropeçando em suas palavras quando ela sai da nossa companhia. 
            "O que foi isso?" Anastasia pergunta.
            "Anastasia, eu quero que o nosso bebê fique seguro. Ele não vai ao baile do castelo como Cinderela. Eu estou observando e vendo todos os tipos de formas  que o bebê possa se machucar quando ele conseguir se levantar por conta própria ou você para a questão de tentar tirá-lo do berço. Eles renunciam a certas características de segurança para adicionar estilo!” eu digo.
            "Christian, tenho certeza que a FDA ou quem quer que esteja cuidando da  segurança destes itens os aprovou para venda."
            "Ana, seu velho Fusca também foi autorizado a estar na estrada, apesar de que era uma armadilha de morte completa. Quando se trata de você ou nosso bebê, meramente o  mínimo é inaceitável. Eu quero o mais seguro. Eu li que mais de 2.000 bebês morrem de SIDS (N.T. A síndrome de morte súbita infantil ou síndrome de morte súbita de lactantes é uma doença que costuma atingir bebês aparentemente saudáveis entre um mês e um ano de vida) e isso é principalmente por causa de práticas inseguras de dormir. Não! Eu sou um pai ansioso. Nosso filho tem que estar em segurança! "
            "Eu concordo!"
            "Além disso, eu pensei que você queria uma cor que combinasse com tudo... E ...” então amanhece em mim que ela pode ter concordado comigo em alguma coisa. "O que você acabou de dizer?" Pergunto chocado.
            "Eu disse que eu concordo com você, Sr. Grey,” diz ela com um sorriso malicioso.
            "Você está sorrindo maliciosamente para mim, Sra. Grey?"
            "Eu estou, Sr. Grey,” diz ela mordendo o lábio inferior, em seguida, ela baixa a voz para um sussurro e se inclina para o meu ouvido: "Mas, eu sei que você não vai fazer nada sobre isso, porque eu estou com você 100% quando se trata de segurança de Teddy. E agora, eu acho que você está malditamente hot quando você está fervorosamente protegendo nosso bebê, e  se não estivéssemos em uma loja, eu ia pedir-lhe para repetir o desempenho de hoje de manhã, aqui, agora mesmo! "
            Puta que pariu, Ana! Ela está me excitando muito publicamente, inconvenientemente e assim de repente, porra. Eu dou um rosnado baixo.
            "Taylor!" Eu grito.
            "Sim, senhor,” ele aparece ao nosso lado.
            "Faça a loja entregar esta marca e modelo específicos na casa grande. Não há necessidade de montá-lo," eu digo, sem desligar o meu olhar para longe de Anastasia.
            "Certamente, senhor,” diz ele.
            "Vamos ver alguns dos outros itens. Nós não precisamos da escolta do gerente," eu digo. Eu preciso tirar esta ereção fora,  sem olhos curiosos.
            "Venha, Sra. Grey," eu digo puxando-a,  no mesmo tom que eu digo 'goze' quando ela está debaixo de mim. Ela exala lentamente o fôlego e me segue. (N.T. Jogo de palavras com come=gozar=venha!)





*****     ♡     *****




O Território Inimigo

Deixe seus planos serem escuros e impenetráveis ​​como a noite, e quando você se mover, caia como um raio.
Sun Tzu, A Arte da Guerra


            Este é o quinto telefone pré pago que ele está usando. Cada chamada requer um novo. Ele não quer deixar quaisquer pistas depois de tudo. Ele é um predador conhecendo cada movimento de seu inimigo. Ele subestimou-o. Ele teve todos esses anos para estudá-lo e mesmo assim ele não o fez. Ele estava muito confiante; muito arrogante de que tal golpe e derrota poderia vir do menino magricela, que nem sequer conseguia falar até que tinha seis anos de idade. Naqueles anos, ele pensava que Christian tinha deficiências mentais. Bem, se alguém era tão fodido como ele era quando criança, ele tinha razão de achar que ele estava marcado mentalmente para a vida, não é? Esses tipos tornam-se sociopatas, criminosos ou completamente vão por outro caminho e tornam-se um indivíduo manso sem espinha dorsal.  Poucos raros se tornariam implacáveis em seu campo escolhido, como ele, pensou. 
             Oh, ele tinha ódio por ele, tudo bem. Mas ele também tinha um fascínio desonesto e decidiu entender sua presa de dentro para fora. Como o menino que foi um caso de caridade para sua ex-mulher/sub  tornou-se o mestre do universo em que ele vivia? Ele iria descobrir e derrotá-lo com suas próprias armas em seu próprio fodido jogo e ia fazê-lo de forma lenta e dolorosa.
            "O relatório,” ele latiu no celular simplesmente, em sua sempre presente profunda voz de comando, ordenando, não deixando dúvidas sobre suas expectativas.  Ele gostaria de pensar que, se alguma vez houve um deus, ele teria soado assim. Ele esperava semanalmente os relatórios de seu capanga contratado. Às vezes, eles estavam em um formato digital anônimo que cruzavam pelo menos cinco locais diferentes para serem entregues a ele. Imagens, sons, vídeos... Ele precisava saber as rotinas de sua presa, o que significavam,  viagens, a maneira pela qual ele mima sua esposa ou tudo o que ele gosta. Mas ele já firmemente e com certeza decidiu que a esposa era a maneira de atingi-lo. Pelas notícias que circulam nos jornais e as informações que confirmam, a cadela quase foi morta para salvar sua cunhada. Imagine o que ela iria fazer para salvá-lo?
Ele nunca gostou da emoção do amor. Ele acreditava firmemente que é uma das maiores fraquezas dos homens e para aqueles infelizes o suficiente para ter inimigos, uma ótima ferramenta para esfaqueá-lo com ela. Nada nem ninguém machucaria tanto quanto a dor infligida por ou através de algum dos que você ama. Na verdade, se ele fizesse isso corretamente, ele iria deixar o seu inimigo em tormento eterno pelo reino que há de vir e, quando ele desferisse o golpe final, ele saberia que tinha sido ele que tinha fodido sua vida, assim como fez com ele! Mas até que esse momento chegasse, ele precisava conhecer o inimigo. Se ele estava indo para pegar o tigre pela cauda, ​​ele melhor saberia como  apagar a porra da vida do citado tigre.
            "Seu jato está sendo preparado para partir para  Nova York. Todo o pacote está indo nele, incluindo quatro dos seus cães. Você quer que eu instale um pequeno presente para ser entregue a meio caminho de seu destino? "
            Este psicopata é um idiota? Maneira de alertar a Homeland Security, (N.T. é um departamento do governo dos Estados Unidos da América cuja responsabilidade é proteger o território dos EUA contra ataques terroristas e agir em caso de desastres naturais.) explodindo seu avião em pleno vôo! Ele tem sido um maldito mercenário fora do país por tempo demais. Ele não queria um crime federal! Ele queria que isso fosse pessoal. E como apagar a vida de Grey, sua esposa e  cães seria divertido com este método? Ele não iria conseguir dizer a ele que tinha sido ele quem o tinha fodido!
            "Não! Respeitemos o meu plano! Você não se move, toma decisões ou mesmo respira sem minha permissão. Vamos esperar. Eu vou dar o golpe final. Você é apenas o meio para eu chegar a esse ponto. Para isso é que você está sendo pago. Excessivamente, eu poderia acrescentar."
            "Você é o chefe, mas há maneiras de fazer isso parecer um acidente."
chefe aperta a ponte de seu nariz como se para afastar a dor de cabeça que se aproxima. Que fodido idiota! O helicóptero de Grey foi sabotado por Hyde. Será que ele realmente acha que um segundo incidente de aeronave seria contabilizado como um acidente? E quanto original era isso, realmente? Por que iria ele, o mestre dominante, ouvir  um idiota incompetente, zangado, evidentemente sem autocontrole igual a Hyde?
            "Eu quero a agenda dele e de sua esposa para os próximos seis meses. Você vai consegui-la para mim e vai fazê-lo furtivamente. Eu faço os planos e eu lhe digo quando executar esses planos." Ele sabia que toda guerra é baseada na decepção. Se for para ser vitorioso neste plano, ele não poderia ser precipitado como ele fez com Hyde. Para que ele ganhasse, ele tinha que ganhar primeiro; o jogo tinha que ser cheque mate em sua mente antes que ele começasse, antes que começasse sua guerra contra Grey. Porque, apenas guerreiros derrotados foram para a guerra primeiro e depois buscaram ganhar, da maneira que ele fez da última vez. Isto era diferente. Este é um jogo o-vencedor-leva-tudo. Todas as peças tinham que cair no lugar certo.
            "A agenda dele? Eu posso segui-lo e conhecer a rotina, mas iria custar-lhe mais para eu obter sua agenda de uma empresa com tantas camadas de proteção do servidor em seus sistemas de computação, como o Pentágono!"
            "Você nunca vai para o portão principal se você tiver que invadir um forte! Não lhe ensinaram isso em não importa qual seja a organização secreta do governo da qual você era parte? Você encontra um túnel, um cavalo de Tróia para entrar.  Você tem um já. O sistema do SIP é o caminho para fazê-lo.”
            "Eu tentei. Tem sido formatado." Ele realmente era exasperante
            "Devo soletrar para você? Eles aceitam submissões de manuscritos. Tudo que você tem a fazer é criar um túnel que não seja um vírus. Então você entrega o vírus através do túnel que você criou. Você não tem de infectar qualquer coisa. Na verdade, por que você não hackeia o smartphone de sua assistente? Essa seria a melhor maneira de entrar em seu sistema. Você libera o túnel para seu smartphone, e uma vez que ela esteja na Wi-Fi da SIP, você baixa a agenda da esposa de Grey. Tanto quanto o sistema de computador está em causa, você, o cavalo de Tróia, aparecerá como sua assistente, e as máquinas não são humanas. Eles não ficar desconfiado de outras máquinas. Só se você foder isso, claro!  Eles só vêem o telefone dela e ele é amigo para o sistema SIP. Ligue seu túnel no email da esposa de Grey ou smartphone, então você está ligado diretamente ao Grey!” Diz ele exasperado. A linha do outro lado fica em silêncio por um momento.
            "Isso... na verdade, poderia funcionar brilhantemente!" seu capanga diz. Claro que pode! Porque ele foi o único que pensou nisso!  
            "Se os dois estão fora da cidade amanhã, pode ser o melhor momento para trabalhar no telefone da assistente. Quero atualizações na próxima semana, no mesmo dia e mesmo horário. Enquanto isso, você continua a entregar seus relatórios programados. Você está indo atrás do Calvary amanhã?” Ele pergunta, significando se ele está voando atrás dos Greys para Nova Iorque.
            "Sim, senhor, para ambos os casos. Logo depois que eu liberar a ponte para a assistente,” o capanga responde com sua voz profunda. O patrão finalmente pressiona o botão 'Fim' no celular pré-pago. Tira a bateria e o cartão SIM, quebrando-o em pedaços, e, em seguida, joga a coisa toda por sobre o cais e no oceano, e vai embora.

38 comments:

Jeanine said...

Aff. Quanta alegria em chegar aqui e ver um capítulo novo e brilhante como esse . Como sempre Emine e Neusa brilharam. Obrigada por fazer minha manhã maravilhosa lendo mais um capítulo , que esperava ansiosamente. Valeu a pena esperar. Beijos Emine e Neusa. Parabéns belo capítulo. Agora esperar XXII.

Anonymous said...

Que maravilha de capítulo estava com saudades obrigada Emine e Neusa vcs são brilhantes ,mas o ódio destes dois kkk bjos meninad

Anonymous said...

Bom dia amigas! Sendo repetitiva, Emine e Neusa perfeitas como sempre.
Esse Linc me dá arrepios, ele estava muito quieto mesmo, afff e quem será que está o ajudando.
Christian um fofo né, ele faz com que Ana se sinta a mulher mais poderosa do mundo na gravidez, isso é lindo.
Beijos!

Hoje só um chazinho para acompanhar o friozinho.

Pry Pessotto

Unknown said...

Bom dia a todos,
Como todos os outros capítulos, amei este também,
Estou tão curiosa para saber, como a equipe de segurança de Christian, vai descobrir a emboscada que estão tramando contra sua família,
Amo esta história, principalmente esta versão da Emine, espero que ainda tenhamos vários e vários capítulos pela frente, obrigada Emine e Neusa pela dedicação conosco, que somos fãs do casal Grey.
Beijo a todos.

Joéli Brito said...

Cheguei no site e me deparei com essa maravilha, meu dia se iluminou, lampejos de felicidade extrema rsrsr, Emine e Neusa, amo vcs absurdamente por me proporcionarem momentos impar. Capítulo lindo e com gostinho de quero mais. Obrigada! Sou fã de vcs duas. Ansiosa pelo XXII. Bjsssss!!!!!!

Alice said...

Gente que homem ruim esse Lincoln!! afff...
Mata ele Emineeee! hahahaha... esse peste não fará falta!
Eu estava com saudades desse casal 20.. e aí a Emine vem com esse capítulo maravilhoso e Neusa arremata com essa tradução impecável.
Garotas vocês são demais! Mal posso superar pelos próximos capítulos.
Beijo Emine,
Beijo Neusa,
Beijos amigas do blog.

Mara Lins said...

Como gosto disso tudo. Sempre um presente para as no minhas expectativas. Obrigada, Emine por mais um capítulo maravilhoso.
Neusa Reis, você é impar no que faz com tanto zelo.
Curiosíssima para saber que está formando essa gangue juntamente com Sr. Lincoln e como será o plano, que tenho certeza não dará certo. Beijos queridas amigas.

karen said...

Cada capitulo que eu leio fico cada vez mais eufórica para saber o final dessa historia linda .... não vejo a hora de saber nos minimos detelhes de tudo .... bjus a todos que estão se empenhando nesse trabalho ...obrigada.

Moonniiccaa said...

Delicioso capítulo! Mexe com a gente... ai, ai... que venham muitos mais... valeu Emine e Neusa... bjs

Natii said...

Como sempre espetacular aiii que saudadeeee eu estava desses dois de um novo capitulo, apesar de sempre reler esses livros, nunca me canso, Emine sua linda como eu amoo vc, voce nos enche de emoção e alegria e como eu amo a nossa amada Neusa, que é uma linda sempre, tem um coração gigante e cheio de amor!!! Esse capitulo hoje foi bem hot, esse nosso CG com sua Ana sempre nos deixa com agua na boca... simplismente amoo muitoo tudo isso!!!

Sempre grata por tudo isso ... beijos da Natii

Anonymous said...

AMO-TE, cariño!!! Nunca me senti tão AMADO e DESEJADO... Quero estar contigo sempre. Saudades... Não consigo imaginar a minha vida sem ti!
És pura e simplesmente O AMOR DA MINHA VIDA!!!

Sheila Ribeiro said...

Puxa, fiquei feliz dmais quando passei por aqui e vi esse capítulo..OBRIGADAAAAAAA.....amei a ida deles pra comprar o berço do Thed...vai demorar muito para o próximo?????? Obrigada de novo por comartilhar com a gente...bjsss

Claudinha said...

Gente que maravilha de capítulo, já estava triste pela demora rsrsrs parabéns meninas capítulo brilhante já estou ansiosa pelo próximo xxii ♥♥♥♥

Barbara Cristina Meireles said...

que capítulo perfeito ♥ pena que foi pequeno :\ parabéns a você Neusa e a você Emine,vocês tem sido perfeitas.
Amei demais esse capitulo,tava morrendo na espera.
Eu queria saber se a Neusa tem twitter?

Anonymous said...

Ler os capítulos traduzidos pela Neusa é

fantástico!

Ana Paula Silva said...

Simplesmente amei esse capítulo.
Mas quero que esse linc desapareça e que CG descubra esta armadilha contra ele logo.
Mais uma vez Parabéns as duas pela grande emoção que nos proporciona.

Isaura - Dourados/MS said...

Não me canso de ler rsrs sempre quero mais, Emine parabéns como sempre vc tem um talento para apimentar esta história com muito amor e agora este homem sem sentimentos que e o Linc...afff espero que ele encontre logo um amor na vida dele e deixa nosso casal em Paz...Neusa como sempre vc e impecável na sua tradução...parabéns meninas e obrigada por compartilhar conosco este romance...ansiosa como sempre para os próximos capítulos aí meu Deus mais um mês pela frente.

Joenes Carvalho Alves Xavier said...

Emine você se supera sempre, agora o meu nível de ansiedade está mil vezes maior, essa expectativa sobre os planos de Lincoln, Teddy a caminho..
Neusa Reis amiga querida, se fosse possível diria novos adjetivos mas tenho que ser repetitiva, você é talento, ,competencia e profissionalismo puro, , obrigada por traduzir com tanto carinho para nós, contando os dias para te abraçar forte, fiquem com Deus, Beijos

Claudia Ferreira Peixoto said...

Valeu muito a espera, capitulo maravilhoso......

Barbara Araujo said...

Olá, boa noite.
Neusa, Rosangela
Que capitulo maravilhoso. Meninas quem vcs acham que esta passando todas as informações para o Linc? Eu confesso que não tenho a mínima ideia.. nervosa para o proximo. Bjj

Dinha Cath said...

OMG..amando cada vez mais essa versão. Super viciada..descobri aqui uma semana e já li os 4 livros e tô entrando aqui todo dia pra ver se saiu um capítulo novo. Obrigadaaaa meninas, vocês são maravilhosas. E o mais assustador é que eu pensava justamente nessas cenas..sempre que lia uma coisa imaginava o avanço daquela cena e logo depois aparecia isso de forma magnífica. Muito obrigada pelo trabalho de vocês!!!!

Anabela Encarnação said...

Nossa que maravilha, quantas saudades eu tinha deste casal , desta maravilhosa história. Estava tudo tão bem que até tinha esquecido a bandidagem . Dá arrepio só de pensar o que poderá acontecer com eles. Emine Obrigada por nos presentear com mais este capítulo lindo. Neusa Obrigada por seu trabalho como sempre impecavelmente brilhante

Mónica Alexandra Martins Alves Pernadas said...

Simplesmente fantástico ,já estava com saudades.obrigado Emine e Neusa pelo excelente trabalho.

Daniela Martins said...

Que saudade estava disto aqui! Estes seus livros sao viciantes, Emine!
A gente nao pode mais viver sem eles!
Adorei ver como CG e Ana vao as compras para montar o quartinho de Teddy! A escolha do nome, entao....nem se fale!
Parabens! Vc é sensacional, querida Emine!
Obrigada por toda essa historia!
Beijos
Dani
;-)

Daniela Martins said...

Que saudade estava disto aqui! Estes seus livros sao viciantes, Emine!
A gente nao pode mais viver sem eles!
Adorei ver como CG e Ana vao as compras para montar o quartinho de Teddy! A escolha do nome, entao....nem se fale!
Parabens! Vc é sensacional, querida Emine!
Obrigada por toda essa historia!
Beijos
Dani
;-)

Fer G. said...

Nossa ,qto tempo! Que saudade de ler sobre o Christian e a Ana.Outro dia de saudade li o segundo livro..deu nostalgia.Neusa ,querida ,como vc está? Espero que esteja tudo bem.Emine,continuo amando tudo o que vc escreve.Beijos

Anonymous said...

boa tarde bom feriado a todas, um capitulo novo com o nome do bebe e linc agindo sempre vale a espera nunca nos decepciona . obrigado emine e neusa

ivone

Margareth Antequera said...

Obrigada Emine, obrigada Neusa.
Capítulo emocionante que te prende a atenção, e te emociona.
Emine parabéns, vc escreve com riqueza de detalhes, não escapa absolutamente nada de sua criatividade. Parabéns, adorei.
Neusa, obrigada pela delicadeza na tradução.....vcs duas são um time.
Obrigada,
Margareth

Daysi Cristina said...

Oiiee.. Meninas!! Boa madrugada ;)
Nossa.... Estava tão ansiosa pelos novos capítulos, mas, infelizmente só pude vim conferir hoje.

Sexo com o Sr. Grey.... é sempre muito excitante!! Que homem tudo de bom.. hahaha

Ana, Christian e Ted..... aaah q amor!! Enxoval.. berço, esses momentos devem ser mágicos.. Fiquei só imaginando :D

Eu disse q esse Lincoln estava quieto d+.. Ai meu coração!! E pra me deixar mais angustiada, ele parece bem informado :( Vou chorar!!! Buaaa

Capítulo maravilhoso viu minha diva Emine!! Neusitaaa.. Obrigada por ter sido tão rápida. E vcs 2 me perdoem, pelas cobranças via face (risos)

Só pra avisar..... Eu amo esse blog!! Me faz viajar um pouco mais nesse mundo "Grey/Ana"

Beijos e Abraços

Ps.. Amanhã confiro o XXII!!

Viviane Oliveira said...

Olá meninas.
As vezes, estar super ultra mega atarefada tem suas recompensas, no meu caso, dois capítulos. Emine pra não ser redundante, aliás, impossível não ser porque não há adjetivo que não tenha sido usado ainda para comentar a riqueza de sua mente. Como sou simples, e contemporaneamente falando o simples é mais, então escolho o MARAVILHOSO again para comentar esse cap.
Parabéns! Você é impar.
Por fazer na ajude manter minhas unhas compridas e não judie com essa ameaça que ronda nosso casal preferido. Acabe com isso de uma vez, fico pensando q o Linc diabólico poderia apenas infartar. Fulminante... Simples assim!!
Amo vc sempre!
Neusa querida, mesmo adjetivo pra vc e seu trabalho: maravilhoso. Obrigada. Amo vc tbém.
Bjo meninas.
Vou para o XXII
Ps. Céus já passa das 02:40...

Anonymous said...

ola adoro ler esse livro, eu gostaria de saber se o próximo capitulo ira demorar muito para ser postado

Rosangela Maria Cabral Corvalan said...

Impossível não se apaixonar de novo e de novo e de novo por esse casal!!
Que delícia de capítulo..Emine e Neusa perfeitas como sempre!!
Louca para descobrir quem é esse SOLDADINHO DE CHUMBO!!
Louca para ver esse Lincoln ser desmascarado!!
Beijos meninas, desculpem minha ausência.
Beijos

Ana Lucia said...

Olá Neusa e Emine, já li todos os livros, mas só agora estou fazendo o primeiro contato para elogiar as duas. A Emine fechou todos os vácuos que haviam ficado na história contada pela Ana e até mesmo me fez rever alguns episódios em que eu fiquei irritada com o Christian e algumas vezes com a Ana. Agora sim, tudo faz sentido. Talvez eu vá ser criticada pela minha opinião, mas sinceramente eu acho que o filme não vai em hipótese alguma alcançar o sucesso que foram os livros, mas nem de longe. A E L James deveria ter negociado uma série ou novela para passar na TV que pode ser muito mais detalhada nos vários capítulos. O filme vai ser um resumo do resumo e vai deixar muitas situações lindas de fora. Vou começar a ler a série Pella e desejo muito que esses livros sejam publicados, porque eu ainda sou apaixonada por ter um livro físico na minha mão. Parabéns pelo talento de vocês e obrigada por me levar para aquele estado "zen" que uma boa leitura provoca.

Tati said...

Maravilhoso como sempre!!! Parabéns Emine!! Lindo lindo ancilosa pra ler os outros estou atrasada!!!! Obrigada Neusa!!!!

Daniela Martins said...

Lincoln faz com que eu me arrepie de medo!
Quanta maldade!
E agora vão tentar outro caminho para se aproximar da família Grey!
Adorei o nome do blip! E amo ver Christian todo cuidadoso com Anastasia. E sempre reafirmando seu amor a ela!
Lindo demais
Bjkas
Dani
��

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry

Priscila Pessotto said...

Olá girls!
Você que está começando a ler o blog agora ou que já é leitora, agora a Série Pella disponível aqui no blog foi publicada em livro – ECOS NA ETERNIDADE- e em português.
A Emine Fougner colocou a versão em português do Ecos na Eternidade na Amazon, apenas esta semana, por apenas R$ 3,94. Corram para aproveitar o preço porque na próxima semana voltará ao preço normal.
É só acessar a pagina da amazon: www.amazon.com.br.
Vamos aproveitar!
Beijos,
Pry